Conecte-se Conosco

Esporte

Real Madrid desbanca Barcelona, com Messi apagado, e dorme líder do Espanhol

Publicado

em

Com um Messi sem brilho, a equipe catalã desperdiçou muitas chances e conseguiu apenas diminuir a vantagem, mas sem força para chegar ao empate

Oclássico dos clássicos do futebol espanhol – e um dos maiores do mundo – foi marcado pela boa atuação do Real Madrid, que marcou 2 a 1 e desbancou o Barcelona em campo e na tabela do Espanhol. Com um Messi sem brilho, a equipe catalã desperdiçou muitas chances e conseguiu apenas diminuir a vantagem, mas sem força para chegar ao empate, no Estádio Alfredo Di Stefano, pela 30ª rodada do Campeonato Espanhol.

Com o resultado, o Real Madrid ficou na primeira colocação, com 66 pontos, desbancando o maior rival e o Atlético de Madrid, ao menos provisoriamente, uma vez que a equipe conta com 66 pontos também e enfrentará o Betis neste domingo. O Barcelona, por sua vez, conta com 65 pontos e é o terceiro colocado do Campeonato Espanhol.

O primeiro tempo foi todo do Real Madrid, que soube aproveitar as chances que teve frente a um Barcelona que não demonstrava seu poder. O primeiro lance de perigo da partida veio aos 9 minutos, quando Messi mandou lindo passe para Alba. O lateral cruzou em direção a Dembélé, mas Courtois interceptou a jogada e impediu que a equipe catalã abrisse o placar.

O gol não demorou a sair, mas para o lado madrileno. Em uma linda jogada, Valverde trouxe a bola para Vázquez, que passou a Benzema. O francês não hesitou e finalizou, abrindo o placar com um belo tiro. O Barcelona tentava reagir e buscar chances, mas era rapidamente neutralizado pela forte defesa do adversário.

Aos 25 minutos, após falta de Ronald Araújo em Vini Jr., que vinha em arrancada perigosa em direção ao gol, Kroos realizou a cobrança, sem chance de defesa para Ter Stegen. O segundo gol contou com desvio de Dest e Alba, mas o forte e certeiro chute de Kroos não dependia de mais nada para entrar, fazendo 2 a 0 para a equipe madrilena.

O próximo lance de perigo veio com Dembélé, que ficou com sobra na área e de cara para o gol, mas errou o chute e desperdiçou a chance de iniciar a reação do Barcelona ainda no primeiro tempo. O contra-ataque, porém, foi marcado por uma arrancada de Vini Jr. , que chegou até Valverde. O atacante bateu e acertou em cheio na trave, com sobra para Vázquez, que finalizou mas assistiu Ter Stegen defender.

O Barcelona seguia com muita dificuldade para abrir espaços e aproveitar oportunidades. O empate, porém, quase chegou aos 45 minutos, quando Messi cobrou escanteio e acertou na trave do goleiro Courtois, com um quase gol olímpico. No minuto seguinte, o atacante exigiu que o goleiro saísse para poder neutralizar o lance e evitar o gol.

No segundo tempo, o Barcelona parecia mais articulado e disposto a reagir, com Griezmann entrando e fazendo seu primeiro lance de perigo aos 9 minutos. O atacante recebeu de De Jong, mas desperdiçou mandando para fora, sozinho dentro da área. De qualquer forma, o impedimento havia sido marcado. A reação do Real Madrid veio com Benzema, que arriscou, mas mandou a bola sem muito perigo para defesa de Ter Stegen.

Mingueza diminuiu a vantagem aos 15 minutos do segundo tempo, ao receber a bola de Alba, que Griezmann não conseguiu alcançar. Nos minutos seguintes, Messi tentou tabelar com Alba, que entrou na área e fez o cruzamento, mas o goleiro madrilenho interceptou e impediu a continuação da jogada. Aos 19 minutos, Messi cobra falta e apenas consegue acertar a barreira, ainda fazendo valer o tabu de não conseguir marcar em Courtois no Real Madrid.

