Conecte-se Conosco

Destaque

Lava Jato: PF faz operação no Rio contra lavagem de dinheiro

Publicado

em

A PF cumpre 19 mandados de prisão e 18 de busca e apreensão

Policiais federais cumprem hoje (19) 19 mandados de prisão e 18 de busca e apreensão em três estados brasileiros, em uma nova fase da Operação Lava Jato. A ação visa desarticular uma organização criminosa vinculada ao doleiro Dario Messer e tem, entre seus alvos, o ex-presidente do Paraguai Horácio Cartes, que governou o país vizinho de 2013 a 2018.

A operação é chamada de Patron, ou seja, “patrão” em português, uma referência ao apelido dado por Messer ao ex-presidente paraguaio.

De acordo com a Polícia Federal, as investigações identificaram 20 milhões de dólares que teriam sido ocultados por Dario Messer, dos quais 17 milhões foram colocados em um banco do arquipélago caribenho das Bahamas e o restante dividido entre doleiros, casas de câmbio, políticos e empresários do Paraguai.

Ainda segundo a PF, Cartes seria a pessoa de maior confiança de Messer no Paraguai e teria ajudado o doleiro a fugir de autoridades brasileiras e paraguaias.

Messer, por sua vez, teve sua prisão decretada em maio de 2018 pela 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro na Operação Câmbio, Desligo. Depois de ficar foragido por mais de um ano, ele foi preso em julho deste ano, acusado de lavagem de dinheiro, evasão de divisas e participação em organização criminosa.

Os alvos que residem no Paraguai e nos Estados Unidos foram incluídos na lista vermelha da Interpol, a polícia internacional.(POR NOTÍCIAS AO MINUTO)

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Destaque

Prefeitura de Cedro encerra atividades do lixão

Publicado

em

Cumprindo com o que determina a Lei Nacional de Resíduos Sólidos, e adotando uma política de gestão correta e adequada de resíduos, a Prefeitura de Cedro, através da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente e a Agência Municipal de Meio Ambiente, realizou nesta quinta-feira (05), o encerramento das atividades do lixão a céu aberto. A partir de agora, o lixo produzido na cidade, será destinado ao aterro sanitário localizado no município de Salgueiro, uma distancia de 54 km.

Somente de uma vez, já foram depositados no Aterro Sanitário de Salgueiro/PE 3,5 toneladas de lixo. “Estamos trabalhando em uma estrutura logística para que o lixo coletado seja transportado para o município de Salgueiro, onde faremos o descarte correto. Continuamos a missão de transformar Cedro em uma cidade mais limpa e ecologicamente correta“, ressaltou o Secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Rubens Tavares.

Medidas já vinham sendo adotadas desde 2017 quando foi retirado o lixão do Sitio Feijão-Bravo, melhorando a vida das famílias que residiam próximo ao antigo lixão. Agora, a prefeitura garantiu mais um importante passo para a gestão adequada dos resíduos sólido, que é a exclusão total de lixão, como vem fazendo os municípios de todo o Brasil, que são obrigados a acabar com os lixões a céu aberto.

Para o Prefeito Interino Joao Quental, a medida significa um grande passo para proteger os impactos ambientais e a saúde da população. “Mesmo exigindo um sacrifício financeiro, extinguimos o lixão, para que, assim, nossa cidade passe a ser um exemplo de responsabilidade ambiental e cumpra com o que determina a Lei, garantindo a correta destinação dos resíduos – deixando de poluir, contaminar e degradar a natureza local”, disse o prefeito interino, que acompanhou a primeira entrega dos resíduos no aterro da cidade vizinha.

1caaca29-95be-4ea7-8397-d7430f643702
3c09e13f-706d-4e9c-9cc3-6687b1bbf4c4
1425b5c9-c732-4664-93c1-5d12f981db74
57320c2e-5cc4-4f87-8b2d-39edb0e9fb87
68470d55-046b-4e5c-8582-e265d73937f4
660739a2-b783-4dc2-8695-d39e94ae51c5
c63bd69e-c2e1-440d-892a-68b6e649419b
cfe51156-366c-4ba7-8878-3a7f47e0b820
ef2e0c12-484e-4bb1-932b-e1f738bf2c40

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Destaque

Lula é absolvido no processo do “Quadrilhão do PT”

Publicado

em

Em outubro, o MP afirmou que não havia “elementos configuradores da dita organização criminosa”. Juiz federal disse que denúncia tentou “criminalizar a atividade política”.

