Conecte-se Conosco

Esporte

Polêmicas e escândalos marcam os quatro meses da morte de Diego Maradona

Publicado

em

Durante o tempo em que esteve na ativa dentro de campo, Diego Maradona encantou o mundo com seus dribles, arrancadas e gols geniais tanto pela seleção argentina quanto pelos clubes que defendeu. Sempre rodeado de “amigos”. No entanto, passados quatro meses exatos da sua morte, o que norteia o noticiário sobre o craque argentino são polêmicas e intrigas dignas de um enigmático filme de suspense com direito a briga familiar, disputa por herança, acusação de uso de drogas, de consumo de bebidas e descaso médico. Tudo isso foi detonado a partir de vazamentos de áudios dos últimos dias de vida do camisa 10.

A descoberta expôs várias suspeitas que acabaram por iniciar uma investigação em torno da morte do jogador aos 60 anos. Maradona ainda não está em paz. Entre essas suspeitas, há a de negligência médica. Ele teria sido “abandonado” em seus cuidados antes da morte. Assim, a equipe de profissionais liderada pelo médico Leopoldo Luque, que operou Maradona semanas antes de sua morte, entrou na mira da Justiça.

Luque é investigado por homicídio culposo. Mensagens vazadas entre ele e a psiquiatra Agustina Cosachov revelaram neste período zombarias do médico em torno do estado de saúde do camisa 10. “Sim, o boludo (gordo) parece que teve uma parada cardiorespiratória e vai morrer cagando. Não tenho ideia do que ele fez. Estou indo para lá”, afirmou o neurocirurgião, em um dos trechos do áudio, de acordo com o site Infobae, da Argentina, e que está nas mãos da Justiça.

No dia 3 de novembro, Maradona havia sido internado para ser submetido a uma intervenção cirúrgica por causa de um coágulo no cérebro. Desde então, ele ficou sob os cuidados da equipe médica de Leopoldo Luque. Diante das circunstâncias, a Justiça argentina passou a investigar o caso com o objetivo de determinar se o astro recebeu os cuidados necessários e quais foram as circunstâncias de suas últimas horas até a morte. Tudo ainda é envolto a um grande mistério.

Alejandro Cipolla, advogado do médico, disse em entrevista ao jornal Clarín que seu cliente estava sendo vítima de um julgamento social. “O que importa é o que acontece na Justiça e não no que a imprensa diz. Parece que a morte de Maradona precisa ter um culpado e que o Luque já recebeu a sentença”, disparou. Entre os indiciados no caso da morte de El Diez, além de Leopoldo Luque, estão a psiquiatra Agustina Cosachov, a médica que coordenava o internamento domiciliário Nancy Forlini, o psicólogo Carlos Díaz e os enfermeiros Ricardo Almirón e Dahiana G. Madrid. Todos estiveram com Maradona nos seus últimos dias de vida. Ele morreu no dia 25 de novembro de 2020.

ÁLCOOL, MACONHA E CHARUTOS – Além da suspeita de negligência médica, outros componentes ajudam a apimentar o período pós-morte do argentino. Em outras conversas vazadas de Luque, apareceu o comentário de um outro médico sobre o consumo de álcool e maconha de Maradona após a cirurgia no cérebro, semanas antes de morrer em casa. “Tenho Monona (cozinheira de Maradona), que me conta as coisas. Exceto Monona e um segurança, estavam todos fumando. Hoje ele (Maradona) se levantou todo dolorido, com toda ressaca em cima. Ontem à noite, fumou e bebeu vinho com os comprimidos”, disse um médico ainda não identificado no áudio durante conversa com Luque, de acordo com o mesmo Infobae.

Por:Esporte ao Minuto

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Esporte

No primeiro jogo da final do pernambucano 2021, Sport e Náutico ficam no empate de 1X1

Publicado

em

Tudo igual no primeiro jogo da final do Campeonato Pernambucano 2021. Com direito à polêmica e uso de VAR, Sport e Náutico empataram em 1×1, na Arena de Pernambuco, nesse domingo (16). Everaldo marcou para o Leão. Wagner fez para o Timbu. O duelo da volta ainda não tem local definido – o mando é dos alvirrubros, mas a partida tem possibilidades de sair dos Aflitos e acontecer novamente em São Lourenço da Mata. Um novo empate provocará penalidades. O vencedor levanta a taça do Estadual.

Os estereótipos de Náutico e Sport no Pernambucano 2021 foram colocados em prática no início do clássico. Dono do melhor ataque, o Timbu começou pressionando. Com marcação alta e muita velocidade pelas pontas, os alvirrubros tinham a maior posse, mas esbarravam na defesa do Leão, trunfo rubro-negro nos últimos jogos. As melhores chances foram todas em chutes da entrada da área. Em um deles, Jean obrigou Maílson a fazer boa defesa.

O Sport era reativo. Sabia que, ao atacar, o Náutico deixaria muitos espaços. Em dois lances, o Leão teve, com Thiago Lopes e Maidana, ótimas oportunidades de marcar, na pequena área. O primeiro parou em Alex Alves, enquanto o segundo mandou para fora.

