Conecte-se Conosco

Esporte

Flamengo vence o Inter de virada no maracanã, e agora só depende de si para ser campeão

Publicado

em

Com Rodinei expulso no início do segundo tempo, Colorado não resiste, e Gabigol deixa Rubro-Negro pela primeira vez na ponta do Campeonato Brasileiro.

O Flamengo está a uma vitória de se tornar octacampeão brasileiro. Depois de 90 minutos intensos, agitados e de emoções variadas no Maracanã, o Rubro-Negro assumiu a liderança do Brasileirão neste domingo pela primeira vez e em um momento chave da competição. Com gol de Gabigol, o Fla venceu de virada a “decisão antecipada” contra o Internacional por 2 a 1, pela 37ª rodada, e passou a depender somente de si para ficar com o título na próxima quinta-feira. Depois de o Colorado abrir o placar de pênalti com Edenilson no primeiro tempo, o time carioca empatou com Arrascaeta ainda nos 45 minutos iniciais. No segundo tempo, Rodinei foi expulso aos três minutos e abriu espaço para a construção da vitória do ex-clube, decretada no chute de Gabriel. Há 41 anos, 1 meses, e 26 dias na fila de espera para voltar a conquistar o Brasil, o Colorado caiu para segundo e passou a depender também de um tropeço do Flamengo contra o São Paulo para soltar o grito entalado de campeão.

Como ficam na tabela

Com a vitória, o Flamengo chega aos 71 pontos e assume a liderança do Brasileirão com uma rodada para o fim. Com 69, o Internacional cai para o segundo lugar. Os dois times voltam a campo na próxima quinta-feira, às 21h30. O Fla vai até o Morumbi enfrentar o São Paulo, enquanto o Colorado recebe o Corinthians no Beira-Rio. Confira os cenários para o título na última rodada.

Vitória do Flamengo sobre o São Paulo: Fla campeão.

Empate do Flamengo com o São Paulo e vitória do Internacional sobre o Corinthians: Colorado campeão.

Empate do Flamengo com o São Paulo e empate ou derrota do Internacional no jogo contra o Corinthians: Fla campeão.

Derrota do Flamengo para o São Paulo e vitória do Internacional sobre o Corinthians: Colorado campeão.

Derrota do Flamengo para o São Paulo e derrota do Colorado para o Corinthians: Fla campeão.

Primeiro tempo

O jogo começou agitado e tenso no Maracanã. A primeira investida ao gol foi do Flamengo, com Bruno Henrique fazendo jogada individual pela esquerda e chutando colocado para a defesa de Marcelo Lomba. No lance seguinte, aos 8 minutos, Gustavo Henrique puxou Yuri Alberto na área e a arbitragem marcou o pênalti para o Inter. Edinilson cobrou bem e abriu o placar para o Colorado. A vantagem não fez o Inter recuar. Minutos depois, Edenilson lançou Yuri Alberto na frente, que chutou com a marcação em cima. A bola saiu pela linha de fundo. Com a necessidade da vitória para assumir a ponta, o Rubro-Negro passou a se lançar ao ataque, só que tinha dificuldades para ameaçar. Mas, aos 28, após grande jogada de Bruno Henrique, Arrascaeta recebeu na área e mandou para o gol para empatar. Após a igualdade no marcador, o jogo seguiu aberto, mas sem grandes chances até os 42 minutos, quando Rodinei avançou pela direita, bateu forte cruzado e acertou o travessão rubro-negro.

Segundo tempo

No primeiro lance da segunda etapa, um lance decisivo: Rodinei foi expulso por entrada dura em Filipe Luís. O árbitro Raphael Claus tomou a decisão após consultar o VAR. Com um a mais, o Flamengo se lançou ao ataque e conseguiu a virada aos 17. Arrascaeta recebeu de Bruno Henrique e deu passe açucarado para Gabigol na área. O atacante, sem precisar dominar, finalizou na saída de Lomba e colocou o Fla na frente. Com a vantagem no marcador, o Flamengo seguiu investindo no ataque, enquanto o Inter tentava de forma desesperada criar jogadas com um homem a menos. Aos 34, Pedro recebeu na área e marcou. Mas a arbitragem, corretamente, anulou o gol por impedimento. Aos 47, Pedro marcou outra vez e o lance foi anulado após análise do VAR. No fim, o Inter insistiu, mas quem deixou o Maracanã perto do título foi o Flamengo. (DO GE)

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Esporte

Justiça determina realização de novas eleições para a CBF

Publicado

em

A Justiça do Rio restabeleceu, nessa terça-feira (30), os efeitos da decisão judicial que determinou a realização de novas eleições para a Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Por dois votos a um, a 19ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça foi favorável ao recurso de agravo interno interposto pelo Ministério Público do Rio Janeiro (MPRJ). A ação civil pública, ajuizada pelo MPRJ em 2017, demonstrou que a entidade desrespeitou a Lei 9.615 (Lei Pelé), ao realizar assembleia para reforma estatutária, no dia 23 de março de 2017, sem respeitar a convocação obrigatória dos representantes dos clubes das séries A e B do Campeonato Brasileiro de Futebol.

Efetivamente, tornam-se nulas as alterações que modificaram as regras eleitorais da entidade. Com isso, de acordo com a Justiça, uma nova assembleia deverá ser realizada, em um prazo de 30 dias, para a discussão desses assuntos. Além das 27 federações, terão de ser convocados os clubes integrantes do Colégio Eleitoral: os da primeira divisão, na forma do Artigo 22, Parágrafo 4º, I e II, do Estatuto de 2015, que estava em vigor à época – a inclusão dos de segunda divisão se deu justamente por causa da modificação eleitoral ocorrida em março de 2017.

