Conecte-se Conosco

Brasil

EDITAL CAIXA abre vagas para nível médio e superior em Estágio! Até R$1.000,00

Publicado

em

Oportunidades são para candidatos com o ensino médio e superior.

A Caixa Econômica Federal (CEF), através do Centro de Integração Empresa Escola (CIEE), faz saber aos interessados a abertura de processo seletivo (Estágio Caixa 2019) com objetivo de preencher vagas na modalidade cadastro reserva. As contratações serão feitas conforme necessidade.

As oportunidades são destinadas a candidatos que estejam cursando o ensino médio ou ainda algum curso técnico integrado ao ensino médio nas áreas de Técnico em Administração, Técnico em Administração Integrado ao Ensino Médio, Técnico em Finanças Integrado ao Ensino Médio e Técnico em Secretariado integrado ao Ensino Médio. Além disso, o novo estágio da Caixa 2018 oferece oportunidades para Direito, Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Civil, Engenharia Ambiental, Engenharia Elétrica, Engenharia Agronomia/Agrícola, Engenharia Mecânica e Engenharia de Telecomunicações.

O processo de cadastramento visa ao preenchimento de vagas para regiões que não possuem candidatos aprovados na lista de classificação dos processos anteriores.

Requisitos para concorrer as vagas do Estágio Caixa 2019

Para concorrer a uma das vagas no Estágio da Caixa 2019, o candidato de nível técnico deverá estar no 1º ao penúltimo semestre. Para nível médio, os estudantes devem estar no 1º ao 2º ano do Ensino Médio & EJA. De acordo com o edital, entende-se por ensino médio os Cursos Técnicos Integrados ao Ensino Médio, Educação de Jovens e Adultos (EJA) e Ensino Médio; e entende-se por ensino técnico, o curso voltado à profissionalização não integrado ao Ensino Médio. Podem se inscrever estudantes que tenham idade mínima de 16 anos no momento da contratação e que estudem nos turnos matutino ou noturno.

Para os estudantes de ensino superior do curso de Direito, será necessário estar cursando do 7º ao 9º semestre. Além disso, a inscrições é exclusiva para os estudantes de nível superior em DIREITO, que tenham idade mínima de 18 anos no momento da contratação.

Para os estudantes de Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Civil, Engenharia Ambiental, Engenharia Elétrica, Engenharia Agronomia/Agrícola, Engenharia Mecânica e Engenharia de Telecomunicações, os estudantes devem estar do 5º ao 9º semestre. Além disso, a inscrições é exclusiva para os estudantes de nível superior em DIREITO, que tenham idade mínima de 18 anos no momento da contratação.

Salários Estágio Caixa 2019

O curso voltado à profissionalização não integrado ao Ensino Médio. A bolsa auxílio será no valor de R$500,00, acrescido de auxílio transporte no valor de R$130,00. Já para nível superior, a bolsa auxílio será no valor de R$1.000,00, acrescido de auxílio transporte no valor de R$130,00. A jornada de trabalho será de:

  • 4h/dia e 20h semanais ou 5h/dia e 25h semanais (nível médio e técnico)
  • 5h/dia e 25h semanais (nível superior)

Procedimentos de Inscrição e Provas – Nível Médio/Técnico

  1. A inscrição poderá ser feita no site (http://www.ciee.org.br/portal/NetApp/ProcessoSeletivoCaixa/PreInscricao/Default.aspx).
  2. A lista de espera será ordenada por data de inscrição e horário;
  3. Só poderão participar da lista de espera os candidatos que não constem na lista de classificação (aprovados ou reprovados) do processo seletivo vigente;
  4. A lista de espera gera ao candidato apenas a expectativa de convocação para a realização de prova on-line e entrevista, ficando a concretização desse ato condicionada ao surgimento de vaga de estágio na região escolhida;
  5. O candidato que prestar declaração falsa, inexata ou ainda que não satisfaça a todas as condições estabelecidas neste descritivo, terá sua inscrição cancelada e, em consequência, anulados todos os atos dela decorrentes, mesmo que o fato seja constatado posteriormente;
  6. Será feita tentativa de contato com os candidatos, via e-mail e telefone, caso não haja retorno haverá a eliminação do candidato não respondente e o chamamento do próximo candidato da lista;
  7. O/a candidato/a no momento da contratação deverá ter condição de realizar estágio de, no mínimo, um semestre letivo;
  8. O candidato convocado fará uma prova on-line;
  9. O candidato não poderá alterar a opção de local de estágio durante todo o processo;
  10. A CAIXA reserva-se o direito de desclassificar do Processo Seletivo Público os candidatos, cujas Instituições de Ensino gerem obrigação, ajuste ou ônus a esta Concedente.

