Conecte-se Conosco

Educação

Após raspar o cabelo para celebrar aprovação, jovem perde vaga em Universidade

Publicado

em

Da euforia da aprovação no vestibular de medicina para a frustração de ter de voltar para a lista de espera. O oposto de sentimentos foi vivido em cerca de 24 horas pelo jovem Gabriel Zimermann, de 20 anos, nesta semana.
O estudante (que tenta passar no vestibular para um dos cursos mais concorridos do país há 4 anos), foi um dos 31 nomes que passaram da lista de aprovados para a lista de espera da Universidade Federal do Paraná (UFPR) nesta quarta-feira (1º/9). O centro de ensino explicou — por meio de nota — que a retificação foi necessária “em virtude de uma falha ocorrida no processamento dos resultados”.
Zimermann não está sozinho nesta agonia. Segundo a própria UFPR, os nomes dos 31 candidatos que voltaram para a lista de espera estão distribuídos em sete cursos: uma vaga em Odontologia, Fisioterapia, Biomedicina e Medicina Veterinária. Duas vagas em Direito. 21 vagas em Medicina no campus de Curitiba e quatro vagas em Medicina no campus de Toledo.
A Universidade lamentou o erro, afirmou que abrirá sindicância para apurar o caso e lembrou que “se tratou de uma falha pontual que não afeta a idoneidade do Processo Seletivo e, tampouco, a integridade do sistema de processamento”.
Frustração
Em entrevista ao portal G1, Zimermann contou que celebrou com a família após conferir o nome na lista dos aprovados ainda na terça-feira (31/8). Na ocasião, até raspou a cabeça. No dia seguinte a universidade retificou os resultados. “Abri e reabri umas cinco vezes [a lista] para ter certeza. Não conseguia acreditar. Não sabia nem o que pensar. […] Foi a noite inteira sem conseguir dormir, fiquei muito triste mesmo”.
“Eu fico bem decepcionado mesmo. É porque a gente não sabe muito o que pensar. Só espero que de alguma maneira o Núcleo de Concurso possa encontrar uma solução, dar uma explicação melhor, porque não sou só eu”, conclui o estudante.
Leia na íntegra o comunicado da UFPR
“A Universidade Federal do Paraná (UFPR), por meio do Núcleo de Concursos (NC/UFPR), publicou na noite desta quarta-feira, 01/09/2021, uma versão retificada da lista de aprovados no Processo Seletivo 2020/2021.
 
A retificação foi necessária em virtude de uma falha ocorrida no processamento dos resultados, que fez com que deixassem de ser computados os ajustes nas notas de produção de texto decorrentes de recursos interpostos por candidatos e que, após a análise por parte da Banca Examinadora, foram deferidos.
 
A falha foi identificada logo após a divulgação da primeira lista, ainda na tarde de terça-feira (31/08/2021), tornando necessária a substituição de 31 dos 4.229 nomes que constavam nesta lista por outros que não estavam listados.
 
Essas 31 vagas estão distribuídas por sete cursos, do total de 127 ofertados pela UFPR, da seguinte forma:
 
Odontologia, Fisioterapia, Biomedicina e Medicina Veterinária (Curitiba): 1 vaga em cada curso;
  • Direito (manhã): 2 vagas;
  • Medicina (Curitiba): 21 vagas; e,
  • Medicina (Toledo): 4 vagas.
O NC/UFPR lamenta profundamente o ocorrido e reforça que se tratou de uma falha pontual que não afeta a idoneidade do Processo Seletivo e, tampouco, a integridade do sistema de processamento.
 
Chamadas complementares e matrículas
Cumpre ressaltar que, historicamente, a UFPR faz uma ou mais Chamadas Complementares para muitos dos cursos que oferece anualmente. Os candidatos devem ficar atentos a essas Chamadas Complementares, que abrirão a possibilidade de ingresso de mais alunos nos cursos em questão, bem como em todos os demais cursos da universidade.
 
A UFPR informa, ainda, que o prazo para o processo de envio de documentos para o registro acadêmico se estenderá até as 23h59min do dia 08/09/2021.
 
As informações sobre o desempenho individual dos candidatos também já estão disponíveis no site oficial do NC/UFPR.
 
A falha
No Processo Seletivo UFPR 2020/2021 que foi realizado em fase única, dos recursos referentes à prova de produção de textos, 467 foram deferidos, resultando no incremento na nota desses candidatos.
 
Para a incorporação desses incrementos às notas dos candidatos foi construído um programa capaz de rodar os ajustes preservando a integridade do banco de dados.
 
