Conecte-se Conosco

Brasil

Eleições são ‘última preocupação’, diz Maia

Publicado

em

Maia disse, em conversa com jornalistas, que, no momento, sua última preocupação são as eleições

Em visita aos EUA para um encontro com António Guterres, secretário-geral da ONU, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), negou que seja pré-candidato à Presidência.

Maia disse, em conversa com jornalistas, que, no momento, sua última preocupação são as eleições e que a viagem, agendada havia meses, nada tinha a ver com uma possível campanha para alavancar seu nome ao pleito.

“Eu não estou preocupado com eleição. Se estivesse, estaria ouvindo meus amigos dizendo que eu não deveria manter a votação [da reforma da Previdência]”, afirmou.

Ele, no entanto, comentou as eleições -e se disse cético quanto a uma possível vitória do deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) e defendeu que Lula se candidate e concorra.

“Eu nem acho que ele [Bolsonaro] será o vencedor. Mas irei respeitar, como vou respeitar se o presidente Lula puder disputar a eleição e ganhar, ou o governador Geraldo Alckmin [PSDB].”

Maia disse querer que Lula dispute as eleições porque tem “muita convicção” que ele vai perder. “É importante que ele dispute e que a gente desmonte a tese de que o Lula é imbatível, que o legado dele foi uma maravilha.”

Segundo o presidente da Câmara, na hipótese de o petista concorrer, “um, ou dois, ou três candidatos do nosso campo” poderão, ao longo da corrida presidencial, fazer “um enfrentamento” com ele e destacar esse legado “ruim”.

O deputado comentou ainda declarações de Bolsonaro sobre gastos com auxílio-moradia -no dia 8, a Folha de S.Paulo revelou que o parlamentar manteve o benefício, apesar de ter imóvel próprio em Brasília. Em entrevista sobre o caso, disse que usava o dinheiro para “comer gente”.

Segundo o presidente da Câmara, esse é apenas o “perfil” do colega, que se usa de “frases de impacto e irônicas”.

“Minha crítica a ele é em relação ao posicionamento mais extremado, mas eu nunca o vi com atitudes concretas de desrespeito ao uso do dinheiro público”, disse.

PREVIDÊNCIA

Rodrigo Maia também minimizou um possível desconforto com Henrique Meirelles. O ministro da Fazenda responsabilizou o Congresso, que ainda não conseguiu aprovar a reforma da Previdência, pelo rebaixamento da nota de crédito da dívida brasileira pela agência S&P.

Nos bastidores, os dois travam uma batalha para tentar se viabilizar como o nome de centro para as eleições.

Maia jogou a culpa do atraso na votação da reforma nas denúncias de corrupção contra o presidente Michel Temer, barradas pela Câmara em agosto e outubro.

“Sobre a reforma da Previdência [e a votação], sempre fui muito realista. O governo sai do fim de 2016 de uma base de 316 deputados e termina 2017, após a segunda denúncia, com 250. É preciso recompor 70, 80 votos.”

Maia afirmou ainda que a aprovação da matéria em fevereiro é “viável”, mas demandará “diálogo e envolvimento de outros políticos, inclusive governadores” -ele lembrou a situação fiscal delicada de Estados e a necessidade de “reestruturar as contas públicas brasileiras”.

Na noite deste domingo (14), o deputado se reuniria com a imprensa americana na residência da Missão do Brasil junto à ONU para falar sobre a conjuntura e a agenda econômica do Brasil. No encontro com António Guterres, Maia disse que irá discutir a preocupação do governo com o fluxo de refugiados venezuelanos para o país.

Por Folhapress.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

 

 

Siga-nos em nossas redes sociais no FacebookTwitter,  InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para a redação do Blog do Silva Lima por e-mail: blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9200-1776.

Brasil

Irmã diz que sertanejo Marciano escondia a idade verdadeira

Publicado

em

O cantor sertanejo Marciano, que sofreu um infarto fulminante e morreu na sexta-feira (18) em São Caetano do Sul, São Paulo, teria escondido sua verdadeira idade e ter morrido aos 73 anos, e não com 67, idade que era divulgada por ele.

