Conecte-se Conosco

Educação

IFSertãoPE de Serra Talhada está com inscrições abertas para Programa de Assistência Estudantil

Publicado

em

Alunos do Campus Serra Talhada do IFSertãoPE interessados em participar do Programa de Assistência Estudantil têm até o dia 17 de outubro para se inscrever na iniciativa. A unidade oferece cinco tipos de auxílios: Material Didático (100), Alimentação (60 vagas), Transporte (50), Moradia (30) e Creche (15). As ajudas financeiras variam de R$ 80 a R$ 150.

Podem participar somente os alunos regularmente matriculados nos cursos presenciais da instituição nas modalidades Ensino Médio Integrado, Subsequente, Proeja ou Superior. Para acessar o sistema do programa, o estudante deve usar as mesmas credenciais de acesso ao SUAP e selecionar o Campus Serra Talhada, o ano e o número do edital (14/2021).

As inscrições só serão efetivadas mediante o preenchimento completo do questionário socioeconômico e o envio da documentação exigida no edital. Do Blog Alvinho Patriota

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais Facebook, Twitter e Instagram. Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Educação

Professor da Facape participa de Conferência Internacional de Ecologia Humana

Publicado

em

A Faculdade de Petrolina- Facape, está participando da XXIV Conferência Internacional de Ecologia Humana da Sociedade Internacional de Ecologia Humana (SHE) com participação da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF) e a Universidade do Estado da Bahia (UNEB), com o projeto de pós-graduação em Ecologia Humana (PPGEcoH). A representação é através do professor do Curso de Direito, Edson Jorge Pacheco.

 O tema das discussões desta segunda edição da conferência promovida pela Sociedade Brasileira de Ecologia Humana (SABEH), é: “Dinâmicas Sociais e Desafios Globais: o papel da Ecologia Humana em um mundo em constante transformação.”  O evento virtual iniciou no dia 17/10 e perdura até o dia 23/10 pela plataforma Even3.

Pacheco é doutorando em Criminologia pela Universidade do Porto, e em Ecologia Humana e Gestão pela UNEB. Em seu trabalho, orientado pela professora Dinani Gomes Amorim, tendo os Coorientadores os professores Ricardo José Amorim e Cláudia Maria Lourenço, ele traz a ideia de conexão entre o crime e a ecologia humana. “O fenômeno criminal é um humano e social, a partir do momento em que ninguém pratica crime isoladamente. O crime vai acontecer dentro de um contexto ambiental, seja físico, ou sociológico. No final das contas,  se percebe que o comportamento humano é significativamente influenciado por toda essa conexão da ecologia humana. E o ambiente seria um fator primordial para a possibilidade de recuperar o indivíduo criminoso.”  afirma Edson Pacheco.

A conferência é o momento de se discutir e debater com o mundo inteiro sobre  Ecologia Humana e suas importâncias, especialmente durante esse momento de pandemia da Covid-19.

Por:Blog do Banana

 

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Educação

A um mês do Enem, professores falam sobre uso de redes sociais

Publicado

em

Ao som de gritos, a professora de história Natasha Piedras entra correndo em um quarto. Acima da cena, aparece a legenda: “Dom João VI fugindo de Portugal”. Logo em seguida, a professora aparece novamente entrando pela mesma porta, agora com um chapéu preto e uma vareta simulando uma espada, com a legenda: “Napoleão Bonaparte”. Em um vídeo de cinco segundos, Natasha fala sobre a vinda da família real portuguesa para o Brasil em 1808, em meio à ameaça do imperador francês de invadir o reino de Portugal.

O vídeo recebeu mais de 7,7 mil curtidas no Instagram e mais de 24 mil no Tik Tok. De forma descontraída, escolas, cursinhos e professores têm usado as redes sociais para tratar de conteúdos para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A um mês das provas, que serão realizadas nos dias 21 e 28 de novembro, eles dão dicas de como aproveitar essas ferramentas para fixar o conteúdo e também fazem alertas sobre os cuidados necessários para não perder o foco dos estudos e não acessar conteúdos com informações erradas.

“Um mês para o exame, a gente diz que é a reta final. Um momento de foco total. A internet pode ser uma aliada, claro, mas não é o momento de ficar horas nas redes sociais. Embora a internet ajude, ela pode ser uma distração. É bom focar nas aulas e ter a internet como algo complementar”, diz Natasha, que é professora do Descomplica, ambiente virtual que oferece cursos preparatórios para o Enem.

