Conecte-se Conosco

Saúde

Doria cobra urgência da Anvisa para liberação da Coronavac

Publicado

em

 O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), cobrou “senso de urgência” da Anvisa, neste domingo (10), em postagem em redes sociais.

A cobrança ocorre um dia depois de a agência pedir mais dados sobre a Coronavac ao Instituto Butantan para dar continuidade à análise do uso emergencial da vacina.

“É preciso senso de urgência da Anvisa para liberação da vacina do Butantan. Ritos da ciência devem ser respeitados, mas devemos lembrar que o Brasil perde cerca de mil vidas/dia para a Covid-19. Com a liberação da Anvisa, milhões de vacinas que já estão prontas poderão salvar vidas”, afirmou Doria.

No sábado (9), a agência pediu que o Butantan enviasse mais dados para que assim seja possível dar continuidade à análise.

O pedido para uso emergencial da vacina havia sido entregue na sexta (8).

Ao mesmo tempo, a Anvisa afirmou que os dados enviados pela Fiocruz (que também havia entrado com pedido de uso emergencial na sexta) estavam completos.

A submissão dos documentos técnicos é condição necessária para viabilizar a avaliação, conclusão e deliberação sobre uso emergencial das vacinas.

Segunda a Anvisa, na documentação do Butantan faltam seis tipos de informações e resultados.

Em meio a reuniões entre os órgãos, o Butantan afirma que enviará os dados em breve.

O governo paulista tem o plano de começar a vacinação no estado em 25 de janeiro, aniversário da cidade de São Paulo.
Já o Ministério da Saúde fala em também começar a vacinação em janeiro, assim que houver a liberação de alguma das vacinas.

A vacina Coronavac está há meses envolvida em discussões. O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), em diferentes momentos, questionou-a –e não só ela.

Ao mesmo tempo, durante o mês de dezembro houve sucessivos adiamentos por parte do governo paulista na apresentação dos dados de eficácia do imunizante, algo que ocorreu parcialmente no último dia 7.

A Anvisa afirmou neste domingo (10) que segue com a análise dos documentos entregues pela Fiocruz e pelo Butantan.

Disse ainda que dos seis resultados e informações que estão pendentes do Instituto Butantan, nenhum foi entregue ainda.
A agência reguladora disponibiliza um painel que mostra o andamento das análises relativas à autorização de uso temporário e emergencial de vacinas para Covid-19. Nele, há 31 itens listados.

Da lista, o Butantan possui 38,76% dos documentos com análise concluída, 47,63% pendentes de complementação, 8,45% em análise e 5,15% sem apresentação.

Já a Fiocruz tem 21,44% da documentação com análise concluída, 59,79% ainda sendo analisada e 18,76% pendentes de complementação.

A agência informou que os dados que estão pendentes da Fiocruz não dificultam ou não impedem a análise como um todo.

(Por Notícias ao Minuto)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Saúde

Falta de respeito!!! – Secretário de Saúde “fura fila” para tomar vacina contra a Covid em São José do Egito, no sertão de PE

Publicado

em

 

Querendo se dá bem, o secretário furou a fila do Programa de vacinação em São José do Egito, município do sertão do Pajeú pernambucano.

Um dia após o início da distribuição de lotes da vacina contra a Covid-19 aos estados, e o início da vacinação nos municípios do Sertão do Pajeú, o secretário de Saúde de São José do Egito, Paulo de Tarso Lira Jucá, mesmo não pertencendo a nenhum grupo prioritário para a imunização, foi flagrado recebendo o imunizante.

Na primeira etapa da vacinação no país, somente profissionais de saúde da linha de frente de combate à Covid-19 e idosos têm direito a receber o imunizante. O município recebeu apenas 540 unidades para o atendimento de 270 profissionais com duas doses da vacina. Diante da repercussão negativa, a assessoria de imprensa da Prefeitura de São José do Egito se antecipou em informar que o secretário tomou a dose apenas para encorajar a população a ser imunizada.

“Belo exemplo para quem está anunciando que quer ser deputado pelo Pajeú em 2022”, criticou o vereador Albérico Thiago.

Com a palavra agora o MP de São José do Egito. Detalhe: Dizer que Paulo de Tarso é da linha de frente do atendimento à Covid, é querer subestimar a inteligência do povo. Qual a utilidade de um dentista na Ala Covid de um hospital?

No município pernambucano de Jupi, no Agreste de Pernambuco, o fotógrafo oficial da Prefeitura, Guilherme JG, comemorou a chegada das doses sendo vacinado. Minutos antes de ser vacinado, ele tinha fotografado a secretária de Saúde, Maria Nadir Ferro, também recebendo a dose. O prefeito de Jupi, Marcos Patriota (DEM), afastou a secretária de Saúde e determinou a apuração dos fatos.

