Conecte-se Conosco

Esporte

Etiene é absolvida em julgamento e poderá disputar a Olimpíada do Rio

Publicado

em

Etiene Medeiros no Trofeu Maria Lenk de natação no Rio de Janeiro (Foto: Satiro Sodré/ SSPress/CBDA)

Etiene Medeiros planeja disputar três provas de natação na Olimpíada de 2016 (Foto: Satiro Sodré/ SSPress/CBDA)

Depois de ter sido suspensa preventivamente, a nadadora Etiene Medeiros foi absolvida e poderá disputar os Jogos Olímpicos de 2016, em decisão divulgada após julgamento realizado nesta quarta-feira, no Rio de Janeiro, no Superior Tribunal de Justiça Desportiva de Desportos Aquáticos. A brasileira havia sido flagrada por uso de fenoterol, mas a defesa da atleta conseguiu mostrar que ela não teve a intenção de se beneficiar com a substância.

– O resultado foi extraordinário, em uma situação que era ganhar ou ganhar. Qualquer suspensão que a atleta tomasse a tiraria dos Jogos Olímpicos. O julgamento foi revestido de nervosismo, como é natural em um processo dessa natureza. Mas acabou sendo produzido um conteúdo probatório de que a atleta não agiu com nenhum grau de culpa no episódio, que ela nunca teve a intenção de aumentar a performance dela. E por conta disso o tribunal, por unanimidade de votos dos oito auditores, decidiu não aplicar nenhuma sanção, nenhuma penalidade, declarando a inocência dela. Hoje esla está apta a participar dos Jogos, não tem nada que impeça – afirmou Marcelo Franklin, do escritório Franklin Advogados, em contato com o Globoesporte.com.

O resultado positivo de Etiene tinha sido por causa da utilização de um medicamento para asma, doença inflamatória das vias aéreas. O exame antidoping que flagrou a atleta de 25 anos foi realizado no dia 8 de maio, fora do período de competições.

De acordo com a assessoria de imprensa, a atleta Etiene Medeiros recebeu com serenidade e alegria a notícia de sua absolvição. Serenidade porque sempre teve certeza de que provaria a correção de seus procedimentos, e alegria pela possibilidade de realizar seu sonho de representar o Brasil nos Jogos do Rio. A nadadora foi chamada pelas autoridades esportivas a explicar o resultado do exame e compareceu ao tribunal na noite de quarta-feira. Mesmo suspensa e atendendo a todas as determinações das autoridades esportivas, ele manteve o foco no retorno às competições.

Etiene Medeiros e advogado Marcelo Franklin STJD (Foto: Arquivo pessoal)

Etiene Medeiros e advogado Marcelo Franklin STJD (Foto: Arquivo pessoal)

A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) também soltou uma nota oficial nesta quinta–feira falando sobre a absolvição de Etiene:

“A CBDA vem tornar público que a nadadora Etiene Pires de Medeiros foi julgada pelo STJD da natação, em procedimento decorrente de controle antidoping realizado no dia 08 de maio de 2016, fora de competição, cuja amostra foi analisada pelo LBCD e havia acusado resultado analítico adverso para a substância Fenoterol, presente no medicamento para tratamento de asma Berotec. O Superior Tribunal de Justiça Desportiva, em sessão de julgamento na noite de 29/06/2016, ao analisar as provas, por unanimidade de votos, decidiu que nenhuma culpa ou negligência poderia ser imputada à atleta, declarando assim a sua inocência” .

O advogado de Etiene, Marcelo Franklin, explicou que ainda existe a possibilidade de recurso, mas não acredita que o caso possa ser revertido. Ele preferiu não dar detalhes sobre os argumentos usados na defesa da nadadora, já que o processo corre de maneira sigilosa.

“Na minha opinião nem sequer deveria haver recurso, porque é um caso que realmente a atleta é inocente. Mas se houver recurso, um eventual julgamento ocorreria só depois dos Jogos Olímpicos, não deve dar tempo de acontecer antes. A última instância esportiva para julgar é o CAS (Corte Arbitral do Esporte), na Suíça, mas esse julgamentos demoram de três a seis meses para serem concluídos – afirmou o advogado. 

