Conecte-se Conosco

Educação

Aluno da Rede Publica de Ensino de Serra Talhada garante vaga em curso de medicina

Publicado

em

Guilherme dos Santos Pereira, residente na Fazenda Malhadinha, zona rural de Serra Talhada, filho de um agricultor e uma professora, só pôde começar a estudar aos 5 anos, pois na época, somente com essa idade se ingressava na Educação Infantil.

Porém, começou sua relação com a escola bem antes de ter idade para frequentar uma escola pública, mesmo quando não compreendia o significado da educação já vivia em meio a livros, cadernos e metodologias de ensino. Sempre queria acompanhar a mãe em atividades escolares.

Finalmente, aos 5 anos iniciou sua caminhada escolar na Escola Municipal Fausto Pereira – Vila Luanda, onde estudou a Educação Infantil e o Ensino Fundamental. Sempre se destacou em sala de aula, sendo muito dedicado e argumentativo. Ainda na Fausto Pereira, conquistou certificados de menção honrosa nas Olimpíadas Brasileira de Matemática das Escolas Públicas OBMEP e foi medalhista na Olimpíada Brasileira de Raciocínio Lógico – OBRL.

Concluindo o Ensino Fundamental foi cursar o Ensino Médio na EREM Professor Adauto Carvalho. Com um sonho de cursar uma Universidade, obteve bons resultados no SSA, garantindo assim, uma das duas vagas para cotistas no curso de medicina na UPE, campus Serra Talhada.

A família imensamente orgulhosa pelo compromisso de Guilherme, é grata a Deus e aos profissionais da educação da rede pública a quem atribuem grande parte dessa conquista. (Do Nill Jr)

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Educação

Enem 2021 tem o menor número desde 2005. Este ano serão 3.100

Publicado

em

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou, na noite de sexta-feira (23), que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2021 teve 3.109.762 pessoas com a inscrição confirmada, menor número desde 2005.

Mesmo antes da confirmação das inscrições, o exame deste ano já tinha a menor quantidade de inscritos desde 2007.

O total de inscrições confirmadas equivale a 77,5% dos 4 milhões de alunos que haviam se inscrito no exame. Para confirmar a inscrição, era necessário pagar a taxa, de R$ 85, até segunda-feira (19). Sem essa validação, a inscrição não era concluída.

Mesmo antes da confirmação das inscrições, o exame deste ano já tinha a menor quantidade de inscritos desde 2007.

O total de inscrições confirmadas equivale a 77,5% dos 4 milhões de alunos que haviam se inscrito no exame. Para confirmar a inscrição, era necessário pagar a taxa, de R$ 85, até segunda-feira (19). Sem essa validação, a inscrição não era concluída.

 

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Educação

Em Carnaíba, alunos retornaram às aulas presenciais na quinta-feira

Publicado

em

Em Carnaíba,  a volta às aulas aconteceu na quarta-feira (21), com a live de acolhimento para a educação infantil, anos iniciais e anos finais.

Mas foi nesta quinta-feira (22) que as crianças viveram a emoção de voltar presencialmente para suas escolas.

Depois de mais de um ano, as aulas retornam ao modo presencial, embora ainda em sistema híbrido para as turmas com mais de 15 alunos, e para os alunos que as famílias preferirem continuar online.

Nos rostinhos, era fácil perceber a felicidade de voltar ao ambiente escolar, interagir com os colegas e ter os professores pertinho. Neste “novo normal”, mudaram as regras de convivência para o ambiente coletivo. Termômetro e álcool gel agora fazem parte da recepção, assim como o lavar as mãos e usar a máscara.

Todas as escolas municipais foram adequadas para receber as crianças observando os protocolos de segurança sanitária.

“Todos nós que fazemos a educação no município de Carnaíba estamos felizes e emocionados com o retorno de nossos estudantes à escola. Sonhávamos com esse momento de rever as escolas com a presença alegre de nossos pequenos”, destacou a secretária de Educação, Cecília Patriota.

“A carinha de felicidade das crianças, os olhinhos brilhando dos professores, nos fortalecem na certeza de estarmos defendendo o direito deles com o cuidado que sempre nos move”, concluiu a secretária, que fez questão de ir a várias escolas acompanhar esse retorno.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Educação

Aprendizado remoto foi insuficiente, dizem especialistas

Publicado

em

O modelo de ensino remoto adotado às pressas em 2020 em razão da pandemia ficou aquém em aprendizado, na comparação com o presencial, avaliam especialistas. “Todas as evidências levantadas até o momento, seja no Brasil, seja no exterior, demonstram que os estudantes deixaram de aprender durante a pandemia”, diz Alexandre Schneider, pesquisador do Centro de Estudos em Política e Economia do Setor Público da FGV.

Para o ex-secretário municipal de Educação de São Paulo, o modelo remoto não substitui perfeitamente o presencial, sobretudo no ensino básico. É preciso considerar o “elevado contingente de crianças e adolescentes em condições precárias, sem internet, sem dispositivos eletrônicos ou mesmo um lugar adequado para estudar”. Ele alerta para a necessidade de políticas educacionais e de apoio, como recuperação de conteúdos e acolhimento.

Anna Helena Altenfelder, presidente do Cenpec Educação, diz que a situação nas redes municipais é ainda mais preocupante. “Falta coordenação nacional, que deveria ser feita pelo MEC”, avalia. Ela analisa que a demora no retorno presencial às aulas se deve, principalmente, à falta de planejamento de Estados e municípios e ao atraso da vacinação em todo o País.

A rede cearense, que agenda o retorno presencial para agosto, vai colocar em curso uma estratégia de avaliação diagnóstica, apontada por especialistas como essencial para identificar as principais defasagens e grupos mais prejudicados.

Parceria entre a Secretaria da Educação e a Universidade Estadual (Uece) prevê uma avaliação amostral em todas as 184 cidades cearenses, com turmas do 5º ao 9º anos do ensino fundamental e o 3º do médio.

Conforme Jorge Lira, cientista-chefe da Educação do Estado, a amostra considera, por exemplo, o nível socioeconômico do aluno, tipo e modalidade da escola, localidade, gênero dos respondentes. Secretária executiva do Ensino Médio e Profissional da pasta cearense da Educação, Jucineide Fernandes afirma que as atividades letivas dos próximos meses serão orientadas conforme o que for observado nos testes.

Por:Notícia ao Minuto

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda

Trending