Conecte-se Conosco

Destaque

Critérios de morte encefálica mudam e afetam doação de órgãos

Publicado

em

 

Além do neurologista, outros especialistas poderão diagnosticar o fim da atividade cerebral do paciente.

Conselho Federal de Medicina (CFM) divulgou nesta terça (12) critérios mais rígidos para definir morte encefálica. A mudança nos procedimentos tem impacto no processo de doação e transplante de órgãos, que só pode ser iniciado depois do consentimento da família e da confirmação da morte cerebral do paciente a partir da realização de vários exames.

A partir da nova resolução – aprovada pelo CFM -, além do neurologista, outros especialistas como médico intensivista, neurocirurgião ou médico de emergência, poderão diagnosticar o fim da atividade cerebral do paciente. Segundo o conselho, considera-se que houve morte cerebral quando o paciente tem parada irreversível da respiração e de todas as funções do cérebro, incluindo o tronco.

Os procedimentos para determinar a morte encefálica devem ser iniciados em todos os pacientes que apresentam estado de coma não perceptivo, ausência de reflexos do tronco cerebral e interrupção persistente da respiração (apneia).

Se depois de pelo menos seis horas em observação no hospital o paciente apresentar ainda lesão de causa desconhecida e irreversível no cérebro, temperatura corporal acima de 35 graus e anormalidade no grau de saturação arterial, ele deve ser submetido aos exames de morte encefálica.

Para constatar a morte cerebral, dois médicos diferentes devem realizar o exame clínico, teste de apeia e exames complementares, como o eletroencefalograma e angiografia cerebral, entre outros. O laudo deve ser assinado por profissional capacitado para a realização desse tipo de exame. A parada cardíaca pode ocorrer em até 5 dias depois do diagnóstico de morte cerebral.

Os critérios constam da nova resolução 2.173/17, que entrará em vigor dentro de seis meses substituindo a lei 9434/17, que rege atualmente o Sistema Nacional de Transplantes. A resolução – aprovada pelo CFM – atende a decreto presidencial publicado em outubro e estabelece a retirada da exigência do diagnóstico da morte encefálica exclusivamente pelo neurologista e ampliação do prazo de validade das autorizações dos estabelecimentos de saúde e equipes de transplantes do país.

Qualificação dos médicos

A nova resolução exige que os dois profissionais responsáveis pelo diagnóstico de morte cerebral tenham experiência comprovada e sejam especialistas em neurologia, em medicina intensiva, neurocirurgia ou medicina de emergência. Pela lei anterior, o diagnóstico poderia ser feito por um neurologista e outro médico sem habilitação específica.

Os médicos não devem fazer parte da equipe de transplantes e, caso não tenham o tempo mínimo de experiência, podem realizar curso de capacitação, que também deve ser ministrado segundo critérios estabelecidos na nova resolução. O CFM argumenta que a exigência visa dar mais segurança ao processo do diagnóstico.

Transplante

A nova resolução também prevê que os familiares devem ser esclarecidos sobre a situação crítica do paciente e sobre todas as etapas de definição do diagnóstico de morte cerebral. Se a morte encefálica for comprovada e houver consentimento da família, mais de dez órgãos podem ser transplantados: coração, pulmão, fígado, pâncreas, intestino, rim, córnea e osso, entre outros.

O transplante de órgãos só é autorizado se o paciente não tiver falecido por politraumatismo, Acidente Vascular Cerebral (AVC), tumor cerebral primário e intoxicação. Também não podem ser doadores pacientes com doenças transmissíveis, câncer e usuários de drogas injetáveis. Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil realizou no ano passado mais de 24 mil transplantes. Cerca de 40 mil pessoas ainda aguardam na fila por um transplante e quase metade das famílias consultadas nega a autorização para doar órgãos. Com informações da Agência Brasil. 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais no FacebookTwitter,  InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para a redação do Blog do Silva Lima por e-mail: blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9200-1776.

