Conecte-se Conosco

Mundo

Nova York fecha novamente escolas por causa de aumento de infecções

Publicado

em

Nova Iorque vai encerrar novamente todas as escolas da cidade a partir de quinta-feira, para mitigar a propagação do novo coronavírus, anunciou hoje o autarca, Bill de Blasio.

Nova York vai fechar novamente todas as escolas da cidade a partir de quinta-feira, para mitigar a propagação do novo coronavírus, anunciou hoje o prefeito Bill de Blasio.

As autoridades nova-iorquinas tinham anunciado, durante o verão, que as escolas voltariam a encerrar se 3% de todos os testes feitos à presença do SARS-CoV-2 em toda a cidade tivessem resultado positivo.

O pico de infecções contabilizadas aproximou-se desta percentagem na última semana, razão pela qual Nova York  decidiu voltar atrás no regresso do ensino presencial e Blasio aconselhou os encarregados de educação para se preparem para o encerramento das instituições de ensino dentro de dias.

A decisão foi tomada hoje, dá conta a Associated Press (AP). O prefeito da ‘Big Apple’ disse também que o número de novos contágios ultrapassou esta semana os 3%.

Nova York  tem mais de um milhão de estudantes no ensino público que agora continuarão os estudos inteiramente online. Até ao final de outubro, apenas 25% dos estudantes tinha regressado às aulas presenciais, uma percentagem mais baixa do que aquela prevista pelas autoridades nova-iorquinas.

O regresso às aulas presenciais foi faseado: em 21 de setembro para as creches e estudantes com necessidades educativas especiais, em 29 de setembro para o ensino básico e 01 de outubro para o secundário.

Na altura, a percentagem de pessoas cujo resultado da testagem à presença do novo coronavírus era positivo, durante um período de sete dias, era menor do que 2%.

Apesar da reabertura, mais de 1.000 estabelecimentos de ensino estiveram temporariamente encerrados durante este período, devido ao conhecimento de vários casos de covid-19 e ao aumento do número de infecções em várias seções da cidade, que obrigou a confinamentos nessas zonas.

À semelhança do resto do país, o ensino presencial em Nova York parou no meio de março, altura em que a primeira onda da pandemia atingiu os Estados Unidos.

Apesar de várias cidades norte-americanas terem decidido começar o novo ano letivo dando preferência ao ensino online, Bill de Blasio pressionou o regresso ao ensino presencial.

O prefeito democrata justificou a pressão feita com a necessidade que vários estudantes tinham de acessar serviços apenas disponíveis nas escolas, e que os encarregados de educação precisavam do regresso das aulas presenciais para poderem regressar ao trabalho.

Também estava equacionado um regresso faseado, com uma parte dos alunos a assistir às aulas presencialmente, e os restantes elementos da turma através da ‘web’.

Este regresso ao ensino presencial estava inicialmente previsto para 10 de setembro, mas foi adiado por cauda da contestação de encarregados de educação, professores – que ameaçaram fazer greve – e funcionários das escolas.

Na sequência da contestação, as autoridades nova-iorquinas comprometeram-se a contratar milhares de novos docentes e a fazer a testagem entre 10% e 20% de todos os alunos e funcionários mensalmente.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.339.130 mortos resultantes de mais de 55,6 milhões de casos de infecção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Os Estados Unidos são o país com mais mortos (248.687) e também com mais casos de infecção confirmados (mais de 11,3 milhões).

Por Notícias ao Minuto

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Mundo

Com expectativa de 1 milhão de pessoas, velório de Maradona começa na Casa Rosada

Publicado

em

Desde o início da madrugada, milhares de torcedores formavam uma fila que já avançava quadras da tradicional Avenida de Mayo. Houve um princípio de confusão na hora da abertura dos portões da Casa Rosada, mas sob muita emoção, os fãs foram entrando aos poucos e deram adeus a Maradona.

Com uma grande presença de torcedores do lado de fora da Casa Rosada, sede do governo da Argentina, em Buenos Aires, o velório de Diego Maradona foi aberto ao público às 6 horas (de Brasília) desta quinta-feira e seguirá até 16 horas. A expectativa é que 1 milhão de pessoas passem pelo local para se despedir do ídolo, que faleceu no início da tarde de quarta após sofrer uma parada cardiorrespiratória.

A situação na entrada da Casa Rosada está mais controlada, mas há princípios de confusão na última barreira antes do acesso ao salão onde se encontra o caixão. É permitida a entrada de 20 pessoas por vez e, quando o portão se fecha após entrada de um grupo, os ânimos se exaltam.

