Conecte-se Conosco

Esporte

Amor, indiferença, esperaça e desilusão: Janela de tranferência fecha e novela Neymar pode não ter um final feliz

Publicado

em

 

Neymar chegou a ser paquerado pela Juventus, teve um breve namoro com o Real Madrid e foi pedido em casamento pelo Barcelona. 

Mas o PSG não estava em clima de romance e resolveu endurecer com o seu filho, ou melhor, o seu atleta.

Sua casa deve ser mesmo o Parque dos Príncipes para na próxima temporada. Isso porque a janela de transferência internacional, fechou nesta segunda-feira as 11h59, como não foi anunciada nenhuma negociação, o camisa 10 deve permanecer no clube parisiense. 

A relação entre Neymar, o PSG e a torcida já está insustentável e isso se deve ao  mau comportamento do jogador, desde que chegou a Paris, onde ele chegou a dar um soco em um torcedor após ser vice campeão da Copa da França.

Mas a gota d’água foi quando Neymar foi perguntado sobre um momento especial na sua carreira e o craque respondeu que foi um jogo pelo Barcelona, uma virada histórica na Liga dos Campeões. O detalhe é que o adversário era o PSG, seu atual clube.

A partir daí Neymar treina com os companheiros, só que não atuou mais pelo clube. 

Ele está em Miame com a Seleção Brasileira, se preparando para os amistosos contra Peru e Colômbia.

Neymar vive tempos de filho rebelde que quer ir embora de casa de qualquer maneira, mas  ele encontra muita dificuldade a cada tentativa, pois além de ser uma transferência cara, o time de Paris quer pagar na mesma moeda a cortesia com a qual foi tratado pelo jogador. 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.
Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Esporte

Família de Bruno Henrique é agredida por torcedores do Palmeiras em jogo em Curitiba

Publicado

em

Esposa do volante sofre com xingamentos e precisa ser escoltada na saída da Arena da Baixada

A família do volante Bruno Henrique sofreu com a pressão de alguns torcedores do Palmeiras após o empate em 1 a 1 com o Athletico-PR, na noite deste domingo, em Curitiba.

A reportagem entrou em contato com a assessoria do jogador, que confirmou o episódio e afirmou que a esposa do volante foi agredida.

Na saída do estádio, Bhel Dietrich foi reconhecida e xingada por alguns torcedores presentes no local. Ela, que assim como Bruno Henrique é do interior do Paraná, estava acompanhada no estádio por uma criança e por um senhor.

+ Leia mais notícias do Palmeiras

Como o Verdão retorna para São Paulo somente na segunda-feira, alguns atletas foram liberados para deixar o hotel na noite deste domingo.

Bruno Henrique e Bhel Dietrich já foram alvos de torcedores em duas oportunidades. No dia seguinte ao jogo contra o Flamengo, um vídeo viralizou na internet de um torcedor cobrando o atleta e sua esposa na rua.

Dias depois, membros de uma organizada chegaram a dar um tapa no carro do volante na entrada da Academia de Futebol, durante um protesto contra a fase do clube. Na ocasião, porém, os próprios torcedores desaprovaram o ato.

A principal organizada do Palmeiras tem feito protestos recorrentes, com alvos principais sendo o diretor Alexandre Mattos e o presidente Maurício Galiotte.

Por Felipe Zito

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Esporte

Brasil-RS e Sport não saem do zero e não se mexem na tabela da Série B

Publicado

em

Gaúchos e pernambucanos criaram muito pouco em Pelotas e somaram um ponto na classificação.

Assim como aconteceu na Ilha do Retiro, no primeiro turno, Brasil de Pelotas e Sport não conseguiram fazer um bom jogo na tarde deste domingo no Estádio Bento Freitas, em Pelotas. Com pouca criação, não tiraram o placar do zero e os goleiros Luan Polli e Carlos Eduardo tiveram pouco trabalho.

