Conecte-se Conosco

Educação

Crianças compartilham seus talentos e viram professores por um dia

Publicado

em

Educadora conta como desenvolveu um projeto para valorizar as habilidades de cada aluno e estimular a troca de conhecimento em uma turma de 5º ano.

Sou professora de uma turma do quinto ano do ensino fundamental, na Escola Estadual Doutor Benedito Estevam dos Santos, em São Paulo (SP). Como tenho na sala alguns alunos com deficiência e também com dificuldade de aprendizagem, resolvi montar um projeto para ressaltar a maior habilidade que cada aluno tinha e dei nome de “Eu, professor”.

A ideia principal foi incentivar a pesquisa por um assunto de interesse de cada um, trazer conhecimento para os colegas, desenvolver a oratória diante da sala, saber produzir um projeto e reforçar que todos possuem habilidades a serem aperfeiçoadas e a serem desenvolvidas. Em um contexto atual, em que temos a inclusão como algo vigente, temos que desenvolver habilidades diferenciadas para que todos alunos brilhem e não se sintam diminuídos.

O projeto se divide em algumas etapas. Primeiro, o aluno tinha que pensar em um tema que gostaria de pesquisar e falar para os colegas. A apresentação não deveria ser apenas de forma discursiva, mas o próprio aluno poderia decidir o recurso e a metodologia que seria utilizada para compartilhar esse conhecimento com a turma.

Antes de começar a atividade, expliquei para os alunos como eles deveriam fazer para elaborar um plano de aula com objetivo, conteúdo, recursos e estratégias. Como estávamos em uma sequência didática com o gênero literário “carta de leitor”, pedi para que todos fizessem um plano relacionado a esse mesmo tema, assim eles poderiam tirar possíveis dúvidas antes de executarem seu projeto. Cada um teve que me entregar o seu roteiro dentro do esquema solicitado, incluindo suas expectativas diante daquele trabalho.

“Temos que desenvolver habilidades diferenciadas para que todos alunos brilhem e não se sintam diminuídos”

Depois que os alunos entregaram seus planos de aula, analisei todas as atividades para verificar se alguém precisava de ajuda ou se eu deveria fazer alguma observação. Também fiquei atenta se eles precisavam de algum material. Feito isso, começamos a marcar as datas e o tempo necessário para os trabalhos serem apresentados.

Vale citar alguns exemplos de trabalhos que foram realizados pela turma. Um aluno com laudo de altas habilidades apresentou uma aula sobre sistema solar. Para isso, ele levou um para a sala de aula um planetário feito de metal que foi construído com seu pai. A apresentação feita por uma criança de 10 anos foi muito rica, tanto em conhecimento quanto em recursos.

Uma aluna com Síndrome do Cromossomo 22, deficiente auditiva e com hipótese de dislexia, tem muita habilidade para trabalhar com artes manuais. Com apoio da mãe, ela elaborou uma aula para confecção de flores de papel. A atividade foi regada de muito afeto, aprendizado e cumplicidade. De forma interativa, outra aluna com muita facilidade em geografia montou um jogo de debate sobre os estados e capitais do Brasil. A sala interagiu participou, e eu obtive como resposta uma melhora muito grande nessa disciplina.

Esse trabalho seguirá até o fim do ano e com certeza com muitas novidades e aprendizados. Com esse projeto, foi possível mostrar para cada aluno que, independente da sua dificuldade, todos são capazes de aprender. Cada um possui uma habilidade e irá brilhar, seja na música, no artesanato, com o conhecimento de planetas e ciências da natureza, com a escrita de um bom texto ou com o raciocínio lógico.

por Cristiane Tobias Compri 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.


Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram. Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Educação

Sisu 2019 tem 14.284 vagas em seis instituições de Pernambuco

Publicado

em

Para o primeiro semestre de 2019, seis universidades pernambucanas oferecem 14.284 vagas através do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Podem participar os candidatos que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2018 e não tiraram nota zero na prova de redação. As inscrições têm início nesta terça-feira (22), através da página do Sisu, e vão até a sexta-feira (25).