Antes da divulgação das notas finais de todos os candidatos o referido programa foi executado, verificando-se a sua integridade. O banco de dados foi, então, processado, desta feita, para incorporar as notas dos recursos deferidos. Entretanto, por uma falha no processamento, o comando commit não foi executado, fazendo com que o banco de dados retornasse ao seu estado anterior.
 
Lamentavelmente, esta falha somente foi percebida após a divulgação da lista de aprovados, momento em que, por medida de segurança, o NC/UFPR suspendeu os passos subsequentes do processo, tais como, a divulgação do desempenho individual e a abertura do processo de envio dos documentos para o registro acadêmico, até que se tivesse a certeza da ocorrência e da solução a ser implementada.
 
A UFPR informa aos candidatos e à comunidade que já determinou a instalação de Comissão de Sindicância para apurar todos os fatos e eventuais responsabilidades”.
Por:Diario de Pernambuco

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Educação

Bolsonaro libera participação no Prouni de alunos de escolas privadas sem bolsa

Publicado

em

O presidente Jair Bolsonaro editou uma medida provisória (MP) que libera a participação no Programa Universidade Para Todos (Prouni) para alunos de escolas privadas que não tiveram bolsa. Antes, a participação só era permitida para quem estudou em escola pública ou quem teve bolsa integral em instituições particulares.

A MP altera a lei que criou o Prouni, de 2005, e cria diversas novas possibildiades de participação no programa, como para alunos que estudaram parcialmente em escolas públicas e parcialmente em escolas particulares, com bolsa integral, parcial ou nenhuma bolsa.

O texto foi publicado nesta terça-feira (7) no Diário Oficial da União (DOU). Uma medida provisória tem validade imeditada, mas precisa ser aprovada pela Câmara e pelo Senado no prazo de 120 dias. Os parlamentares podem fazer alterações no texto.

De acordo com comunicado da Secretaria-Geral da Presidência, “a iniciativa busca ampliar a abrangência das condições de acesso às bolsas de estudo Prouni, alcançando, assim, estudantes egressos do ensino médio privado que foram pagantes ou bolsistas parciais”.

Outra alteração feita pela MP foi a revogação de um artigo da lei de 2005 que determinava que “a instituição de ensino superior (…) somente poderá ser considerada entidade beneficente de assistência social se oferecer, no mínimo, 1 (uma) bolsa de estudo integral para estudante de curso de graduação” para cada nove estudantes pagantes.

Fonte: Folha PE

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Educação

Presidente altera legislação do Programa Universidade para Todos

Publicado

em

O presidente Jair Bolsonaro assinou, nessa segunda-feira (6), medida provisória (MP) que altera o Programa Universidade para Todos (Prouni), que concede bolsas de estudo integrais e parciais em faculdades particulares.
De acordo com a Secretaria-Geral da Presidência, a medida busca ampliar o acesso a estudantes egressos do ensino médio privado que fizeram o curso com bolsas parciais. Na seleção, também está incluída a possibilidade de dispensa de apresentação do documento que comprovem a renda familiar e a situação de pessoas com deficiência, quando as informações estiverem disponíveis em bancos de dados de órgãos do governo.
Além disso, houve alteração na reserva de cotas destinadas a negros, povos indígenas e pessoas com deficiência. Com a medida, o percentual de pretos, pardos ou indígenas e pessoas com deficiência será considerado de forma isolada, e não mais em conjunto.
A MP também prevê a inclusão de penalidade de suspensão imposta para quem descumpre as obrigações assumidas no termo de adesão e a readmissão da mantenedora da universidade punida com a desvinculação.
Segundo o órgão, as alterações têm o objetivo de “ampliar as políticas de inclusão na educação superior, diminuindo a ociosidade na ocupação de vagas antes disponibilizadas, e promover o incremento de mecanismos de controle e integridade e a desburocratização”.
Por:Diario de Pernambuco

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Educação

Edital de residência médica será publicado até 17/12 no Diário Oficial de Pernambuco

Publicado

em

No último sábado (04/12), foi publicado no Diario Oficial de Pernambuco o aviso do edital dos Programas de Residência Médica e em Área Profissional de Saúde para 2022.

As inscrições, que deverão ser realizadas exclusivamente pelo www.upenet.com.br, terão início no dia 18/12/2021 e seguem até 09/01/2022.

O edital com todas as informações será lançado até o dia 17/12/2021.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

 

Continue lendo
Propaganda

Trending