Destaque

#ForçaBeybe: Em Belmonte, campanha é iniciada por familiares e amigos para arrecadar dinheiro para tratamento de jovem com câncer

Publicado

em

O objetivo é custear exames no valor de R$ 3.000,00 (três mil reais), além de custeio com aquisição de medicamentos e tratamento

Câncer é o nome dado a um conjunto de mais de 100 doenças que têm em comum o crescimento desordenado de células que invadem os tecidos e órgãos, podendo espalhar-se para outras regiões do corpo. As células saudáveis se multiplicam quando necessário e morrem quando o organismo não precisa mais delas. O câncer ocorre quando o aumento de células do corpo está fora de controle, e elas se dividem muito rápido. Também pode ocorrer quando a célula “se esquece” de morrer.

O câncer é uma doença que, não diferente de algumas outras, nenhum ser humano está livre, pois ele não escolhe cor, raça, credo religioso…

Muito embora existam alguns fatores que possibilitem ao ser humano, com maior facilidade, a contração da doença, como o consumo de tabaco e de álcool, uma dieta pouco saudável e a inatividade física, sendo estes, os principais fatores de risco para o câncer em todo o mundo, como também, os quatro fatores de risco para outras doenças não-transmissíveis.

No entanto, sabemos que, quando diagnosticado e tratado precocemente, o portador tem uma maior probabilidade de obtenção da cura da doença.

Indubitavelmente, todo portador de qualquer doença, inclusive, do câncer, necessita, indispensavelmente, de atenção, cuidados e de ajuda, tanto psicológica e emocional, e neste caso, há também, a necessidade de ajuda financeira.

Recém descoberta, o jovem Alberto Ferreira Barbosa (Beybe), 21 anos, luta contra a doença do câncer. Ele precisa realizar exames, tendo em vista que não poderá ser realizada cirurgia, devido a descoberta da doença não ter sido num período tão precoce, segundo informações de familiares. Como o Sistema Único de Saúde (SUS) não cobre o alto valor dos exames, a família criou uma campanha nas redes sociais – #ForçaBeybe – para arrecadar dinheiro e dar sequência ao tratamento.

Devido a descoberta da doença, Alberto não pode exercer suas atividades diárias, há alguns dias, ele que é ajudante de montador de linha de transmissão.

“#Força Beybe” nas redes sociais

Familiares e amigos do jovem, que se encontra na capital pernambucana (Recife), se esforçam para divulgar a ação nas redes sociais, e organizando alguns atos de solidariedade, com o intuito de angariar recursos para que possam possibilitar ao jovem, as condições possíveis de realização dos exames necessários e, consequentemente, o tratamento adequado, para sanar de vez essa doença que tem afligido e aflige milhares de famílias no nosso país e no mundo inteiro.

1º ato de solidariedade para quem quiser e puder ajudar:

Para doações:

Banco do Brasil – Agência: 0981-4 / Conta Corrente/Poupança: 22697-1

Cliente: Maria L Nogueira Amaro

Mais informações: (87) 9 9141-4674 / (87) 9 9613-7306

2º ato de solidariedade:

Familiares e amigos estão vendendo rifas no valor de R$ 10,00, oferecendo como prêmio, um carneiro. O sorteio ocorrerá no sábado, dia 26 de Janeiro, às 9h da manhã, no Bar de Silvano, localizado em frente à Secretaria Municipal de Saúde. 

3º ato de solidariedade:

Está sendo organizado por cantores da terra, amigos do jovem e de familiares, um evento beneficente, com data e local a serem definidos. Brevemente informaremos.

A caridade é um exercício espiritual… Quem pratica o bem, coloca em movimento as forças da alma“. (Chico Xavier)

Aquele que tem caridade no coração tem sempre qualquer coisa para dar“. (Santo Agostinho)

Fora da caridade não há salvação“. (Allan Kardec)

Em nome da família do jovem Alberto (Beybe), pedimos, encarecidamente, a todos os amigos parceiros e leitores do Blog do Silva Lima, que possam se unir a nós nesta causa tão nobre, e juntos possamos ajudá-lo de alguma forma.

