Conecte-se Conosco

Mundo

China confina cidade com 5 milhões de habitantes após detectar surto

Publicado

em

Cerca de 5 milhões de habitantes de Xiamen, no sudeste da China, foram hoje (14) colocados em confinamento, após terem sido detectados 32 casos de covid-19, naquela que é uma das mais populosas cidades da província de Fujian.

No total, a província de Fujian registrou 60 novos casos nas últimas 24 horas, incluindo um assintomático.

Análises preliminares citadas pela imprensa local indicam a presença da variante Delta entre os contagiados.

O jornal The Paper alertou para a entrada em vigor, a partir da última meia-noite local (horário local), da suspensão dos serviços de ônibus de longa distância, no âmbito de uma série de medidas, que incluem o regresso às aulas online, em todos os níveis de ensino, e o fechamento de vários locais públicos.

A imprensa local também informou que todos os complexos residenciais de Xiamen permanecerão “fechados”, para evitar que os moradores saiam. Apenas viajantes com teste negativo terão acesso ao aeroporto da cidade, feito, no máximo, 48 horas antes da partida.

De acordo com o jornal South China Morning Post, de Hong Kong, todas as celebrações e eventos do Festival do Meio de Outono, que ocorrem no próximo dia 21, foram cancelados, enquanto as reuniões com grande número de pessoas, como casamentos, foram proibidas. Os funerais devem ser realizados de “maneira simples”, disseram as autoridades.

As cidades de Putian e Quanzhou (esta última, com mais de 6 milhões de habitantes), também na província de Fujian, registraram casos positivos, como parte do mesmo surto.

No caso de Putian – onde começa hoje a ser feita uma campanha massiva de testes – a imprensa local informou que as infecções estão concentradas numa escola e numa fábrica de calçado.

Nessa segunda-feira (13), as autoridades afirmaram que o surto deve alastrar-se a outras regiões do país, mas que poderão controlá-lo antes do início do feriado da “semana dourada”, que se realiza no início de outubro.

A China pratica uma estratégia de tolerância zero contra o novo coronavírus, que envolve rígido controle sobre entradas no país, com quarentenas de até três semanas e vários exames, além da realização de testes em massa, nos locais onde é detectado novo surto.

O país somou 95.340 casos e 4.636 mortos desde o início da pandemia.

A covid-19 provocou pelo menos 4.627.854 mortes em todo o mundo, entre mais de 224,56 milhões de infecções pelo novo coronavírus registradas desde o início da pandemia.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detectado no fim de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, a Índia, África do Sul, o Brasil e o Peru.

Por:Agência Brasil

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

 

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Mundo

Polícia investiga misterioso homicídio de três crianças na Nova Zelândia

Publicado

em

Três crianças que tinham acabado de se mudar da África do Sul para a Nova Zelândia morreram no que a polícia considera ser um caso de homicídio.

As autoridades explicaram, citadas pela Associated Press, que não estavam à procura de nenhum possível suspeito além dos envolvidos no incidente na noite de quinta-feira numa casa na cidade de Timaru, na Ilha do Sul.

Os serviços de emergência encontraram uma mulher na mesma moradia que foi hospitalizada em condição estável.

A polícia disse que as crianças eram dois gêmeos de três anos e uma de sete anos, todos irmãos. Os envolvidos tinham-se mudado recentemente da África do Sul para a Nova Zelândia e saíram de uma instalação de quarentena obrigatória devido à Covid-19 a semana passada.

Numa curta conferência de imprensa esta sexta-feira, a polícia disse que a investigação está em estado inicial e que ainda não é possível divulgar mais detalhes, incluindo os nomes das crianças ou a causa da morte.

O inspetor Dave Gaskin, comandante da área de Aoraki, disse que as mortes eram “incrivelmente angustiantes” para os residentes de Timaru, principalmente depois de cinco adolescentes da mesma cidade terem morrido num acidente rodoviário no mês passado.

Segundo o site de notícias local Stuff, os vizinhos Karen e Brad Cowper ligaram para a polícia pouco depois das 22h, quando ouviram um homem gritando e chorando. Os vizinhos disseram que quando lhe perguntaram se estava bem, ele só disse: “Isto está realmente acontecendo?”.

A família estava morando numa região de habitação para funcionários hospitalares e tanto o homem como a mulher são profissionais de saúde.

(Fonte Mundo ao minuto)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Mundo

Alerta de possível explosão de vulcão na África pode provocar tsunami no litoral de Pernambuco

Publicado

em

Um vulcão existente no litoral da África entrou em estado de alerta para uma possível erupção. Segundo especialistas se ocorrer uma erupção seguida de explosão é provável que ocorra um tsunami que atingiria todo litoral do Brasil, sobretudo a costa do Nordeste, onde fica Pernambuco, Alagoas, Paraíba, Sergipe, Rio Grande do Norte e Bahia.

A possibilidade de ocorrer o tsunami ainda é considerada remota, mas real e alarmante. Existem quatro níveis de alerta de erupção, o vulcão da costa africana está no estágio 2. O terceiro nível é considerado máximo e quarto quando a erupção já está em andamento.

Ocorrendo uma erupção explosiva, a onda de choque provocaria a formação de tsunamis que atingiriam todo o Atlântico, dos Estados Unidos ao Sul do Brasil. As áreas mais atingidas seriam o Caribe, Golfo do México e Nordeste brasileiro, que experimentaria ondas de até cinco metros de altura.

Por:PE notícias

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Mundo

Mulher morre após ser arrastada por metrô por causa de coleira de cão

Publicado

em

A mulher norte-americana saiu de uma vagão e não percebeu que seu cão ficou do outro lado

Uma mulher morreu depois de as portas do metro terem se fechado entre ela e o seu cão, prendendo a coleira do animal e arrastando-a. O acidente aconteceu na cidade de São Francisco, no estado da Califórnia, na última segunda-feira.

A mulher, identificada como Amy Adams, de 41 anos de idade, estava presa ao cão através de uma coleira mãos-livres (que se prende à cintura ou ao torso do dono).

De acordo com o Huffington Post, a mulher saiu do vagão “no último segundo” e o cão ficou no interior. As portas fecharam-se e a norte-americana não percebeu que o animal estava a bordo, pois “parecia estar acenando a alguém”.

Quando a composição saiu, a norte-americana foi arrastada pela plataforma. “O comboio saiu com o cão dentro e a mulher foi arrastada da plataforma até às linhas”, indicaram as autoridades em comunicado.

A polícia está investigando o acidente, que deixou os passageiros presentes em choque. “Foi muito traumático. Toda mundo ficou em choque”, indicou uma testemunha às estações de televisão locais.

Por Notícias ao Minuto Brasil

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais Facebook, Twitter e Instagram. Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda

Trending