Conecte-se Conosco

Esporte

Flamengo bate Universidad Católica, vai às oitavas da Libertadores e alivia pressão

O triunfo foi construído com gols de Arão, Everton Ribeiro e Pedro

Publicado

em

O Flamengo está nas oitavas de final da Copa Libertadores. Na noite desta terça-feira (17), no Maracanã, o time rubro-negro venceu a Universidad Católica, do Chile, por 3 a 0, e garantiu a vaga na próxima fase de forma antecipada. O triunfo foi construído com gols de Arão, Everton Ribeiro -que comemoraram os gols com o técnico Paulo Sousa, que vem sendo alvo de críticas da torcida- e Pedro. A boa atuação acontece também em meio aos protestos contra a diretoria.

Com o resultado positivo, a equipe da Gávea chegou a 13 pontos e avança no Grupo H, enquanto a Universidad Católica permanece com quatro.
Na próxima rodada da competição, o Flamengo encara o Sporting Cristal, na próxima terça-feira (24), novamente no Maracanã. A Universidad Católica enfrenta o Talleres, da Argentina, em casa.

O time rubro-negro volta a campo no sábado (21), contra o Goiás, em casa, pelo Campeonato Brasileiro. No torneio nacional, o time da Gávea tem seis pontos e está próximo da zona de rebaixamento.

O Flamengo voltou ao Maracanã na noite desta terça-feira. O estádio esteve fechado recentemente para o plantio de grama de inverno, o que fez o time rubro-negro mandar os jogos em outros locais, como no Mané Garrincha, em Brasília, e no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

A equipe de Paulo Sousa fez um primeiro tempo sólido e consistente. Com o apoio da torcida, o clube rubro-negro controlou o jogo e dominou a Católica nos 45 minutos iniciais. Destaques para os autores dos dois primeiros gols: Everton Ribeiro, que circulou o campo, ocupando espaços em todos os setores, e Willian Arão, que se apresentou intenso na marcação.

Na etapa final, o Flamengo se apresentou mais abaixo e diminuiu o ritmo, dando um pouco mais de campo ao adversário. Mas, ainda assim, o time da Gávea manteve o controle da partida. Enquanto a Católica avançada em busca do gol, o time carioca se aproveitava dos espaços. Pedro entrou no segundo tempo e movimentou a partida e, após duas chances, marcou o terceiro gol do Flamengo.

A Universidad Católica tentou atuar “de igual para igual” e pressionar o Flamengo no início do jogo, mas, apesar da posse de bola nos primeiros minutos, logo se mostrou dominada pelo adversário e com bastante dificuldade em criar oportunidades. Além disso, mas investidas ao ataque, acabava deixado espaço para que o clube carioca pudesse contra-atacar.

O técnico Ariel Holan, ex-Santos, não comandou a Universidad Católica na partida por ter testado positivo para Covid-19. Rodrigo Valenzuela foi quem esteve à beira do gramado.

Na volta do intervalo, os chilenos fizeram mudanças e tentaram uma presença maior no campo de ataque, e até conseguiram. Porém, mesmo com os visitantes tendo a posse de bola, logo o Flamengo passou a pressionar, ganhar o meio e aproveitar as brechas para criar chances. Assim, o elenco rubro-negro chegou ao terceiro.

FLAMENGO

Hugo Souza, Matheuzinho (Rodinei), Rodrigo Caio, Pablo e Ayrton Lucas; Willian Arão, Andreas Pereira (João Gomes), Everton Ribeiro e Arrascaeta (Victor Hugo); Bruno Henrique (Lázaro) e Gabriel (Pedro). T.: Paulo Sousa

UNIVERSIDAD CATÓLICA

Sebastián Pérez; Asta-Buruaga, Nehuén Paz (Tapia) e Parot; Astudillo (Rebolledo), Saavedra, Cuevas, Fuenzalida e Felipe Gutiérrez; Valencia e Zampedri. T.: Rodrigo Valenzuela

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: John Ospina (COL)
Assistentes: Dionisio Ruiz (COL) e Richard Ortiz (COL)
Cartões amarelos: Andreas Pereira, Matheuzinho, Arão (FLA); Astudillo, Felipe Gutiérrez, Tapia (CAT)
Gols: Willian Arão (FLA), aos 6′, e Everton Ribeiro (FLA), 39’/1ºT; Pedro (FLA), aos 45’/2ºT.