De acordo com o G1, Maria Marciano Soares, a única irmã viva de Marciano, fez uma revelação que, segundo ela, os fãs ainda não sabiam. Em sua casa, em meio a fotos e lembranças, Maria Marciano contou que o cantor e compositor seria mais velho do que o anunciado oficialmente e teria, na verdade, seis anos a mais.

“Um dia ele [Marciano] disse pra mim: ‘Vou dizer que tenho a sua idade, posso?’. Naquela época, achei que ele não ia manter a história, mas foi mais um das brincadeiras dele, que ele manteve até o fim“, disse a irmã ao G1.

Filhos de sertanejo Marciano são proibidos de entrar no velório do pai

O filho do sertanejo, Fabiano Martins acabou sendo barrado, ao chegar no velório para dar o último adeus ao pai, com quem não tinha uma boa relação. De acordo com informações passadas pelo programa “A Tarde é Sua” da RedeTV!, quem proibiu a entrada de Fabiano no velório foi a mulher de Marciano, Alessandra, pois, segundo ela, “Ele não era bem-vindo ao local”.

Além de Fabiano, Marciane, também filha do sertanejo, foi barrada na entrada do velório, que é aberto ao público. A imprensa presente no local, também foi proibida de permanecer no velório, sendo permitido apenas uma rápida filmagem no lugar. Fonte: ÁreaVip

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Brasil

Marciano, cantor sertanejo, morre aos 67 anos

Publicado

em

‘Nesse momento, agradecemos o carinho de todos e pedimos orações à família’, informou comunicado. Cantor fez dupla com João Mineiro, que morreu em 2012

O cantor sertanejo Marciano, que marcou a história da música sertaneja ao lado de João Mineiro, morreu aos 67 anos, em sua casa em São Caetano do Sul, São Paulo. O cantor sofreu um infarto fulminante. A informação foi confirmada na rede social do artista:

“É com imenso pesar que, em nota, confirmamos o falecimento do cantor Marciano, o Inimitável. Em breve, divulgaremos mais informações. Nesse momento, agradecemos o carinho de todos e pedimos orações à família.”

O corpo do cantor foi velado na Câmara Municipal de São Caetano do Sul e enterrado por volta de 17h no Cemitério das Lágrimas.

(Por G1 PE)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Brasil

Sobe para 399 número de presos por ataques no Ceará

Publicado

em

 

Governo acredita que a ordem para os ataques vem de presídios onde estão líderes de facções criminosas

Subiu para 399 o número de pessoas presas ou apreendidas por suspeita de participação na onda de ataques no Ceará desde o dia 2 de janeiro, segundo balanço da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do estado divulgado neste sábado (19/1). Desde o início da onda de violência, que atinge municípios em todo o estado, suspeita-se que a ordem para os ataques parta de presídios onde estão líderes de facções criminosas.

Na madrugada deste sábado, 18º dia de ataques, criminosos provocaram uma explosão em uma ponte em Fortaleza. Na sexta (18), três homens foram presos após incendiar um ônibus na capital. As ações de facções criminosas deixaram em alerta todo o estado. Prédios públicos, viadutos, estradas, ônibus e locais com veículos foram incendiados ou atingidos de alguma forma pelos grupos.

Convocados pelo governo do Ceará para reforçar a segurança pública, 800 dos cerca de 1.200 policiais militares da reserva apresentaram-se à corporação, em Fortaleza, na manhã desta sexta-feira. E 150 já voltaram a patrulhar as ruas da capital do estado, alvo de ataques criminosos organizados.

Na quinta-feira (17), o governador do Ceará, Camilo Santana, pediu ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, o reforço do apoio dado pelo governo federal no combate aos ataques promovidos por facções. A ofensiva teria começado em reação à nomeação do secretário de Administração Penitenciária, Luís Mauro Albuquerque, e às medidas anunciadas como a não separação de presos em presídios por facção.

(Por Metrópoles.com)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda

Trending