Conecte-se Conosco

Esporte

Hamilton avisa FIA sobre protestos na F-1: ‘Não vou parar’

Publicado

em

O inglês tem sido, desde o começo desta temporada de 2020, o artífice de protestos que mostram a sua posição contra o racismo

Maior ativista por causas sociais entre os pilotos que compõem o grid da Fórmula 1, o inglês Lewis Hamilton deu um aviso pelas redes sociais, nesta terça-feira, à Federação Internacional de Automobilismo (FIA, na sigla em francês) após ter sido informado que não será punido pela entidade, que afirmou no dia anterior que avaliaria impor restrições em manifestações futuras.

Antes e depois do GP da Toscana, no último domingo, no circuito de Mugello, na Itália, Hamilton vestiu uma camiseta com a seguinte mensagem: “Prendam os policiais que mataram Breonna Taylor”. O inglês tem sido, desde o começo desta temporada de 2020, o artífice de protestos que mostram a sua posição contra o racismo, discriminação de todo o tipo, repressão policial e desigualdade social.

“Bom dia, mundo. Torço que por onde estiverem, estejam se mantendo positivos em corpo e mente. Quero que saibam que não vou parar, não vou desistir de usar essa plataforma para iluminar o que acho correto. Eu gostaria de agradecer aqueles que continuam a me apoiar e demonstrar amor, sou muito grato. Mas essa é uma jornada em que todos temos que ir juntos para desafiar todos os tipos de injustiças cometidas no mundo, não apenas a racial. Nós podemos tornar esse um lugar melhor para nossas crianças a para as futuras gerações”, publicou o piloto da Mercedes em sua conta no Instagram.

Seu protesto no último domingo vem do caso da americana Breonna Taylor, morta por oito tiros em março deste ano quando três policiais averiguavam uma suspeita de venda de substâncias controladas. Após troca de tiros, o namorado de Breonna, Kenneth Walker, ficou ferido. Posteriormente, buscas concluíram que nenhuma droga foi encontrada no local.

Em suas redes sociais e também na entrevista dada após a vitória em Mugello, a sua sexta no atual Mundial de Fórmula 1, Hamilton voltou a cobrar por justiça pela morte da paramédica, que também tem mobilizado outros atletas ao redor do mundo como um jogador da NFL (futebol americano) que chegou a ser preso em um protesto, a tenista japonesa Naomi Osaka, campeã do US Open no último sábado, e jogadores da NBA, a liga americana de basquete.

“Não é uma grande mudança. Você ainda está lutando contra a mesma coisa. Levei muito tempo para conseguir aquela camisa. Tenho vontade de vestir isso e chamar a atenção para o fato de que tem gente por aí sendo morta na rua. E então tem alguém que foi morta em sua própria casa, eles estavam na casa errada, e aqueles caras ainda estão andando livres. Não podemos descansar, temos de continuar a conscientizar sobre isso. Eu penso que ela é uma grande inspiração com o que ela fez com sua plataforma, então temos de continuar avançando nessa questão”, finalizou Hamilton.

Por Estadão Conteúdo

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Esporte

Hamilton é punido, tem recorde de vitórias adiado e Bottas vence na Rússia

Publicado

em

Foi a nona vitória de Bottas em sua carreira na Fórmula 1 e a segunda da temporada

Ainda não foi dessa vez que Lewis Hamilton chegou à 91ª vitória na Fórmula 1 e se igualou ao recordista Michael Schumacher. Neste domingo, o hexacampeão foi punido por uma infração cometida antes da corrida, terminou em terceiro e viu o companheiro de Mercedes, Valtteri Bottas, se aproveitar da penalidade para vencer o GP da Rússia, no circuito de Soshi. O segundo lugar ficou com o holandês Max Verstappen.

Foi a nona vitória de Bottas em sua carreira na Fórmula 1 e a segunda da temporada. O finlandês é o único piloto, além de Hamilton, que venceu mais de uma corrida em 2020. O triunfo na Rússia o manteve na vice-liderança do Mundial de Pilotos, agora com 161 pontos, mais perto do seu companheiro de Mercedes, que lidera com 205. Verstappen é o terceiro, com 128.

Saindo do terceiro posto, Bottas largou bem e contou com o erro de Verstappen para assumir o segundo lugar logo na largada. Depois, foi beneficiado pela punição a Hamilton, e assumiu a ponta para não sair mais. O finlandês fez uma corrida segura e não foi ameaçado na liderança. Ao cruzar a linha de chegada em primeiro, fez um desabafo no rádio e extravasou, dizendo que o triunfo era uma resposta a quem o criticava.

O momento determinante para o resultado aconteceu antes mesmo do início da corrida. Hamilton praticou duas largadas em local não apropriado antes da prova e levou uma sanção de 10s. Com o tempo perdido, o britânico perdeu a liderança que havia sido mantida nas primeiras voltas. Logo subiu para terceiro, mas não conseguiu recuperar a ponta.

Hamilton vai levar um ponto pelo incidente na “carteira” dele. Assim, o hexacampeão mundial fica com dez pontos, a dois do limite para ser suspenso por uma etapa. Ele vai ter a chance de igualar o recorde de Schumacher na próxima etapa, justamente na Alemanha, país do lendário piloto da Ferrari.

Logo atrás do trio que mais vezes subiu no pódio em 2020 veio o mexicano Sergio Pérez, da Racing Point, que conquistou seu melhor resultado na temporada. Ele foi seguido pelo australiano Daniel Ricciardo, da Renault, em quinto, e pelo monegasco Charles Leclerc, que conseguiu colocar a Ferrari no sexto posto, uma posição mais digna do que a das últimas etapas.

