Conecte-se Conosco

Sem categoria

Seu PC pode estar enriquecendo sites sem sua permissão

Publicado

em

 

 

Recentemente, um site ligado ao Movimento Brasil Livre (MBL) foi flagrado fazendo mineração de criptomoedas por meio da utilização de computadores de visitantes de forma oculta, utilizando tanto a energia elétrica quanto o poder de processamento do aparelho do usuário para enriquecer o site visitado. Mas quem é o responsável por esse problema?

A acusação envolvendo o Jornalivre, administrado por membros associados ao MBL, foi feita, de acordo com a Folha de S. Paulo, pelo Motherboard, portal especializado em novas tecnologias.

Segundo a Folha, procurado, o Jornalivre não quis dar muitas explicações, dizendo apenas que tudo era um teste e que o assunto já estava acabado. Essa polêmica prática, conhecida como cryptojacking — mineração oculta — embora desvirtuada por pessoas mal intencionadas, não deve ser vista apenas pelos possíveis aspectos negativos, conforme explicou à Sputnik Brasil o especialista em moedas digitas da Foxbit Marcos Henrique. Para ele, a ideia por trás dessas atividades apresenta vantagens tanto para os administradores dos sites quanto para os próprios usuários.

“Isso não era para ser usado para fins ilícitos ou para fins escusos, de roubar poder de processamento dos computadores. A ideia inicial dessa empresa era que os sites pudessem ter uma nova forma de monetização do seu conteúdo. Ao invés de exibir propagandas, muitas vezes evasivas, invasivas e até desnecessárias nos seus sites, essa empresa tinha como modelo fornecer que os sites pudessem monetizar o seu conteúdo através dessa mineração de criptomoedas de forma que o usuário fosse conivente com essa prática”, disse ele sobre o Coinhive, programa criado para realizar a mineração com o consentimento dos usuários. O que aconteceu, segundo o especialista, é que alguns sites começaram a utilizar essa ferramenta de forma “inescrupulosa”, para minerar a criptomoeda Monero sem avisar aos visitantes.

Na prática, conforme explicação de Marcos Henrique, a ideia da mineração pelo Coinhive seria a de que os usuários pudessem pagar uma taxa, de forma indireta, através da cessão de uma pequena quantidade da sua energia elétrica, do poder de processamento de sua máquina, em troca de conteúdos interessantes fornecidos pelos sites visitados, acabando com o excesso de publicidade desagradável nas páginas.

“Muito menos agressivo, muito menos intrusivo. Eu, certamente, como pessoa física, iria me interessar em ter um site limpo, sem publicidade, sem conteúdo que não me agrada, em troca de alguns centavos em energia elétrica.”

Além da possibilidade de o cryptojacking ser realizado diretamente pelo site que está sendo visitado, o sócio da Foxbit alerta que, muitas vezes, não há como provar que são os próprios administradores da página que estão fazendo mineração de criptomoeda de maneira indevida. Há casos em que o website pode ter sido alvo de um ataque hacker planejado exatamente para esse fim, de gerar criptomoedas por meio da energia roubada de internautas, enriquecendo não o dono do site invadido, mas, sim, o hacker, o invasor.

Será que o seu computador é uma vítima em potencial? O que fazer?

Embora grande parte das pessoas não tenha muito conhecimento sobre essas práticas, há formas eficazes de identificar e também de evitar um cryptojacking.

“Uma das formas mais comuns é ele simplesmente verificar, no gerenciador de tarefas do seu sistema operacional, se existe uma sobrecarga na CPU, se existe uma sobrecarga de memória, e se essa sobrecarga de processamento está vinculada ao navegador que ele está usando”, explica Marcos Henrique.

“Nesse sentido, ele pode fechar o navegador, ir para outro site e ver se o processamento volta ao normal. Também existem já hoje soluções como o Malwarebytes, que é uma empresa especialista em segurança. Ela já desenvolveu um software, que você instala para se proteger de vários tipos de vírus e pragas virtuais, que tem uma camada de proteção com isso”, acrescentou, indicando também o plugin No Coin para bloquear códigos maliciosos utilizados nesse tipo de situação.

Outra maneira interessante de se proteger, de acordo com o investidor em criptomoedas Alexander Novarro, é através do uso de um novo browser, navegador, que já vem com um detector de script que permite ao internauta identificar práticas indevidas de mineração, o Brave, desenvolvido por um dos fundadores do projeto Mozilla. Com informações do Sputnik

Por Notícias ao Minuto

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

 

 

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram. Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9200-1776.

Sem categoria

Agenda desta terça dos candidatos ao governo de PE

Publicado

em

  • Simone Fontana (PSTU)
  • 6h – Panfletagem nas imediações do Hospital da Restauração
  • 7h40 – Entrevista na Rádio Grande Rio FM, por telefone 
  • 12h30 – Panfletagem nas imediações da Escola Municipal 14 Bis e Escola Estadual Santos Dumont, Boa Viagem
  • 15h – Saudação às aposentadas do município do Recife, em reunião  no Sintrajuf
  • 19h – Reunião com coordenação política

  • Julio Lóssio (Rede)
  • 8h30 – Entrevista à Rádio Jornal de Garanhuns
  • 9h10 – Entrevista ao jornalista Nill Junior
  • 10h – Gravação para as Mídias Sociais
  • 12h – Papo 18 – Live no Marco Zero, no Recife
  • 13h10 – Entrevista à Rádio Líder FM, de Serra Talhada
  • 15h- Sabatina na Rádio CBN, Programa CBN Total, com Aldo Vilela
  • Local: Waldemar Nery Carneiro Monteiro, 306 – Boa Viagem