O Sesi-SP, clube de de Etiene, também divulgou após o julgamento uma nota oficial assinada pelo presidente Paulo Skaf, comemorando o resultado:

“Recebemos com enorme satisfação a notícia de que a nadadora Etiene Medeiros será uma de nossas estrelas na equipe que vai representar o Sesi-SP nos Jogos Olímpicos do Rio. Absolvida por unanimidade pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva, em ação provocada pelo uso de medicamento contra asma, Etiene é uma atleta exemplar e um grande orgulho para toda a família Sesi-SP. A história de esforço e dedicação de Etiene, medalha de ouro nos Jogos Pan Americanos e campeã mundial, inspira crianças e jovens de todo o país. Mostra também que nós, da indústria, estamos no caminho certo ao investir no esporte e na educação como instrumentos para abrir oportunidades a milhares de brasileiros. Vamos torcer por nossa campeã e pela equipe do Sesi-SP nos Jogos Olímpicos do Rio em busca de medalhas”.

Para os Jogos do Rio 2016, Etiene planeja disputar três provas: 100m costas, 50m e 100m livre. Em busca do índice olímpico, a nadadora teve maior dificuldade em obter a marca justamente no estilo que mais gosta de competir. Passou em branco no Open de Palhoça, em dezembro do ano passado, mas garantiu a vaga no Troféu Maria Lenk ao cravar 1m00s00 nas eliminatórias e vencer a final dos 100m costas com 1m00s11.

Etiene obteve a maior conquista da carreira em 2014, quando sagrou-se campeã mundial em piscina curta em Doha, no Catar, cravando o recorde mundial dos 50m costas (25s67). Na mesma competição, foi ouro ainda no revezamento 4x50m medley e bronze no revezamento 4x50m livre. Em 2015, a pernambucana tornou-se a primeira nadadora brasileira a conquistar ouro na natação em Jogos Pan-Americanos ao vencer os 100m costas em Toronto. A marca de 59s61 lhe rendeu ainda o recorde da competição e o recorde sul-americano. No Mundial de Esportes Aquáticos de Kazan, Etiene tornou-se a primeira mulher brasileira a subir ao pódio em um mundial de piscina longa ao faturar a prata nos 50m costas com o tempo de 27s26

(Do Globo Esporte)

Esporte

Athletico plagiou emblema do pior time do mundo, diz Ibis Sport Club

Publicado

em

“Nada pode ser pior”, como diz o lema do Ibis. O time pernambucano acusa o Athletico Paranaense de plagiar o emblema do clube.

“Obrigado pela homenagem, Athletico Paranaense”, ironizou o Ibis.

Daqui a pouco, por volta das 21h45, o “novo” Athletico entrará em campo, na Arena da Baixada, com a insígnia semelhante a do pior time de futebol do mundo.

O Athletico vai receber o Junior Barranquilla, da Colômbia, na decisão da Copa Sul-Americana de 2018.

O mascote do Athletico é o mesmo do Íbis Sport Club, qual seja, uma ave da mitologia egípcia estilizada.

A diferença é que o “frango” do Ibis olha para direita e o do Athletico flerta com a esquerda.

O uniforme pode até ser bastante parecido, mas os atleticanos rezam para que o desempenho em campo, hoje à noite, seja muito diferente do pior time do mundo.

A polêmica está nas redes sociais. (Por Esmael Morais)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Esporte

Jogador do São Paulo é acusado de agredir garota; polícia vai apurar

Publicado

em

Everton nega as acusações e o pai dele registrou um Boletim de Ocorrência por invasão.

O atacante Everton, do São Paulo, é acusado de agredir uma jovem de 21 anos. O caso teria ocorrido na madrugada desta terça-feira (11), durante a festa de aniversário de 30 anos do jogador, realizada na casa de um amigo dele, na cidade de Nortelândia, que fica a cerca de 230 km de Cuiabá.

De acordo com o Globoesporte.com, a menina se chama Joanna Darc Campos Dourado. Em Boletim de Ocorrência e em publicação (já apagada) no Facebook, ela afirma ter recebido um “murro” de Everton, que nega a agressão.

O pai do atleta, Evandro Campos, também registrou um B.O., mas por invasão de domicílio..

Ainda segundo o “Globo Esporte”, Joanna Darc teria ido a festa de Everton com mais dois amigos, sem serem convidados. O trio teria sido expulso do local e, de acordo com Joanna, foi neste momento que o jogador são-paulino a agrediu. Ela conta ainda que o irmão do atleta, as esposas e um segurança também participaram das alegadas agressões.

Em nota, a assessoria de Everton nega violência.

“O jogador Everton Cardoso, do São Paulo, nega qualquer incidente envolvendo o seu nome. O que houve foi uma invasão da casa onde ele estava com a família na cidade de Nortelândia, no Mato Grosso, e os invasores foram convidados a se retirar pelo segurança do jogador. O pai do atleta, Evandro Campos, registrou essa invasão na polícia local. O caso está na justiça e o jogador e sua família esperam que os invasores sejam punidos”, diz a nota enviada ao Globoesporte.com pela assessoria de Everton.

