Conecte-se Conosco

Brasil

Quais serão as tendências para 2022 em moda íntima?

Publicado

em

No próximo ano, lingeries priorizam conforto, texturas, cores vibrantes, luxo e peças que se adequam a diferentes ocasiões.

Todo ano surgem diferentes peças, tecidos e cores que dominam as passarelas, vitrines e armários mundo afora. A proximidade de 2022 já traz reflexos em diferentes nichos da indústria têxtil, inclusive no setor de moda íntima, em que já é possível comprar lingerie por atacado dentro das últimas tendências.

Para quem trabalha com esse mercado, ficar de olho em quais são as peças do momento ajuda a fazer as escolhas corretas para o estoque, afinal, grande parte das consumidoras gostam de estar em dia com as referências e tendências da vez.

O próximo ano traz peças com modelagens que priorizam o conforto, de cores básicas a vibrantes, detalhes que fazem a diferença na lingerie e versatilidade para adequar as peças em diferentes ocasiões do dia a dia.

Conforto se mantém em alta

De acordo com analistas da Worth Global Style Network (WGSN), a pandemia de Covid-19 se tornou a maior propulsora de mudanças nos últimos anos e isso fez com que hábitos e preferências mudassem desde então. Esse fator também aparece na moda íntima, que agora deve priorizar o estilo comfy em suas criações para 2022. Depois de passarem muito tempo reclusas em casa, as lingeries confortáveis se tornaram itens recorrentes no dia a dia da mulher.

O conforto aparece nas modelagens e um dos modelos que se destaca é o bralette. A peça confortável, sem arames, amarrações ou bojos, pode ganhar versões mais discretas ou mais elaboradas. O sutiã adequa-se aos seios pequenos e, para garantir mais sustentação aos maiores, pode vir acompanhado com faixas sob o busto e alças mais largas.

Por serem peças clássicas e que valorizam o corpo enquanto garante conforto, os bodies e sutiãs balconet também podem aparecer em alta no próximo ano.

Texturas nos tecidos: sofisticação e romantismo.

Os tecidos texturizados e as clássicas rendas já são figurinhas carimbadas nos catálogos de moda íntima e garantem romantismo e feminilidade às peças. No próximo ano a tendência se mantém, no entanto, as confecções ganham materiais com texturas que remetem a natureza, por meio de florais e outros motivos delicados.

O tule também pode aparecer nas calcinhas e sutiãs, acompanhado de outros tecidos em composição com listras ou poás.

Vitalidade por meio das lingeries coloridas

A simbologia das cores é algo recorrente nas peças de moda íntima, afinal, muitas mulheres acreditam que a tonalidade da lingerie pode trazer boas energias na virada de ano. Em 2022, os catálogos devem aparecer coloridos e vibrantes, trazendo a sensação de alegria e vitalidade após tempos sombrios marcados pelo coronavírus.

Amarelo, rosa, azul fluor, vermelho, neo mint e tons de lavanda podem colorir não somente as peças de moda íntima como também as de moda praia, indicando modernidade. Para as consumidoras mais clássicas, as tradicionais calcinhas e sutiãs em branco, preto e nude também devem marcar presença, uma vez que nunca saem de moda.

Detalhes trazem luxo à moda intima

As chamadas lingeries de luxo também devem se manter em alta no próximo ano. Confeccionados com tecidos nobres como renda, tule ou cirrê, conjuntos de calcinha e sutiã devem vir ainda acompanhados de detalhes para elevar ainda mais suas características sofisticadas.

Um exemplo é o lurex, tecido com brilho capaz de conferir modernidade e elegância ao visual. Em lingeries, tende a aparecer em elásticos, tanto de peças para ocasiões especiais quanto de roupas esportivas.

Lingerie à mostra: tendência que veio para ficar

Nas últimas temporadas, as peças de moda íntima saíram dos armários e invadiram a moda streetwear feminina. Em 2022, a versatilidade das lingeries deve se manter em diferentes modelos. Bodies, sutiãs strappy, cropped e até os mais tradicionais podem virar peças multifunções e ajudar a compor looks para diferentes ocasiões.

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Clique para comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Anvisa autoriza vacina Coronavac para crianças de 6 a 17 anos

Publicado

em

A Diretoria Colegiada da Anvisa, reunida nesta quinta-feira (20/1), aprovou, por unanimidade, a vacina Coronavac para crianças entre 6 a 17 anos. A formulação e a dose do imunizante são as mesmas destinadas aos adultos.

