Conecte-se Conosco

Saúde

Covid-19: vacinas da Janssen chegarão perto do fim da validade

Publicado

em

Em busca de avançar na imunização dos brasileiros contra a Covid-19, o Ministério da Saúde conseguiu antecipar a chegada das primeiras doses da vacina da Janssen para este mês, mas tem pela frente um desafio, pois esses imunizantes estarão disponíveis perto do prazo de validade. Cerca de 3 milhões de doses prestes a desembarcar no país devem ser aplicadas até 27 de junho, o que pode dificultar a logística de distribuição.
“Entendemos que temos que fazer uma estratégia para aplicar essas 3 milhões de doses em um prazo muito rápido para não correr o risco de vencer”, disse o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, ao final do depoimento dado na CPI da Covid. Ele acrescentou que a aplicação em ritmo acelerado foi pactuado com o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e com o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems).
Queiroga, no entanto, ainda não soube informar quando, de fato, chegarão essas doses da Janssen, que, segundo ele, ainda dependem da liberação da Food and Drug Administration (FDA), a agência reguladora de medicamentos e alimentos dos Estados Unidos. “Ainda estamos dependendo da FDA. Quando der o posicionamento, aí a vacina pode vir. Se tardar, essas 3 milhões de doses podem não ser mais úteis para nós, por causa da exiguidade de prazo”, salientou.
Mutirão
Por isso, mesmo sem saber quando, de fato, o Brasil vai receber as 3 milhões de doses, o ministério começou a definir a estratégia de vacinação. A proposta da pasta é destiná-la somente às capitais e, por meio de um mutirão, aplicar tudo em até cinco dias. Apesar de já ter definido alguns pontos da ação, a pasta ainda não informou qual será o público-alvo para ser privilegiado.
Apesar da preocupação com o tempo que o país terá para dar as injeções, o secretário-executivo do Conasems, Mauro Junqueira, acredita que o país não poderia recusar a oferta somente porque o prazo de validade estará perto de expirar. “Essa vacina é de dose única. A gente já imunizaria 3 milhões de pessoas. Isso é um grande avanço e nós não podemos perder essa oportunidade”, salientou.
A vacina da Janssen, que se baseia na tecnologia de vetor viral não replicante, teve eficácia comprovada de 66% nos testes clínicos e é a única disponível, até o momento, que prevê apenas uma injeção para fazer efeito pleno. O governo federal comprou 38 milhões de doses do imunizante em março, mas, segundo a previsão inicial do contrato firmado com a farmacêutica, as primeiras unidades só chegariam em julho.
A antecipação do desembarque das primeiras doses foi anunciada pelo ministro da Saúde na entrevista que concedeu ao CB.Poder, programa realizado pelo Correio Braziliense em parceria com a TV Brasília, realizada na última sexta-feira.
Por:Diario de Pernambuco

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Saúde

Envio de 3 milhões de doses de vacinas da Janssen ao Brasil será adiado, diz Saúde

Publicado

em

A entrega de 3 milhões de doses de vacinas da Janssen, prevista para ocorrer nesta terça-feira (15), foi adiada. A informação foi confirmada pelo Ministério da Saúde.

Em nota, a pasta confirma a suspensão temporária do envio e diz que aguarda nova previsão de entrega.

“A pasta aguarda confirmação da data por parte do laboratório, mas a expectativa é de que as doses cheguem ainda esta semana ao país em três remessas”, informa a pasta.

Ainda não há informação sobre o motivo da suspensão. O jornal Folha de S.Paulo questionou a Janssen, mas ainda não teve retorno.

(Por Notícias ao Minuto)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Saúde

Vacina Novavax tem mais de 90% de eficácia, inclusive contra variantes

Publicado

em

A vacina anticovid-19 da Novavax tem uma eficácia de mais de 90%, inclusive contra as variantes do coronavírus – é o que afirma o laboratório americano, nesta segunda-feira (14), após um estudo em grande escala nos Estados Unidos.
A vacina “demonstrou uma proteção de 100% contra doenças moderadas e graves, e uma eficácia de 90,4% em geral”, disse a companhia em um comunicado.
Ainda de acordo com a nota, “o estudo foi feito com 29.960 participantes em 119 lugares de Estados Unidos e México para avaliar eficácia, segurança e imunogenicidade”.
A empresa com sede em Maryland disse que pretende solicitar a aprovação regulatória até o terceiro trimestre de 2021. Depois de obtê-la, planeja fabricar 100 milhões de doses por mês até o final do terceiro trimestre, e 150 milhões de doses por mês, até o final do ano.
“Hoje, a Novavax está um passo mais perto de abordar a necessidade crítica e persistente de saúde pública mundial por vacinas covid-19 adicionais”, afirmou o CEO da empresa, Stanley Erck.
“A Novavax continua trabalhando com um senso de urgência para completar nossas solicitações de autorização regulatória e oferecer esta vacina, construída sobre uma plataforma bem conhecida e comprovada, para um mundo que ainda tem uma grande necessidade de vacinas”.
Embora alguns países ricos tenham avançado na vacinação de suas populações, persiste a preocupação de que muitos outros estão sendo deixados à margem da campanha mundial de inoculação.
As taxas de vacinação nos países mais pobres do mundo estão muito atrás das registradas nas potências industrializadas do G7 e em outras nações ricas. Considerando-se as doses administradas até o momento, o desequilíbrio entre o G7 e os países de baixa renda, conforme definição do Banco Mundial, é de 73 para um.
Ao contrário de algumas das vacinas que já estão sendo aplicadas, o imunizante da Novavax, conhecido formalmente como NVX-CoV2373, não precisa ser mantido em temperaturas ultrabaixas.
A empresa disse que fica “armazenada e estável entre 2°C e 8°C, permitindo o uso dos canais da cadeia de fornecimento de vacinas existentes para sua distribuição”. Isso significa, pelo menos em tese, que estas vacinas devem ser transportadas e administradas mais facilmente em países com infraestruturas sanitárias menos desenvolvidas.
Por:Diario de Pernambuco

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Saúde

Butanvac deve começar nesta semana o pré-cadastro para voluntários testar a vacina

Publicado

em

Após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ter autorizado uma primeira fase de testes clínicos em humanos com a vacina ButanVac, o Instituto Butantan pretende iniciar, ainda nesta semana, um pré-cadastro de voluntários para testar essa vacina.

Segundo Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan, o governo paulista deve lançar, até o fim desta semana, um site onde os voluntários poderão preencher um pré-cadastro. A fase inicial de estudos em humanos busca avaliar a segurança da vacina e sua capacidade de induzir uma resposta imunológica.

Para uma vacina ser aplicada na população, ela passa por uma fase de estudos em laboratório, uma fase pré-clínica de testes em animais e três etapas clínicas de testes em voluntários humanos, que avaliam a produção de anticorpos, a sua segurança e a sua eficácia.

A Anvisa autorizou apenas a realização da fase A, a primeira etapa dos testes em humanos, da qual vão participar 400 voluntários.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda

Trending