Conecte-se Conosco

Entretenimento

Produtores de eventos apontam falta de diálogo após novas restrições do Governo de Pernambuco

Publicado

em

Uma das áreas da economia mais prejudicadas por causa da pandemia, o setor de eventos culturais se vê, mais uma vez, em um momento delicado por causa dos crescentes casos de Covid-19 e gripe H3N2 nas últimas semanas. Com a possibilidade de um novo pico de internações, com duas epidemias circulando a nível nacional, o governo de Pernambuco recuou e fez novos protocolos em adaptação à situação sanitária. Os anúncios não forem bem vistos pelos produtores de eventos, tendo em vista que afirmam a falta de consulta ou anúncio prévio para adaptar shows, festas e espetáculos que estavam marcados anteriormente à decisão do Estado.

Parados durante quase toda a pandemia de Covid-19, desde março de 2020, os eventos tinham retornado aos poucos no segundo semestre de 2021. O momento marcou um avanço na vacinação contra a doença que, por sua vez, teve o número de casos graves e internações em leitos diminuindo. Menos de seis meses depois, o Estado fez um recuo na segunda-feira (09), ao anunciar que os eventos terão capacidade máxima de 3 mil pessoas. Além disso, só terão acesso a eles pessoas com passaporte vacinal com as duas doses, além da testagem com resultado negativo para a covid-19. A regra vale para qualquer concerto ou espetáculo cultural que envolva público acima de 300 pessoas.

O sócio-diretor da Tampa Entretenimento, Henrique Figueira, explica que o setor não foi consultado para o desenvolvimento dos novos protocolos sanitários. “Ninguém foi consultado no setor. Nós temos duas festas no final do mês, menores para 2 mil pessoas. Vamos manter normalmente, temos uma com Academia da Berlinda no Armazém 14 e outra em Tamandaré. Tem o nosso Carnaval do Parador e a gente vai se adequar ao protocolo do governo, para 3 mil pessoas”, explica o promotor de eventos. Normalmente, o Parador tem uma capacidade 5 mil pessoas.

“A conversa que eu tenho com o setor é a falta de diálogo com o governo, que não chamou ninguém para conversar. Nós passamos dois anos parados, com a quantidade de mortes por causa pandemia, e nunca fizemos questão de nada. Ficamos calados o tempo todo”, enfatiza Henrique, esclarecendo que o momento atual da crise sanitária é melhor do que no pico da doença.

Já de acordo com Waldner Barreto, que é diretor regional da Associação Brasileira dos Promotores de Eventos (Abrape), o governo tem conversado com o setor, porém, desta vez, foi pego de surpresa com o anúncio feito nesta semana. “Não posso dizer que não houve diálogo. Participamos de todas as conversas na elaboração de protocolos com o governo, tivemos uma receptividade com o secretário de Turismo. Mas desta vez não tivemos conhecimento da decisão”, conta o diretor.

Atuando junto ao governo estadual nos últimos protocolos, o setor cultural foi pego desprevenido com as novas autorizações. Alguns dos espetáculos, que estavam previstos para os dois próximos finais de semana, já tinham excedido a capacidade estipulada com o novo plano de convivência com as doenças respiratórias. Com isso, produtoras decidiram cancelar ou adiar datas para a realização de shows no território estadual.

“De acordo com o novo decreto do governo do Estado de Pernambuco, se tornou inviável a realização do festival Verão Maria Farinha. Lamentamos a decisão, mas a cumpriremos. Os valores dos ingressos serão válidos como crédito para os próximos eventos”, disse o comunicado do festival Verão Maria Farinha, que estava realizando shows nos últimos finais de semana. Para o dia 16 de janeiro, a produtora havia confirmado shows de Jorge e Mateus, Dennis e Matheus Fernandes na estrutura localizada em Paulista, no Litoral Norte.

Marcada para acontecer apenas em 20 de fevereiro, a prévia carnavalesca Olinda Beer também decidiu suspender a próxima edição. “De acordo com o novo decreto do governo do Estado de Pernambuco, a realização do festival Olinda Beer se tornou inviável. Lamentamos a decisão, mas a cumpriremos. Os valores dos ingressos serão válidos para a nova data que será divulgada em breve”, diz o comunicado do evento, que tinha como atrações Ivete Sangalo, Claudia Leite, Thiaguinho, Barões da Pisadinha, Leo Santana, Bell Marques, Wesley Safadão e Priscila Senna.

A Ceroula, que completou 60 anos em 2022, também decidiu cancelar suas comemorações. Uma das agremiações mais tradicionais de Olinda, a troça realizaria uma festa com Diogo Nogueira, Art Popular e Fundo de Quintal. “De acordo com o novo decreto do governo do Estado de Pernambuco, se tornou inviável a realização da prévia de Carnaval Ceroula. Lamentamos a decisão, mas a cumpriremos. O reembolso deverá ser unicamente solicitado através do e-mail: atendimento @bilheteriadigital.com”, frisa a organização.

Algumas produtoras decidiram reduzir o público e esgotar os ingressos à venda, como o We Do na Praia. “Fomos pegos de surpresa, mas em respeito ao nosso público a We DO na Praia está confirmada e os ingressos, a partir de agora, estão esgotados. Mesmo amargando um enorme prejuízo financeiro, estamos confirmados em capacidade reduzida atendendo ao novo protocolo do governo do Estado de Pernambuco”, afirma o comunicado do evento, que vai acontecer no sábado (15), em Maracaípe, Litoral Sul de Pernambuco.

Mais medidas

A presidente da Associação Brasileira das Empresas de Eventos (ABEOC) seção Pernambuco, Tatiana Marques, diz que o setor é a favor das normas sanitárias e que a atividade tem cumprido bem os protocolos, mas discorda que os eventos estejam associados ao aumento do número de casos e seja constantemente penalizado.

