Conecte-se Conosco

Brasil

Vacinação contra febre amarela deve ser ampliada para todo o país

Publicado

em

Ministério da Saúde avalia a elaboração de um calendário para aplicações em todos os estados, para evitar a circulação do vírus

Para evitar o aumento de casos de febre amarela no País, o Ministério da Saúde deve ampliar a Área Com Recomendação de Vacinação (ACRV), que hoje abrange 21 estados, para todo o Brasil. A medida será debatida com governos estaduais, com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas). A ideia é que seja elaborado um calendário para que 34 milhões de doses sejam aplicadas de modo gradual.

Desde janeiro, a pasta lançou a maior campanha de vacinação fracionada do mundo para evitar a circulação do vírus. Ao invés de receber a dose inteira, a população era imunizada com um quinto da ampola. A técnica é eficiente e permite que mais pessoas sejam vacinadas.

Balanço

Entre julho do ano passado e fevereiro deste ano, foram confirmados 545 casos de febre amarela. Com a inauguração de uma nova fábrica para produção de vacinas em São Paulo, o laboratório Libbs vai passar a produzir 4 milhões de doses a mais por mês.

Prevenção

O meio mais eficaz de evitar a infecção é tomando a vacina oferecida pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) é que cada pessoa receba uma dose que vale por toda a vida. Esse é o esquema vacinal adotado pelo Brasil.

Cuidado redobrado

Quem vai viajar para Área Com Recomendação de Vacinação ou que viva nessas regiões deve se imunizar. O risco é maior em regiões de matas e rios.

Sintomas

Os pacientes infectados desenvolvem febres, náuseas, fadiga, dores de cabeça e no corpo de 3 a 6 dias depois da infecção. Nos casos mais graves também há hemorragias e a pele e os olhos ficam amarelados. Como o risco de óbito chega a 50%, a vacinação é essencial para evitar que a doença se desenvolva.

Transmissão

A infecção ocorre com a picada do mosquito Aedes aegypti, no ciclo urbano. Já no gênero silvestre, que é o único detectado até agora, os transmissores são os Haemagogus e Sabethes.  Com informações do Portal Brasil.

Por Notícias ao Minuto

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

 

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram. Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9200-1776.

Brasil

Polícia prende suspeito de envolvimento na morte de Marielle

Publicado

em

Ex-PM estava em Guapimirim, na Baixada Fluminense

Policiais da 82ª DP (Maricá) prenderam na manhã desta terça-feira (18) o ex-policial militar Renato Nascimento Santos. Segundo a delegada Carla Tavares, Renatinho Problema, como é conhecido, tem mandado de prisão por envolvimento no assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista dela, Anderson Gomes.

Renatinho Problema foi pego em Guapimirim, na Baixada Fluminense. Ele é suspeito de integrar milícia e tinha dois mandados de prisão por homicídio e outro por porte ilegal de arma. (Do G1)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram. Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Brasil

STF deixa para fevereiro julgamento de criminalização da homofobia

Publicado

em

A questão seria julgada ainda este ano pelo plenário da Corte, mas acabou tendo a análise adiada

presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, marcou para o dia 13 de fevereiro de 2019 o julgamento que discutirá a possibilidade de criminalização da homofobia. A questão seria julgada ainda este ano pelo plenário da Corte, mas acabou tendo a análise adiada. Em pauta, serão duas ações sobre o tema, com as relatorias dos ministros Celso de Mello e Edson Fachin.

Uma delas foi apresentada em 2012 pela Associação Brasileira de Gays, Lésbicas e Transgêneros (ABGLT). A ação pretende obter a criminalização específica de todas as formas de homofobia e transfobia, especialmente das ofensas, dos homicídios, das agressões e discriminações motivadas pela orientação sexual e/ou identidade de gênero. Sob relatoria de Celso, a ação apresentada pelo Partido Popular Socialista (PPS) em 2013 faz os mesmos pedidos. Os autores alegam que o Congresso foi omisso em não legislar sobre a matéria.

Em manifestação enviada na sexta-feira, 14, ao STF, o Senado afirmou que há um projeto de lei de 2017 que propõe a alteração do Código Penal. A mudança prevê punir discriminação ou preconceito de origem, condição de pessoa idosas ou com deficiência, gênero, sexo, orientação sexual ou identidade de gênero.

Os advogados da Casa defendem que o PL – atualmente em análise na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania – “mais do que cobre a pretensão” do pedido apresentado ao STF. A petição ainda cita recente declaração de Toffoli, de que “é hora de o Judiciário se recolher a seu papel tradicional”. Os advogados alegam que isso “certamente” não incluiu o arbitramento de controvérsias que estão tramitando de forma regular nas “instâncias democráticas”.

Por Estadão Conteúdo.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Brasil

João de Deus, suspeito de abusos sexuais, se entrega à polícia em Goiás

Publicado

em

O médium João de Deus se entregou à polícia neste domingo (16), às 16h20, em uma estrada de terra em Abadiânia, na região central de Goiás. João de Deus ésuspeito de abusos sexuais durante tratamentos espirituais e sua prisão foi determinada pela Justiça na tarde de sexta (14), a pedido do Ministério Público (MP-GO) e da Polícia Civil de Goiás.

João de Deus foi levado para a Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic) e chegou por volta das 18h. Ele prestou depoimento até por volta de 22h e depois foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para exame de corpo de delito.

Mais de 300 mulheres afirmam ter sido vítimas do religioso. A defesa nega. A prisão é preventiva – ou seja, sem prazo para terminar. Fonte: G1

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda

Trending