O juiz Marcus Vinicius Reis Bastos, da 12ª Vara Federal em Brasília, absolveu nesta quarta-feira (4) os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, dos ex-ministros Antônio Palocci e Guido Mantega, além do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, na ação penal apelidada de “quadrilhão do PT”.

Os cinco respondiam a ação penal pelo crime de organização criminosa, por suspeita de terem formado um grupo para desviar dinheiro público da Petrobras e de outras estatais.

Em outubro, o Ministério Público Federal já havia pedido absolvição sumária de todos por considerar que não havia “elementos configuradores da dita organização criminosa”.

O juiz Marcus Vinicius Reis Bastos, da 12ª Vara Federal em Brasília, absolveu nesta quarta-feira (4) os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, dos ex-ministros Antônio Palocci e Guido Mantega, além do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, na ação penal apelidada de “quadrilhão do PT”.

Os cinco respondiam a ação penal pelo crime de organização criminosa, por suspeita de terem formado um grupo para desviar dinheiro público da Petrobras e de outras estatais.

Em outubro, o Ministério Público Federal já havia pedido absolvição sumária de todos por considerar que não havia “elementos configuradores da dita organização criminosa”. Ao analisar o caso, o juiz concordou: “A descrição dos fatos vista na denúncia não contém os elementos constitutivos do delito previsto no art. 2º, da Lei nº 12.850/2013 (organização criminosa)”.

Segundo ele, “a narrativa que encerra não permite concluir, sequer em tese, pela existência de uma associação de quatro ou mais pessoas estruturalmente ordenada, com divisão de tarefas, alguma forma de hierarquia e estabilidade”. De acordo com o magistrado, a denúncia tentou “criminalizar a atividade política”.

“A denúncia apresentada, em verdade, traduz tentativa de criminalizar a atividade política. Adota determinada suposição – a da instalação de ‘organização criminosa’ que perdurou até o final do mandato da ex-presidente Dilma Vana Rousseff – apresentando-a como sendo a ‘verdade dos fatos’, sequer se dando ao trabalho de apontar os elementos essenciais à caracterização do crime de organização criminosa.”

Origem da acusação: a denúncia foi apresentada pelo ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot, pouco antes de deixar o cargo, em 2017. Janot afirmou na denúncia que a cúpula do PT recebeu R$ 1,48 bilhão de propina em dinheiro desviado dos cofres públicos.

Como na época Gleisi Hoffmann, denunciada junto com os demais, era senadora, a denúncia foi apresentada ao Supremo Tribunal Federal, devido à prerrogativa de foro da parlamentar.

Depois, o relator da Lava Jato no STF, ministro Luiz Edson Fachin, dividiu o processo e enviou a parte dos políticos sem foro privilegiado no Supremo para a Justiça Federal do Distrito Federal, que prosseguiu com o caso. A Justiça Federal em Brasília abriu ação penal contra os cinco em novembro do ano passado. (Por Mariana Oliveira, TV Globo — Brasília)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Destaque

Cedro-PE: Prefeitura começa cadastrar vendedores ambulantes para a Festa de Emancipação Política

Publicado

em

A prefeitura municipal de Cedro, no sertão central do Estado, irá comemorar nos próximos dias, seus 56 anos de emancipação política.

Dentro das diversas medidas administrativas que estão sendo tomadas, o governo deu início esta semana o cadastro para aquelas pessoas que queiram comercializar produtos, durante as festividades. A prefeitura informou que os eventos serão realizados em dois dias, 19 e 20 de dezembro, no estádio de futebol “O Camilão”.

Para comercializar comidas, bebidas e outros produtos no espaço, vendedores ambulantes, proprietários de barracas e trailers devem se cadastrar até o dia 8 de dezembro. Os cadastros estão sendo feitos na Secretaria de Juventude, no CAE.

Somente vendedores registrados na prefeitura terão acesso ao estádio nos dias das festividades. A prefeitura disse ainda que nos próximos dias irá divulgar a programação da festa.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Trending