Conecte-se Conosco

Entretenimento

Casados há 67 anos, idosos dão lição de amor e convivência

Publicado

em

Hélio e Carmem Vasco se casaram quando tinham 24 e 18 anos, respectivamente. Eles dizem que a relação melhorou ao longo de décadas de união.

Poderia ser o enredo de um livro ou de um filme, mas a vida real superou a ficção. Os personagens do romance são Hélio e Carmem Vasco, que vivem em Igarassu, no Grande Recife, e tinham, respectivamente, 24 e 18 anos quando se casaram. Depois de 67 anos de união, eles se mantêm apaixonados. 

Quando se conheceram, Carmem tinha 13 anos. Hélio, com 19, esperou que ela completasse 15 anos para começar a namorar. A paciência também ajudou na hora de dar o primeiro beijo, só depois do noivado.

“Ele sempre me respeitou, aí quando noivou, papai já tinha concedido, ‘tava’ certo”, conta Carmem, que atualmente tem 85 anos e se recupera de um Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Durante os três meses de internação da esposa, Hélio nunca sofreu tanto com a ausência da companheira. “Eu não fui ao hospital nenhuma vez quando ela estava internada. Eu não aguentava. Eu iria chorar, eu me emociono demais”, diz.

A saudade também tomava conta de Carmem quando o marido, que trabalhava como vendedor, viajava para negociar pneus. A esposa vivia entre a saudade, o ciúme e o cuidado com os cinco filhos.

Ao completar 60 anos de casados, eles fizeram um ensaio fotográfico para comemorar o tempo juntos. “Acho que é a sinceridade e o respeito”, diz Carmem, quando questionada sobre o segredo de uma relação intensa.

Exemplo

A relação de Hélio e Carmen inspira a família e pessoas que conhecem o casal. “Chama a atenção a cumplicidade desse cuidado tanto dela com ele, tanto dele com ela”, diz a empresária Maria de Fátima Vasco, uma das filhas do casal.

Um dos cenários que simbolizam a relação de Hélio e Carmem virou um espaço para celebração de novas uniões. Em uma capela, construída pelo idoso em Nova Cruz, em Igarassu, o casal viveu grande momentos, entre namoro e noivado.

Agora, outros noivos vão ao local trocar o “sim” e alianças de casamento. “A gente espera ficar eternamente e envelhecer juntos”, diz o instrutor de autoescola Alan Robson Ribeiro. “A tendência é essa, passar o resto da nossa vida juntos”, diz a companheira de Alan, a secretária Taís Andréa.  Por Beatriz Castro, TV Globo

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Entretenimento

Anavitoria e Tiago Iorc estão entre os premiados do Grammy Latino

Publicado

em

Veja os vencedores da edição 2019 da premiação

A cerimônia de premiação da 20ª edição do Grammy Latino aconteceu na noite desta quinta-feira (14) no MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas, e teve a presença de artistas brasileiros como a cantora Anitta, Anavitoria e Tiago Iorc.

Na performance de abertura, a funkeira se apresentou cantando em espanhol “La Vida Es Un Carnaval” da artista cubana Celia Cruz, falecida em 2003.

Entre os brasileiros premiados, a dupla Anavitoria levou a estatueta de melhor álbum de pop e o cantor Tiago Iorc o de melhor canção em língua portuguesa. Além deles, foram premiados também Baiana System, Mart’Nália, Gilberto Gil, Marília Mendonça e Hermeto Pascoal.

O destaque da noite foi a cantora espanhola Rosalía, que além de levar o prêmio principal de melhor álbum arremeteu mais outras quatro estatuetas.

