Conecte-se Conosco

Mundo

Papa aceita renúncia do arcebispo de Paris

Publicado

em

O papa Francisco aceitou a renúncia do arcebispo de Paris, monsenhor Michel Aupetit, anunciou nesta quinta-feira o Vaticano.
O líder eclesiástico apresentou o pedido de demissão ao pontífice em novembro, depois de ter sido acusado na imprensa de manter um relacionamento com uma mulher, o que negou de maneira categórica.
A diocese de Paris admitiu que o arcebispo se comportou de maneira “ambígua” com uma mulher em 2012, mas negou que fosse um relacionamento amoroso ou sexual e assegurou que, naquela época, o religioso procurou os superiores para informar sobre a situação.
A Conferência Episcopal francesa confirmou nesta quinta-feira a decisão do papa e a nomeação de Georges Pontier, arcebispo emérito da cidade de Marselha, ao cargo de administrador apostólico de Paris.
Em um comunicado, monsenhor Aupetit se declarou “muito perturbado” com os ataques sofridos, mas afirmou que tem “o coração em paz”.
O monsenhor Aupetit, de 70 anos, administrou a crise pelo incêndio de Notre-Dame de Paris em 2019 e tem a fama de ser muito rígido no que diz respeito à família e bioética.
A renúncia do arcebispo acontece em um contexto de choque dos católicos franceses, depois que uma comissão independente calculou em outubro que padres e religiosos abusaram de quase 216.000 menores de idade no país entre 1950 e 2020.
Por:Diario de Pernambuco

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Mundo

Adolescente de 14 anos é condenado por terrorismo no Reino Unido

O jovem vivia na localidade de Darlington, em Durham, no norte de Inglaterra, e admitiu ser culpado das três acusações que lhe foram imputadas.

Publicado

em

Um rapaz de 14 anos foi condenado por terrorismo, esta terça-feira (18), no Reino Unido. O rapaz, um dos mais jovens condenados por este tipo de crime no Reino Unido, tentou obter informação sobre terrorismo para cometer um ato deste tipo. 

O adolescente vivia na localidade de Darlington, em Durham, no norte de Inglaterra, e admitiu ser culpado das três acusações que lhe foram imputadas esta terça-feira, no Tribunal de Magistrados de Westminster.

Este rapaz teria sido preso quando tinha 13 anos, em julho do ano passado, numa operação planeada pelo Counter Terrorism Policing North East.

O acusado não pôde ser julgado hoje em tribunal, devido à idade, e vai agora ser ouvido no Tribunal de Jovens de Newton Aycliffe. A sentença deverá sair no dia 1º de abril.

No Reino Unido, a pessoa mais nova a ser condenada por crimes terroristas foi um jovem de 14 anos, de Blackburn, Lancashire, identificado como RXG e que conspirou para assassinar polícias em 2015.

Na época, ficou provado que tinha enviado mensagens instruindo um jihadista australiano a lançar ataques, e foi condenado à prisão perpétua em outubro de 2015, depois de admitir incitar ao terrorismo no exterior.

Quanto a este caso mais recente a sentença final só se saberá dia um de abril.

Por Notícias ao Minuto

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Mundo

Professora é condenada por abusar de aluna durante cinco anos

Aluna era “aliciada” com doces pela professora de Educação Física.

Publicado

em

Uma professora de Educação Física de uma escola no Reino Unido foi condenada a seis anos de prisão por aliciar, controlar e abusar sexualmente de uma aluna durante cinco anos.

No tribunal, a vítima contou que a mulher, atualmente com 46 anos, a aliciava com doces no banheiros da Maidstone Grammar School for Girls, uma escola exclusiva para meninas em Kent, na Inglaterra, onde abusava sexualmente dela. 

Os abusos continuaram durante cinco anos. Após entrar na universidade, a centenas de quilômetros de distância, a vítima era seguida pela ex-professora, que a trancava em quartos de hotel. Quando ameaçou denunciá-la à polícia, foi subornada com “cerca de 10 mil libras”, aproximadamente 75 mil reais.

“Sinto-me incrivelmente envergonhada porque não sou muito boa em relacionamentos, acho difícil construir uma relação com as pessoas. Já não confio no meu julgamento porque confiei nela e ela abusou de mim. Preciso ter certeza que ela não pode e nem irá fazer isto novamente”, declarou a vítima na audiência, citada pelo jornal britânico Metro.

A ex-professora afirmou que as acusações da jovem são “uma mentira, doentia e nojenta”, mas o juiz Mark Weekes e o júri considerou que as provas são “claras e convincentes”.

Por Notícias ao Minuto

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Mundo

Audiência do caso Robinho dura 30 minutos; Sentença deve sair ainda na tarde de hoje

Corte de Cassação de Roma, equivalente ao Supremo Tribunal Federal no Brasil, vai anunciar sentença a respeito de violência sexual cometida em 2013 no início desta tarde de quarta-feira

Publicado

em

A última instância da Justiça italiana julgou nesta quarta-feira o atacante Robinho e um amigo dele (Ricardo Falco). Ambos foram condenados nas instâncias inferiores a nove anos de prisão por violência sexual de grupo contra uma mulher.

A audiência que analisa o recurso apresentado pelo jogador terminou após trinta minutos. Cinco juízes (quatro homens e uma mulher) da 3ª Seção Penal vão divulgar a sentença até o início da tarde (horário do Brasil).

Durante a curta sessão, apenas um dos advogados de Robinho, Franco Moretti, fez a sustentação oral. Ele disse que a relação entre a mulher e Robinho foi consensual, e tentou trazer à audiência pontos sobre a conduta da vítima e citou um dossiê da vida privada da vítima, que foi rechaçado no julgamento em segunda instância. O presidente da audiência na Corte de Cassação, Luca Ramacci, chamou a atenção do advogado do jogador, dizendo que ali não era o local indicado para tal discussão.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda

Trending