Em todo o país, são oferecidas 235.461 vagas em 129 instituições de ensino superior. As oportunidades em Pernambuco represantam 6% do total oferecido.

As vagas são para a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), a Universidade de Pernambuco (UPE), a Universidade Federal do Vale de São Francisco (Univasf), o Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) e o Institituto Federal do Sertão de Pernambuco (IFSertão).

IF Sertão

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão de Pernambuco (IF Sertão), têm 442 vagas disponíveis em seis campi, nas cidades de Santa Maria da Boa Vista, Floresta, Serra Talhada, Salgueiro e Petrolina.

As vagas são para agronomia (30), viticultura e enologia (35), alimentos (62), física (125), sistemas para internet (30), computação (30), química (30), engenharia civil (35), gestão da tecnologia da informação (25) e matemática (40).

UFRPE

Na Universidade Federal Rural de Pernambuco, são disponibilizadas 3.980 vagas, distribuídas em 55 cursos. São 2.100 oportunidades no campus de Dois Irmãos, na Zona Norte do Recife; 560 na Unidade Acadêmica de Garanhuns (UAG), no Agreste; 720 na Unidade Acadêmica de Serra Talhada (UAST), no Sertão; e 600 na Unidade Acadêmica do Cabo de Santo Agostinho (UACSA),na Região Metropolitana.

Para concorrer, é necessário não ter tirado zero na redação do Enem. Notas de outras edições da prova não são aceitas.

Segundo a UFRPE, a novidade neste ano é o curso de engenharia ambiental, que oferta 80 vagas, sendo 40 no primeiro semestre. Houve também um aumento no número de vagas no curso de bacharelado em gastronomia, que subiu de 40 para 60. A instituição não mudou os pesos das áreas para o cálculo da nota dos candidatos. (Do Nill Jr)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Educação

IF Sertão-PE de Petrolina e Salgueiro, estão com inscrições abertas para cursos

Publicado

em

Estão abertas as inscrições do processo seletivo para o preenchimento de vagas em cursos do IF Sertão-PE em Petrolina e Salgueiro, no Sertão do estado.

As oportunidades são para transferência interna, externa, reingresso de outra Instituição, professor da rede pública e portador de diploma.

Entre os cursos disponíveis estão Gestão de Tecnologia da Informação, Tecnologia em Alimentos, Licenciatura em Química, Física, Música e Computação, Viticultura e Enologia, Agronomia e Sistemas para Internet dos campi Petrolina, Petrolina Zona Rural e Salgueiro.

Os interessados podem se inscrever até o dia 8 de fevereiro no site.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Educação

Campus Salgueiro do IF Sertão-PE oferece cursos de Programação em Jogos e Robótica

Publicado

em

No último fim de semana, a Pró-Reitoria de Extensão e Cultura do IF Sertão-PE divulgou o Edital n° 05/2019, referente à abertura do processo seletivo para o preenchimento de 360 vagas dos cursos de Programação em Jogos e Robótica do projeto Academia HackTown. Voltados para crianças e adolescentes de 7 a 17 anos, os cursos são oferecidos na modalidade Formação Inicial e Continuada (FIC).

O Campus Salgueiro tem 120 vagas disponíveis, distribuídas entre as modalidades Kids 0 (idade entre 7 a 8 anos), Kids I (entre 9 e 10 anos), Kids II (entre 11 e 12 anos), Teens Júnior (entre 13 e 14 anos) e Teens (de 15 a 17 anos). Para participar é preciso estar regularmente matriculado a partir do Ensino Fundamental, prioritariamente em escolas públicas.

A inscrição é gratuita e pode ser feita exclusivamente pela internet, neste site, até o dia 15 de fevereiro. Após preencher todas as informações do formulário, o candidato ainda precisa entregar os comprovantes em envelope lacrado, com cópia da prova de inscrição colada na frente do envelope.

O processo seletivo vai ser realizado em fase única, através da análise da documentação exigida no edital. O resultado será divulgado no dia 26 de fevereiro e os cursos devem começar no dia 11 de março. Do Blog Alvinho Patriota

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda

Trending