Após fazer um ótimo primeiro tempo, Vini Jr. protagonizou outra jogada promissora ao receber de Modric e invadir a área, mandando para Benzema, mas não conseguiu fazer a bola chegar ao francês. O brasileiro ainda continuou perigoso, cabeceando no minuto seguinte após receber pela direita, mas calculou mal o lance e mandou para trás. Kroos tentou assumir a jogada, mas não consegue acertar e aumentar a vantagem.

Debaixo de forte chuva, o Barcelona tentava chegar e deixar tudo igual. E quase chegaram ao feito aos 29 minutos, quando Messi levantou a bola e Moriba buscou para cabecear na área. O goleiro Courtois segurou e fez uma defesa firme, sem deixar sobras. No minuto seguinte, era o goleiro do Real Madrid que teve que oferecer sua contribuição dando um tapa na bola e evitando o gol, ao defender lance de Odriozola, que cruzou pela direita. Na sequência, foi a vez do brasileiro Marcelo pegar a sobra de Isco e lançar a bola para o gol.

O jogo precisou ser interrompido pelo árbitro por problemas de comunicação com o VAR, por alguns minutos. Logo após a retomada da partida, Braithwaite pegou a sobra de Alba e caiu após dividida com Mendy. O lance gerou reclamações, com os jogadores do Barcelona alegando puxão e pedindo pênalti. O árbitro não voltou atrás em sua decisão e sobrou cartão amarelo para Alba e para o técnico Ronald Koeman por reclamação.

O ritmo do jogo continuou quente e os ânimos acirrados. Aos 43 minutos, Casemiro recebeu cartão amarelo por falta em Messi. Apenas um minuto depois, o volante voltou a cometer falta, dessa vez contra Mingueza em jogada muito próxima a área, trazendo perigo ao gol de Courtois. O lance, porém, terminou com outro amarelo e a expulsão de Casemiro e uma cobrança direta de Messi, que foi prontamente defendida pelo goleiro madrilenho.

O último lance do jogo foi marcado pelo levantamento de Messi, que foi quase aproveitado por Moriba para o empate. A sobra fica com Ter Stegen, que consegue chegar para fazer a finalização, mas a bola fica com a marcação, no apito final.

Por Estadão Conteúdo

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Esporte

Com gol de Thiago Alcântara, Liverpool vence Southampton e reage no Inglês

Publicado

em

 

Com um jogo a menos que os rivais, o Liverpool se manteve na briga por uma vaga entre os quatro primeiros colocados da tabela

Após três empates consecutivos, por diferentes competições, o Liverpool voltou a vencer neste sábado. Jogando no Anfield, o tradicional time inglês venceu o Southampton por 2 a 0, com gol de Thiago Alcântara, filho do ex-jogador brasileiro Mazinho. Sadio Mané marcou o outro gol da partida, válida pela 35ª rodada do Campeonato Inglês.

Com um jogo a menos que os rivais, o Liverpool se manteve na briga por uma vaga entre os quatro primeiros colocados da tabela, que ganham vaga na próxima edição da Liga dos Campeões. No sexto lugar, tem 57 pontos, contra 58 do West Ham e 63 do Leicester City. O time londrino também tem um jogo a menos.

O trio e mais o Tottenham (56 pontos) devem concentrar a disputa pela quarta vaga na Liga dos Campeões nas últimas três rodadas do Inglês. O Chelsea, terceiro colocado (64), e o vice-líder Manchester United (67) estão praticamente garantidos na competição europeia. O Liverpool leva ligeira vantagem nesta disputa por apresentar uma tabela mais favorável nesta reta final da competição. Já o Southampton é o 16º colocado, com 37.

Vindo de dois empates seguidos pelo Inglês, o Liverpool entrou em campo com postura mais agressiva que o rival. O primeiro tempo foi um festival de chances perdidas no ataque. Aos 9, Mané iniciou a série de oportunidades desperdiçadas, que contou também com Diogo Jota, aos 24, e Wijnaldum, aos 25, em uma bola no travessão.

O Southampton só ameaçou uma vez no primeiro tempo, em uma chance dupla barrada por Alisson, bem posicionado na área, aos 29. No minuto seguinte, o Liverpool abriu o placar, em jogada de Fabinho que culminou com cabeçada certeira de Mané, que tivera um gol anulado momentos antes.

Antes do intervalo, Salah ainda teve a chance de anotar o segundo dos anfitriões, aos 35, ao receber belo passe quando estava sozinho dentro da área. Ele demorou para finalizar e desperdiçou grande oportunidade.

