Conecte-se Conosco

Brasil

O racismo e sua influência na sociedade brasileira

Publicado

em

O racismo é existente no Brasil desde do seu período colonial onde havia grande distorções sociais, onde os europeus traziam pessoas negras para trabalho escravo, desumano, onde os mesmos eram tratados como animais. Neste cenário a presença do capitalismo a questão do lucro através imposição de forças vigentes e dominantes da época sempre se evidência.

O tempo passou, e o racismo prevalece, através de uma cultura onde a uma inferiorização do próprio ser humano por conta de sua cor e entre outros fatores que a sociedade impõe como padrão de beleza. No Brasil existe grande contradição onde existe a fala de muitos que dizem não ter racismo, mas sabemos que isso não verdade, o racismo está escancarado claramente ao se chegar em uma loja para compra de algo, showpings, casas de shows e vários outros lugares, como na própria empresa onde trabalha se , na escola que vamos, nos cursos de faculdade, exemplo disso dificilmente se ver um médico negro, um juiz negro ou promotor de justiça, sempre é para as classes que detém toda uma tendência, e  maior  poder de compra.

Nos últimos tempos ou dias mesmos estamos surpresos com tanta barbárie onde negros são mortos por agentes de segurança pública ou privada, mas isso acontece desde os tempos mais remotos só agora volta se um olhar crítico e hipócrita, pois não é de hoje que isso acontece, mas sim a séculos. Nossa sociedade é cheia de hipocrisia e de pessoas mesquinhas. Após séculos existi essa   doença social porque somos um país da misturas de várias raças, não temos uma raça pura, pode pegar a pessoa mais branca que existe em qualquer lugar e fazer sua árvore genealógica que encontrará o pai de seu bisavó ou tataravô negro não somos raças puras.

Diante do exposto cabe salientar que nenhum ser humano nasce racista isso é imposto sobre as pessoas através dos meios de comunicação, educação e vivências que se interligam entre um grupo ou outro ideológico. Para começar a mudar essa história é preciso uma educação onde priorize se a liberdade e o relativismo, não vivemos em um mundo determinante por uma só raça, mas diversas, outra questão que  deve ser abordada  são as Leis mais severas para punir o infrator que agir com racismo contra algum grupo por conta de sua cor , origem e várias outras formas de se apresentar a questão da relativismo de raça.

Nosso País se formou pela diversidade, espero que essa diversidade venha ser ainda amada, para que se cumpra nesta terra os ditos “Direitos Humanos”.

Por Romi Pereira – Geógrafo

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Brasil

CNBB reage com carta aberta aos xingamentos de deputado que ofendeu Papa e arcebispo

Publicado

em

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) publicou uma carta aberta, endereçada ao presidente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), o deputado Carlão Pignatari, em repúdio à atitude do também deputado Frederico D’Avila (PSL-SP), que o arcebispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes, e ao Papa Francisco, a quem chamou de “safados”, “vagabundos” e “pedófilos” durante seu discurso proferido na tribuna da Alesp na última quarta-feira (14).

Na carta, assinada pelo presidente da CNBB, Walmor Oliveira de Azevedo, Arcebispo de Belo Horizonte, pelos vice-presidentes D. Mário Antônio da Silva, bispo de Roraima e D. Jaime Spengler, arcebispo de Porto Alegre, e pelo secretário geral, Joel Portella Amado, bispo auxiliar do Rio de Janeiro, a CNBB “rejeita fortemente as abomináveis agressões proferidas” pelo parlamentar.

Para a instituição, diante de um discurso “medíocre e odioso” proferido pelo deputado, que configura um “modelo de postura política abominável que precisa ser extirpada e judicialmente corrigida pelo bem da democracia brasileira, a CNBB, mais uma vez, levanta sua voz”.

A fala do deputado, segundo o texto, “feriu e comprometeu a missão parlamentar, o que requer imediata e exemplar correção pelas instâncias competentes”, declarando ainda que ao longo de toda a sua história, “a CNBB jamais se acovardou diante das mais difíceis situações, sempre cumpriu sua missão merecedora de respeito pela relevância religiosa, moral e social na sociedade brasileira”, nem compactuou com “atitudes violentas de quem quer que seja”.

A carta também declara que a CNBB se ancora no princípio de que “a Igreja reivindica sempre a liberdade a que tem direito, para pronunciar o seu juízo moral acerca das realidades sociais, sempre que os direitos fundamentais da pessoa, o bem comum ou a salvação humana o exigirem (cf. Gaudium et Spes, 76)”.