Os indicados ao Grammy Latino são selecionados pelo voto de criadores de música de todo o mundo, que integram a Academia Latina de Gravação, entre artistas, compositores, músicos e produtores, que escolheram entre cerca de 15 mil inscrições para 50 categorias. Veja os vencedores das principais categoria (sinalizado asterisco):

Canção do ano

“Calma” – Pedro Capó*

“Desconstrução” – Tiago Iorc

“El País” – Rubén Blades 

“Kitipun” – Juan Luis Guerra 4.40  

“Mi Persona Favorita” – Alejandro Sanz e Camila Cabello

“No Tengo Nada” – Alexandro Sanz

“Quédate” – Kany Garcia e Tommy Torres

“Querer Mejor” – Juanes feat. Alessia Cara

“Un Año” – Sebastian Yatra feat. Reik

“Ven” – Fonseca

Gravação do ano

“Parecen Viernes” – Marc Anthony

“Verdades Afiladas” – Andrés Calamaro

“Ahí Ahí” – Vicente Garcia

“Kitipun” – Juan Luis Guerra 4.40

“Querer Mejor” – Juanes feat. Alessia Cara

“La Plata” – Juanes feat. Lalo Ebratt

“Aute Couture” – Rosalía

“Mi Persona Favorita” – Alejandro Sanz e Camila Cabello*

“No Tengo Nada” – Alexandro Sanz

“Cobarde” – Ximena Sariñana

Melhor álbum de música urbana 

“Kisses” – Anitta

“X 100PRE” – Bad Bunny*

“Mi Movimiento” – De La Ghetto

“19” – Feid

“Sueños” – Sech

Melhor álbum instrumental 

“Balance” – Gustavo Casenave*

“Saxofones Live Sessions” – Cuban Sax Quintet

“Folia de Treis” – Edu Ribeiro, Fábio Peron, Toninho Ferragutti

“Unbalanced Concerto for Ensemble” – Moisés P. Sanchez

“Yo Soy la Tradicion” – Miguel Zenón feat. Spektral QuartetMelhor álbum de jazz latino

“Turning Pages” – Claudia Acuña

“Elemental” – Branly, Ruiz & Haslip

“Dos Orientales” – Hugo Fattoruso & Tomohiro Yahiro

“Rio – São Paulo” – André Marques

“Jazz Batá 2” – Chucho Valdés

Melhor álbum cristão em português 

“Gente” – Priscilla Alcântara

“Sagrado” – Adriana Arydes

“Guarda Meu Coração” – Delino Marçal*

“Preto no Branco 3” – Preto no Branco

“360º” – Eli Soares

Melhor álbum de pop contemporâneo em português

“O Tempo é Agora” – Anavitória*

“Tarântula” – As Bahias e a Cozinha Mineira

“Todxs” – Ana Cañas

“Para Dias Ruins” – Mahmundi

“Selfie” – Jair Oliveira

Melhor álbum de rock em português

“Vulcão” – The Baggios

“O Futuro Não Demora” – BaianaSystem*

“O Céu Sobre a Cabeça” – Chal

“Goela Abaixo” – Liniker e os Caramelos

“Matriz” – Pitty

Melhor álbum de samba/pagode

“Canta Sereno e Moa” – Nego Álvaro

“Mart’nália canta Vinicius de Moraes” – Mart’nália*

“De Todos os Tempos” – Monarco

“Em Sua Direção” – Péricles

“Anaí Rosa Atraca Geraldo Pereira” – Anaí Rosa

Melhor álbum de MPB 

“O Amor no Caos” – Zeca Baleiro

“Canta Tito Madi” – Nana Caymmi

“Tudo é Um” – Zélia Duncan

“Tempo Mínimo” – Delia Fischer

“OK OK OK” – Gilberto Gil*

“Besta Fera” – Jards Macalé

Melhor álbum sertanejo

“Hora Certa” – Paula Fernandes

“Francis & Felipe” – Francis & Felipe

“Em Todos os Cantos” – Marília Mendonça*

“Live Movel” – Luan Santana

“Ao Vivo em São Paulo” – Mano Walter

Melhor canção em língua portuguesa 

“Ansiosos Pra Viver” – Mestrinho

“Desconstrução” – Tiago Iorc*

“Etérea” – Criolo

“Mil e Uma” – Arnaldo Antunes & Claudia Brant

“Sem Palavras” – Mário Laginha & J.(POR FOLHAPRESS)

 

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Entretenimento

Cultura e turismo de Serra Talhada são destaques no 14º Encontro Nordestino de Xaxado

Publicado

em

Serra Talhada vivenciou mais uma edição do Encontro Nordestino de Xaxado. O evento, que é realizado há 14 anos pela Fundação Cultural Cabras de Lampião, aconteceu de 06 a 10 de novembro na Estação do Forró, Pátio da Feira Livre, escolas da rede pública de ensino e Sitio Passagem das Pedras, local de nascimento de Lampião, o Rei do Cangaço. Cerca de 3 mil pessoas por noite prestigiaram o evento.

