Conecte-se Conosco

Esporte

Corinthians leva empate no fim e mostra que crise política se estende ao campo

O empate por 2 a 2 com o Atlético Goianiense abriu a oitava rodada do Brasileirão.

Publicado

em

Se nos bastidores, a crise política, com seguidas notícias ruins nos últimos dias, incluindo a saída do patrocinador master, a Vai de Bet, está instalada, dentro de campo as coisas também não têm dado certo para o Corinthians. O time paulista abriu 2 a 0, com bonitos gols de Yuri Alberto, mas levou o empate do Atlético Goianiense nesta terça-feira, em Goiânia, graças a duas trapalhadas de seus defensores. O empate por 2 a 2 abriu a oitava rodada do Brasileirão.

De saída para o Nottingham Forest, da Inglaterra, Carlos Miguel foi titular e personagem importante na partida. Ele garantia a vitória fora de casa até os minutos finais, quando Hugo errou o domínio, perdeu a bola e cometeu pênalti infantil que Shaylon converteu.

Minutos antes, Cacá, que fazia boa partida, já havia marcado contra. Esses dois erros, além da expulsão tola de Gustavo Henrique, que levou dois amarelos ainda no primeiro tempo, ofuscaram a excelente atuação de Yuri Alberto, o autor dos dois gols corintianos, um em cada tempo.

O futebol não era bom, o time paulista estava sendo dominado, mas a vitória parecia assegurada. Até que os defensores, em péssima noite em Goiânia, atrapalharam a equipe de António Oliveira, provando que as notícias são ruins fora e dentro de campo, com dívida, saída de jogadores, patrocinador e atraso de salários.

Mesmo apostando num futebol pragmático, de bolas longas, o Corinthians abriu dois gols de vantagem. O time alvinegro foi às redes graças à competência e à eficiência de Yuri Alberto, que se virou no ataque contra os zagueiros e fez mais uma boa partida, consolidando-se como um dos principais nomes do elenco.

Num dos muitos chutões, Cacá encontrou Yuri Alberto, que cortou para a esquerda e, da entrada da área, acertou chute certeiro, rasteiro e forte, no canto esquerdo. Ele encontrou o único espaço possível para finalizar e ir às redes.

A tranquilidade gerada pelo gol foi curta porque Gustavo Henrique, num ato de pouca inteligência, puxou Martínez sem disputar a bola, levou o segundo cartão amarelo e foi expulso aos 33 minutos, o que fez o Corinthians voltar a ser empurrado para trás.

Na etapa final, a pressão dos goianos seguiu. Foram muitas finalizações, mas, novamente, foram os visitantes, com Yuri Alberto, que marcaram. Outro bonito gol, desta vez com o pé direito, após assistência de Garro.

O Atlético insistiu, desperdiçou um caminhão de chances, finalizou mais de 20 vezes, mas foi premiado pela insistência. Cacá fez contra aos 16 e, no fim, Hugo derrubou Max dentro da área. Shaylon bateu no meio, à meia altura, e assegurou o empate no Antônio Accioly.

As decisões erradas impediram que o Corinthians abrisse distância da zona de rebaixamento. O time tem seis pontos, conquistou apenas uma vitória na competição e até deixou o grupo dos quatro piores, mas momentaneamente. Podem, ao fim da rodada, retornar à zona do descenso, onde está o Atlético, que tem a terceira pior campanha do Brasileirão, com cinco pontos.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-GO 2 X 2 CORINTHIANS

ATLÉTICO-GO – Ronaldo; Maguinho (Bruno Tubarão), Adriano Martins, Alix Vinícius (Alejo Cruz) e Guilherme Romão; Lucas Kal, Rhaldney (Danielzinho), Gabriel Baralhas (Max) e Shaylon; Emiliano Rodríguez (Vagner Love) e Luiz Fernando. Técnico: Jair Ventura.

CORINTHIANS – Carlos Miguel; Matheuzinho, Gustavo Henrique, Cacá e Hugo; Raniele, Breno Bidon (Gabriel Moscardo) e Rodrigo Garro; Igor Coronado (Caetano), Wesley (Giovane) e Yuri Alberto (Fausto Vera). Técnico: António Oliveira.

GOLS – Yuri Alberto, aos 14 minutos do primeiro tempo. Yuri Alberto, aos 16 minutos, Cacá (contra), aos 18, e Shaylon, aos 46 do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Baralhas, Garro, Guilherme Romão e Carlos Miguel.

CARTÃO VERMELHO – Gustavo Henrique.

ÁRBITRO – Paulo Cesar Zanovelli (MG).

PÚBLICO E RENDA – não disponíveis.

LOCAL – Estádio Antônio Accioly, em Goiânia.

Foto Getty

Por Estadão

           

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9155-5555.

Esporte

Fortaleza vence Flamengo, que dá adeus à liderança do Brasileirão

Publicado

em

O Flamengo tropeçou pela segunda vez seguida no Maracanã e não é mais líder do Brasileirão. Nesta quinta-feira (11), o Rubro-Negro perdeu para o Fortaleza por 2 a 1 e se manteve nos 31 pontos, perdendo a ponta para o Palmeiras. O Fortaleza foi aos 26 e encostou no G6.

Com informações do portaljogada10

Foto Matheus Amorim/FEC

           

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9155-5555.

