Conecte-se Conosco

Destaque

Consumo de bebidas alcoólicas aumenta risco de câncer porque altera DNA

Publicado

em

O impacto das bebidas alcoólicas nas células estaminais é, segundo um recente estudo, a causa para o aparecimento de câncer associado ao consumo de álcool

Que o consumo de bebidas alcoólicas está associado a um maior risco de desenvolvimento de câncer, pouca ou nenhuma dúvidas restavam, porém, faltava ainda saber o que está realmente na origem desta ligação fatal que tira a vida a milhares de pessoas todos os anos.

E foi isso mesmo que um recente estudo em parte financiado pela Cancer Research conseguiu decifrar. Publicado na “Nature”, o estudo revela que a ingestão de bebidas alcoólicas tem um impacto direto e negativo no DNA, alterando as células estaminais e deixando, por isso, a pessoa mais propensa a desenvolver a doença.

Levado a cabo pelo Laboratório de Biologia Molecular do Conselho de Investigação Médica da Universidade de Cambridge (Reino Unido), o estudo analisou o impacto do etanol em ratos, tendo sido ainda feita uma análise dos cromossomos e uma sequência de DNA para perceber se existia ou não algum impacto a nível genético causado pelo acetaldeído – substância química que o corpo produz para conseguir processar o álcool, mas que, na verdade, é verdadeiramente nociva para a saúde.

Conta o “Telegraph” que os cientistas notaram que o acetaldeído é capaz de penetrar e danificar o DNA das células estaminais do sangue, causando, com isso, perturbações permanentes nas sequências de DNA dentro das próprias células, que ficam mais propensas a ficar defeituosas e a não serem capazes de entrar em estado de apoptose.

Apoptose é o termo científico usado para designar a morte programada de células, que se ‘suicidam’ e dão lugar a novas. Este processo é natural, contudo, quando o organismo não é capaz de expulsar as células com defeito, estas podem entrar em conflito e provocar um tumor, algo que também acontece quando o crescimento natural das células acontece de forma anormal.

O estudo mostrou ainda que os ratos sem ALDH – enzima que ‘nasce’ como resposta ao impacto do acetaldeído – ficam quatro vezes mais propensos a ter câncer do que aqueles que têm a mesma enzima, que foi decifrada na investigação como um mecanismo de defesa contra o impacto do álcool.

Além disso, os cientistas concluíram ainda que as pessoas com duas mutações genéticas específicas em dois genes, o alsh2 e o Fancd2 – correm um risco ainda maior de contrair a doença pelo mau hábito.

Como nota ainda o “Telegraph”, o consumo frequente e elevado de bebidas alcoólicas pode causar sete tipos distintos de câncer: boca, garganta, laringe, esôfago, mamas, fígado e intestino.

Por Notícias ao Minuto

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

 

 

Siga-nos em nossas redes sociais no FacebookTwitter,  InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para a redação do Blog do Silva Lima por e-mail: blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9200-1776.

Destaque

ALEPE homenageia notáveis cientistas pernambucanos

Publicado

em

Na quinta-feira (25), às 10h, a Comissão de Ciência, Tecnologia e Informática da Alepe, realiza Grande Expediente Especial, no Auditório Senador Sérgio Guerra, para comemorar as Semanas Nacional e Pernambucana de Ciência e Tecnologia.

Na ocasião, o deputado João Eudes, que é presidente da Comissão na Assembleia e o professor Dr. Hélio Teixeira Coelho, presidente da Comissão de Mérito dos Notáveis Cientistas de Pernambuco, farão homenagens póstumas a três Notáveis Cientistas pernambucanos: o físico e matemático Dom Carlo Borghi, o professor e linguista Luiz Antônio Marcushi e o médico Amaury Domingues Coutinho.

“Ciência para a Redução das Desigualdades”, será o tema da Palestra Magna, realizada pelo Dr. Antônio Carlos Miranda, mestre em Física pela PUC do Rio de Janeiro.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram. Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Destaque

Precisamos falar sobre sexo em meio ao câncer de mama

Publicado

em

De 35 a 50% das mulheres com esse tumor sofrem com algum problema ligado ao sexo. Uma especialista aproveita o Outubro Rosa para desmitificar certos tabus.

sexualidade durante o tratamento do câncer de mama é discutida há anos em diversos países, mas no Brasil muita gente ainda a encara como tabu. O tema quase nunca é abordado pelos oncologistas. Tampouco vem à tona entre os casais que enfrentam a doença. Nem os programas femininos da TV brasileira dão espaço a ele: consideram assunto muito forte para o horário.

Organização Mundial da Saúde reconhece o impacto da vida sexual no bem-estar das pacientes com câncer e na preservação de seus relacionamentos. Criou-se, inclusive, um termo para isso: oncosexualidade.

De acordo com o psiquiatra Paul Enzlin, da Universidade Católica de Leuven, na Bélgica, essa noção faz parte de uma evolução positiva que tirou o foco da oncologia na sobrevivência e o colocou na melhora da qualidade de vida de quem se trata do problema.

Enzlin acredita que orientações e cuidados com a sexualidade da mulher ainda são negligenciados nesse contexto. E revela que entre 35 e 50% das sobreviventes de um câncer sofrem com alguma disfunção sexual. A falta de desejo, por exemplo, pode ser efeito colateral da quimioterapia, assim como queda de cabelo, alteração de humor, secura vaginal e ondas de calor.

Por Valéria Baraccat Gyy, psicóloga

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Destaque

Haddad rebate acusação de ter jogado fora Bíblia que ganhou

Publicado

em

Em um vídeo, Fernandes afirma ter encontrado no chão da praça do Ferreira, em Fortaleza (CE), a Bíblia presenteada a Haddad no dia anterior.

O candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, negou, nesta segunda-feira (22), acusação do deputado estadual eleito André Fernandes (PSL-CE) de que teria jogado fora uma Bíblia que ganhou de presente.

Em um vídeo, Fernandes afirma ter encontrado no chão da praça do Ferreira, em Fortaleza (CE), a Bíblia presenteada a Haddad no dia anterior. O petista fez campanha em estados do Nordeste no final de semana. As informações são da Agência Brasil.

O candidato do PT afirmou que a Bíblia, de capa vermelha e com a dedicatória de um jovem evangélico da Assembleia de Deus, chamado Erineudo, foi furtada do palanque durante ato político na capital cearense. “Estranhamente, essa Bíblia foi furtada de uma sacola que estava no palco e apareceu num vídeo de um deputado do PSL, que me acusou de ter jogado fora.”

Visivelmente indignado, Haddad acrescentou que o celular do assessor de imprensa também foi furtado na mesma ocasião. No vídeo, André Fernandes aparece com a Bíblia na mão, abre na primeira página, na qual está a dedicatória e acusa o candidato do PT de ter descartado o presente.

(Da Folhapress)

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram. Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda

Trending