Conecte-se Conosco

Mundo

Após nova rejeição de acordo, Europa volta a discutir bretix

Publicado

em

Parlamento britânico barrou texto apresentado pela primeira-ministra britânica, Theresa May, pelo placar de 391 votos a 242, nesta terça-feira (12)

Parlamento Europeu volta hoje a debater o brexit, numa discussão que conta com o negociador-chefe da União Europeia (UE) e ocorre um dia após o parlamento britânico ter rejeitado novamente o acordo de saída do Reino Unido.

Além de Michel Barnier, o debate marcado para as 10h locais (6h no Brasil) conta também com a presença do presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, e será feito no âmbito da sessão plenária do Parlamento Europeu, em Estrasburgo, França.

Na ocasião, os eurodeputados irão analisar o novo veto e avaliar as suas consequências.

Nesta terça-feira à noite (12), o parlamento britânico barrou acordo de saída do Reino Unido da UE, com 391 votos contra e 242 votos a favor.

A primeira-ministra britânica, Theresa May, não conseguiu fazer passar o texto, apesar dos três documentos adicionados. Segundo o governo, eles tinham as alterações necessárias para conseguir uma maioria de deputados favorável

Na sequência, o líder do principal partido da oposição, Jeremy Corbyn, salientou que o acordo para o brexit está “claramente morto”.

“Esgotou o tempo e o relógio corre contra ela. É tempo de eleições gerais para que o povo britânico possa escolher o governo que quer ter”, disparou Corbyn. 

“UE fez tudo o que estava ao seu alcance”

Reagindo ao novo veto, Michel Barnier defendeu, também ontem à noite, que a UE fez tudo o que podia para ajudar à aprovação do acordo.

“O impasse [do brexit] só pode ser resolvido no Reino Unido. Os nossos planos de contingência para um não acordo são mais importantes do que nunca”, publicou ele, no Twitter.

Além do acordo de saída e da declaração política sobre as relações futuras, foram votados, no âmbito da proposta apresentada pela chefe de governo britânica, três novos documentos, que só foram finalizados ao fim da segunda-feira (11), em Estrasburgo, por Theresa May e pelo presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker.

O texto negociado com Bruxelas foi submetido ao parlamento britânico pela segunda vez, depois de ter sido barrado em 15 de janeiro, por uma margem de 230 votos, incluindo 118 de deputados do partido do governo, o Partido Conservador.

A rejeição por maioria esmagadora do documento é uma derrota pesada para a primeira-ministra do Partido Conservador, que negociou até ao último minuto o texto, de 600 páginas, podendo colocar em xeque a sua sobrevivência à frente do executivo britânico.

O maior partido da oposição, o Partido Trabalhista, mas também o Partido Democrata Unionista (DUP), partido norte-irlandês aliado do governo no parlamento, e os conservadores eurocéticos já tinham anunciado que iriam votar contra.

Depois da votação e rejeição, os deputados britânicos votam, também hoje, a possibilidade de o Reino Unido sair da União Europeia sem acordo, um cenário particularmente temido nos meios econômicos.

Se também essa possibilidade for afastada pela Câmara, será então votado se Londres pede aos líderes europeus um adiamento do brexit para depois da data prevista, de 29 de março.

Por Lusa

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

 

Mundo

Dezenas de tigres morrem após serem retirados de templo na Tailândia

Publicado

em

Durante anos, o templo de Wat Pha Luang Ta Bua, em Kanchanaburi (oeste), atraiu milhares de turistas para serem fotografados, após pagamento, com os tigres

Dezenas de tigres morreram após serem retirados por suspeita de maus-tratos num templo tailandês, que os usava como atração turística, disseram hoje as autoridades, referindo que em causa está uma anomalia genética relacionada à consanguinidade.

Durante anos, o templo de Wat Pha Luang Ta Bua, em Kanchanaburi (oeste), atraiu milhares de turistas para serem fotografados, após pagamento, com os tigres.