Com apoio da Prefeitura Municipal de Serra Talhada e do Governo do Estado de Pernambuco, através do Funcultura/ Fundarpe / Secretaria de Cultura, o Encontro incluiu apresentações culturais, oficina de Xaxado, feira de livros e artesanatos, mostra de comedoria sertaneja e cinema, além de vários shows com artistas consagrados, como Adiel Luna, Assisão, Mestre Baixinho dos Oito Baixos e Ricco Serafim, Henrique Brandão e Cesar Amaral.

Representando a cultura de Serra Talhada, se apresentaram diversos grupos da cidade: Grupo de Xaxado Cabras de Lampião, Grupo de Danças Gilvan Santos, Grupo As Belas da Vila, Grupo de Xaxado Zabelê, Grupo Herdeiros do Xaxado, Grupo de Xaxado do CRI Beatriz Simões, Grupo Cabras da APAE, Sertão Frevo e Mistura Pernambucana.

Durante o Encontro o potencial turístico de Serra Talhada também foi evidenciado, através da exibição de um documentário e distribuição do material que compõe a Campanha de Divulgação Turística do Município, produzida pela SEDETUR em parceria com a MPTUR, que difunde os atrativos turísticos da cidade e convida os turistas a desfrutarem de uma experiência única na Capital do Xaxado, que integra a Região Cangaço e Lampião no Mapa do Turismo Brasileiro.

Com o tema “Serra Talhada: viva a cultura e o turismo”, a campanha foi apresentada recentemente no seminário Bora Pernambucar – Turismo de Canto a Canto, promovido pela Secretaria Estadual de Turismo, na sexta-feira (08/11) em Triunfo. As ações da campanha também estão sendo divulgadas em diversas cidades, a exemplo de Recife e João Pessoa, como forma de atrair o público para conhecer o potencial da Capital do Xaxado.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Entretenimento

Padre Marcelo deve receber indenização de autora que o acusou de plágio

Publicado

em

O líder religioso poderá receber R$ 50 mil

Em abril deste ano, a venda do livro “Ágape” (2010), do padre Marcelo Rossi, 51, teve a sua publicação, distribuição e venda suspensa a pedido do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. A decisão era em favor da autora Izaura Garcia de Carvalho Mendes, que dizia ter sido vítima de plágio.

No mês seguinte, no entanto, ela foi presa junto de suas duas advogadas por suspeita de fraude pelo caso. Mendes acionou a Justiça afirmando que o trecho “Perguntas e Respostas – Felicidade! Qual É?”, do livro de Marcelo Rossi, era de autoria dela e que havia sido publicado em seu livro, “Nunca Deixe de Sonhar”, de 2002. Em “Ágape”, a autoria do trecho era atribuída a madre Teresa de Calcutá.

Após a prisão da escritora, o mesmo tribunal acatou um novo recurso para que o padre e a editora Globo recebam os valores perdidos com a falta de distribuição do livro e, ainda, que sejam indenizados por danos morais no valor de R$ 50 mil.

Assim que Mendes acusou o padre de plágio, a polícia iniciou uma investigação e concluiu que o registro apresentado pela escritora era falso. “Nós não precisamos de um exame muito aprofundado para identificar que ele foge muito do padrão adotado pela Biblioteca Nacional”, afirmou Igor Calaça Martins, coordenador do Escritório de Direitos Autorais da biblioteca ao “Fantástico” (TV Globo).

Diante da constatação, a polícia prendeu Mendes e suas duas advogadas por formação de quadrilha, denunciação caluniosa, estelionato e uso de documento falso. As três estão respondendo ao crime em liberdade. 

A escritora ainda foi condenada a devolver mais de R$ 150 mil pelas perdas sofridas. (POR FOLHAPRESS)

 

 

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

 

Continue lendo
Propaganda  

Trending