Conecte-se Conosco

Esporte

24ª rodada do Brasileirão tem muita reclamação do VAR que estaria vendo problema onde não tem

Publicado

em

“Está pior com o VAR”. Tenho certeza que você já ouviu essa frase em algum lugar! Apesar de eu acreditar no VAR, neste fim de semana, tivemos uma amostra de como não se deve usá-lo.

Houve duas penalidades marcadas após consulta ao vídeo que comprovam a imaturidade da arbitragem para lidar com essa nova ferramenta, tanto na cabine quanto no campo de jogo.

No sábado, o pênalti marcado para o Cruzeiro contra o Internacional só existiu para o árbitro do campo e de vídeo. Aliás, nem o árbitro achou pênalti na hora que viu a disputa entre Patrick e Orejuela. Só que ele foi convencido pela câmera lenta e ângulo ruim de que o contato pé com pé entre os jogadores foi suficiente para marcar pênalti. Paradoxalmente, o árbitro acertou sem o vídeo e errou com ele.

No domingo, o pênalti marcado para o CSA contra o Avaí após consulta ao vídeo foi mais uma prova de que a câmera lenta traiu a arbitragem. Mais um pênalti mal marcado com o “auxílio” do VAR.

O VAR está procurando “formigas”, ou seja, pequenos contatos que com lupa e câmera lenta viram faltas claras. É o jogo virtual comandado por um árbitro normalmente com pouca experiência em jogos da Série A e na nova função, trancado em um ambiente frio e escuro, o que ajuda a distanciá-lo da realidade do jogo.

A tendência é que o desempenho do VAR melhore ao longo dos próximos anos. Já que não existe treinamento contínuo para a arbitragem, os árbitros vão aprender por osmose, com suas próprias experiências, a melhor forma de uso do VAR.

O pior de tudo isso é que os jogadores têm percebido essa fragilidade dos árbitros e a falta de critérios na utilização do VAR e têm dificultado absurdamente a análise dos lances. Criam ou valorizam contatos normais de jogo; fazem pressão para os árbitros olharem o monitor; simulam agressões; reclamam o tempo todo. Realmente, o futebol está ficando chato e não é só por causa do VAR.

Os árbitros não treinam. Os jogadores pressionam. Os treinadores e dirigentes reclamam. Todos “colaboram” para piorar o cenário.

A tal campanha do “Respeito ao Árbitro” lançada recentemente pela CBF se resumiu a uma peça publicitária. E as visitas do Gaciba aos clubes são uma exposição do que na teoria deveria ser o VAR. Mas, na prática, as duas penalidades marcadas essa semana contradizem frontalmente o princípio da “mínima interferência e máximo benefício”.

O uso do VAR no Brasil está expondo semanalmente não apenas os erros claros e óbvios dos árbitros de campo, mas a fragilidade de conceitos e critérios da arbitragem. Tudo isso porque não existe treinamento contínuo. Os árbitros praticam arbitragem uma vez por semana nos jogos do Brasileirão. O resultado não podia ser diferente.

Os clubes precisam convencer a CBF a investir parte de seu lucro anual milionário na profissionalização do árbitros. Nos últimos anos, a CBF investiu na arbitragem, inclusive com recursos do patrocínio que os próprios árbitros carregam no uniforme. Porém, investiu mal em uma estrutura pesada e em cursos semanais que não dão resultado efetivo. Se a missão da CBF é promover o futebol brasileiro, é bom que se saiba que a arbitragem faz parte dele!

(Por GE)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Esporte

Palmeiras entra na briga para contratar Gustavo Henrique, do Santos

Publicado

em

Gustavo Henrique tem contrato com o Santos até janeiro de 2020

Palmeiras já começa a se movimentar nos bastidores para reforçar o elenco visando a próxima temporada e um dos primeiros alvos do time para 2020 é Gustavo Henrique, do Santos. O jogador de 26 anos é cobiçado pelo time paulista há tempos, mas o interesse se intensificou recentemente, com a informação de que o atleta não deve ficar no time alvinegro para a próxima temporada.

Gustavo Henrique tem contrato com o Santos até janeiro de 2020. Logo, poderia assinar com qualquer clube de graça. O Palmeiras já entrou em contato com representantes do atleta e manifestou interesse em sua contratação. Entretanto, a prioridade do zagueiro é ir jogar na Europa.

O empresário de Gustavo Henrique é Fernando Cesar, o mesmo do zagueiro Pablo, que defendeu o Corinthians e atualmente está no Bordeaux. O agente espera aproveitar essa “porta de acesso” ao futebol europeu, através do clube francês, para encontrar um time europeu que tenha interesse no atleta. Caso não tenha êxito, o Palmeiras surge forte na briga.

Pessoas ouvidas pelo Estado disseram que o Palmeiras tem muito interesse em Gustavo Henrique e que estaria disposto a brigar até mesmo caso chegasse uma oferta do exterior. Desde o ano passado, o zagueiro está na lista de interesse do time alviverde, mas o Santos nunca se mostrou disposto a negociá-lo.

Algo que fez com que os palmeirenses se animassem ainda mais com a possibilidade de contratar Gustavo Henrique foi a entrevista dada pelo jogador nessa semana, em que ele praticamente sacramentou sua saída do Santos e credita a responsabilidade aos dirigentes santistas.