Continue lendo

Esporte

‘Quer também?’, disse PM a outros atletas após atirar, segundo goleiro baleado

Ramón Souza foi atingido por uma bala de borracha na coxa esquerda.

Publicado

em

O goleiro Ramón Souza, 22, atingido por uma bala de borracha na coxa esquerda dentro de campo após o jogo entre Grêmio Anápolis e Centro Oeste, afirmou em depoimento à polícia que o PM que o baleou também ameaçou outros atletas durante o tumulto.

No relato registrado no boletim de ocorrência, Ramón afirma que pediu ao policial que abaixasse a sua arma, mas foi atingido logo em sequência, momento em que saiu gritando e correndo com dor. Enquanto isso, afirma o goleiro, o policial perguntava aos outros jogadores: ‘Quer também?’, com a arma apontada na direção deles.
O atleta foi socorrido e foi feito um procedimento de sutura dentro da ambulância, sob o comando do médico do Grêmio Anápolis.

De acordo com Ramón, a confusão começou com uma discussão entre um gandula e um jogador adversário, o que gerou o tumulto entre os times. O goleiro afirmou que a confusão já tinha cessado quando foi atingido e que o policial empurrou um atleta do time e também esbarrou o ombro em Ramón ainda no início do tumulto.

A mãe do atleta afirmou à Folha de S.Paulo que ele não jogará mais durante a Divisão de Acesso do Campeonato Goiano por conta do ferimento e que, devido à grande perda de sangue, chegou a desmaiar em campo.

“Estava muito calado, acho que com uma tristeza muito grande. Ele sangrou muito e desmaiou em campo. Ele disse que queimava muito, doía muito, perdeu as forças. A ambulância demorou bastante para fazer o socorro, mas, graças a Deus, ainda assim foi um grande livramento. Eu não consegui pregar o olho e fico imaginando se fosse em outro lugar, se esse policial atira na barriga dele, coisa assim, poderia ter causado algo muito mais sério”, lamentou Carliane.

O advogado Paulo Pinheiro, do Grêmio Anápolis, está acompanhando o goleiro durante depoimento na delegacia na manhã desta quinta-feira (11). Ramón passou por exame de corpo de delito ainda durante a noite desta quarta (10).

Segundo Pinheiro, será feita a representação na corregedoria da Polícia Militar, bem como os atos necessários na Justiça Desportiva e na Justiça comum para buscar reparação.

A Polícia Militar informou, por meio de nota, que foi determinada a abertura de um procedimento administrativo para apurar os fatos com rigor.

A corporação disse que reafirma o seu compromisso com o cumprimento da lei e reitera que não compactua com qualquer desvio de conduta praticado por seus membros.

Foto  ShutterStock

Por Folhapress

           

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9155-5555.

Continue lendo

Esporte

Brasil vai à Paris com 277 atletas; delegação é menor que a de Tóquio-2020

A delegação brasileira tem maioria de mulheres e é menor que a de Tóquio-2020.

Publicado

em

O Brasil terá uma delegação majoritariamente feminina nos Jogos Olímpicos de Paris. É a primeira vez na história em que isso acontece. São 153 atletas mulheres entre 277 convocados para as Olimpíadas (55% -em Tóquio-2020, foram 47%).

Em números absolutos, no entanto, a delegação deste ano é menor do que a de Tóquio-2020 (301) e que a do Rio de Janeiro-2016.

Para o COB (Comitê Olímpico Brasileiro), também é possível que nesta edição dos Jogos as mulheres conquistem mais medalhas do que os homens, repetindo o que aconteceu nos Jogos Pan-Americanos Santiago 2023. Rebeca Andrade, Beatriz Ferreira, Rayssa Leal e Ana Marcela Cunha são as apostas para alavancar esse número.

Paris-2024 é a primeira Olimpíada a ter igualdade de gênero em relação aos atletas participantes: foram 10.500 vagas preenchidas por 5.250 mulheres e 5.250 homens.

Dono de um ouro e dois bronzes, o cavaleiro Rodrigo Pessoa vai para sua oitava participação em Olimpíadas, superando Robert Scheidt (vela) e Formiga (futebol), com sete.

Se considerarmos os Jogos de verão (como este, de Paris) e os de inverno (que envolvem esportes na neve), ele igualará a brasileira Jaqueline Mourão, que tem três participações em edições de verão e cinco de inverno.

O Brasil competirá em 39 modalidades:

1 – águas abertas
2 – atletismo
3 – badminton
4 – basquete (masculino)
5 – boxe
6 – canoagem slalom
7 – canoagem velocidade
8 – ciclismo BMX racing
9 – ciclismo BMX freestyle
10 – ciclismo estrada
11 – ciclismo mountain bike
12 – esgrima
13 – futebol (feminino)
14 – ginástica artística
15 – ginástica rítmica
16 – ginástica trampolim
17 – handebol (feminino)
18 – hipismo adestramento
19 – hipismo CCE
20 – hipismo saltos
21 – judô
22 – levantamento de pesos
23 – natação
24 – pentatlo moderno
25 – remo
26 – rúgbi (feminino)
27 – saltos ornamentais
28 – skate
29 – surfe
30 – taekwondo
31 – tênis
32 – tênis de mesa
33 – tiro com arco
34 – tiro esportivo.

Foto Getty

Por Folhapress

           

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9155-5555.

Continue lendo
Propaganda

Trending

Fale conosco!!