O segundo tempo foi mais equilibrado, com os visitantes buscando mais o ataque. A defesa do Liverpool levou seguidos sustos, mas se segurou bem, apesar de ainda não contar com seus principais titulares. No ataque, novas chances foram perdidas. Roberto Firmino entrou em campo aos 32, mas teve atuação discreta.

Três minutos depois, Mané voltou a balançar as redes. Mas, como havia acontecido em lance isolado na etapa inicial, teve o gol anulado por impedimento indiscutível. Quando o jogo parecia decidido, Thiago Alcântara chamou a responsabilidade para si, contornou a área e acertou belo chute, direto para as redes, aos 45 minutos.

POR ESTADAO CONTEUDO

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

 

Continue lendo

Esporte

Novo técnico, reforços… Veja o que mudou no Sport desde derrota para Salgueiro na 1ª fase

Publicado

em

Leão recebe Carcará na Ilha do Retiro às 20h da segunda-feira, pela semifinal do Campeonato Pernambucano, com time bastante diferente de revés em março.

A competição é a mesma: Campeonato Pernambucano 2021. Mas, se olhar o time do Sport que foi derrotado pelo Salgueiro na primeira fase e comparar com o que vai enfrentar o Carcará na semifinal, parece que a temporada é diferente. Apenas três jogadores que foram titulares na partida de março começarão a decisiva: o goleiro Mailson, o lateral-esquerdo Sander e o atacante Mikael.

Alguns fatores explicam tantas mudanças. Para começar, o cenário. Na ocasião da vitória do Carcará na Ilha do Retiro – que também será palco do jogo da semifinal -, o Sport havia acabado de disputar a Série A há apenas uma semana. Assim, muitos titulares foram poupados e o time parecia uma “colcha de retalhos”.

O time que atuou pela segunda rodada do Pernambucano teve Mailson; Ricardinho, Chico, Pedrão e Sander; Márcio Araújo, Marcos Serrato e Gustavo; Luciano Juba, Ewerthon e Mikael. Destaque para algumas particularidades: o volante Ricardinho improvisado de lateral-direito, dois laterais improvisados de pontas (Juba e Ewerthon) e o volante Marcos Serrato, que já deixou o clube.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Esporte

Pfizer-BioNTech anuncia acordo com COI para vacinar atletas dos Jogos de Tóquio

Publicado

em

A pouco menos de dois meses para o início dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, adiados em um ano por causa da pandemia do novo coronavírus, os laboratórios Pfizer e BioNTech anunciaram nesta quinta-feira que alcançaram um acordo com o Comitê Olímpico Internacional (COI) para fornecer vacinas contra a covid-19 aos atletas e membros das delegações participantes do evento esportivo no Japão.

As empresas anunciaram que devem estabelecer uma “coordenação com os comitês olímpicos nacionais em todo o mundo” e as primeiras entregas de vacinas começarão no final deste mês. O COI não tornou a vacinação obrigatória, mas a recomenda a todos os participantes dos Jogos Olímpicos.

A vacina desenvolvida e produzida pela Pfizer-BioNTech se tornou o pilar central da estratégia da União Europeia para combater a pandemia do novo coronavírus. Em nota, os dois laboratórios afirmaram que o objetivo do memorando de entendimento assinado pelo COI é que “as delegações participantes recebam a segunda dose antes da chegada na capital japonesa”.

Essas doses serão adicionadas a entregas já planejadas como parte de pedidos feitos por governos nacionais ou pela iniciativa internacional Covax.

Na nota, o presidente do COI, o alemão Thomas Bach, destacou que a distribuição de vacinas “é mais um instrumento na caixa de ferramentas de medidas que vai ajudar a fazer dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio-2020 um evento seguro para todos os participantes”.

A Olimpíada deve receber cerca de 11 mil atletas, embora um número considerável desse total já tenha recebido pelo menos uma dose de uma das vacinas contra a covid-19. Da mesma forma, a nota dos dois laboratórios faz menção às “delegações”, sugerindo um grupo importante de pessoas além dos atletas (treinadores, oficiais de logística, auxiliares).

Por:Esporte ao Minuto

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda

Trending