“No final do ano passado, estava querendo renovar e não obtive respostas, comecei o ano na incerteza sobre se ficaria no clube ou não. Até porque muitos sabem que eu não estava nos planos do Sampaoli. Coloquei na minha cabeça que tinha condição de jogar aqui e tinha condições de jogar com o Sampaoli. Tivemos um final de ano ruim (em 2018), talvez ele (Sampaoli) deve ter visto nossos vídeos, meus e de outros jogadores fora dos planos dele. E coloquei na minha cabeça que eu queria ficar, queria mostrar para mim mesmo que eu poderia jogar”, afirmou o defensor.

“Trabalhei duro, fizemos um Campeonato Paulista bom, fui eleito um dos melhores zagueiros e fui conquistando a confiança novamente. Esperava que a diretoria entrasse em contato comigo para a renovação do contrato, sendo que só faltavam sete meses para o término do contrato, mas não fui chamado”, completou o zagueiro.

Neste momento, o Palmeiras conta com cinco zagueiros, casos de Gustavo Gómez, Luan, Vitor Hugo, Edu Dracena e Antônio Carlos. Os dois últimos podem deixar o clube ao final da temporada. Como de praxe, a diretoria alviverde não se manifesta sobre negociações.

Por Estadão Conteúdo

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

 

Continue lendo

Esporte

Corinthians faz alerta contra golpe aplicado nas categorias de base e leva caso à Polícia

Publicado

em

Estelionatários cobram entre R$ 200 e R$ 300 e oferecem pré-contrato e falsos benefícios

Corinthians fez, na manhã desta quinta-feira, um alerta a jovens jogadores e seus familiares contra um golpe que vem sendo aplicado nas categorias de base do clube.

Segundo nota oficial divulgada pelo Corinthians, estelionatários oferecem pré-contrato com o Timão e outros falsos benefícios em troca de dinheiro.

O departamento de formação de atletas do clube informa que vem recebendo denúncias do tipo nos últimos dias e diz já ter comunicado a Polícia.

Esta não é a primeira vez que situações do tipo acontecem na base do Corinthians. No ano passado, o Timão chegou a espalhar placas pelo Parque São Jorge alertando contra golpes.

Confira abaixo nota oficial divulgada pelo Corinthians nesta quinta:

O Departamento de Formação de Atletas do Sport Club Corinthians Paulista recebeu, nos últimos dias, ligações e e-mails referentes a cobranças para a realização de peneiras e avaliações de atletas.

Nestes contatos, as pessoas alegavam que, por valores que variavam entre R$ 200 e R$ 300, indivíduos ofereciam:

  • Pré-contrato assinado com nossa base, caso o atleta passasse na avaliação.
  • Chuteira e uniforme.
  • Alojamento para atletas de fora de São Paulo, com 120 vagas para todas as categorias.
  • Possibilidade de devolução da taxa, caso o avaliado não fique com a chuteira e a camisa.

Todas estas informações são falsas.

O Corinthians não cobra por nenhum tipo de peneira ou avaliação, bem como não oferece camisas ou chuteiras para os atletas avaliados. A Casa do Atleta, alojamento do clube, é restrito a 48 vagas exclusivamente para atletas de 14 a 17 anos.

Caso você tenha sido afetado por este golpe, entre em contato com a Polícia, que já está a par da situação.

Entre também em contato com o clube, por meio da ouvidoria e do telefone (11) 2095-3000 (Ramal: 3104).

Por GloboEsporte.com

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

 

Continue lendo

Esporte

Sob pressão, Corinthians visita o embalado Goiás

Publicado

em

Sob pressão, Corinthians visita o embalado Goiás

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A Fiel torcida está preocupada. Sem vencer há três rodadas do Campeonato Brasileiro –após empates com Grêmio e Athletico-PR e derrota para o São Paulo–, o Corinthians vive uma grave crise técnica e pode deixar o G-4 nesta rodada.

Para que isso não aconteça, a equipe do técnico Fábio Carille precisa derrotar o Goiás, às 21h30 desta quarta-feira (16), no estádio Serra Dourada, em Goiânia. O grande problema é que o rival esmeraldino faz uma campanha surpreendente no returno do Nacional e tem no habilidoso atacante Michael o seu principal nome para chegar às vitórias.

Além do time em si, quem também sofre pressão extra é o treinador alvinegro. Com as declarações de que não dava para entender como o time alvinegro ainda estava no G-4 e de que muitos jogadores estavam rendendo abaixo do que podem, o comandante criou mais um climão no grupo e deixou claro que não está encontrando soluções para o time voltar a render.

A principal carta na manga de Carille é a volta do meia-atacante Pedrinho, que estava defendendo a seleção olímpica em amistosos. Ele seria avaliado para saber sua condição, física, mas, mesmo que não esteja 100%, deve ser nome certo na equipe, já que ele é o principal articulador e finalizador na atualidade.

Outra dúvida é se Ralf voltará ao time após se envolver em acidente de trânsito. E, na frente, como nenhum atacante tem dado conta do recado, há a possibilidade de Carille mudar peças, apesar de Clayson e Love levarem vantagem.

GOIÁS

Tadeu; Yago Rocha, Fábio Sanches, Rafael Vaz e Jefferson; Yago Felipe, Gilberto e Thalles (Léo Sena); Leandro Barcia, Michael e Rafael Moura. Técnico: Ney Franco

CORINTHIANS

Cássio, Fagner, Manoel, Gil e Danilo Avelar; Gabriel, Ramiro, Mateus Vital e Clayson (Pedrinho); Vagner Love e Boselli. Técnico: Fábio CarilleEstádio: Serra Dourada, em Goiânia (GO)

Horário: 21h30 desta quarta

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhaes (RJ)

VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)

Por Folhapress

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

 

Continue lendo
Propaganda  

Trending