Conecte-se Conosco

Política

Deputado federal Pastor Eurico chama atores do Portas dos Fundos de “desgraçados” e “instrumentos do diabo”

Publicado

em

Em novo filme, o grupo retrata Jesus como um estudante universitário militante gay de esquerda. 

Nesta sexta-feira (6), o deputado federal Pastor Eurico (Patriota-PE), disse em entrevista ao Portal de Prefeitura, que o especial de Natal: “A Primeira Tentação de Cristo”, do grupo Porta dos Fundos, “ é um jogo diabólico, satânico, por esse pessoal que não respeitam a fé das pessoas, não respeitam os símbolos religiosos”. 

A nova “paródia religiosa” do grupo, retrata os pais de Jesus (Gregório Duvivier), José (Rafael Portugal) e Maria (Evelying Castro), como corno e maconheira, já Jesus tem o estereótipo de um estudante universitário militante gay de esquerda e fã de boy bands, que tem um relacionamento amoroso com Orlando (Fábio Porchat).

Para o parlamentar, o filme é na verdade uma ofensas à fé cristã, e culturalmente, sem méritos, “não vamos baixar a guarda frente a esses instrumentos do diabo, elementos satânicos que buscam  cada vez mais denegrir a imagem dos evangélicos, das igrejas, dos símbolos religiosos, e é claro, da nossa fé, atingindo ao Deus Pai criador, ao filho Jesus Cristo, a história dessa base de nossa religião”

O Pastor Eurico revelou ainda que pretende levar o caso à instâncias competentes, “vamos seguir buscando nas instâncias de competência agir em cima desses elementos que realmente só fazem atingir ou atacar aos religiosos em nosso país”, disse. (Portal de Prefeitura)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Política

TRE pede que candidatos cumpram medidas de prevenção à Covid

Publicado

em

Com a proximidade do início oficial da campanha para as eleições 2020, que ocorre no domingo (27), o Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) pediu aos candidatos que cumpram as normas sanitárias para prevenir a Covid-19. Além dos cuidados com a saúde, outra frente de atuação é o combate à desinformação, por meio de um comitê para monitorar o compartilhamento de fake news.

De acordo com o presidente do TRE-PE, Frederico Neves, os candidatos aos cargos de prefeito e vereador devem ter cuidados com a higiene e o distanciamento social devido à pandemia do novo coronavírus.

“É possível fazer uma campanha tranquila, transmitir os projetos com respeito à saúde dos eleitores e dos próprios candidatos. Quem não respeita a saúde e a vida não merece o voto”, afirmou o desembargador.

Com o cenário eleitoral afetado pela pandemia, o Ministério Público Eleitoral enviou um ofício à Secretaria Estadual de Saúde (SES) solicitando um protocolo sanitário específico para a campanha durante a pandemia. O prazo para resposta do governo do estado se encerra hoje.

Procurada pelo G1, a SES afirmou, em nota, que “o documento enviado pelo Tribunal Regional Eleitoral e pelo Ministério Público de Pernambuco está sendo analisado pelos técnicos da pasta e será respondido dentro do prazo”. (DO Blog do Magno)

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Política

Após alta na popularidade, aliados de Bolsonaro cobram reforma ministerial

Publicado

em

Para garantir esses pilares também na segunda metade de seu governo, o presidente vem sendo cobrado a promover uma reforma ministerial, a partir de janeiro de 2021.

A alta na popularidade animou aliados, que viram precificadas a sua importância na nova composição política.

Aliados de primeira linha cobiçam pastas como Educação, Saúde e também a criação de novos ministérios, como o da Segurança Pública.

Um ministro de governo afirmou à coluna, nesta sexta-feira (25), que não haverá divisão relacionada a partidos. “Não terá indicação política na Esplanada. Nem se abre esse diálogo”, disse.

