Conecte-se Conosco

Entretenimento

Gianecchini diz que nunca quis ser pai e que mídia propaga ‘fake news’

Publicado

em

Já sofri muito lá atrás e hoje em dia não sofro nem um pouco’, diz ator

Afastado da televisão desde o término de “A Lei do Amor” (2016), Reynaldo Gianecchini afirmou que está aproveitando esse distanciamento para descansar enquanto espera a confirmação de novos projetos. O ator também criticou os meios de comunicação por propagar notícias falsas sobre sua vida pessoal, mas que isso já não lhe afeta mais. Na próxima segunda (12), ele completa 46 anos.

“Estava precisando [de férias]. Já havia pedido na Globo um tempo para dar uma respirada depois de ‘A Lei do Amor’, que foi bem cansativo para mim. E agora já está na hora de voltar”, disse Gianecchini, quando participou do 40º Prêmio Profissionais do Ano, promovido pela Globo, em São Paulo, no final de setembro. 

O ator, que está em viagem pela Europa, afirmou que ainda estava incerta a realização da série “Aracy – O Anjo de Hamburgo”. Prevista para estrear no primeiro semestre de 2019, a série já teve gravações adiadas pela Globo. “Como esses produtos estão meio indeterminados. Então, estou dando uma fugidinha.” 

De certo mesmo, diz Gianecchini, é a sua participação em “Bom Sucesso”, trama das sete de Rosane Svartman e Paulo Halm que tem previsão de estreia para junho de 2019. Na história, seu personagem disputará o amor da protagonista, vivida por Grazi Massafera, com o pai, que será interpretado por Antonio Fagundes.

O ator também afirmou que deve voltar com a peça “Os Guardas do Taj”, do americano de ascendência indiana Rajiv Joseph, para São Paulo e em algumas capitais do Brasil. Na peça, Reynaldo Gianecchini e Ricardo Tozzi vivem os guardas Humayun e Babur, amigos de longa data que se veem trabalhando juntos em frente ao monumento em construção.

Quando está no Brasil,  Gianecchini afirmou que vive na ponte área Rio-São Paulo, mas que passa a maior parte do tempo no Rio com o seu cachorro, o buldogue francês Mano, que chegou à casa do ator, ainda bebê, no ano passado. “Sou um pai muito presente”, brincou o ator sobre a relação com seu cachorro, que virou sucesso nas redes sociais e tem conquistado cada vez mais fãs.

O ator comentou que não tem uma rotina específica para manter a boa forma, apenas que gostar de estar sempre em movimento. “Não tem rotina. Gosto de me movimentar e sempre estou fazendo alguma coisa. Não sou neurótico com essa busca pela perfeição, de ficar sarado, e eu nem acho tão legal isso.” 

“Acho que a gente é um pouco de tudo. Cada vez mais chego a conclusão de que a gente é realmente um pouco de tudo. Por isso, é difícil de julgar ou encaixar em qualquer gaveta. A gente vive nesse mundo maluco. Qualquer definição pode ser um conceito sobre si mesmo”, disse o ator. 

Reynaldo Gianecchini também comentou sobre a repercussão de uma notícia de que havia decidido ser pai e que teria recorrido a uma amiga para uma inseminação artificial. A informação foi divulgada pelo jornalista Leo Dias durante o Fofocalizando, do SBT, no final de agosto. 

O ator afirmou que nunca quis ser pai e que a mídia brasileira ajuda a alastrar essas falsas informações ao replicar o conteúdo. “A gente tem que ter muito cuidado com ‘fake news’. Uma pessoa acorda um dia e escreve um texto que tem zero por cento de verdade e todos os veículos do Brasil copiam. Alguns têm certo cuidado de checar.”

Gianecchini disse ainda que acha uma chatice ter que ficar se justificando sobre informações falsas sobre sua vida pessoal e, por isso, prefere evitar de comentar. “Tenho como princípio jamais vir e ficar me justificando. Acho uma chatice toda a vez em que uma pessoa falar uma mentira e eu tive que ir lá e me pronunciar. Até porque, essa pessoa que escreveu sobre isso não existe para mim. Só posso dizer que é 100% mentira.” 

O ator afirmou ainda que não sofre mais com as “fake news”, como no passado. “Não sofro nem um pouco. Já sofri muito lá atrás e hoje em dia não sofro nem um pouco. E me recuso até a deixar isso existir. Isso não muda nada na minha vida.”

Por Folhapress.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram. Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Clique para comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entretenimento

‘Gemidão do WhatsApp’ invade programa da GloboNews ao vivo

Publicado

em

Áudio constrangedor surgiu durante entrevista com o senador Major Olímpio

O famoso áudio conhecido por “Gemidão do Whatsapp” invadiu o programa Estúdio i, da GloboNews, que estava sendo transmitido ao vivo.

constrangedor gemido surgiu durante uma entrevista com o senador eleito Major Olímpio (PSL-SP), quando a apresentadora Leila Sterenberg terminava de ler uma mensagem enviada por um espectador. O intervalo foi chamado na sequência.

Assista: 

(Por Notícias ao minuto)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Entretenimento

Sertaneja de Arcoverde no Big Brother Brasil

Publicado

em

A psicanalista Tereza, de Arcoverde, é uma das participantes do Big Brother Brasil. Solteira, mãe de dois filhos, avó de três netos, compartilhava com um dos herdeiros o sonho de entrar no reality show. “Sempre quis participar do programa, mas achava que não conseguiria”. Detalhe: ela já se casou seis vezes. 

