Conecte-se Conosco

Brasil

Venezuelanos em Roraima vivem em tendas tecnológicas da Ikea

Publicado

em

 

Boa Vista concentra hoje nove dos dez campos de refugiados no estado, com cerca de 4.500 pessoas vivendo neles ao todo

LEÃO SERVA O Exército brasileiro recorreu à fabricante sueca de móveis Ikea, conhecida pelas – megalojas com produtos que o consumidor monta por meio de instruções simples, para abrigar temporariamente os cerca de 500 venezuelanos que chegam diariamente a Roraima fugidos da crise no país de Nicolás Maduro.

A US$ 900 (R$ 3.600) cada uma, as cabanas são feitas de poliuretano ultraleve, podem ser montadas em quatro horas e foram compradas pelo Acnur, braço de refugiados da ONU, para atender a imensa demanda mundial de refúgio.

Projetadas na Suécia, porém, as barracas não foram tropicalizadas: no calor de mais de 30º C que faz estes dias em Boa Vista, é impossível ficar nelas durante o dia. Os ocupantes buscam as tendas de convivência espalhadas pelo abrigo. Uma delas, maior, tem uma grande televisão.

Deitados em colchões na tenda mais próxima de sua casa, os cinco membros da família de José Navarro conversavam animadamente no final da manhã de terça (14). Eles vieram da cidade de El Tigre em junho e aguardam o processo de interiorização para outro estado brasileiro.

“Aqui já não tem mais emprego, tem muito venezuelano”, diz Navarro. Enquanto espera a mudança, ele faz arepas -as populares panquecas de milho venezuelanas, comidas com acompanhamentos diversos, que vende a R$ 2 mais um suco. Seus clientes são sobretudo outros venezuelanos.

“Os brasileiros não estão acostumados”, diz.

A mulher de Navarro, a cabeleireira Honoravis, não tem conseguido trabalho. “Há muita resistência aos venezuelanos em Boa Vista, porque alguns dos que chegaram primeiro se comportaram mal. Então, pagamos pela má impressão de uns poucos”, diz.

Mas ela mantém o otimismo. “Não quero voltar para casa, é impossível viver na Venezuela agora. Um salário mínimo não paga uma refeição.”

No mês passado, o FMI (Fundo Monetário Internacional) projetou que a inflação no país deve chegar neste ano a 1.000.000%. Há desabastecimento de alimentos e remédios generalizado, e os hospitais não têm o mínimo para operar.

Boa Vista concentra hoje nove dos dez campos de refugiados no estado, com cerca de 4.500 pessoas vivendo neles ao todo. Cada conjunto pode receber cerca de 500 pessoas.

Eles estão divididos em cinco perfis: famílias com filhos; casais sem filhos; homens solteiros; LGBT e índios. O mais recente, Rondon 1, foi inaugurado no final de julho, com as cabanas suecas, e está lotado.

Dois outros estão em construção (Rondon 2 e 3), com mais mais 216 casinhas em estoque. Nem todos os refugiados procuram essas estruturas, contudo -os que têm emprego ou que trazem dinheiro ficam em casas ou hotéis na cidade.

Os campos são administrados pelo Acnur, em parceria com entidades humanitárias na gestão do dia a dia das vilas, e as barracas são construídas e mantidas pelo Exército brasileiro, que também distribui alimentos aos venezuelanos três vezes ao dia na operação de acolhida, complementar à de controle de fronteira.

Após o breve fechamento da fronteira a pedido de um juiz federal no dia 6, o fluxo de venezuelanos aumentou, segundo os que recebem os estrangeiros, possivelmente estimulado pelo temor de que a passagem possa ser interrompida novamente.

Desde o ano passado, estima-se que mais de 60 mil venezuelanos tenham fugido para o Brasil, dos quais mais da metade já deixou o país, segundo o governo. Para a Colômbia, que solicita à ONU um enviado especial para a crise, já foram mais de 1 milhão, e o fluxo agora se dirige ao também vizinho Equador. Com informações da Folhapress.