Na campanha, o presidente prometeu reduzir a Esplanada de 29 para 15 ministérios. Sonho impossível, hoje há 23 pastas.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Política

Deputado Gonzaga Patriota apresenta projeto de lei, que prevê homicídio doloso na condução de veículo

Publicado

em

Projeto de Gonzaga Patriota prevê homicídio doloso na condução de veículo automotor.

Na avaliação do deputado federal Gonzaga Patriota (PSB), ex-ministro do Trânsito e um dos responsáveis por apresentar a primeira versão do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), em 1993, o Projeto de Lei (PL) nº 3.267/2019, do Poder Executivo, que altera o CTB é um retrocesso para sociedade. O projeto foi aprovado na Câmara dos Deputados, nesta terça-feira (22), e segue para sanção presidencial. Visando diminuir os números das vítimas de acidentes de trânsito e a impunidade, o parlamentar apresentou, nesta quarta-feira (23), o Projeto de Lei (PL) nº 4696/20, que altera a Lei nº 9.503/97, do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), para prever a modalidade dolosa para homicídio praticado na direção de veículo automotor.

Como o homicídio de trânsito é culposo, o Código Penal pode ser interpretado favoravelmente ao motorista porque permite a conversão da pena de qualquer tamanho no caso de crime culposo. O Código Penal impõe pena de reclusão de 5 a 8 anos para o homicídio culposo ao volante praticado por motorista embriagado ou sob efeito de drogas e pena de reclusão de 2 a 5 anos no caso de lesão corporal grave ou gravíssima. As penas alternativas podem envolver, por exemplo, o cumprimento de serviços comunitários.

O socialista explica que o CTB sofreu várias alterações nas suas duas décadas de vigência, quase todas destinadas a diminuir os terríveis e impressionantes números das vítimas de acidentes de trânsito com envolvimento de veículos automotores.

De acordo com Gonzaga Patriota, são cerca de 40 mil mortes por ano, em média. Conforme dados do DATASUS, mais de 200 mil pessoas guardam algum tipo de sequela após acidentes com automóveis. “Nenhum país sofre igual. Isso custa caro, mais de R$ 50 bilhões a cada ano. E as vidas perdidas não têm preço”, disse.

Gonzaga citou a Lei 13.614/18, da qual foi relator na Câmara, que cria o Plano Nacional de Mortes e Lesões no Trânsito (PNATRANS) e dispõe sobre o regime de metas de redução de índice de mortes no trânsito por grupos de habitantes e por grupos de veículos. “Ao lado de ações educativas para a segurança no trânsito e de melhoria da infraestrutura viária, o Estado brasileiro tem buscado lidar com essa calamidade com o direito penal, especificamente pelo incremento de penas dos crimes especiais previstos no CTB”.

Ele citou, também, a Lei n° 13.546/17, que altera o CTB na perspectiva do tratamento penal. Segundo o socialista, a pena mais elevada do novo artigo do CTB foi uma resposta do Legislativo a uma polêmica relacionada à possibilidade de imputação do delito de homicídio doloso, mediante dolo eventual, em acidentes de trânsito com resultado morte. “Com o presente Projeto de Lei, estamos buscando esta complementação que falta no CTB, prevendo a modalidade dolosa para homicídio praticado na direção de veículo automotor nas situações evidenciadas.”

MUDANÇAS NO CTB – Entre as principais medidas, a proposta aumenta a validade da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para dez anos e vincula a suspensão do direito de dirigir por pontos à gravidade da infração.

De acordo com o texto, a CNH terá validade de dez anos para condutores com até 50 anos de idade. O prazo atual, de cinco anos, continua para aqueles com idade igual ou superior a 50 anos.

Já a renovação a cada três anos, atualmente exigida para aqueles com 65 anos ou mais, passa a valer apenas para os motoristas com 70 anos de idade ou mais.

Profissionais que exercem atividade remunerada em veículo (motoristas de ônibus ou caminhão, taxistas ou condutores por aplicativo, por exemplo) seguem a regra geral. Isto que Patriota quer.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda  

Trending