Conecte-se Conosco

Esporte

Prefeitura do Rio fecha Centro de Treinamento do Flamengo

Publicado

em

Essa é a segunda vez que a gestão municipal determina o fechamento do Ninho do Urubu.

A Prefeitura do Rio fechou na última quarta-feira (27) o Centro de Treinamento do Flamengo, na zona oeste do Rio de Janeiro. O local foi palco do incêndio no dia 8 de fevereiro que provocou a morte de dez atletas das categorias de base do clube e deixou três feridos.

Essa é a segunda vez que a gestão municipal determina o fechamento do Ninho do Urubu. Na quarta, a Guarda Municipal cercou o CT para evitar que ele seja reaberto, como aconteceu em outubro de 2017.

Participam da operação fiscais das secretarias municipais de Fazenda e da Ordem Pública, acompanhados pelo Ministério Público do Rio. A decisão do poder público é de manter a Guarda Municipal enquanto o Flamengo não legalizar sua documentação junto aos órgãos municipais.

Os fiscais afixaram nas portas do Ninho do Urubu cópias do edital de outubro de 2017, determinando seu fechamento. O incêndio no Ninho do Urubu ocorreu na madrugada do dia 8. As vítimas estavam em contêineres que serviam como moradia para os atletas da base e foram instalados pelo clube no local.

De acordo com o poder público, o Flamengo cometeu duas ilegalidades: manteve o centro em funcionamento, mesmo depois de sua interdição, em outubro de 2017, e construiu um alojamento sem que nunca tenha pedido licença para sua instalação.

Desde o incêndio, o Flamengo descartou cumprir a decisão da Prefeitura do Rio e fechar o centro de treinamento. No dia 15 de fevereiro, o vice-presidente Jurídico do Flamengo, Rodrigo Dunshee de Abranches, minimizou a ausência de licença municipal para o funcionamento do centro de treinamento do clube desde 2017.

“Uma decisão administrativa cabe recurso. Se eu quiser recorrer, vou recorrer. Estou no prazo para fazer certas coisas. Só acho que essa questão de licença é colateral. Nós temos campos de futebol que não oferecem risco nenhum”, afirmou Abranches.

Em reunião promovida entre o clube e autoridades, a Prefeitura do Rio de Janeiro havia afirmado que o CT deveria ser interditado. Mesmo assim, desde o dia 15, o clube seguiu utilizando o local para treinos da equipe profissional.

No dia 13 de fevereiro, a Justiça do Rio de Janeiro proibiu o a entrada e permanência de crianças e adolescentes no CT Ninho do Urubu, do Flamengo.

A decisão foi do juiz Pedro Henrique Alves, da 1ª Vara da Infância, da Juventude e do Idoso. Em caso de descumprimento da decisão, o clube carioca será multado em R$ 10 milhões.

(Por Folhapress)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

 

 

Esporte

Série B: Jogadores do Figueirense se recusam a entrar em campo por salários atrasados e perde por WO em jogo contra o Cuiabá

Publicado

em

Os jogadores do Figueirense cumpriram a ameaça e não entraram em campo para enfrentar o Cuiabá na noite desta terça-feira, na Arena Pantanal, em jogo válido pela 17ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O motivo é o protesto pelos salários atrasados. Com isso, o Cuiabá venceu por W.O. (placar de 3 a 0), ficando com os três pontos da partida.

Segundo Cristiano Dresch, vice-presidente do Cuiabá, os torcedores que pagaram pelo ingresso poderão fazer a troca para o jogo seguinte do time como mandante na Arena Pantanal, contra o Botafogo-SP, na sexta-feira.

Por volta das 20h20, com 50 minutos de atraso em relação ao cronograma inicial, os jogadores do Figueirense deixaram o hotel em direção à Arena Pantanal. No vestiário, permaneceram por 40 minutos, enquanto os atletas do Cuiabá realizaram o aquecimento no gramado. Na sequência, voltaram ao veículo e foram embora, sem dar entrevistas.
O árbitro da partida, Pathrice Wallace Corrêa Maia, seguiu o protocolo e aguardou 30 minutos, mas os jogadores da equipe catarinense não foram ao gramado. Maia, então, determinou o fim da partida. O caso será relatado na súmula.

A paralisação do elenco do Figueirense começou na tarde da última sexta, quando os jogadores não se reapresentaram após a derrota por 1 a 0 para a Ponte Preta. A atitude se repetiu no fim de semana.

