Conecte-se Conosco

Mundo

Ainda no hospital, Trump volta a fazer campanha pelo Twitter

Publicado

em

Donald Trump deverá ter alta hospitalar ainda hoje. O Presidente está internado desde sexta-feira, devido à Covid-19.

Tal como foi divulgado no domingo, Donald Trump pode ter alta hospitalar ainda nesta segunda-feira. Enquanto aguarda pela decisão, o presidente norte-americano voltou a fazer campanha nas redes sociais, com uma série de mensagens com afirmações como “Salvem a segunda emenda”, “Pró-vida. Votem” e “Lei e Ordem. Votem”.

Trump foi admitido no Centro Médico de Walter Reed, em Maryland, na sexta-feira à noite, devido à infecção pelo novo coronavírus. A decisão de hospitalizar Trump foi tomada após o chefe de estado ter apresentado febre e uma baixa de oxigênio.Com a equipe médica hospital dizendo que a condição de Trump está melhorando, o regresso às habituais publicações no Twitter aparentam ser confirmação.

Em declarações à Fox News esta manhã, o chefe de pessoal da Casa Branca, Mark Meadows, disse que “o presidente continuou a melhorar durante a noite e está pronto para regressar ao seu horário de trabalho normal”.LAW & ORDER. VOTE!— Donald J. Trump (@realDonaldTrump) October 5, 2020

PRO LIFE! VOTE!— Donald J. Trump (@realDonaldTrump) October 5, 2020

“Continuamos otimistas de que ele vai poder regressar à Casa Branca ainda hoje, com os médicos a tomarem essa decisão logo”.Este domingo, Donald Trump saiu temporariamente do hospital para fazer uma visita surpresa aos apoiadores que se encontravam fora do edifício.

Por Notícias ao Minuto

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Mundo

Reino Unido: Jovem sofre colapso no dia do aniversário e descobre ter meses de vida

Publicado

em

Duas semanas depois de ter colapsado, jovem foi diagnosticada com um tumor cerebral.

mani Liaquat, que vive no Reino Unido,celebrava o seu 22.º aniversário, em abril, quando sofreu um colapso que mudou sua perspectiva de vida.

Duas semanas depois, a jovem viria a descobrir que tinha um tumor agressivo no cérebro, o qual já não podia ser operado. Os médicos deram-lhe entre 12 a 18 meses de vida.

“Têm sido os piores momentos que algum denós alguma vez passou na vida”, afirma a família da jovem, citada pelo The Mirror.

Amania foi transportada para o Lutonand DunstableHospital no dia 29 de abril. Quatro dias depois teve de ser transferida para um hospital de neurologia em Londres, onde lhe fizeram uma biópsia. Aí passou mais oito dias, onde foi sujeita a uma série de exames que viriam a revelar o seu diagnóstico.

Devido às restrições impostas pela Covid-19, a jovem não teve direito a receber visitas e tem sido ela a receber todas as informações médicas.

O pai KhuramLiaquatviajou de propósito para a Alemanha para comprar um medicamento que pode prolongara vida da filha. Conhecido como ONC201, este fármaco tem mostrado resultados positivos noutros doentes com tumores cerebrais.

Contudo, o custo anual do fármaco, mais os tratamentos, terão um preço superior a 50 mil libras (cerca de 350 mil reais), um valor que a família não consegue suportar. Por esse motivo, a família, criou uma página de angariação de fundos para pedir ajuda.

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Mundo

Moderna aponta eficácia de 94,1% e entra com pedido de aprovação emergencial para vacina nos EUA

Publicado

em

A empresa pretende produzir, até o final de 2020, 20 milhões de doses para vacinação nos EUA. Em 2021, a capacidade de produção será na ordem de 500 milhões a 1 bilhão de doses para distribuição global.

A empresa norte-americana de biotecnologia Moderna solicitou, nesta segunda-feira (30), a aprovação emergencial de sua vacina contra Covid-19 para a FDA (Food and Drugs Administratition, agência regulatória de saúde dos EUA).

O pedido foi anunciado pela própria companhia, que desenvolve em parceria com o governo americano uma vacina de RNA mensageiro (sequência do material genético do vírus responsável por codificar a proteína S).

O pedido de autorização emergencial vem na sequência da conclusão de uma análise primária de seu ensaio clínico de fase 3. Se aprovada, a Moderna disse ser possível começar a imunização nos Estados Unidos já a partir do dia 21 de dezembro.

A vacina, chamada de mRNA-1273, utiliza trechos do RNA do vírus, notadamente aqueles responsáveis pela codificação da proteína S da espícula do vírus, para induzir a produção de anticorpos e células de defesa. Ao ter contato com o vírus verdadeiro, o sistema imune estará preparado para impedir a infecção e replicação viral.

No último dia 16, a empresa havia anunciado resultados preliminares de seu estudo, apontando para uma eficácia de 94,5% da vacina.

À época, foram avaliados 95 casos de Covid-19 em um universo de 30 mil voluntários. Nesta segunda-feira (30), a companhia anunciou a análise primária a partir de 196 casos confirmados da doença, dos quais 185 foram no grupo placebo e apenas 11 nos participantes que receberam o imunizante. A eficácia calculada da vacina foi de 94,1%, muito próximo à anunciada anteriormente.

Além de prevenir a infecção, a vacina se mostrou 100% eficaz em auxiliar os casos graves da doença, uma vez que os únicos 30 casos identificados de Covid-19 severos ocorreram todos no grupo placebo.

Dos 196 casos identificados, 33 (16,8%) foram em indivíduos com mais de 65 anos, e 42 (21,4%) representavam alguma minoria racial (incluindo 29 hispânicos ou latinos, seis negros ou afro-americanos, quatro asiáticos e três multirraciais). Em todo o estudo, 37% dos 30 mil voluntários eram representantes de algum grupo étnico-racial minoritário.

 

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Mundo

PF prende em Portugal suspeito de invasão hacker ao TSE

Publicado

em

Operação coordenada pela  Polícia Federal (PF) em parceria com a Polícia Judiciária Portuguesa prendeu neste sábado (28), em Portugal, um suspeito de envolvimento no ataque hacker ao sistema do Tribunal Superior Eleitoral do (TSE), que divulgou dados do tribunal no dia do primeiro turno das eleições municipais.

Segundo a PF, o inquérito policial aponta que um grupo de  hackers brasileiros e portugueses , liderados por um cidadão português, foi responsável pelos ataques criminosos aos sistemas do TSE no primeiro turno das Eleições de 2020.

Foram cumpridos, no Brasil, três mandados de busca e apreensão e três medidas cautelares de proibição de contato entre investigados nos estados de SP e MG. Além da prisão, em Portugal, foi cumprido um mandado de busca e apreensão. As ações se desenvolveram com por meio da Operação Exploit.

Os mandados cumpridos no Brasil foram expedidos pelo Juízo da 1ª Zona Eleitoral do Distrito Federal, após representação efetuada pela Polícia Federal e manifestação favorável da 1ª Promotoria de Justiça Eleitoral. Fonte: Último Segundo

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda  

Trending