“Falta diálogo com quem tem conhecimento sobre o que é um evento. Exigir a vacinação, álcool, lavar as mãos e usar máscara é inquestionável, sobretudo com o H2N3 virando o Recife e o Brasil todo de cabeça pra baixo, mas faltam outras medidas. Por que não pensamos em disponibilizar teste de RT-PCR para a população aliado à vacina? Os eventos corporativos, científicos e técnicos cumpriram e cumprem bem os protocolos. Não é justo a atividade correr o risco de parar tudo. O setor não aguenta. Quem foi o gênio da epidemiologia que descobriu essa preferência do coronavírus por eventos?”, ironiza.

A presidente da ABEOC diz que faltam informações sobre os prejuízos sofridos pelo setor, mas um dos maiores impactos foi o desfazimento de equipes inteiras de profissionais. “As pessoas tiveram que correr para sobreviver indo fazer outra coisa e este não é um ativo que ser reconstrói de uma hora para outra. Saúde e lazer são direitos constitucionais e o setor está disposto a contribuir com os protocolos, mas não merece ser penalizado”, defende.

Prejuízo

O momento é delicado para o setor cultural. Segundo uma pesquisa do IBGE, o número de trabalhadores da cultura caiu 11,2% em 2020, justamente no ano em que festas e eventos foram paralisados. Ao todo, a arte perdeu 600 mil trabalhadores, que envolvem técnicos, músicos, artistas e outras pessoas que ficam nos bastidores de eventos. O prejuízo chega, também, em meio à queda de investimentos por parte do governo federal com o setor. Em 2020, de tudo o que foi gasto pelo governo federal, apenas 0,08% foi destinado à cultura.

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

 

Entretenimento

Avião do cantor Bruno, da dupla com Marrone, faz pouso de emergência

Publicado

em

O jato levava o músico, sua mulher e o filho

O sertanejo Bruno, da dupla com Marrone, circulava num avião que teve de fazer um pouso de emergência nesta sexta-feira (21), revelou o jornalista Leo Dias.

A turbina do jato explodiu, levando a que este aterrasse em Sorocaba, São Paulo.

Para além do músico, na aeronave viajavam também a esposa do mesmo, Mariane, o filho, Enzo, e ainda o secretário.

Nas redes sociais o secretário compartilhou que o pouco tinha corrido bem, e que tudo não tinha “passado de um susto”.

Por Notícias ao Minuto

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973

Continue lendo

Entretenimento

Jade encosta pela 1ª vez em uma maçaneta no BBB 22, e público festeja na web

Pelo fato de ela não encostar em maçanetas, alguém teve de abrir a porta para ela para que entrasse no casarão.

Publicado

em

O nome de Jade Picon se tornou o assunto mais comentado após a entrada dela na casa do Big Brother Brasil 22 (Globo) por um motivo inusitado. Pelo fato de ela não encostar em maçanetas, alguém teve de abrir a porta para ela para que entrasse no casarão.

Porém, pouco tempo depois, imagens da influenciadora com a mão na maçaneta de um dos quartos começaram a viralizar. O ato de coragem, como alguns disseram, foi festejado pelas redes sociais.
“A Picon demonstrando humildade. Uma lenda”, brincou um perfil no Twitter. Mas essa não é a primeira vez que ela vira meme. Antes mesmo de ser confinada, Jade já fazia a alegria do povo na internet.
Por já ser rica, há quem tenha feito graça com relação aos prêmios que ela poderá ganhar no reality que teoricamente seriam de menor valor em comparação a tudo o que ela já tem de patrimônio.
“Jade depois de ver que a casa inteira do BBB é do tamanho do closet dela”, postou uma seguidora com uma imagem. “O povo alucinado. Onde que Jade vai entrar no BBB? A mina ganha o valor do prêmio numa publizinha que ela faz”, escreveu outra.
Houve também quem tenha brincado sobre a possibilidade de ela ganhar prêmios como aspirador de pó ou um carro que custaria o par de brincos da influenciadora.
Antes de entrar no BBB, Jade presenteou o irmão, Leo Picon, 25, com um pix de R$ 1,5 milhão. “Cheguei de viagem ontem e aí fui abrir o computador e tinha um Pix de R$ 1,5 milhão. Sério e mostro. E tinha uma mensagem junto: ‘Leo, eu te amo’. Eu não entendi mano. Acabei de chegar, estava em [Fernando de] Noronha”, disse o influenciador.
Na manhã desta quinta-feira (20), a página de Jade no Instagram publicou uma imagem que deu dupla interpretação. “O Dia Da Jade”, publicou, dando a entender que Jade poderia ser “odiada”.

Por Folhapress

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Entretenimento

Morre aos 91 anos a cantora Elza Soares

Publicado

em

A cantora Elza Soares morreu nesta quinta-feira, 20, aos 91 anos, no Rio de Janeiro. “É com muita tristeza e pesar que informamos o falecimento da cantora e compositora Elza Soares”, escreveu a assessoria da artista. Elza morreu de causas naturais.

“Ícone da música brasileira, considerada uma das maiores artistas do mundo, a cantora eleita como a Voz do Milênio teve uma vida apoteótica, intensa, que emocionou o mundo com sua voz, sua força e sua determinação. A amada e eterna Elza descansou, mas estará para sempre na história da música e em nossos corações e dos milhares fãs por todo mundo”, continuou a assessoria, que completou: “Feita a vontade de Elza Soares, ela cantou até o fim”.

Relembre a carreira da cantora e veja detalhes da vida de Elza em opovo.com.br ou clique no link em nossa Bio.

(Foto: Mateus Dantas/O POVO)

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda

Trending