Por Noticias ao minuto

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

 

Esporte

Diretoria agradece a Dal Pozzo e aponta celeridade para definir novo treinador do Sport

Interino César Lucena já assumiu o treinamento deste domingo, enquanto o clube não anuncia o novo comandante da equipe.

Publicado

em

Virando a página. Esse é o status em que o Sport se encontra, após o anúncio oficial da  demissão do técnico Gilmar Dal Pozzo, realizado na manhã deste domingo. O clube leonino agora busca o acerto com o novo comandante. Mas antes, a diretoria de futebol fez questão de agradecer ao ex-treinador pelos serviços prestados ao longo dos 21 jogos em que conduziu o time rubro-negro.

“Gostaríamos de agradecer demais a dedicação que ele teve durante todo esse tempo que passou no Sport, a comissão técnica com Emerson Nunes e o preparador físico Anselmo Sbragia. Todos profissionais dedicados que vivenciaram o clube com dedicação, com força de vontade e com espírito de luta. Um espírito que toda a torcida do Sport gosta de ver”, iniciou o diretor de futebol Augusto Carreras.
“A gente só tem a agradecer essa participação de ética, transparência e de diálogo que foram esses três meses aqui com o professor Dal Pozzo e a comissão técnica. Lealdade sobretudo em todos os caminhos que o Sport seguiu. Com muita transparência, muito zelo, dedicação e trabalho”, reforçou, antes de acrescentar.
“Tivemos uma reunião hoje pela manhã, antes do início dos trabalhos, onde tivemos essa definição. Fato que eu gostaria de registrar a dedicação que o professor teve junto ao elenco. A despedida que ele realizou aqui no vestiário do Sport abraçando cada jogador, fazendo um discurso emocionado ao lado da comissão técnica demonstrando um carinho que existia e a reciprocidade do grupo, do staff e da comissão. A gente só tem a agradecer por esse período, desejar sucesso ao Gilmar. O futebol é dinâmico e eu tenho certeza que a gente vai se encontrar por aí, sendo adversário durante os 90 minutos e amigos que o futebol nos deu e nos proporcionou.”
NOVO COMANDO
Ainda segundo Augusto Carreras, a expectativa da diretoria rubro-negra é anunciar o quanto antes o nome do seu novo técnico. “A partir desse momento, o Sport busca uma comissão técnica, um novo comando para o futebol dentro das quatro linhas. Iniciamos algumas consultas e esperamos ter brevidade para anunciar o novo comandante.”
Até lá, o interino César Lucena, que comandou a equipe em três jogos neste ano, obtendo duas vitórias e um empate, assume o posto de imediato. “Enquanto isso, o nosso time será comandado pelo interino Cesar Lucena. Um treinador conhecido da torcida e um assistente técnico aqui da casa que já iniciou o treino programado para a manhã deste domingo. Vamos aguardar a definição nos próximos dias com relação ao novo comandante do futebol do Sport.”
Foto: Anderson Stevens/Sport

Por Diário de Pernambuco

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

 

Continue lendo

Esporte

Gigante europeu se encontra com agente de CR7 em Portugal, diz site

De acordo com o site ‘The Athletic’, a transferência do atacante do Manchester United foi um dos assuntos tratados.

Publicado

em

O novo dono do Chelsea, Ted Boehly, se encontrou com Jorge Mendes, agente de Cristiano Ronaldo, na última semana, em Portugal. De acordo com o site ‘The Athletic’, a transferência do atacante do Manchester United foi um dos assuntos tratados.

No momento, ainda não se sabe se os Blues irão tentar a contratação do português, que também já recebeu sondagens de PSG e Bayern de Munique. Segundo a publicação, Cristiano Ronaldo tem um grande carinho pelo Manchester United, mas também quer que o clube seja competitivo na próxima temporada e está preocupado com a falta de movimentação no mercado de transferências, enquanto outros rivais trazem jogadores importantes.

CR7 foi o artilheiro do United na última temporada, mas a equipe não conseguiu se classificar para a Champions League e também não conquistou títulos. Apesar disso, o atacante disse, em entrevista recente, que acredita numa melhora do time para este novo ano com a chegada do técnico Erik ten Hag.