POR LEÃO SERVA – FOLHAPRESS

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram. Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Brasil

Irmã diz que sertanejo Marciano escondia a idade verdadeira

Publicado

em

O cantor sertanejo Marciano, que sofreu um infarto fulminante e morreu na sexta-feira (18) em São Caetano do Sul, São Paulo, teria escondido sua verdadeira idade e ter morrido aos 73 anos, e não com 67, idade que era divulgada por ele.

De acordo com o G1, Maria Marciano Soares, a única irmã viva de Marciano, fez uma revelação que, segundo ela, os fãs ainda não sabiam. Em sua casa, em meio a fotos e lembranças, Maria Marciano contou que o cantor e compositor seria mais velho do que o anunciado oficialmente e teria, na verdade, seis anos a mais.

“Um dia ele [Marciano] disse pra mim: ‘Vou dizer que tenho a sua idade, posso?’. Naquela época, achei que ele não ia manter a história, mas foi mais um das brincadeiras dele, que ele manteve até o fim“, disse a irmã ao G1.

Filhos de sertanejo Marciano são proibidos de entrar no velório do pai

O filho do sertanejo, Fabiano Martins acabou sendo barrado, ao chegar no velório para dar o último adeus ao pai, com quem não tinha uma boa relação. De acordo com informações passadas pelo programa “A Tarde é Sua” da RedeTV!, quem proibiu a entrada de Fabiano no velório foi a mulher de Marciano, Alessandra, pois, segundo ela, “Ele não era bem-vindo ao local”.

Além de Fabiano, Marciane, também filha do sertanejo, foi barrada na entrada do velório, que é aberto ao público. A imprensa presente no local, também foi proibida de permanecer no velório, sendo permitido apenas uma rápida filmagem no lugar. Fonte: ÁreaVip

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Brasil

Marciano, cantor sertanejo, morre aos 67 anos

Publicado

em

‘Nesse momento, agradecemos o carinho de todos e pedimos orações à família’, informou comunicado. Cantor fez dupla com João Mineiro, que morreu em 2012

O cantor sertanejo Marciano, que marcou a história da música sertaneja ao lado de João Mineiro, morreu aos 67 anos, em sua casa em São Caetano do Sul, São Paulo. O cantor sofreu um infarto fulminante. A informação foi confirmada na rede social do artista:

“É com imenso pesar que, em nota, confirmamos o falecimento do cantor Marciano, o Inimitável. Em breve, divulgaremos mais informações. Nesse momento, agradecemos o carinho de todos e pedimos orações à família.”

O corpo do cantor foi velado na Câmara Municipal de São Caetano do Sul e enterrado por volta de 17h no Cemitério das Lágrimas.

(Por G1 PE)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Brasil

Sobe para 399 número de presos por ataques no Ceará

Publicado

em

 

Governo acredita que a ordem para os ataques vem de presídios onde estão líderes de facções criminosas

Subiu para 399 o número de pessoas presas ou apreendidas por suspeita de participação na onda de ataques no Ceará desde o dia 2 de janeiro, segundo balanço da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do estado divulgado neste sábado (19/1). Desde o início da onda de violência, que atinge municípios em todo o estado, suspeita-se que a ordem para os ataques parta de presídios onde estão líderes de facções criminosas.

Na madrugada deste sábado, 18º dia de ataques, criminosos provocaram uma explosão em uma ponte em Fortaleza. Na sexta (18), três homens foram presos após incendiar um ônibus na capital. As ações de facções criminosas deixaram em alerta todo o estado. Prédios públicos, viadutos, estradas, ônibus e locais com veículos foram incendiados ou atingidos de alguma forma pelos grupos.

Convocados pelo governo do Ceará para reforçar a segurança pública, 800 dos cerca de 1.200 policiais militares da reserva apresentaram-se à corporação, em Fortaleza, na manhã desta sexta-feira. E 150 já voltaram a patrulhar as ruas da capital do estado, alvo de ataques criminosos organizados.

Na quinta-feira (17), o governador do Ceará, Camilo Santana, pediu ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, o reforço do apoio dado pelo governo federal no combate aos ataques promovidos por facções. A ofensiva teria começado em reação à nomeação do secretário de Administração Penitenciária, Luís Mauro Albuquerque, e às medidas anunciadas como a não separação de presos em presídios por facção.

(Por Metrópoles.com)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda

Trending