Conecte-se Conosco

Esporte

Brasileirão: Santos sofre, mas arranca empate do Ceará e deixa Z-4

Publicado

em

Agora, a equipe de Cuca ocupa a 15ª posição, com 18 pontos, mesma pontuação da Chapecoanse, 17ª colocada e última equipe a ocupar a zona de rebaixamento.

Santos visitou o Ceará nesta quarta-feira, em Fortaleza, no estádio Presidente Vargas, em partida antecipada da 20ª rodada do Brasileiro, e após sair atrás no placar, reagiu e buscou o empate por 1 a 1. O placar tira os paulistas da zona de rebaixamento.

Agora, a equipe de Cuca ocupa a 15ª posição, com 18 pontos, mesma pontuação da Chapecoanse, 17ª colocada e última equipe a ocupar a zona de rebaixamento. Porém, o Santos vence nos critérios de desempate: possui uma vitória a mais (4 a 3). Já o Ceará vai a 15 pontos e fica na 18ª posição.

Embora tenham deixado a zona de rebaixamento, os santistas ainda não convenceram e chegaram ao nono jogo sem vencer.

O último triunfo ocorreu diante do Fluminense, em 13 de junho, no Maracanã, na última rodada antes da paralisação para a Copa do Mundo da Rússia. Desde então, o Santos conquistou seis empates e três derrotas.

Foi o terceiro jogo de Cuca à frente da equipe. Antes, ele havia sido derrotado pelo Cruzeiro, na estreia, e empatado com o Botafogo.

O Santos veio com novidades na escalação. O atacante Gabriel e o volante Renato foram sacados do time titular. Pituca e Yuri Alberto ganharam a chance de iniciar.

A equipe jogou no tradicional esquema 4-3-3. Alison ficou mais plantado atrás, enquanto Carlos Sánchez e Diego Pituca tiveram mais liberdade para ir para o ataque.

Na linha de três ofensiva, os atacantes Rodrygo, aberto pela direita, e Bruno Henrique, pela esquerda, tinham a missão de acompanhar os laterais quando o time ficava sem a bola. Yuri Alberto foi escalado como centroavante.

A proposta de usar Yuri para segurar a bola lá na frente não funcionou. Primeiro, porque ele foi presa fácil para os zagueiros. Depois, porque foi atrapalhado pela falta de aproximação dos meio-campistas da equipe santista.

Até por isso, o domínio cearense foi total durante toda a primeira etapa do duelo.

Faltou ao time de Cuca maior compactação entre a última linha defensiva e o meio-campo e principalmente alguém cerebral, capaz de ditar o ritmo e fazer o time segurar mais a bola.

O Ceará, por sua vez, bem ajustado, recuperava a bola com facilidade, graças à troca lenta de passes dos santistas, e acelerava no contragolpe.

Tanto que já nos primeiros 15 minutos, Vanderlei já havia sido exigido em três ocasiões. Quando Juninho Quixadá conseguiu vencer o goleiro, carimbou o travessão.

A primeira finalização do Santos só aconteceu aos 27min, com Diego Pituca arriscando de fora da área. O chute, contudo, pouco assustou e saiu longe da meta.

Foram 11 finalizações cearenses contra só três dos santistas no primeiro tempo.

Na etapa final aqueles que haviam ganhado uma chance a perderam: Pituca deu lugar ao meia Bryan Ruiz. O costa-riquenho fez a sua estreia pelo clube. Já Yuri Alberto viu Gabigol retomar a posição.

As alterações potencializaram o futebol de Bruno Henrique. Se na etapa inicial o camisa 11 apareceu várias vezes pelo meio querendo participar da armação, sem sucesso, com Bryan Ruiz, mesmo sem empolgar muito, cuidando do setor, e Gabriel como referência, o jogador voltou a ser um bom ponta.

Foi assim que conseguiu duas boas arrancadas. Em uma delas, aos 15 min, livrou-se de Fabinho, invadiu a área e exigiu grande defesa do goleiro cearense Éverson.

Embora tenha tido uma pequena melhora em relação à etapa inicial, o Santos ainda continuava tendo problemas com a equipe da casa.

E foi em um contragolpe, aos 33min, que Arthur, finalmente, guardou a bola na rede. Ele se aproveitou de vacilo de Gustavo Henrique, que não saiu na marcação de Leandro Carvalho e deu condição para que ele recebesse o passe em condição legal.

O gol não abalou o Santos. Pelo contrário, encheu os paulistas de coragem. E, aos 41min, mesmo sem merecer, o time de Cuca chegou ao empate: Alison cruzou, a zaga do Ceará parou e Jean Mota, sozinho, estufou o peito na bola para tirar Éverson da jogada e deixar tudo igual.

CEARÁ

Everson; Fabinho, Tiago Alves, Luis Otávio, João Lucas; Edinho, Richardson, Calyson, Felipe Azevedo (Leandro Carvalho); Juninho Quixadá (Ricardinho), Arthur. T.: Lisca

SANTOS

Vanderlei; Victor Ferraz , Luiz Felipe, Gustavo Henrique, Jean Mota; Alison, Diego Pituca (Bryan Ruiz), Carlos Sánchez (Gabriel Calabres); Rodrygo, Bruno Henrique, Yuri Alberto (Gabigol). T.: Cuca

Estádio: Presidente Vargas, em Fortaleza (CE)

Juiz: Marcelo de Lima Henrique (RJ)

Cartões amarelos: Jean Mota (Santos); Edinho (Ceará)

Gols: Arthur, aos 35 minutos do segundo tempo (Ceará); Jean Mota, aos 43 minutos do segundo tempo (Santos)

Com informações da Folhapress.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram. Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Esporte

Ronaldinho usa sósia para ‘driblar’ torcida e Justiça em evento em SP

Publicado

em

Após participar de um jogo de futsal, o ex-jogador deixou o Ginásio do Ibirapuera e foi direto para o carro, sem falar com o público.