Para o MPRJ, a CBF realizou uma manobra para aprovar o novo estatuto, prevendo critério diferenciado de valoração de votos que impede os clubes de constituírem maioria nas eleições.  De acordo com a ação, na assembleia deliberativa os clubes da segunda divisão ganharam poder de voto (peso 1). Porém, uma cláusula passou a definir que nas assembleias gerais de natureza eleitoral, cada voto das federações filiadas tem peso três. Já os votos dos clubes da primeira divisão passaram a ter peso dois. Antes, todos tinham peso um.

De acordo com a ação, com a inclusão dos times da Série B, adequando-se, enfim, o Estatuto da CBF aos preceitos da Lei Pelé, pela primeira vez, os clubes de futebol, poderiam alcançar maioria de votos, frente às federações e, assim, incrementar a participação na gestão do esporte. Se as alterações no valor dos votos não tivessem sido adotadas, os 20 clubes da primeira divisão, somados aos 20 da segunda divisão, atingiriam o total de 40 votos. Enquanto isso, as federações permaneceriam com 27.

Por:Esporte ao Minuto

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Esporte

Investigação sobre a morte de Diego Maradona ganha oitavo réu

Publicado

em

Promotores que investigam a morte de Diego Armando Maradona acrescentaram um oitavo réu no caso por suposto “simples homicídio com dolo eventual”. Fontes judiciais confirmaram nesta terça-feira a intimação do médico clínico Pedro Di Spagna para depor à investigação, em Buenos Aires, no dia 20 de dezembro.

Spagna havia sido contratado para cuidar de Maradona durante o confinamento domiciliar que antecedeu sua morte, e a quem o Ministério Público acusa de ter visto o paciente apenas duas vezes e de não ter cumprido os deveres de seu cargo. Promotores pediram ao juiz de garantias no caso, Orlando Diaz, que o proibisse de deixar o país, segundo fontes.

Di Spagna se junta aos outros sete réus no caso: o neurocirurgião Leopoldo Luque, a psiquiatra Agustina Cosachov, o psicólogo Carlos Díaz, a médica que coordenou a atenção domiciliar Nancy Forlini, a coordenadora das enfermeiras Mariano Perroni e as enfermeiras Ricardo Omar Almirón e Dahiana Gisela Madrid.

As oito pessoas vinculadas ao atendimento médico de Maradona são investigadas por suposto “simples homicídio doloso” visando apurar se o atendimento ao ex-jogador de futebol foi deficiente. Este crime prevê pena de 8 a 25 anos de prisão.

Maradona morreu aos 60 anos e a autópsia do corpo do ex-capitão e da ex-seleção argentina determinou que ele morreu em consequência de “edema agudo de pulmão secundário a insuficiência cardíaca crônica exacerbada”. Ele também descobriu uma “cardiomiopatia dilatada” em seu coração.

O campeão mundial de 1986 no México sofria de problemas de alcoolismo, havia sido internado em uma clínica em La Plata em 2 de novembro de 2020 por anemia e desidratação e, um dia depois, foi transferido para um hospital local, em Buenos Aires de Olivos, onde foi operado de hematoma subdural por uma equipe liderada por Luque.

Em 11 de novembro, ele teve alta hospitalar e mudou-se para uma casa em um bairro privado na periferia de Buenos Aires, onde faleceu em 25 de novembro de 2020.

Fonte: Esporte ao Minuto

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Esporte

Pelé elogia Messi após Bola de Ouro: ‘Homenagem justa para um talento ímpar’

Publicado

em

Pelé parabenizou o argentino Lionel Messi pela sétima Bola de Ouro conquistada pelo jogador da seleção argentina, na segunda-feira. O Rei do Futebol usou as redes sociais para deixar sua mensagem.

“Parabéns, Messi, por mais uma bola de ouro. Certamente é uma homenagem justa para um talento ímpar. Sete vezes, muito obrigado”, declarou Pelé, dizendo que o futebol praticado pelo jogador do Paris Saint-Germain é único.

Na premiação entregue na capital francesa pela revista France Football, Messi superou o polonês Robert Lewandowski, tido como um dos favoritos por não ter recebido a premiação em 2020 devido à pandemia do novo coronavírus.

O terceiro lugar no prêmio ficou com o meia ítalo-brasileiro Jorginho. O atleta do Chelsea conquistou a Liga dos Campeões pela equipe inglesa e a Eurocopa com a seleção italiana. Benzema, Kanté, Cristiano Ronaldo, Salah, De Bruyne, Mbappé e Donnarumma completam a lista dos dez melhores.

Embora Pelé nunca tenha conquistado esse prêmio, ele foi reconhecido em 2000 como Jogador do Século 20 por especialistas da Fifa. O ‘Rei’ é o único jogador a vencer três Copas do Mundo (1958, 1962 e 1970). Mas o astro argentino bateu um de seus recordes como artilheiro de uma seleção sul-americana em setembro passado, ultrapassando a marca de 77 gols. Pelé, de 81 anos, está se submetendo a uma quimioterapia após uma operação no dia 5 de setembro, na qual foi removido um tumor de cólon considerado suspeito.

Por:Esporte ao Minuto

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda

Trending