Escoltado por uma caravana, o corpo do ex-craque chegou à sede do governo argentino por volta de 1 hora, quando uma multidão já se encontrava na Plaza de Mayo. Camisas da seleção da Argentina e do Boca Juniors já eram maioria, mas torcedores de todos os clubes marcaram presença.

Atendendo a um pedido da família, que fez uma cerimônia íntima momentos antes da abertura dos portões, o caixão permanecerá fechado durante o velório, que conta com a presença da imprensa local e internacional, com jornalistas dos principais meios de comunicação do mundo.

Diego Maradona será enterrado no cemitério Jardins de Bella Vista, em Buenos Aires, porém o horário do sepultamento ainda não havia sido confirmado pela família até momentos antes do início do velório.

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Mundo

Argentina: O presidente Alberto Fernández, decreta três dias de luto oficial no país, pela morte de Maradona

Publicado

em

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, decretou três dias de luto oficial no país, a partir desta quarta-feira, após a morte de Diego Maradona, informou o governo nacional, através de um comunicado. O craque faleceu depois de sofrer uma parada cardíaca na sua residência.

“Por ocasião da morte de Diego Armando Maradona, o presidente da Nação vai decretar três dias de luto nacional a partir da data”, afirma o breve comunicado, na sequência da morte de Maradona, ocorrida em Tigre, na região metropolitana de Buenos Aires.

O presidente da Argentina também publicou uma curta mensagem nas redes sociais sobre o falecimento do craque, com um foto em que os dois se abraçam. Ele se declarou grato pela felicidade que Maradona deu aos torcedores. “Você nos levou ao ponto mais alto do mundo. Nos fez imensamente felizes.

Foi o maior de todos. Obrigado por ter existido, Diego. Vamos sentir a sua falta por toda a vida”, escreveu Fernández.

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Mundo

Embaixada da China diz que Eduardo Bolsonaro pode perturbar parceria com Brasil

Publicado

em

Em comunicado divulgado na noite desta terça-feira (24), a Embaixada da China rechaçou comentários críticos ao país asiático feito por um dos filhos do presidente Jair Bolsonaro, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). O órgão considerou que as declarações podem acabar por “perturbar a normalidade da parceria China-Brasil”.

Em uma série de mensagens publicadas no Twitter na última segunda-feira (23), Eduardo disse que o Brasil apoia a aliança Clean Newtork, iniciativa dos Estados Unidos para impedir participação do país asiático no desenvolvimento da tecnologia 5G (a internet móvel de quinta geração).

O Brasil deve realizar um leilão da rede 5G no início de 2021, provavelmente entre os meses de abril e maio. Uma das empresas interessadas é a chinesa Huawei, que é alvo da guerra comercial entre EUA e China e está tendo sua infraestrutura banida de alguns países.

O tuíte principal, em que Eduardo falava em “espionagem” por parte da China, foi apagado. Foi mantido um texto que diz o seguinte: “O programa ao qual o Brasil aderiu pretende proteger seus participantes de invasões e violações às informações particulares de cidadãos e empresas. Isso ocorre com repúdio a entidades classificadas como agressivas e inimigas da liberdade, a exemplo do Partido Comunista da China”.

“Tais declarações infundadas não são condignas com o cargo de presidente da Comissão de Rel. Ext. da Câmara dos Deputados. Prestam-se a seguir os ditames dos EUA no uso abusivo do conceito de segurança nacional para caluniar a China e cercear as atividades de empresas chinesas”, diz a declaração da embaixada.

“Isso é totalmente inaceitável para o lado chinês e manifestamos forte insatisfação e veemente repúdio a esse comportamento”, prossegue. Segundo o comunicado, a China já se manifestou formalmente perante o governo brasileiro através dos canais diplomáticos.

A embaixada também frisa que a China tem sido a maior parceira comercial do Brasil há 11 anos consecutivos. Entre janeiro e outubro deste ano, as exportações brasileiras para a China foram de US$ 58,459 bilhões, respondendo por 33,5% do total de exportações do país.

No final do texto, o representante chinês pede que personalidades brasileiras deixem de seguir a retórica da extrema direita norte-americana e de divulgar desinformações e calúnias sobre a China e a amizade sino-brasileira. “Caso contrário, vão arcar com as consequências negativas e carregar a responsabilidade histórica de perturbar a normalidade da parceria China-Brasil”.

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda  

Trending