Procedimentos de Inscrição e Provas – Nível Superior – Direito

  1. Inscrição pela internet (http://www.ciee.org.br/portal/NetApp/ProcessoSeletivoCaixa/PreInscricao_Superior2/Default.aspx).
  2. O candidato convocado fará uma prova on-line;
  3. O candidato não poderá alterar a opção de local de estágio durante todo o processo;
  4. A CAIXA reserva-se o direito de desclassificar do Processo Seletivo Público os candidatos, cujas Instituições de Ensino não possuam convênio com o CIEE bem como exijam qualquer outro instrumento jurídico além dos previstos neste regulamento.
  5. A lista de espera gera ao candidato apenas a expectativa de convocação para a realização de prova on-line e entrevista, ficando a concretização desse ato condicionada ao surgimento de vaga de estágio na região escolhida;
  6. Em relação às entrevistas pessoais estruturadas na CAIXA fica a critério da unidade aplicar prova presencial aos candidatos, que deverão estar munidos de declaração escolar no ato da entrevista;
  7. A unidade poderá solicitar que o candidato possua identificação de estagiário da OAB;
  8. O candidato que prestar declaração falsa, inexata ou ainda que não satisfaça a todas as condições estabelecidas neste descritivo, terá sua inscrição cancelada e, em consequência, anulados todos os atos dela decorrentes, mesmo que o fato seja constatado posteriormente;
  9. Será feita tentativa de contato com os candidatos, via e-mail e telefone, caso não haja retorno haverá a eliminação do candidato não respondente e o chamamento do próximo candidato da lista;
  10. O/A candidato/a no momento da contratação deverá ter condição de realizar estágio de, no mínimo, um semestre letivo.

Procedimentos de Inscrição e Provas – Arquitetura e Engenharia

  1. Inscrição pela internet (https://portal.ciee.org.br/processos-seletivos-especiais/caixa-arquitetura-continuo/).
  2. O candidato convocado fará uma prova on-line;
  3. O candidato não poderá alterar a opção de local de estágio durante todo o processo;
  4. A CAIXA reserva-se o direito de desclassificar do Processo Seletivo Público os candidatos, cujas Instituições de Ensino não possuam convênio com o CIEE bem como exijam qualquer outro instrumento jurídico além dos previstos neste regulamento.
  5. A lista de espera gera ao candidato apenas a expectativa de convocação para a realização de prova on-line e entrevista, ficando a concretização desse ato condicionada ao surgimento de vaga de estágio na região escolhida;
  6. Em relação às entrevistas pessoais estruturadas na CAIXA fica a critério da unidade aplicar prova presencial aos candidatos, que deverão estar munidos de declaração escolar no ato da entrevista;
  7. O candidato que prestar declaração falsa, inexata ou ainda que não satisfaça a todas as condições estabelecidas neste descritivo, terá sua inscrição cancelada e, em consequência, anulados todos os atos dela decorrentes, mesmo que o fato seja constatado posteriormente;
  8. Será feita tentativa de contato com os candidatos, via e-mail e telefone, caso não haja retorno haverá a eliminação do candidato não respondente e o chamamento do próximo candidato da lista;
  9. O/A candidato/a no momento da contratação deverá ter condição de realizar estágio de, no mínimo, um semestre letivo;

Sobre

A Caixa atende o Decreto Federal nº 5.598/2005, que determina a todas as empresas de médio e grande porte que contratem um número de aprendizes equivalente a um mínimo de 5% e um máximo de 15% do seu quadro de funcionários cujas funções demandem formação profissional. No âmbito da Lei da Aprendizagem, Jovem aprendiz é o jovem que estuda e trabalha, recebendo, ao mesmo tempo, formação na profissão para a qual está se capacitando. Deve cursar a escola regular (se ainda não concluiu o Ensino Médio) e estar matriculado e frequentando instituição de ensino técnico profissional conveniada com a empresa contratante.