As aulas, segundo a professora, são importantes, até mesmo para que o estudante entenda as piadas nas redes. “Quando estou pensando para o Tik Tok um vídeo sobre processo de Independência do Brasil, claro que quero que o aluno tire daquele vídeo alguma coisa mas, para isso, ele precisa de um conhecimento prévio sobre a Independência, precisa ter assistido uma aula sobre o assunto. Assistiu a aula, entendeu minimamente o assunto, um vídeozinho desse no Tiktok vai fazer com que ele, de repente, absorva um pouco mais, mas de maneira leve”.

O estudo Digital 2021: Global Overview Report, da Hootsuite e We are Social, mostra que somente no último ano as redes sociais ganharam meio milhão de novos usuários em todo o mundo, o que representou um crescimento de mais de 13%. Agora, são 4,2 bilhões de pessoas conectadas, o que representa 53% de toda a população mundial.

O Brasil está entre os países que mais usam redes sociais no mundo, ocupando o terceiro lugar no ranking, depois das Filipinas e da Colômbia. Os usuários brasileiros passam, em média, 3 horas e 42 minutos nas redes sociais por dia – tempo acima da média mundial de 2 horas e 25 minutos.

“Não é um fenômeno de agora, mas com a pandemia o uso das redes sociais foi potencializado por causa desse período remoto, que fez com que muitos alunos, que não tinham o hábito de navegar na rede passassem a buscar mais informações e a acessar mais. Os professores que antes não postavam passaram a postar”, diz o professor de química dos colégios Santo Agostinho e São Bento, no Rio de Janeiro, e também criador do canal Química Nota Dez, Silvio Predis.

Mais conteúdo na rede exige, no entanto, mais cuidado. Segundo o professor, é preciso buscar informações sobre quem está divulgando esse conteúdo, se é algum professor, se tem boa formação e, se possível, perguntar na escola ou no cursinho, a professores de confiança, se determinado perfil é indicado. “Há conteúdos com uma qualidade muito alta e conteúdos com vários erros”, diz.

As redes sociais ajudaram a professora de redação e fundadora do Marka Texto Redação e Linguagens, Letícia Lima, a chegar a diversas partes do Brasil. Os vídeos que posta no Instagram e Tiktok, com dicas para a redação do Enem, correção de provas e mesmo com erros cometidos pelos estudantes, têm centenas de milhares de reproduções e curtidas.

“Para segurar o jovem hoje em dia tem que ser rápido. Tudo é distração para eles. Tem que ter humor, estar antenado com memes, com o que está em alta, o que é engraçado. A gente se baseia muito nisso”, afirma.

Porém, além de divertir e informar, as redes sociais podem também ser ambientes muito tóxicos, de acordo com a professora. “Existem muitos perfis que projetam uma ideia de rotina de estudo que é impraticável e inalcançável. Essa comparação [com outras pessoas] pode minar a saúde mental do estudante”, diz. Ela aconselha os alunos a focarem, nesta reta final, na resolução de questões de provas anteriores, na revisão de conteúdos. A familiaridade com a prova, segundo ela, conta muito no Enem.

Por:Brasil ao Minuto

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Educação

IFSertãoPE prorroga prazo de inscrições para o Processo Seletivo 2022

Publicado

em

O Instituto Federal do Sertão Pernambucano (IFSertãoPE) divulgou novas retificações nos editais do Processo Seletivo 2022, incluindo a prorrogação do prazo de inscrições para o dia 25 de outubro. No Campus Salgueiro foram disponibilizadas 240 vagas nos cursos de Edificações, Agropecuária e Informática.

Uma das alterações nos editais possibilita que os candidatos aprovados façam a pré-matrícula de forma virtual. “A pré-matrícula será realizada no campus para qual concorreu e acontecerá de forma online ou presencial, cabe ao candidato optar por uma das formas dentro do período estabelecido no cronograma”, informa o trecho acrescentado em um dos documentos.

A inscrição para o Processo Seletivo 2022 do IFSertãoPE é gratuita e pode ser feita no Portal do Aluno. Os candidatos devem preencher todos os itens do formulário, inclusive o questionário socioeconômico. Do Blog Alvinho Patriota

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected]com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda

Trending