No domingo, por meio de nota, a diretoria afirmou que quitaria o salário CLT de julho e os dois meses de direitos de imagens em atraso no próximo dia 28 de agosto. Na sequência, os atletas rebateram o comunicado e exigiram o pagamento até esta terça – se não recebessem, não entrariam em campo, como de fato ocorreu.

O Figueirense agora fica sujeito a punições em duas frentes: pela CBF e pelo STJD. Como foi o primeiro W.O. do time, a punição será a derrota na tabela (por 3 a 0) e multas. Em caso de reincidência, o clube fica sujeito a ser excluído da competição.

Imediatamente, a CBF aplica as punições previstas no RGC(Regulamento Geral das Competições). (Por GE)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.
Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Esporte

Sport ganha três pontos e perde dois jogadores: Embalado Leão vence fora de casa mas pode ter desfaques importantes para a próxiama partida

Publicado

em

 

O Sport foi até Goiânia em busca de três pontos almejando entrar no G4. E conseguiu.

O Leão não teve dificuldades de bater o Vila Nova no estádio Olímpico, e com um gol em cada tempo, um de Elton e o outro de Hyure, respectivamnte, a equipe de Guto Ferreira chegou aos 29 pontos e vai dormir no G4.

A noite seria perfeita não fosse as lesões de dois jogadores importantíssimos da defesa: Sander e Adryelson.

Sander e Robinho bateram cabeça com cabeça em uma disputa de bola e o  lateral-esquerdo do Sport levou a pior e caindo no chão sangrando muito.

Sander teve o seu pescoço mobilizado e foi retirado estádio pela ambulância para o atendimento no hospital. Sander foi diagnosticado com um traumatismo crâniano leve e não joga contra a Ponte Preta no Próximo sábado.

O caso de Adryelson é mais simples, o zagueiro sofreu uma luxação no ombro esquerdo, no momento ele teve que recolocar o ombro no lugar, até voltou para a partida, ams logo foi substituído com fortes dores.

A próxima partida será em Campinas contra a Ponte Preta no sábado, as 19h.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.
Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Esporte

Federação Pernambucana de Futebol solicita Árbitro de Vídeo junto a CBF para o mata – mata da Série C

Publicado

em

 

O presidente da FPF, Evandro de Carvalho entrou em contato com a CBF para solocitar o VAR (árbitro de vídeo), na fase mata – mata da série C.

O Náutico já está classificado à próxima fase, mas o Santa Cruz ainda depende do resultado do jogo contra o próprio Timbu e outras combinações.

Mesmo sem a confirmação das duas equipes, Evandro de Carvalho pretende ter a técnologia nos jogos em que os time de Recife vão atuar:

– Fizemos o pedido oficial. E estou confiante de que vamos conseguir ter o VAR. Todo esforço para que não haja erros e que possamos subir de divisão é necessário. Seja para o Náutico, seja para o Santa Cruz, se o clube passar de fase. O que não podemos é continuar com dois times na Série C – comentou Evandro Carvalho.

O estádio com maiores condições de receber o VAR, é a Arena de Pernambuco, afinal 18 câmeras tem que ser espalhadas ao redor do campo, para que se tenha todas as imagens com perfeição. Quanto a isso, o presidente da Federção Pernambucana pretende convencer as duas equipes a atuarem como mandantes em São Lourenço da Mata.

Evandro de Carvalho cogita ir até a sede da CBF no Rio de Janeiro já nesta quarta – feira, para agilizar a liberação.

Lembrando que o VAR já foi ultilizado no cenário pernambucano, em 2017 na final do estudual entre Salgueiro x Sport. Jogo da ída e da volta teve a ultilizção do VAR e nenhuma das equipes saiu satisfeita: no jogo da Ilha do Retiro, Raul Prata cometeu pênalti em Toty que acabou sendo o gol de empate do Carcará. O árbitro de vídeo foi quem marcou a penalidade contestada pelos leoninos.

No jogo da volta no Cornélio de Barros, Salgueiro abriu o placar,  numa cobrança de escanteio, Álvaro aproveitou a sobra e mandou a bola pro fundo das redes, mas após consultar  o VAR o ábitro Wilton Pereira Sampaio,  alegou que a bola havia feito a curva pelo lado de fora do campo de jogo e anulou o gol.

Depois pelas imagens da televisão foi comprovado que gol foi legal.

Esta foi a primeira vez que o árbitro de vídeo atuou no Brasil. 

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.
Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda  

Trending