Informações do concurso
  • Concurso: Caixa Econômica Federal (CEF)
  • Banca organizadora: CIEE
  • Escolaridade: médio, técnico e superior
  • Número de vagas: CR
  • Remuneração: Bolsas de até R$1.000,00 + benefícios
  • Provas: online
  • Situação: PUBLICADO
Por Saulo Moreira
Classificados

Venda de Chácara no Sítio Aroeira – Cerca de 24 Km do Centro de São José do Belmonte:

Descrição: São 2 Hectares de área 150×150 metros  – Casa com 3 quartos, Sala, Banheiro, Cozinha, Área de Serviço, e área de lazer com churrasqueara. Terreno com fruteiras e um poço com 40 metros de profundidade e com uma vazão de 25.000 mil litros por hora – Terreno escriturado em Cartório, pronto para transferência.

Proprietário Senhor Nivaldo, também conhecido como Padre da Aroeira.

Vendo e aceito veículo ou casa como parte do pagamento.

Ligue para Francisco (87) 9 9944-6695 e faça um bom negócio.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Brasil

Caixa começa a pagar PIS de trabalhadores nascidos em dezembro

Publicado

em

A Caixa Econômica Federal é responsável pelo pagamento do abono salarial do PIS

abono salarial dos programas de Integração Social (PIS) do calendário 2019/2020 começa a ser pago hoje (12) para os beneficiários nascidos em dezembro.

A Caixa Econômica Federal é responsável pelo pagamento do abono salarial do PIS. Os titulares de conta individual na Caixa, com cadastro atualizado e movimentação na conta, já receberam o crédito automático antecipado no último dia 10.

Os pagamentos são escalonados conforme o mês de nascimento do trabalhador e tiveram início em julho, com os nascidos naquele mês. O prazo final para o saque do abono salarial do calendário de pagamentos 2019/2020 é 30 de junho de 2020.

Os valores variam de R$ 84 a R$ 998, de acordo com a quantidade de dias trabalhados durante o ano-base 2018.

Segundo a Caixa, são mais de 1,8 milhão de trabalhadores nascidos em dezembro, totalizando R$ 1,3 bilhão em recursos injetados na economia. O valor do benefício pode ser consultado no Aplicativo Caixa Trabalhador, no site da Caixa ou pelo Atendimento CAIXA ao Cidadão: 0800 726 0207.

A Caixa vai liberar cerca de R$ 16,5 bilhões para mais de 21,6 milhões de beneficiários até o final do calendário.

Tem direito ao benefício o trabalhador inscrito no PIS há pelo menos cinco anos e que tenha trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2018, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos. Também é necessário que os dados estejam corretamente informados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), ano base 2018.

Quem tem o Cartão do Cidadão e senha cadastrada pode se dirigir a uma casa lotérica, a um ponto de atendimento Caixa Aqui ou aos terminais de autoatendimento do banco. Caso não tenha o Cartão do Cidadão e não tenha recebido automaticamente em conta da Caixa, o valor pode ser retirado em qualquer agência do banco, apresentando o documento de identificação oficial com foto.

O trabalhador com vínculo a empresa pública tem inscrição no Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) e recebe o pagamento pelo Banco do Brasil.

Neste mês, não há nova fase de pagamento do Pasep. Em novembro, o Banco do Brasil liberou o pagamento para os servidores públicos com final de inscrição 4. Os próximos a receber são os servidores com final de inscrição 5 e 6, no dia 16 de janeiro. Aqueles que têm conta no Banco do Brasil também recebem o crédito automaticamente em conta, dois dias antes da liberação de pagamentos.