Diante do ocorrido e dizendo-se “defensora e comprometida com o Estado Democrático de Direito”, a CNBB alegou que confia na credibilidade da Alesp e espera que a casa tome “medidas internas eficazes, legais e regimentais, para que esse ultrajante desrespeito seja reparado em proporção à sua gravidade”.

Na missa do Dia de Nossa Senhora Aparecida, Dom Orlando Brandes pediu paz e relembrou as mais de 600 mil vidas perdidas para a pandemia de Covid-19 no Brasil. “Para ser pátria amada, seja uma pátria sem ódio. Para ser pátria amada, uma república sem mentiras e sem fake news. Pátria amada sem corrupção. E pátria amada com fraternidade”, disse o religioso.

O arcebispo também exaltou a esperança proporcionada pela chegada das vacinas contra a doença “Mãe Aparecida, muito obrigado porque na pandemia a senhora foi consoladora, conselheira, mestra, companheira e guia do povo brasileiro que hoje te agradece de coração porque vacina sim, ciência sim e Nossa Senhora Aparecida junto salvando o povo brasileiro”.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Brasil

Caminhoneiros podem decretar greve a partir do dia 1º de Novembro

Publicado

em

Três entidades nacionais de trabalhadores vinculados ao setor de transporte de cargas anunciaram que decidiram decretar estado de greve e que vão iniciar greve nacional a partir de 1º de novembro se o governo federal não atender reivindicações que remontam à paralisação dos caminhoneiros em 2018.

A decisão foi tomada durante encontro no Rio de Janeiro que reuniu as entidades Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes e Logística (CNTTL), vinculada à CUT; Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas (CNTRC) e Associação Brasileira de Condutores de Veículos Automotores (Abrava), segundo comunicado enviado à imprensa na noite do sábado.

As três entidades já fizeram outras convocações de greve nacional dos caminhoneiros, incluindo em fevereiro e julho deste ano, mas com a categoria dividida entre grupos que apoiam e são contra o governo de Jair Bolsonaro os protestos não chegaram ao nível de mobilização de 2018 em que o país parou por mais de 10 dias.

“A situação é que nenhuma das reinvidicações acordadas na ocasião da paralisação de 2018 foram atendidas”, afirmou no comunicado o presidente da Frente Parlamentar Mista dos Caminhoneiros Autônomos e Celetistas, deputado Nereu Crispim (PSL-RS).

Entre as reivindicações da categoria estava a aplicação efetiva da chamada tabela de fretes mínimos. O assunto está parado no Supremo Tribunal Federal (STF) desde que o governo de Michel Temer cedeu à pressão dos caminhoneiros em 2018, aceitando a criação de um piso mínimo obrigatório de fretes para os caminhoneiros autônomos, algo que levou entidades transportadoras do setor privado a questionar a legalidade do mecanismo na Justiça.

O governo federal tem afirmado que está aberto ao diálogo com os caminhoneiros e tem feito uma série de concessões paliativas aos motoristas, como incluí-los como grupo prioritário de vacinação contra a Covid-19.

Mas uma das principais queixas dos motoristas é justamente o custo do combustível, reajustado para cima seguidas vezes nos últimos meses pela Petrobras. O preço médio do diesel no país acumula alta de mais de 50% neste ano. Fonte: Terra

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Brasil

Tempestade colocou capital paulista em atenção para alagamentos

Publicado

em

A segunda-feira (18) começou com tempestade na cidade de São Paulo, o que colocou toda a capital em estado de atenção para alagamentos das 4h46 às 6h35, informou o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE).
Segundo o órgão da prefeitura, as instabilidades associadas a um cavado (área de baixa pressão nas camadas médias da atmosfera), que provocaram chuva com forte intensidade nas últimas horas, perderam força na Grande São Paulo e se deslocaram para as regiões do Alto Tietê, Vale do Paraíba, Serra da Mantiqueira e Litoral Norte.
Nas próximas horas o tempo instável continua e novas instabilidades que se deslocam do interior podem atingir novamente a capital e municípios vizinhos. A intermitência das precipitações eleva o potencial para formação de alagamentos e deslizamentos de terra nas áreas de encosta.
Previsão
Para amanhã (19), a previsão é de que o cenário se repita. Céu encoberto com chuva fraca e garoa intermitente. Por conta dos ventos e da umidade alta, a sensação térmica será inferior à temperatura aferida pelos termômetros.
A terça-feira tem mínima prevista de 13 graus Celsius (°C) na madrugada e máxima de 17°C no início da tarde.
Por:Diario de Pernambuco

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda

Trending