Nossos sinceros agradecimentos e que Deus abençoe a todos.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

 

Continue lendo

Destaque

Belmonte: Moradora do Bairro Vila Furtuna reclama que para uso de água do poço da prefeitura está sendo cobrada taxa no valor de R$ 5,00

Publicado

em

Na tarde de ontem, sexta-feira (18), a redação do Blog do Silva Lima recebeu, via mensagens WhatssApp, registro de denúncia de uma moradora do Bairro Vila Furtuna, no município de São José do Belmonte-PE, relacionada à racionalização de água e, em especial, sobre uma taxa no valor de R$ 5,00 (cinco reais) que está sendo cobrada de cada proprietário de imóvel na localidade, por um prestador de serviço ou funcionário da prefeitura conhecido pelo nome de Nonato, o qual, segundo a denunciante, já é remunerado pela prefeitura para realizar o serviço de liberação da água para as residências da localidade.

Segundo a denunciante, a qual prefere manter-se anônima, existe uma regra para a liberação e interrupção da água nas torneiras, água esta, oriunda de poço artesiano perfurado pela Prefeitura Municipal, a qual deveria servir a todas as pessoas, de forma igualitária, e, de forma totalmente gratuita. 

A regra inclui determinação de horário para liberação da água para uma área da comunidade, e, ao término do horário determinado, a interrupção dessa área e liberação para outra parte. Porém, segundo ela, não houve a liberação da água durante todo o dia de ontem, nesta sexta-feira (18), para a área da sua propriedade, algo que prejudicou demais a vida de todas as pessoas, as quais não se preveniram no dia anterior ao terem a certeza de que naquele exato dia, seriam agraciados com a liberação do bem tão precioso e indispensável à vida destas e de todos os seres vivos, a água.

Finalizando, a denunciante pede providências da gestão municipal em relação à denúncia ora realizada, para que a água possa ser, de fato, acessível a todos os moradores da comunidade, de forma igualitária e gratuita, pois água é vida, e todos necessitam da mesma para sobreviver.

Sabemos que a caixa d´água que acumulava a água, e a bomba que servia para jogá-la para as torneiras dos imóveis da comunidade, tinham tamanhos insuficientes para procedimentos eficazes, pois não supriam a necessidade de toda a população local, e não atendia a grandiosa demanda, à época. Haja vista o aumento considerável de construções de imóveis e instalação de novas famílias na comunidade.

Porém, é sabido por todos os belmontenses, principalmente, pelos moradores do Bairro Vila Furtuna, que os problemas supracitados foram solucionados na gestão do ex-prefeito Marcelo Pereira, que substituiu a caixa d´água antiga por uma maior e instalou no local localizado na Avenida Nilcea Nunes Machado, uma bomba ainda mais potente. Isso é fato.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Destaque

Parnamirim recebe o selo no Atlas de Eficiência

Publicado

em

Foi lançado em Brasília, o Atlas de Eficiência em gestão educacional municipal, e Parnamirim ganhou o selo de eficiência. Dos 180 municípios analisados, apenas 18 no estado de Pernambuco conseguiu alcançar a eficiência em gestão e nossa cidade está entre eles.

Tudo isso é o resultado do IDEB, que Parnamirim superou a meta definida, o baixo índice de evasão e também a renda per capita. “Aproveito para parabenizar nossos professores, diretores, secretária e, claro, nossos alunos”, afirmou o prefeito Tácio Pontes.

O Atlas, que conta com o apoio institucional da Universidade de Brasília (UnB), compara a gestão pública entre municípios de um mesmo estado, traduzindo-a em números e permitindo verificar quais são mais ou menos eficientes em diferentes setores. No caso da Educação, são observados critérios como valor investido por aluno, retenção escolar, aprovação e proficiência.

A coleção Atlas da Eficiência foi pensada como um instrumento para orientar os gestores públicos com parâmetros a fim de que possam melhorar o desempenho e o atendimento à população em áreas cruciais. Também disponibiliza os ajustes necessários para que os municípios se tornem eficientes. Serve, ainda, de suporte à própria sociedade, municiando-a com informações que auxiliem na avaliação dos gestores, seja apoiando o bom desempenho, seja cobrando melhorias nos serviços ofertados.

A publicação foi desenvolvida por uma startup de inovação e pesquisa sem fins lucrativos do Distrito Federal, com a coordenação técnica de um professor da UnB e de um consultor internacional. As duas primeiras edições têm como temas a Educação e os tribunais de Justiça estaduais. Saúde, água e saneamento são outros assuntos a serem apresentados nos próximos meses.

(Da AssCom Prefeitura Mun. Parnamirim-PE)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda

Trending