Conecte-se Conosco

Brasil

Polícia faz operação Imperium de combate á pedofilia no Rio

Publicado

em

A operação da Sepol é para cumprir 80 mandados de busca e apreensão em diversos pontos do estado

Agentes da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima, Secretaria de Estado de Polícia Civil do Rio de Janeiro (Sepol) estão nas ruas para realizar, na manhã de hoje (11), a operação Imperium de combate à pedofilia.

De acordo com a Sepol, a operação é para cumprir 80 mandados de busca e apreensão em diversos pontos do estado. A secretaria informou ainda que as investigações começaram há cerca de quatro meses e identificaram um núcleo de pedófilos que compartilhavam grande quantidade de imagens e vídeos contendo pornografia infantil.

A Sepol não informou os locais do estado onde o grupo atuava. Cerca de 200 policiais civis de diversas delegacias participam da operação. (POR NOTÍCIAS AO MINUTO)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Brasil

Assassinato em Patrocínio (MG) estarrece cidade onde seis famílias disputam o poder

Publicado

em

Patrocínio, cidade do interior de Minas Gerais com cerca de 100 mil habitantes, conhecida por produzir um dos cafés mais caros do mundo, está estarrecida desde quinta-feira, quando o pré-candidato a vereador Cássio Remis (PSDB) foi assassinado pelo irmão do prefeito e secretário municipal de obras, Jorge Marra. Os dois faziam parte de famílias tradicionais da política regional, mas que até então conviviam pacificamente.

Moradores contam que além dos Remis e Marras, também têm influência política na cidade do Alto Paranaíba as famílias Brasileiro, Queiroz, Elias e Siqueira. Muitas vezes em lados opostos, as divergências nunca tinham chegado ao campo criminal.

— Sempre foi um lugar pacífico, sem nenhum registo de crime político. A cidade ainda está consternada, tentando entender o que aconteceu — conta o jornalista Alex Guimarães Machado.

O advogado Cássio Remis, de 37 anos, era presidente do PSDB no município e já tinha sido vereador por dois mandatos. Em 2016, ele foi derrotado pelo atual prefeito, Deiró Marra (DEM), na disputa pelo cargo. Desde então, o ativista político ficou conhecido por fazer vídeos nas redes sociais denunciando supostas irregularidades da atual administração.

Em junho, Cássio acusou o irmão do prefeito de usar equipamentos da prefeitura em suas fazendas. A família integra o grupo dos principais produtores rurais da região, atividade responsável por 80% dos impostos arrecadados no município.

Conhecida como a capital do café, a cidade chegou a figurar nas páginas dos jornais em 2017, por ter atingido a marca do café mais caro do mundo, após ter leiloado um quilo da produção por R$ 917.

Antes do assassinato de Cássio, os episódios de violência em Patrocínio eram pontuais, a maioria por conta do tráfico de drogas. Nos meses de junho e julho, uma disputa pelos pontos de venda de drogas em um dos bairros da cidade deixou seis suspeitos mortos.

Moradores relatam que o tráfico chegou na região após a inauguração da Penitenciária Deputado Expedito de Faria Tavares, que abriga presos da maior facção criminosa do país, que atua em presídios paulistas.

A polícia acompanha os desdobramentos do assassinato de Remis, já que após o crime foram feitas ameaças de morte contra o prefeito, como forma de vingança. O autor dos disparos, Jorge Marra, está foragido.

O desentendimento começou na manhã de quinta-feira, quando o secretário de obras interrompeu uma transmissão ao vivo do pré-candidato e tomou seu celular à força. Na live, Remis denunciou que a prefeitura estava fazendo uma obra na calçada em frente ao local programado para receber o comitê eleitoral de Deiró Marra, que concorre à reeleição.

Remis teria ido à secretaria municipal retomar o celular, onde o crime aconteceu. Um vídeo do sistema de segurança mostra o momento em que Jorge Marra saca uma arma e atira na vítima. Testemunhas relatam que três tiros foram dados com o advogado já caído no chão, um com revólver encostado em sua cabeça.

A assessoria de Deiró Marra não retornou os contatos do GLOBO. Em uma publicação em suas redes sociais, o prefeito classificou o crime como uma tragédia. Ele decretou luto de três dias e exonerou o irmão do cargo de secretário de obras. Fonte: O Globo

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Brasil

Último paciente do Hospital de Campanha do Ibirapuera, em SP, recebe alta

Publicado

em

Morador de Várzea Paulista (45 km de SP), Iray Fernandes, 70 anos, foi o paciente de número 2.433 a receber alta da unidade

O último paciente internado com Covid-19 no Hospital de Campanha do Ibirapuera, na zona sul de São Paulo, recebeu alta neste sábado (26).