O banco oferece ainda transferência eletrônica disponível (TED) sem custos para aqueles que têm conta em outras instituições financeiras. (POR NOTÍCIAS AO MINUTO)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

 

Continue lendo

Brasil

Governo volta atrás e suspende nomeação de presidente da Fundação Palmares

Publicado

em

Governo suspende nomeação de presidente da Fundação Palmares. Por declarações que relativizaram temas como a escravidão e o racismo no país, o jornalista Sérgio Camargo foi amplamente contestado no cargo.

Em versão extra do Diário Oficial da União (DOU), o governo suspendeu a nomeação do jornalista Sérgio Camargo à presidência da Fundação Cultural Palmares, órgão de promoção da cultura afro-brasileira. Por declarações que relativizaram temas como a escravidão  e o racismo no país, Camargo foi amplamente contestado no cargo.

Como a coluna Radar revelou com exclusividade, a nomeação de Sérgio Camargo, publicada em 27 de Novembro, foi suspensa pela Justiça no início de dezembro. Ainda assim, horas antes do recuo em sua indicação, o presidente Jair Bolsonaro classificou a escolha pelo jornalista como “excelente”. “Não tem essa história de branco e negro. Somos iguais e ponto final”, disse Bolsonaro.

Ao fundamentar a decisão de afastar Camargo da presidência, o juiz Emanuel José Matias Guerra, da 18ª Vara Federal do Ceará, argumentou que a detida análise das publicações juntadas pelo autor da ação civil, Helio de Sousa Costa, “aponta para a existência de excessos” em declarações do chefe da Fundação Palmares. “Não serão aqui repetidos alguns dos termos expostos nas declarações em frontal ataque às minorias cuja defesa, diga-se, é razão de existir da instituição que por ele é presidida”, registra o juiz.

O magistrado registra, porém, a “título ilustrativo”, declarações de Sérgio Camargo. “Se refere a Angela Davis como ‘comunista e mocreia assustadora’, em que diz nada ter a ver com ‘a África, seus costumes e religião’, que sugere medalha a ‘branco que meter um preto militante na cadeia por crime de racismo’, que diz que ‘é preciso que Mariele morra. Só assim ela deixará de encher o saco’, ou que entende que ‘Se você é africano e acha que o Brasil é racista, a porta da rua é serventia da casa’”.

A suspensão da nomeação de Sérgio Camargo é assinada no Diário Oficial da União (DOU) pelo ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e não há indicativo sobre o próximo nome que ocupará a função. Na mesma edição, Lorenzoni suspendeu também a nomeação de Luciana Rocha Féres para o cargo de presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

A Fundação Palmares é uma entidade vinculada à Secretaria Especial da Cultura, atualmente subordinada ao Ministério do Turismo.  (Do Blog do Magno – Por Diego Freire)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Brasil

Juiz de Brasília determina volta dos radares em rodovias federais

Publicado

em

O juiz federal Marcelo Monteiro, de Brasília, derrubou nesta quarta-feira decisão do presidente Jair Bolsonaro que, em agosto, suspendeu a utilização de radares estáticos, móveis e portáteis nas rodovias federais do país. O magistrado deu prazo de 72 horas para a Polícia Rodoviária Federal ( PRF ) restabelecer o funcionamento dos equipamentos de fiscalização. Caso a decisão não seja cumprida, a União deverá pagar multa de R$ 50 mil por dia de atraso.

O pedido foi feito em ação civil pública pelo Ministério Público Federal ( MPF ), para “garantir a continuidade dos serviços públicos de fiscalização de velocidade nas rodovias federais exercida pela Polícia Rodoviária Federal por meio de radares estáticos, móveis e portáteis, até que sejam concluídos os estudos voltados à possível reavaliação da regulamentação dos procedimentos de fiscalização eletrônica de velocidade em vias públicas”.

Segundo o MPF, ao suspender o uso de radares nas rodovias federais, o poder público deixa de cumprir o dever de fiscalizar e preservar a segurança no trânsito. Ainda segundo a ação, é imprescindível que estudos e informações técnicas antecedam alterações nas políticas de fiscalização de trânsito. O MP também argumenta que a retirada dos radares ofende os princípios constitucionais da proporcionalidade, da vedação ao retrocesso social e da dignidade da pessoa humana. Fonte:  O Globo

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda  

Trending