    Dani Portela (PSOL)

  • 10h40 – Debate SJCC
  • 17h – Entrevista na Rádio Amparo%u200B junto%u200B com o candidato a Deputado Federal Ivan Moraes

  • Armando Monteiro (PTB)
  • 10h40 – Debate no Sistema Jornal do Commercio de Comunicação
  • 15h – Reunião de Trabalho
  • 18h – Encontro com as Mulheres da Região Metropolitana 
  • 18h30 – Participa do Papo com Mendonça, do candidato ao Senado Mendonça Filho
  • 22h15 – Participa do programa Roda Viva – TV Nova

    Maurício Rands (PROS)

  • 11h – Debate entre os candidatos a governador do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (Recife)
  • 14h – Gravação de entrevista na Rádio Agreste FM (Cupira)
  • 18h30 – Passeata no Alto José do Pinho (Recife)
  • Paulo Câmara (PSB)
  • 12h – Debate na TV Jornal
  • Local: Rua da Fundição, 257 – Santo Amaro, Recife
  • 19h – Carreata e caminhada regional da Frente Popular em Palmares
  • Local: Concentração Carreata: Em frente a Rádio Quilombo FM
  • Concentração Caminhada: Orla de Palmares (próximo à Rodoviária)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.


Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Sem categoria

Vacinação contra sarampo e pólio tem 15 estados abaixo da meta

Publicado

em

Em todo o país, 94% das crianças já tinham sido vacinadas.

Após mais de 40 dias de mobilização, a campanha nacional de vacinação contra sarampo e poliomielite termina nesta sexta-feira (14) com o desafio de elevar a cobertura em 15 estados e no Distrito Federal.

Já em nível nacional, dados do Ministério da Saúde apontam que o índice de vacinados está próximo de alcançar 95% do total de crianças de um ano a menores de cinco anos.

Abaixo desse parâmetro, apontado como meta, a pasta considera que há risco de retorno de doenças.

Balanço preliminar da pasta divulgado às 10h de sexta-feira apontava que cerca de 94,2% das crianças já tinham sido vacinadas contra sarampo e 94,3% contra poliomielite.

Apesar de estar perto da meta, análise dos dados estaduais aponta cenário heterogêneo no país.

Até a manhã de sexta, apenas 11 estados já tinham atingido a meta. Eram eles: Amapá, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Rondônia, Santa Catarina e Sergipe.Entre os demais, os índices de cobertura variavam entre 79,9% e 94%. Destes, o menor índice era registrado no Rio de Janeiro.

Já análise dos dados dos municípios aponta que sete em cada dez já tinham cumprido a meta.Questionado, o ministério informou que um novo balanço deve ser divulgado apenas na segunda-feira (17). Nos bastidores, a avaliação é de que houve pouca alteração nos dados nos últimos dias -daí a decisão de esperar as últimas horas de vacinação para fazer a análise.

‘RESULTADO POSITIVO’

Para o secretário de vigilância em saúde do ministério, Osnei Okumoto, apesar de ainda não ter alcançado os 95%, o resultado preliminar é positivo.”Em vista da dificuldade que vínhamos tendo em vacinar, o resultado foi excelente por alcançar a meta e pela mobilização que a sociedade empreendeu”, afirma ele, que cita exemplos de prefeituras que optaram por manter postos em horário expandido para a vacinação -de 18h, passaram às 21h -como iniciativas que podem ser replicadas.

O percurso, porém, não foi tão simples. Antes prevista para terminar em 31 de agosto, a campanha foi prorrogada até esta sexta devido à dificuldade em atingir a meta. Naquela data, o índice ainda estava em 80%.

Com a prorrogação, o índice chegou em 94%. A estimativa, porém, era que ainda houvesse 800 mil crianças não vacinadas.

Destas, a maior preocupação é com a faixa daquelas de um ano, cuja cobertura ainda estava em 85,45%.Para Okumoto, é “pouco provável” que haja uma nova prorrogação da data final. “Estamos muito próximos de alcançar as metas”, disse.

Ele ressalta, porém, que os estados têm autonomia para tomar suas decisões. A vacinação, diz, continuará a ser ofertada como rotina nos postos de saúde.

REFORÇO EM JÁ VACINADOS

Realizada a cada quatro anos, a mobilização deste ano é focada em todas as crianças de um a menores de cinco anos, incluindo até mesmo aquelas já vacinadas.

O objetivo era reforçar a proteção contra as duas doenças e evitar um novo avanço do sarampo, doença que voltou a registrar casos no país neste ano.

De fevereiro até 10 de setembro, 1.673 casos da doença tinham sido confirmados no país, a maioria no Amazonas e Roraima, estados que enfrentam surtos da doença. Outros 7.812 permanecem em investigação.

Em nota, o Ministério da Saúde diz que análise dos dados aponta redução de casos notificados nas últimas semanas de agosto em comparação a meses anteriores. A situação, porém, ainda é de alerta.

O mesmo ocorre em relação à poliomielite. Segundo a pasta, embora não haja circulação do vírus desde 1990 no país, o cenário preocupa diante da queda nas coberturas vacinais -o que aumenta o risco de retorno da pólio caso haja reintrodução do vírus e contato com não vacinados. Com informações da Folhapress.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.


Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram. Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Sem categoria

Inauguração do LabMed Diagnósticos em São Jose do Belmonte

Publicado

em

Continue lendo

Trending