As informações foram repassadas ao Blog PE Notícias pelo comunicador Anchieta Santos, das rádios Pajeú FM, e Cidade FM, de Tabira.

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Saúde

Carnaubeira da Penha recebe doses da vacina contra a Covid-19 muito além do que toda área da 10ª Gerência Regional de Saúde

Publicado

em

Após a chegada do primeiro lote de vacinas contra a Covid-19 a Pernambuco, o governo do Estado viu o início da imunização nos 184 municípios e em Fernando de Noronha ainda nesta terça-feira (19). Segundo o governador Paulo Câmara (PSB), a expectativa é de vacinar, pelo menos, 3 milhões de pessoas nas quatro primeiras etapas da fase 1, a depender do envio de doses pelo governo federal.

Segundo Câmara, houve a possibilidade de o Estado adiantar a distribuição de doses. “Tínhamos a perspectiva de, em até quatro dias, fazer essas vacinas chegarem em todos os municípios. Isso vai ocorrer em 24 horas, ou seja, conseguimos acelerar o planejamento”, disse.

Das 12 cidades que compõe a 10ª Gerência Regional de Saúde, em Afogados da Ingazeira, a quantidade de doses da vacina foi de 2.678 muito aquém das outras regionais. Das 14.061 doses que foram destinadas a 11ª GRE, só o município de Carnaubeira da Penha recebeu 9.158 doses, ficando Serra Talhada com apenas 1.721 doses. Municípios como Calumbí e Solidão receberam 73 e 94 doses, respectivamente. Quixaba foi uma das cidade que menos receberam as primeiras doses, 44. Enquanto que Ingazeira por ter a população menor que Quixaba recebeu 70 doses, e Itacuruba que concorre em menor tamanho com Ingazeira recebeu 328 doses. Dessas cidades a que mais recebeu foi Afogados da Ingazeira, com 686 doses da vacina.

Confira o número de doses de vacina contra a Covid-19 enviadas para cada cidade na área da 10ª GRE.

Entre os municípios que mais receberam vacinas está o Recife e Jaboatão dos Guararapes, as duas cidades mais populosas do Estado, além de Pesqueira e Carnaubeira da Penha, que reúnem povos indígenas. Confira os 10 municípios com mais doses:

Na outra ponta, o município que recebeu menos doses da vacina no Estado é Quixaba, no Sertão do Pajeú. Confira o ranking das cidades com menor quantidade de imunizante:

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) informou que ainda não é possível detalhar um balanço do primeiro dia de vacinação em Pernambuco. Em nota, a pasta afirmou que, seguindo as recomendações do Ministério da Saúde, o registro da dose da vacina contra a Covid-19 aplicada é nominal e individualizada.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Saúde

Fiocruz diz que só deve entregar primeiras doses da vacina em março

Publicado

em

Em ofício ao Ministério Público Federal, fundação diz que fornecimento levará mais de um mês

A Fiocruz prevê que só deve entregar no início de março as primeiras doses da vacina de Oxford/AstraZeneca produzidas no Brasil, já que a chegada de insumos da China atrasou. A promessa anterior, feita no final de dezembro, era concluir o primeiro lote do imunizante por volta de 8 de fevereiro. A matéria é de Júlia Barbon/Folha de S. Paulo.

O novo cronograma consta em um ofício da fundação encaminhado nesta terça-feira (19) ao Ministério Público Federal (MPF), que desde dezembro acompanha as estratégias de vacinação contra a doença. A informação foi adiantada pelo jornal “Estado de S. Paulo” e confirmada pelo MPF à Folha.

O documento, assinado pelo diretor do Instituto Bio-Manguinhos, Mauricio Zuma Medeiros, foi uma resposta a um ofício do órgão que questionava sobre as datas de entrega das 2 milhões de doses prontas que serão trazidas da Índia e da outra parcela que será processada no Brasil pela Fiocruz.

A previsão da fundação é que o IFA (ingrediente farmacêutico ativo) —material necessário para fazer a vacina produzido por uma parceira da AstraZeneca na China— chegue no próximo sábado (23), mas ainda é necessária confirmação. A importação, que inicialmente estava prevista para dezembro, depende da liberação do país asiático.

A Fiocruz diz que ainda será preciso mais de um mês para o fornecimento das vacinas, já que, depois de produzidas com o IFA, as doses ainda terão que passar por testes de qualidade. Estima-se que esses testes levem 17 dias, somados a mais 2 dias de análise pelo INCQS (Instituto Nacional de Controle da Qualidade em Saúde)​.

Isso se o insumo chegar no dia previsto e o produto tiver resultados satisfatórios no controle de qualidade. Caso contrário, o prazo pode se esticar.​

Continue lendo
Propaganda  

Trending