Primeiro tempo

A primeira etapa foi muito disputada com força e pouca qualidade na bola. Brasil-RS e Sport abusaram de cometer faltas e parar o jogo e com isso os goleiros pouco trabalharam. A não ser em lances de cruzamentos, mas sem nenhum perigo de cabeçada. No final do primeiro tempo, uma confusão marcou o jogo. Ednei deu uma entrada forte em Sander e recebeu o cartão amarelo. Os rubro-negros reclamaram pedindo vermelho. E os 45 iniciais acabaram sem gols.

Segundo tempo

O panorama se manteve no segundo tempo. O Brasil voltou um pouco melhor e em cinco minutos obrigou Luan Polli a fazer duas defesas, sendo uma delas muito boa. O Sport respondeu aos 10 minutos com um cruzamento de Sander que ninguém conseguiu empurrar para as redes e depois disso quase nada aconteceu. Luan Polli e Carlos Eduardo voltaram aos seus postos de espectadores. Carlos Eduardo trabalhou aos 40 minutos em finalização de Elton, que ainda teve a chance no rebote e mandou para fora. Sem inspiração, o placar em 0 a 0 deu o tom ao jogo.

Como fica?

Com o empate, nenhuma das duas equipes se mexe na tabela. O Sport segue na vice-liderança, agora com 53 pontos. São seis a menos que o Bragantino, que lidera o campeonato. O Brasil de Pelotas chegou aos 38 pontos e segue em 12º.

Próximos jogos

O Sport já entra em campo na próxima quarta-feira, quando recebe o Paraná, às 19h15, na Ilha do Retiro. Já o Brasil-RS, entra em campo às 16h30 do sábado, contra o Cuiabá, novamente no Bento Freitas. (Do GE PE)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Esporte

Em jogo de sete gols, Inter volta a encostar na Juventus

Publicado

em

O duelo no estádio Città del Tricolore, válido pela oitava rodada, representou ao clube de Milão, a superação diante de um adversário que costuma ser dos mais complicados

Depois de perder a invencibilidade diante da Juventus, em casa, na rodada anterior, a Internazionale voltou a vencer neste domingo ao bater o Sassuolo, longe de seus domínios, por eletrizantes 4 a 3 que mantiveram a equipe na cola da rival de Turim na luta pela taça do Campeonato Italiano.

O duelo deste fim de semana no estádio Città del Tricolore, válido pela oitava rodada, representou, para o clube de Milão, a superação diante de um adversário que costuma ser dos mais complicados, uma vez que havia vencido quatro dos últimos cinco encontros entre os times pela competição.

Foi a sétima vitória em oito compromissos da equipe de Antonio Conte, que só perdeu pontos justamente para a octacampeã Juventus, na derrota por 2 a 1 da rodada anterior, no Giuseppe Meazza.

Agora vice-líder, a Inter tem 21 pontos e volta a encostar na equipe de Cristiano Ronaldo, que no sábado passou pelo Bologna (2 a 1) e chegou aos 22. Já o Sassuolo, com um jogo a menos e próximo da zona de rebaixamento, tem seis pontos.

Sem Stefano Sensi nem Alexis Sánchez, lesionados, Lautaro Martinez e Romelu Lukaku foram os grandes responsáveis pela vitória do time de Milão, que parecia definida até os 29 minutos do segundo tempo, mas quase sofreu uma reviravolta.

O argentino abriu o placar bem no início, aos dois minutos. Mas aos 16 a equipe da casa resolveu manter a fama de pedra no sapato da Inter, com Berardi deixando tudo igual. Aos 38, Lukaku mandou o recado de que desta vez haveria de ser diferente e foi ainda mais contundente ao fazer o terceiro, de pênalti, nos acréscimos, e deixar seu time com boa vantagem no intervalo.

Tudo parecia resolvido aos 26 da etapa final, quando Lautaro converteu nova penalidade e transformou a já encaminhada vitória em goleada. Mas o cenário se modificou radicalmente quando Djuricic, aos 29, e Boga, aos 37, deram nova carga de tensão ao confronto.

Mesmo com mais volume de jogo, a tentativa de pressão dos anfitriões não resultou em novo empate e a vitória ficou mesmo com a Internazionale, que volta a campo no próximo sábado recebendo o Parma. Um dia antes, o Sassuolo visita o Verona.

Por Estadão Conteúdo

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda  

Trending