O francês Esteban Ocon, da Renault, finalizou no sétimo lugar, à frente dos dois carros da AlphaTauri, com o russo Daniil Kvyat à frente do francês Pierre Gasly. O tailandês Alexander Albon, da Red Bull, completou o top 10 e também somou pontos.

A largada foi marcada por acidentes de Carlos Sainz e Lance Stroll, que abandonaram a prova. O espanhol da McLaren errou e acabou batendo a dianteira no muro, destruindo o seu carro. Já o canadense da Racing Point rodou e bateu após ser tocado por Charles Leclerc e também saiu de cena logo no começo. Ele ficou revoltado que o monegasco da Ferrari não sofreu uma penalidade.

A Fórmula 1 dá uma pausa e retorna daqui a duas semanas, para o GP de Eifel, no circuito de Nurburgring, na Alemanha. Será a 11ª etapa da temporada de 2020 da Fórmula 1.

Confira a classificação do GP da Rússia:

1°) Valtteri Bottas (FIN/Mercedes), em 1h34min00s364

2º) Max Verstappen (HOL/Red Bull), a 7s729

3º) Lewis Hamilton (ING/Mercedes), a 22s729

4º) Sergio Perez (MEX/Racing Point), a 30s558

5º) Daniel Ricciardo (AUS/Renault), a 52s065

6º) Charles Leclerc (ALE/Ferrari), 62s186

7º) Esteban Ocon (FRA/Renault), 68s006

8º) Daniil Kvyat (RUS/AlphaTauri), a 68s740

9º) Pierre Gasly (FRA/AlphaTauri), 89s766

10º) Alexander Albon (TAI/Red Bull), a 97s860

11º) Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo), a uma volta

12º) Kevin Magnussen (DIN/Haas), a uma volta

13º) Sebastian Vettel (ALE/Ferrari), a uma volta

14º) Kimi Raikkonen (FIN/Alfa Romeo), a uma volta

15º) Lando Norris (ING/McLaren), a uma volta

16º) Nicholas Latifi (CAN/Williams), a uma volta

17º) Romain Grosjean (FRA/Haas), a uma volta

18º) George Russel (ING/Williams), a uma volta

Abandonaram a prova:

Carlos Sainz Jr. (ESP/McLaren)

Lance Stroll (CAN/Racing Point)

Por Estadão Conteúdo

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Esporte

Em jogo com duas expulsões, Salgueiro estreia com vitória sobre Atlético/PB na Série D

Publicado

em

Uma semana depois do esperado, o Salgueiro fez sua estreia na Série D 2020 neste sábado, em casa. Contra o Atlético de Cajazeiras, da Paraíba, o Carcará venceu por 1 a 0, com gol solitário de Renato Henrique, já no segundo tempo, na cobrança da falta que causou a expulsão de Guilherme, do Atlético. O Salgueiro também teve um vermelho, pouco depois, mas nada que impedisse a vitória.

Sem jogar há quase dois meses, o Tricolor Sertanejo sentiu os desfalques e a falta de entrosamento no time. No primeiro tempo, Salgueiro e Atlético fizeram um jogo amarrado no meio de campo. Com pouco espaço para finalizações, o Carcará desperdiçou boas oportunidades e quase não conseguiu levar perigo real ao gol paraibano.

No segundo tempo, o jogo voltou ainda mais truncado e faltoso. O Atlético conseguiu construir boas chances e chegou perto do gol em algumas oportunidades, mas tudo mudou aos 26 do segundo tempo, quando o lateral esquerdo Guilherme, do time paraibano, foi expulso após falta ao lado da área. Na cobrança de Ciel, Renato Henrique apareceu sozinho no meio da defesa e cabeceou para o fundo da rede.

Se o lateral esquerdo do Atlético foi expulso aos 26, o do Salgueiro, Daniel Nazaré, foi expulso aos 34, equilibrando novamente a partida. Daí, os paraibanos tentaram pressionar para igualar o placar, mas não conseguiram balançar as redes. Agora, o Carcará assume a terceira posição do Grupo A3, mesmo com uma partida a menos que os demais e volta a campo na quarta-feira, visitando o América de Natal na Arena das Dunas. Fonte: DP

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Esporte

Salgueiro estreia hoje na Série D; Afogados encara o Campinense

Publicado

em

Após ter a partida do domingo passado contra o Guarany de Sobral-CE suspensa por causa de 12 casos de covid-19 na equipe cearense, o Salgueiro enfim irá estrear na Série D do Campeonato Brasileiro. Atual campeão pernambucano, o Carcará irá enfrentar o Atlético-PB às 19h deste sábado, no estádio Cornélio de Barros, em Salgueiro.

A equipe paraibana vem de uma derrota para o Globo-RN por 2×1, dentro de casa, e está na 7ª colocação do Grupo C. Em plena pandemia do coronavírus, alguns desfalques surpresas acabam surgindo para as equipes do futebol brasileiro. Foi o caso do Salgueiro, que não poderá contar com o zagueiro Ranieri por ter sido diagnosticado com a covid-19, após testagem feita na última quarta-feira com todo o elenco da equipe interiorana.

Pela mesma chave, vindo de vitória por 1×0 contra o Floresta, do Ceará, o Afogados está em Campina Grande para enfrentar o Campinense podendo engrenar boa sequência na Série D. Na segunda colocação com 3 pontos, atrás do Globo-RN por causa do número de gols marcados, a Coruja terá a chance de confirmar a boa campanha que vem fazendo em 2020. Adversário do Afogados, o Campinense vem de um empate sem gols, fora de casa, com o América-RN e divide a terceira colocação do Grupo C com a equipe potiguar.

Por Pe Notícias

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda  

Trending