A Polícia Civil do Mato Grosso confirmou os registros dos dois Boletins de Ocorrência e disse que vai investigar o caso. (Por Notícias ao minuto)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Esporte

Com golaço de Neymar, PSG vence na Sérvia e avança na Champions

Publicado

em

Já o Liverpool superou o Napoli e também se classificou às oitavas de final.

A última rodada do Grupo C da Liga dos Campeões correspondeu à emoção que prometia. Na chave mais equilibrada da competição, a definição ficou para esta terça-feira, e quem se deu bem foi o Paris Saint-Germain e o Liverpool, que bateram Estrela Vermelha e Napoli, respectivamente, e garantiram vaga nas oitavas de final.

A liderança da chave ficou com o Paris Saint-Germain, que foi a 11 pontos com a goleada por 4 a 1 na Sérvia. A suada vitória por 1 a 0 no Anfield Road levou o Liverpool a nove pontos, mesmo número do Napoli, mas com vantagem no número de gols marcados. A lanterna ficou com o Estrela Vermelha, que parou nos quatro pontos com a derrota em casa.

Quem tinha a tarefa teoricamente mais fácil era o Paris Saint-Germain. Bastava uma vitória sobre o adversário mais frágil do grupo para uma das vagas ser francesa. Para evitar qualquer zebra, o time parisiense foi para cima e abriu o placar logo aos nove minutos. Mbappé fez grande jogada pela esquerda, passou por dois marcadores e deixou Cavani sem goleiro para marcar.

Apesar do ímpeto ofensivo, o PSG via um Neymar apagado, o que mudou aos 30 minutos, quando ele invadiu a área pela esquerda e bateu cruzado, parando no goleiro. Nove minutos mais tarde, porém, o brasileiro marcou um golaço. Novamente pela esquerda, ele foi acionado por Mbappé, deixou dois marcadores para trás e o goleiro no chão antes de finalizar.

Estava fácil, e Mbappé perderia chance incrível de ampliar no primeiro tempo. Na volta do intervalo, porém, o Estrela Vermelha acordou, passou a pressionar e diminuiu aos 10 minutos. Após cruzamento da esquerda, Thiago Silva não conseguiu afastar e Gobeljic pegou de primeira.

A vaga, que parecia definida, ficou em risco, até porque os donos da casa se mandaram ao ataque e seguiram pressionando. A tranquilidade só voltou aos 28 minutos, novamente graças a um brasileiro. Di María cobrou falta pela esquerda, Marquinhos subiu bem e tranquilizou o time francês. Ainda houve tempo para Mbappé selar a goleada nos acréscimos, após assistência de Neymar.

LIVERPOOL VENCE – Se o PSG chegou a sofrer, Liverpool e Napoli fizeram um jogo ainda mais nervoso no Anfield Road. O time inglês foi melhor na maior parte do confronto e começou encurralando o Napoli, que não conseguia sair do campo de defesa. Salah, logo no início, desperdiçou grande chance.

Apesar de dominar, o Liverpool tinha dificuldade de infiltrar na defesa italiana. Até que, de tanto tentar, Salah foi recompensado. Aos 33 minutos, o egípcio recebeu ótimo passe de Milner, girou para cima da marcação e finalizou cruzado, mesmo com pouco ângulo. Ainda contou com a ajuda de Ospina, que não foi bem no lance.

O gol não mudou o panorama da partida, e o Liverpool conseguiu manter a superioridade. Na etapa final, começou a acumular chances desperdiçadas. Logo aos cinco, Firmino deixou Salah sozinho, mas o egípcio jogou rente à trave. Milner foi outro que perdeu ótimo momento pouco depois.

Quando o Napoli finalmente se lançou ao ataque em busca do gol salvador, o Liverpool teve ainda mais espaço para pressionar. Aos 28, Ospina se redimiu do lance do gol e salvou em duas tentativas de Salah. Três minutos depois, foi melhor ainda para defender o chute à queima-roupa de Mané.

Apesar da superioridade inglesa, o Napoli teve duas chances claríssimas para empatar. Aos 33, Insgine cruzou rasteiro para a área, a bola passou por todo mundo e encontrou Callejón, que, sozinho na pequena área, isolou. Nos acréscimos, Alisson ainda fez um “milagre” em finalização de Milik, para levar à loucura a fanática torcida inglesa e garantir a vaga. (Por Folhapress)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram. Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

 

Continue lendo
Propaganda

Trending