Cada time teve uma chance de marcar nos minutos finais. Após rebote de Maílson em cobrança de falta de Jean, Camutanga, com o gol aberto, mandou por cima. Lance que custou caro ao Náutico. Aos 45, o Timbu saiu errado. A bola terminou nos pés de Everaldo. Um corte seco e um chute colocado. Gol do Sport. Na comemoração, o atacante dançou o “tchaki tchaki”, em homenagem ao ex-BBB Gilberto, vítima de ato homofóbico por parte de Flávio Koury, conselheiro do Leão.

A vantagem do Sport no placar durou mais tempo no intervalo do que quando a bola rolou. Aos cinco do segundo tempo, após escanteio de Jean, Wagner se antecipou a Maílson e empatou a partida para o Náutico.

O Clássico dos Clássicos não ficou sem polêmica. Após boa jogada pela esquerda, Erick empurrou para o fundo do gol. O bandeira assinalou impedimento. O VAR foi acionado para ver o lance e confirmou a anulação do tento – embora os alvirrubros tenham saído de campo questionando a decisão. Fonte: Folha de PE

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Esporte

Sport homenageia Gil do Vigor com camiseta e dança do ‘tchaki tchaki’ em jogo

Publicado

em

 Gilberto Nogueira foi homenageado pelo seu time do coração, o Sport, no clássico disputado neste domingo (16) contra o Náutico. Na partida do Campeonato Pernambucano que terminou empatada em 1 a 1, o gol dos rubro-negros, feito por Everaldo, foi comemorado pelos jogadores dançando o “tchaki tchaki”, que se tornou marca registrada do doutorando quando participou do BBB 21.

Horas antes da partida, o clube anunciou outra iniciativa contra a homofobia. As camisas usadas pelos jogadores na partida trariam o nome dos atletas acompanhadas de “do Vigor”, homenageando o ex-BBB que ficou conhecido nacionalmente como Gil do Vigor.

“O Sport é Do Vigor e contra a homofobia. Hoje, vamos perfilar de manto marcado com alguém que nos dá muito orgulho: Gilberno Nogueira. As camisas serão vendidas e todo o dinheiro arrecadado será doado ao Instituto Boa Vista, ONG de pautas LGBT”, compartilhou a páginda do clube no Instagram.

E não parou por aí: os atletas entraram em campo com uma grande faixa que dizia “não à homofobia”. Gil compartilhou no Stories, de seu Instagram, vídeos torcendo pela vitória do clube “em nome de Jesus” e agradecendo às homenagens que recebeu. “Por isso amo esse time”, escreveu.

As iniciativas acontecem após áudio com ataques homofóbicos feitos por um dirigente do clube pernambucano vazarem na internet nesta sexta-feira (14).

“Se ele tivesse feito essa dancinha na casa dele ou em um bordel, eu não estava nem aí. Mas foi dentro da Ilha do Retiro. Isso é uma desmoralização, ausência de vergonha na cara. É isso que a gente está vivendo. Não tem mais respeito, filho não respeita pai, pai não respeita filho. É a depravação”, disse o conselheiro.

Na ocasião, Gil lamentou o ocorrido por meio do Twitter e disse que providências seriam tomadas. “Primeiro ataque homofóbico que me deparo após o BBB e posso garantir, ainda machuca muito! Mas sigo firme e providências serão tomadas. Tirando o dia off para não perder minha alegria por tudo que venho vivendo. É muita dor!”.

O Sport Clube do Recife usou a mesma rede social para ser posicionar contra o ataque homofóbico. “O Sport Clube do Recife é de todos. Gil do Vigor é e será sempre um legítimo representante das cores do Sport”.(Esporte ao Minuto)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Esporte

É hoje!!! Sport e Náutico fazem a primeira partida da final do pernambucano 2021

Publicado

em

Sport e Náutico começam a decidir, às 16h deste domingo, na Arena de Pernambuco, o Campeonato Pernambucano de 2021. O jogo contará com sistema de árbitro de vídeo (VAR) remoto e não terá presença de público por conta dos protocolos contra a Covid-19. A partida da volta acontece no próximo domingo, dia 23, ainda sem local definido.

Dono de 42 títulos no Estadual, o Sport entra em campo para aumentar a hegemonia de taças em relação aos rivais. Além disso, busca a 11ª conquista consecutiva em finais contra o Náutico: desde a edição de 1975, todas terminaram em vitória do Leão. Responsável por comandar a equipe, o técnico Umberto Louzer, por sua vez, tenta o quarto título em quatro anos de carreira.

O Náutico, dono da melhor campanha da primeira fase, tenta romper um tabu histórico: desde 1968 não vence o Sport numa decisão. Para quebrar a escrita, conta principalmente com um ataque poderoso, o melhor da competição, formado pela trinca que lidera a lista de artilheiros: Kieza (nove gols), Erick e Vinícius (cinco cada).

Transmissão: o jogo será transmitido pela Globo para todo o estado de Pernambucano, com narração de Rembrandt Júnior, comentários de Cabral Neto e Júnior. Paulo César de Oliveira fica na central do apito. O Premiere transmite para todo o Brasil. Jader Rocha narra, Grafite e Carlos Eduardo Lino comentam.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda

Trending