Ronaldinho Gaúcho foi a atração principal de um evento que aconteceu na tarde deste domingo (9), no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, e que contou com a participação de outros ex-jogadores, como Denílson e Falcão. Eles jogaram uma partida de futsal diante de um público de 10 mil torcedores, que pagaram ingresso para ver os eternos craques desfilarem dribles.

Mas minutos antes de a partida acabar, como destaca o Globoesporte.com, Ronaldinho foi substituído, saiu de quadra, mas seguiu “driblando”. Para evitar contato direto com o público e com a imprensa, o ex-jogador foi direto para um carro, sem tirar o uniforme, e deixou o Ibirapuera em silêncio, frustrando os fãs que o aguardavam para fotos.

Com a intenção de amenizar a frustração, Ronaldinho e a organização do evento encarregaram um sósia do ex-craque de falar e sorrir para torcedores.

A saída estratégica tem relação com os problemas que Ronaldinho enfrenta diante do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, que em novembro passado determinou as apreensões dos passaportes dele e do irmão Assis. Eles possuem uma dívida judicial que chega a R$ 8,5 milhões num processo que envolve dano ambiental causado pela construção ilegal na orla do rio Guaíba. (Por Notícias ao minuto)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

 

Continue lendo

Esporte

É campeão! River vence o Boca e conquista a América… na Europa

Publicado

em

De virada, o River Plate superou o Boca Juniors por 3 a 1 e ficou com o título da Libertadores da América de 2018.

O River Plate é o campeão da Taça Libertadores da América de 2018. Os Millonarios venceram o Boca Juniors por 3 a 1, de virada e na prorrogação, e conquistaram pela quarta vez o mais importante título do futebol sul-americano, em uma decisão disputada neste domingo (9), no estádio Santiago Bernabéu, casa do Real Madrid, na Espanha.

O Boca abriu o placar ainda no primeiro tempo com um belo gol de Benedetto. No minuto 44, num contra-ataque mortal, Nández deu um excelente passe em profundidade para o camisa 18, que limpou o carrinho de Maidana e tocou na saída de Armani: 1 a 0.

O empate do River veio no segundo tempo, com Lucas Pratto. Nacho Fernández tabelou com Palacios e só rolou para o camisa 27 empurrar para as redes: 1 a 1.

A partida foi para a prorrogação e logo no primeiro minuto o Boca perdeu Barrios. O volante foi expulso após receber o segundo cartão amarelo por falta.

Com um a mais, o River pressionou e passou a dominar o jogo, encontrando o gol da virada no minuto 3 do segundo tempo da prorrogação. O autor do gol do título foi Quintero.

No penúltimo minuto antes do apito final, o Boca ainda acertou uma bola na trave. Jara expirimentou, a bola desviou e acertou o pé da trave.

Mas o River ainda conseguiu tempo para ampliar o placar. Em um contra-ataque, Quintero ganhou na intermediária e deu passe profundo no espaço para o camisa 10 disparar sozinho e só empurrar para as redes: 3 a 1.

A decisão entre River e Boca foi transferida de Buenos Aires para Madrid por conta de uma confusão ocorrida momentos antes do início da partida de volta, que acabou não acontecendo. Torcedores do River apedrejaram o ônibus do Boca na porta do estádio Monumental, que já estava lotado à espera do duelo. O tumulto acabou com jogador machucado e o adiamento do confronto por parte da Comnebol.

Com o título da Libertadores, o River Plate garantiu vaga no Mundial de Clubes. Desta forma, a equipe decidiu não retornar a Buenos Aires para celebrar o título junto a sua torcida. Jogadores e comissão técnica seguirão na Europa em preparação para a competição internacional, que começa na próxima semana nos Emirados Árabes. (Por Reuters)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram. Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

 

 

Continue lendo

Esporte

Marcelinho Carioca, Túlio Maravilha e Donizete Pantera estarão em Serra Talhada na comemoração dos 35 anos do Serrano FC

Publicado

em

O sábado (22), será de festa na Capital do Xaxado, onde desportistas celebrarão com o Jogo das Estrelas, o aniversário de 35 anos do Serrano Futebol Clube a partir das 15h no Estádio Nildo Pereira de Meneses (Pereirão) em Serra Talhada. Entre os grandes nomes do futebol brasileiro estarão: Marcelinho Carioca, Marcelinho Paraíba, Aluísio Chulapa, Donizete Pantera , Túlio Maravilha, Fabrício Carvalho, Anderson Alagoano, Edu Chiquita, Cesinha, dentre outros.

Logo após o Jogo das Estrelas haverá festa e corte do bolo com os jogadores no Espaço Dona Aristania, em frente a o Estádio Pereirão. O evento ainda terá como atrações os DJs animando a festa e o grupo de samba que agita a galera 6 sambar.

O público serra-talhadense e do Pajeú não podem perder esse grande evento esportivo que carimba os 35 anos de existência de uma das mais importantes equipes de futebol do Sertão pernambucano.

O lote promocional de entradas, até o dia 15 de dezembro, custa o valor de R$ 20 (com direito a entrada no estádio e festa no espaço dona Aristania). No dia do evento o ingresso custará R$ 30.

Pontos de venda 

Tunas Clube

Açaí Burger Clube

No carro de som

Recanto dos amigos (COHAB)

Lanchonete Água na Boca 

Realização:

Vereadores André Maio e Marco Aurélio. (Por PE Notícias)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram. Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

 

Continue lendo
Propaganda

Trending