Por UOL/Folhapress

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

 

Continue lendo

Esporte

Ex-xodó de Tite, Everton se vê distante da Copa do Mundo

A final foi disputada no Maracanã, onde o cearense passará a atuar com frequência, em circunstâncias bem diferentes.

Publicado

em

Contratado neste mês pelo Flamengo, Everton escolheu a camisa 19. Foi com esse número às costas que viveu seu grande momento, como um dos protagonistas da seleção brasileira na conquista da Copa América de 2019. A final foi disputada no Maracanã, onde o cearense passará a atuar com frequência, em circunstâncias bem diferentes.

O atleta de 26 anos chegou com moral ao clube rubro-negro e valeu um investimento que poderá atingir 16 milhões de euros (R$ 87 milhões) com o cumprimento de algumas metas. Mas a passagem pelo futebol europeu, iniciada em 2020, não foi a esperada, como também não foi a esperada a continuidade no time nacional.

Artilheiro daquele torneio continental ao lado do peruano Guerrero, com três gols, Cebolinha defendeu o Brasil mais 13 vezes, não balançou a rede em nenhuma delas e deu apenas uma assistência. Titular na decisão de outra Copa América, a de 2021, também no Maracanã, foi substituído na derrota por 1 a 0 para a Argentina e nunca mais atuou pela formação verde-amarela.

No Benfica, onde foi jogar após o sucesso pelo Brasil, teve duas temporadas que, se não podem ser consideradas fracas, não fizeram jus à expectativa criada. Foram 15 gols e 17 assistências em 95 partidas. Em vez de saltar de Portugal para grandes centros europeus, trajetória comum a bons jogadores brasileiros, voltou a seu país, liberado sem grande resistência.

Entre Porto Alegre, Lisboa e Rio de Janeiro, o ex-jogador do Grêmio ficou longe do Qatar. Enquanto atuava sem grande destaque na Europa, Everton viu Vinicius Junior, 21, desabrochar no Real Madrid, que não teria sido campeão da Liga dos Campeões sem Rodrygo, 21. Raphinha, 25, chamou a atenção mesmo no pequeno Leeds. Antony, 22, cumpriu muito bem seu papel no Ajax.

Mesmo Martinelli, 21, do Arsenal, que ainda teve pouco espaço com a camisa da seleção, passou a ser observado com maior atenção pelo técnico Tite e entrou no último amistoso, contra o Japão, no início deste mês. Cebolinha foi para o final da fila e sabe que tem muitos obstáculos a superar para jogar a Copa do Mundo, a partir de novembro.

Destacar-se no Flamengo pode ajudar, mas o próprio atacante sabe que nem isso deverá ser suficiente. O centroavante Hulk, 35, vem tendo desempenho excelente pelo Atlético Mineiro e nem por isso tem sensibilizado Tite -em uma posição de carência maior. Assim, Everton foi tímido ao ser questionado se o vermelho e o preto poderiam lhe ajudar a vestir amarelo.

“Ah, com certeza. Mas não foi o principal motivo [pelo qual] eu quis voltar”, afirmou, entrevistado pelo canal oficial de seu novo clube. “Quis voltar ao Brasil porque era o Flamengo. Se eu fizer um bom trabalho aqui, claro, poderei ser lembrado. Só que não foi o meu primeiro pensamento a seleção, mas sim o Flamengo.”

A equipe carioca vive estendido período de instabilidade. O recém-chegado Dorival Júnior já é o quinto treinador contratado desde a saída do português Jorge Jesus -que dirigiu Cebolinha no Benfica-, em julho de 2020. Antes de pensar em seleção, Everton precisa se integrar a um ambiente turbulento e reencontrar seu melhor futebol.

A ida à Copa é neste momento altamente improvável, porém também era improvável que o cearense de Fortaleza fosse decisivo na Copa América de 2019. Na ocasião, ele também estava no fim da fila, atrás de Neymar (que sofreu lesão mais séria em amistoso preparatório) e David Neres, de quem ganhou a posição durante o torneio.

A competição terminou com Cebolinha elogiado pela capacidade de desmontar defesas com seus dribles e sua velocidade. Foi tratado como xodó de Tite, que celebrou a conquista no Maracanã agradecendo o então jovem de 23 anos: “Quem diria que o Everton jogaria a final e seria escolhido melhor em campo?”.
Outra vez, poucos apostam nisso.

Por Folhapress

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

 

Continue lendo
Propaganda

Trending

Como podemos ajudar!!