Pernambucana contou que não pretende fazer panelinha, que quer logo conhecer a cozinha e ‘marcar a cama‘ assim que entrar na casa. “Sou uma mulher forte, guerreira, sou do sertão pernambucano e vou levar para casa essa mulher guerreira”, avisou.

Quando descobriu que estava dentro da 19ª edição do reality, Tereza estava sozinha em casa e sua primeira reação, depois do choque, foi lembrar do filho: “Eu não acredito! David, é pra tu!”.

Depois de muito choro e alguns copos d’água, a psicanalista saiu de casa sem nem olhar pra trás, apagando as luzes e esquecendo a porta aberta, na pressa de chegar logo no seu sonho.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Entretenimento

Após 35 anos, TV Globo anuncia o fim do ‘Vídeo Show’

Publicado

em

A partir da próxima segunda-feira (14), a ‘Sessão da Tarde’ irá para o ar mais cedo, às 14h

“Tudo acaba um dia, as coisas têm seus ciclos.” Com esta frase, o ator Miguel Falabella, um dos mais longevos apresentadores do “Vídeo Show”, comentou o fim do programa metalinguístico exibido pela Globo desde 1983.

O anúncio do encerramento do programa de variedades exibido na faixa das 14h foi feito pela emissora nesta terça (8). A última apresentação acontece na sexta-feira.

A fórmula de comentar programas e entrevistar artistas da própria casa deu certo por mais de 35 anos, mas estava desgastada e acumulou derrotas sucessivas de audiência para a Record em 2018. No horário, a concorrente exibe o jornalístico “Balanço Geral”.

O “Vídeo Show” teve seu auge na década de 1990, quando era apresentado por Falabella (que ficou no comando entre 1987 e 2002). Ele fazia par com a atriz Cissa Guimarães, ou a garota que “quebra o coco mas não arrebenta a sapucaia”, como era apresentada diariamente pelo colega.

“Sou muito grato ao ‘Vídeo Show’, ele me deu muita visibilidade e me aproximou mais do público. Eu não tinha personagem ali, eu era o próprio Miguel Falabella”, diz o ator.

Com a saída do também diretor e dramaturgo em 2002, passaram pela bancada e pela reportagem do programa nomes como André Marques, Ana Furtado, Márcio Garcia, Zeca Camargo e Otaviano Costa.

O conteúdo permanecia sendo criado em boa parte a partir de uma espécie de reciclagem do material já produzido pela Globo, com cenas de novela e de outros programas. Com o passar dos anos, porém, os conteúdos originais ganhavam mais espaço. Havia, já nos anos 1990, exibição de bastidores, erros nas gravações, entrevistas e homenagens a artistas.

O programa, mais recentemente, foi sendo adaptado para um modelo mais próximo da revista eletrônica.

Atualmente, havia uma seção que comentava frases de famosos nas redes sociais, por exemplo. Também havia um quadro comandado pelo influenciador digital Matheus Mazzafera com perguntas picantes para famosos.

A audiência não acompanhou tantas mudanças. Até sexta, estarão no comando do vespertino Sophia Abrahão e Joaquim Lopes.

Na tentativa de melhorar o desempenho do “Vídeo Show”, passaram por ele, no último semestre, as ex-BBBs Ana Clara, Vivian Amorim e Fernanda Keulla, o humorista Maurício Meirelles (ex-CQC) e Márvio Lúcio, o Carioca (ex-Pânico). Não houve nenhum sinal de recuperação.

Existiria espaço hoje para um programa que torna o conteúdo da própria emissora autorreferencial? Ou o fim do “Vídeo Show” representa o fim desse modelo?

Falabella escapa da pergunta. “Não sei mesmo.” Ele prefere falar sobre “a velocidade com que o mundo está mudando hoje”. “A gente está na enxurrada, todo mundo se agarrando para não afundar, a gente está buscando um galho de árvore, porque o bicho está pegando”, diz.

Em 2016, o apresentador voltou à bancada do “Vídeo Show” para fazer comentários no bloco final do programa.

“Eu tinha cruzado com o Boninho [José Bonifácio Brasil de Oliveira, um dos diretores, atualmente no comando do ‘Big Brother’] e disse a ele que estava com saudade do ‘Vídeo Show’. Daí ele me disse ‘você não quer ir lá encerrar o programa então?'”, conta.

A Globo, porém, manteve segredo sobre a decisão, mesmo entre funcionários do vespertino. Boa parte da produção do “Vídeo Show” foi informada de seu fim ainda na tarde desta terça-feira (8).

Com a última exibição do programa na sexta, segundo a Globo, o horário das 14h, a partir de segunda passa a ser ocupado pelos filmes da “Sessão da Tarde”, seguido pelos capítulos das reprises do também tradicional “Vale a Pena Ver de Novo”, que exibirá na ocasião o final da novela “Belíssima” e o capítulo inicial de “Cordel Encantado”.

Para o próximo dia 21, depois da “Sessão da Tarde”, a Globo programou a estreia de uma nova edição do “Álbum da Grande Família”. É um especial exibido de segunda a sexta, com os melhores momentos do seriado “A Grande Família”, que tinha Marco Nanini, Marieta Severo, Andrea Beltrão e Pedro Cardoso no elenco.

VÍDEO SHOW

De segunda a sexta, na Globo, na faixa das 14h; última exibição na sexta (11).

Por Folhapress.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda

Trending