O intervalo entre as doses é de 28 dias. Importante observar que a vacina não deverá ser aplicada em crianças imunocomprometidas.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Brasil

Governo define reajustes de benefícios e contribuições previdenciários

Publicado

em

Portaria do Ministério do Trabalho e Previdência define os índices de reajustes dos benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), bem como valores e respectivas alíquotas de contribuição pagos por beneficiários e segurados segurados do Regime Próprio de Previdência Social (RPS) da União, a partir de janeiro de 2022. O texto foi publicado hoje (20) no Diário Oficial da União.
A portaria nº 12 apresenta, também, reajustes relativos aos demais valores constantes do RPS, como a tabela de contribuição de segurados empregado, empregado doméstico e trabalhador avulso, para pagamento de remuneração.
O reajuste dos benefícios pagos pelo INSS a partir de 1º de janeiro de 2022 será de 10,16%. A tabela detalha os percentuais de aumentos que serão aplicados nos benefícios com data de início a partir de janeiro de 2021. Esses reajustes serão aplicados também nas pensões especiais pagas às vítimas da síndrome da talidomida; às pessoas atingidas pela hanseníase; e ao auxílio especial mensal para jogadores sem recursos ou com recursos limitados.
O valor mínimo do salário de benefício e do salário de contribuição pagos a partir de 1º de janeiro de 2022, não poderão ser inferiores a R$ 1.212 nem superiores a R$ 7.087,22. O mesmo valor mínimo será aplicado para benefícios de prestação continuada pagos pelo INSS correspondentes a aposentadorias; auxílio por incapacidade temporária e pensão por morte (valor global); aposentadorias dos aeronautas; pensão especial paga às vítimas da síndrome da talidomida; e auxílio reclusão.
Também será de R$ 1.212 o valor da pensão especial paga aos dependentes das vítimas de hemodiálise da cidade de Caruaru no Estado de Pernambuco; do amparo social ao idoso e à pessoa com deficiência; e da renda mensal vitalícia.
Os valores dos benefícios concedidos ao pescador, ao mestre de rede e ao patrão de pesca “deverão corresponder, respectivamente, a uma, duas e três vezes o valor de R$ 1.212”. Já o benefício devido aos seringueiros e seus de pendentes será de R$ 2.424.
O valor da cota do salário-família por filho ou equiparado de qualquer condição, até 14 anos de idade, ou inválido de qualquer idade, a partir de 1º de janeiro de 2022, é R$ 56,47 para segurados com remuneração mensal (valor total do respectivo salário de contribuição, ainda que resultante da soma dos salários de contribuição correspondentes a atividades simultâneas) não superior a R$ 1.655,98.
Por:Diario de Pernambuco

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Brasil

Brasil atinge recorde ao superar 200 mil casos diários de covid-19 em 24h

Foram 204.854 novos casos de covid-19 e 338 óbitos.

Publicado

em

O Brasil registrou, entre a terça-feira, 18, e esta quarta-feira, 204.854 novos casos de covid-19, de acordo com dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) divulgados neste dia 19 de janeiro. Além de superar pela primeira vez na pandemia os 200 mil casos de covid em um só dia, o total é o novo recorde de registros, superando o de 18 de setembro de 2021, com 150.106 casos.

O total entre a terça e quarta-feira é 2,34 vezes maior que o registrado uma semana atrás. Em 12 de janeiro foram 87.471 novos casos.

A média móvel de novos registros nos últimos sete dias beirou 100 mil, com 99.974 casos, também a maior desde o início da pandemia, em fevereiro de 2020.

O total de casos de covid-19 chega a 23.416.748 desde o início da pandemia, de acordo com o Conass.

Mortes

O levantamento do Conass, que compila dados de secretarias de Saúde dos 26 Estados e do Distrito Federal, não incluiu os dados do Rio de Janeiro por problemas técnicos e apontou ainda 338 óbitos causados pela covid-19 entre a terça e esta quarta-feira, 2,54 vezes superior ao total de uma semana atrás com 133 mortes.

A média móvel de sete dias foi a 212 óbitos, ante 183 da terça-feira e 123 óbitos de média móvel em 12 de janeiro, uma semana atrás.

Com isso, o País acumula 621.855 vidas perdidas para a doença.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda

Trending