Entretanto, em 2016, os parques nacionais da Tailândia decidiram confiscar os grandes felinos, retirados do templo aos poucos, enquanto as acusações de abuso e exploração se multiplicavam.

Dezenas de bebês tigres mortos também foram encontrados em arcas congeladoras no mesmo local.

Membros de tigre, muito procurados na China e no Vietname pelas suas supostas propriedades medicinais, podem atingir preços astronômicos.

Os adultos foram transferidos para duas reservas na província vizinha de Ratchaburi, mas 86 dos 147 animais não sobreviveram.

“É possível que isso esteja relacionado à consanguinidade, foram encontradas anomalias genéticas que afetam o seu corpo e o seu sistema imunológico”, disse Pattarapol Maneeon, uma autoridade do parque nacional da Tailândia.

Muitos sofreram de paralisia da língua, problemas respiratórios e falta de apetite, o que se tornou fatal.

Muitos deles “já estavam em estado de estresse após o transporte e a mudança de habitat. Os problemas de saúde apareceram mais tarde”, disse outro funcionário, Sunthorn Chaiwattana.

Mas, alguns defensores dos animais questionam a qualidade dos cuidados prestados aos tigres desde a sua captura pelas autoridades.

“Honestamente, quem teria a capacidade de cuidar de tantos tigres de uma só vez?” denunciou Edwin Wiek, fundador da organização não-governamental “Wildlife Friends Foundation Thailand”.

Gaiolas demasiado pequenas promoveram a propagação de doenças, “não estando ao nível necessário para tantos tigres”, lamentou Wiek.

A Tailândia atrai dezenas de milhões de visitantes por ano e o turismo da vida selvagem é um enorme sucesso, muitas vezes à custa do bem-estar animal.

Os turistas podem optar por montar em elefantes, brincar com macacos ou posar para ‘selfies’ com tigres.

Os defensores da natureza continuam indignados com o fato de os animais serem acorrentados, mal cuidados e forçados a colaborar em espetáculos.

Por Notícias ao Minuto

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Mundo

Vendas de moradias na China têm expansão anual de 9,9%

Publicado

em

 

Já os investimentos no desenvolvimento de projetos imobiliários tiveram expansão anual de 10,5%

As vendas de moradias na China em valor avançaram 9,9% entre janeiro e agosto em relação a igual período do ano passado, segundo dados do Escritório Nacional de Estatísticas (NBS, na sigla em inglês) do país. O resultado mostra aceleração no setor imobiliário, uma vez que as vendas entre janeiro e julho haviam exibido ganho anual menor, de 9,2%.

Já os investimentos no desenvolvimento de projetos imobiliários tiveram expansão anual de 10,5% nos primeiros oito meses do ano, ante aumento de 10,6% de janeiro a julho.

As construções iniciadas – considerando-se tanto residências quanto propriedades comerciais – cresceram 8,9% no confronto anual do intervalo entre janeiro e agosto. Entre janeiro e julho, o avanço neste segmento havia sido de 9,5%. Fonte: Dow Jones Newswires.

Por Estadão Conteúdo

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Mundo

Trump confirma morte de Hamza o filho de Osama bin Laden, herdeiro da Al-Qaeda

Publicado

em

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, confirmou neste sábado (14/09/2019), a morte de Hamza bin Laden, o filho do terrorista Osama bin Laden, considerado seu herdeiro à frente da rede Al-Qaeda.

“Hamza bin Laden, o alto responsável da Al-Qaeda e filho de Osama bin Laden, foi abatido em uma operação de contraterrorismo realizada pelos Estados Unidos na região do Afeganistão e Paquistão”, disse Trump em um comunicado.

“A perda de Hamza bin Laden não somente priva a Al-Qaeda de sua autoridade e conexão simbólica com seu pai, assim como também debilita importantes atividades operativas do grupo”, acrescentou. “Hamza bin Laden planejou e trabalhou com diversos grupos terroristas”. Fonte: Metrópoles

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Trending