Morador de Várzea Paulista (45 km de SP), Iray Fernandes, 70 anos, foi o paciente de número 2.433 a receber alta da unidade. O idoso, que possui comorbidades e já teve AVC (Acidente Vascular Cerebral), deu entrada no hospital no dia 16 de setembro e respondeu positivamente ao tratamento, segundo a Secretaria Estadual de Saúde, sob gestão João Doria (PSDB).

Com isso, a unidade construída em 1º de maio em caráter de urgência pelo governo do estado, ao custo de R$ 12 milhões, fecha as portas na próxima quarta-feira (30) após cinco meses de funcionamento. Segundo a secretaria, todos os equipamentos serão doados para entidades assistenciais e outros serviços de saúde.

“O significado de fechar esse hospital de campanha mostra o controle da pandemia no nosso estado. Mas ainda estamos em quarentena, no meio da pandemia. Precisamos seguir com as regras sanitárias”, disse o secretário de estado da Saúde, Jean Gorinchteyn, durante a cerimônia de homenagem aos profissionais da saúde e pacientes.

Durante o período em que esteve ativo, o hospital atendeu 3.189 pacientes de 106 cidades diferentes, segundo a Secretaria Estadual da Saúde, que não informou se houve mortes no local.

Com 800 profissionais da saúde e 268 leitos, incluindo 28 de UTI, o auge da demanda na unidade ocorreu em junho, quando contabilizou 1.492 internados. “No dia 4 daquele mês, o hospital teve ocupação superior a 80%. Até esta sexta, apenas nove pessoas estavam internadas no local”, afirma nota da secretaria.

Para o governo, o fechamento do hospital é reflexo da redução sustentada nos principais indicadores da pandemia em todo estado. “As estatísticas de novas internações registram queda há nove semanas consecutivas. Além disso, na Grande São Paulo, as taxas de ocupação dos leitos de UTI e de enfermaria estão entre as menores do Plano São Paulo, sendo 45,3% e 39,3%, respectivamente”, diz a secretaria em nota.

Segundo o governo, o hospital de campanha do Ibirapuera era o último do tipo para tratar pacientes com o novo coronavírus, em funcionamento no estado. Outros dois hospitais de campanha foram montados na capital paulista, mas pela gestão Bruno Covas (PSDB), no estádio do Pacaembu (zona oeste) e no Anhembi (zona norte). Ambos encerraram as atividades em 29 de junho e 10 de setembro, respectivamente.

Conforme boletim divulgado na sexta (25) pela Secretaria Municipal da Saúde, a taxa de ocupação em leitos de UTI de hospitais municipais ou contratados pela prefeitura na cidade de São Paulo, para pacientes com a Covid-19, é de 36%.

De acordo com o governo estadual, o estado soma 34.877 mortes pela doença e 964.921 casos confirmados de pessoas contaminadas com o novo coronavírus. Desse total de diagnosticados, 822.453 pessoas já se recuperaram, sendo que 105.439 foram internadas e tiveram alta hospitalar.

Na capital paulista são 13.561 mortes confirmadas e 328.277 infectados desde a descoberta do primeiro contaminado, em 26 de fevereiro. Outros 401.036 casos estão sob investigação.

Por Folhapress

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Brasil

Ministro Celso de Mello antecipa aposentadoria e deixará STF em 13 de outubro

Publicado

em

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), comunicou à presidência da Corte que vai se aposentar no dia 13 de outubro.

Celso de Mello se aposentaria de modo compulsório em 1º de novembro, quando completa 75 anos. Com a decisão informada ao presidente do STF, ministro Luiz Fux, o decano (mais antigo ministro) do Supremo deve adiantar sua saída em pouco mais de duas semanas.

No ofício enviado à presidência da Corte na última terça (22), Celso afirmou ter cumprido os requisitos necessários para aposentadoria.

Em agosto, Celso de Mello completou 31 anos ocupando uma das cadeiras do STF. Ele foi indicado pelo ex-presidente José Sarney em 1989.

Antes de sair, Celso espera participar do julgamento que definirá se o presidente Jair Bolsonaro prestará depoimento presencial, ou por escrito, no inquérito sobre uma suposta tentativa de interferência na Polícia Federal. O ministro é relator do inquérito. Fonte: G1

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda  

Trending