Conecte-se Conosco

Mundo

Em dez anos, 25 milhões de casamentos infantis foram impedidos

Publicado

em

 

Mas fica ainda um alerta: se não existir um esforço “redobrado”, 150 milhões de crianças serão obrigadas a casar em 12 anos.

número de casamentos infantis no mundo está caindo. No entanto, o problema está longe de estar resolvido e, se nada for feito para o impedir, mais de 150 milhões de meninas serão obrigadas a casar até 2030. O alerta é da Unicef.

De acordo com a organização de defesa dos direitos das crianças, estima-se que o número de garotas casadas na infância seja de 12 milhões por ano, o que representa uma redução de 25 milhões de casamentos em relação há 10 anos.

“Quando uma menina é forçada a casar e ainda é uma criança, enfrenta consequências imediatas e ao longo da vida. A probabilidade de terminar os estudos diminui, enquanto a de ser abusada pelo marido e sofrerem complicações durante a gravidez aumentam”, denuncia Anju Malhotr, conselheira principal para o gênero na Unicef.

Notícias ao MinutoÍndia apresenta os melhores resultados na diminuição do número de casamentos na infância © UNICEF/UN061994/Vishwanathan

Apesar das melhorias, o relatório da Unicef divulgado esta terça-feira (5) aponta que são necessários “rápidos progressos” para cumprir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. “Dado que o mundo se comprometeu a acabar com o casamento infantil até 2030, teremos que redobrar coletivamente esforços para evitar que milhões de garotas tenham a infância roubada através desta prática devastadora”, alerta Anju Malhotra.

As melhorias foram registradas, sobretudo, no Sul da Ásia, onde o risco de casar antes dos 18 anos diminuiu de quase 50% para 30%. Os maiores progressos verificaram-se na Índia. A um nível global, segundo o documento, a proporção de mulheres que casaram ainda crianças diminuiu 15% na última década.

De acordo com o relatório da Unicef, cerca de 650 milhões de mulheres casaram em criança. Das mais recentes noivas meninas, cerca de uma em cada três estão agora na África Subsaariana, em comparação com uma em cada cinco, há uma década.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

 

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram. Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9200-1776.

Mundo

EUA restringem chegada no país de americanos que estiveram no navio

Publicado

em

O Diamond Princess foi colocado sob quarentena pelo governo japonês enquanto permanece atracado no porto de Yokohama

As autoridades sanitárias dos Estados Unidos (EUA) informam que cidadãos americanos a bordo do navio de cruzeiro atingido pelo surto do novo coronavírus estão proibidos de retornar ao país por pelo menos 14 dias após seu desembarque.

O Diamond Princess foi colocado sob quarentena pelo governo japonês enquanto permanece atracado no porto de Yokohama, nas proximidades de Tóquio. Enquanto mais de 300 americanos foram evacuados pelo governo dos EUA, cerca de 100 permanecem a bordo ou em hospitais no Japão.

Passageiros e tripulação que testarem negativo para o vírus e não apresentarem sintomas poderão desembarcar a partir desta quarta-feira (19), uma vez que a quarentena de 14 dias se encerrou.

O Centro para Prevenção e Controle de Doenças dos EUA, no entanto, disse em declaração divulgada na terça-feira que passageiros e tripulantes americanos, além daqueles em hospitais, deverão permanecer mais 14 dias antes de retornar para casa. Eles terão permissão para embarcar em voos para os EUA se não apresentarem sintomas e não testarem positivo para o vírus durante esse período.

O centro também informa que se indivíduos que estiveram no cruzeiro desembarcarem em território americano antes do fim do período de 14 dias, estarão sujeitos a quarentena obrigatória nos EUA.  (Por Agência Brasil)

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.001

 

Continue lendo

Mundo

Governo das Filipinas deve repatriar mais de 530 cidadãos no Japão

Publicado

em

As Filipinas quer repatriar os passageiros a bordo do navio de cruzeiro Diamond Princess

governo das Filipinas está considerando o envio de aviões fretados para repatriar cidadãos daquele país que se encontram a bordo do navio de cruzeiro Diamond Princess.

Segundo a embaixada das Filipinas em Tóquio, 531 funcionários, ou mais da metade da tripulação do navio, bem como sete passageiros, são cidadãos filipinos.

Ainda segundo funcionários da embaixada, destes filipinos, 27 foram diagnosticados com a nova variedade do coronavírus.

Eles estão pedindo para o governo japonês confirmar se houver mais casos. (Por Agência Brasil)

 

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.001

Continue lendo

Mundo

ONU diz que desalojados enfrentam rigorosas condições na Síria

Publicado

em

Mais de 800 mil sírios foram desalojados desde dezembro

A Organização das Nações Unidas (ONU) informa que mais de 800 mil sírios foram desalojados dentro do seu país desde dezembro, com a continuidade dos sangrentos combates entre forças do governo e de oposição.

Forças leais ao presidente Bashar Al Assad, que é apoiado pela Rússia, intensificaram uma ofensiva na província de Idlib e na vizinha província de Aleppo, no noroeste da Síria — as últimas fortalezas dos opositores.

As tropas de oposição, com apoio de forças turcas, resistem.

A ONU diz que organismos de assistência não conseguem dar conta da escala e da rapidez dos acontecimentos e que uma em cada dez pessoas — o equivalente a 82 mil novos desalojados — foram forçadas a se refugiar a céu aberto.

As péssimas condições são ainda mais agravadas pelo rigor do inverno em várias partes do noroeste da Síria, onde à noite o termômetro se aproxima de 10 graus negativos. No fim de semana, nevou nessas áreas.

Há relatos de que crianças morreram em consequência das baixas temperaturas.   (Por NHK)

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.001

Continue lendo
Propaganda  

Trending