Conecte-se Conosco

Destaque

Santa Cruz do Capibaribe: Homens invadem estúdio e ameaçam agredir radialista que criticou Bolsonaro

Publicado

em

Quatro homens, que não tiveram identidade revelada, invadiram um estúdio de rádio localizado no município de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste de Pernambuco, na noite da terça-feira (06). Na ocasião, os homens, que se declaram apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), ameaçaram agredir o radialista Júnior Albuquerque, depois que ele fez críticas à política sanitária do Governo Federal frente à pandemia da covid-19.

“Fazemos um programa opinativo todas as terças-feiras na Rádio Comunidade, em Santa Cruz. Há algumas semanas entrou em pauta as quase 300 mil mortes por covid-19 no Brasil (na época ainda não havíamos superado esta triste marca) e eu fiz um comentário opinativo, onde expus que no meu ponto de vista, Hitler não era o único culpado do genocídio que aconteceu na Alemanha, pois quem o apoiou e quem se calou também teve sua parcela de culpa. Assim como no Brasil, em relação à covid-19, os eleitores de Bolsonaro que concordam com a política sanitária que ele vinha fazendo, também iam ter culpa e a história ia dizer isso”, explicou o radialista Júnior Albuquerque, em entrevista à reportagem do JC.

De acordo com o comunicador, que trabalha no ramo há dez anos, ele recebeu muitas ameaças após o comentário. No programa de 30 de março, no entanto, ele comentou que gostaria de ter uma conversa com essas pessoas para que eles pudessem debater sobre o assunto.

“Eu disse que queria que esse pessoal fosse até a rádio pra gente debater e eles me explicarem o motivo de tanta raiva e também me mostrarem o que foi que o presidente deles fez de bom. Quando foi ontem eles invadiram o estúdio da rádio e me ameaçaram”, disse.

A agressão só não aconteceu, segundo Júnior, porque seus colegas de bancada conseguiram intervir. Ao sair do estúdio, o radialista prestou queixa na Polícia Civil do município. Além disso, o radialista pretende ainda nesta semana realizar uma queixa-crime no Ministério Público de Pernambuco (MPPE).

Por meio de nota, a Associação de Empresas de Rádio e Televisão de Pernambuco (Asserpe) se manifestou em apoio à liberdade de imprensa e condenou o episódio ocorrido na noite da terça-feira.

“O fato de tratar-se de emissora comunitária não associada não muda a posição de nossa entidade, por tratar-se de ameaça à liberdade de imprensa, a qual defendemos de forma altiva. Também porque abre um perigoso precedente que ameaça todos os veículos, inclusive comerciais”, diz um trecho.

A Asserpe também mostrou apoio ao radialista vítima das ameaças.

Leia a íntegra:

A Asserpe condena o episódio de invasão de um estúdio de rádio na cidade de Santa Cruz do Capibaribe, ocorrido nesta terça (06).

A Rádio Comunidade tinha programa apresentado pelo radialista Júnior Albuquerque. Segundo relatos, ele cobrava maior atuação do Governo Federal na pandemia e foi surpreendido por militantes políticos do presidente Jair Bolsonaro que invadiram os estúdios, o intimidaram e o ameaçaram.

O fato de tratar-se de emissora comunitária não associada não muda a posição de nossa entidade, por tratar-se de ameaça à liberdade de imprensa, a qual defendemos de forma altiva. Também porque abre um perigoso precedente que ameaça todos os veículos, inclusive comerciais.

A Asserpe espera resposta à altura em virtude da gravidade do incidente pelas autoridades que investigam o caso.

A Asserpe defende de forma intransigente a liberdade de imprensa conquistada pelos veículos de comunicação e condena todo ataque à esse direito fundamental.

Por fim, se solidariza com o radialista Júnior Albuquerque e à Rádio Comunidade, esperando que fatos como esses não se repitam.

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Clique para comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Campanha de vacinação contra a gripe começa em Salgueiro

Publicado

em

Enquanto o Brasil caminha a passos lentos na aplicação de vacinas contra a doença pandêmica Covid-19, o Ministério da Saúde deflagrou mais uma campanha de imunização nesta segunda-feira, 12. Começou hoje em Salgueiro e outras cidades brasileiras a “Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe”.

A Prefeitura de Salgueiro divulgou nesse domingo, 11, a ordem de prioridade da vacinação que previne o vírus influenza. De hoje até o dia 10 de maio devem ser vacinadas crianças de 6 meses a 5 anos e 11 meses; gestantes; mulheres no período até 45 dias pós-parto; povos indígenas e trabalhadores do setor da saúde.

As doses que o município recebeu nesse primeiro momento são suficientes apenas para a aplicação em crianças de 6 meses a menores de 6 anos; gestantes; mulheres no período até 45 dias pós-parto e indígenas de 6 meses a menores de 9 anos. Os outros grupos serão imunizados posteriormente.

A campanha está sendo realizada nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) das áreas urbana e rural do município.

Por:Blog do Alvinho Patriota

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Destaque

Serra Talhada inicia hoje (12) campanha de vacinação contra gripe

Publicado

em

A Prefeitura de Serra Talhada, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, inicia nesta segunda-feira (12) a campanha de vacinação contra a gripe Influenza, que causa sintomas como febre alta, cefaleia, dor muscular, tosse seca, entre outros.
.
Nesta primeira etapa serão vacinados três grupos prioritários no município de Serra Talhada: crianças de 06 meses a menores de 06 anos, gestantes, puérperas (mães no pós-parto até 45 dias) e povos indígenas.

A vacinação acontece das 08h às 17h em todas as unidades de saúde da cidade e zona rural, além do Setor de PNI, localizado ao lado do Centro de Reabilitação (Centro Municipal de Saúde).

A Campanha Nacional de Imunização contra a Gripe do Ministério da Saúde será destinada a 16 grupos prioritários e acontecerá em etapas diferentes, com o objetivo de evitar aglomerações nas unidades de saúde e consequentemente contaminação pelo novo coronavírus.

Os grupos prioritários são:
– Crianças de 6 meses a menores de 6 anos;
– Gestantes;
– Puérperas;
– Povos indígenas;
– Trabalhadores de saúde;
– Pessoas com 60 anos ou mais;
– Professores;
– Portadores de doenças crônicas não transmissíveis;
– Pessoas com deficiência permanente;
– Forças de segurança, de salvamento e armadas;
– Caminhoneiros;
– Trabalhadores do transporte coletivo de passageiros;
– Funcionários trabalhando em prisões e unidades de internação;
– Adolescentes cumprindo medidas socioeducativas em unidades de internação;
– População privada de liberdade.

Covid-19
O Ministério da Saúde não recomenda que seja feita a aplicação das vacinas contra a covid-19 e contra a Influenza conjuntamente. A pasta recomenda que as pessoas que estiverem nos grupos prioritários procurem se vacinar antes contra a covid-19. Especialistas recomendam pelo menos uma diferença de 14 dias entre uma e outra vacina.

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Destaque

Verdejante: Acompanhe a vacinação contra a Covid-19 com as novas doses

Publicado

em

A Secretaria de Saúde de Verdejante começa nesta segunda-feira (12), a imunização com as doses que recebeu na sexta-feira (09) da décima primeira remessa da vacina contra a covid-19.

Foram 60 doses da Astrazeneca e 30 doses do Butantan para primeira aplicação do grupo de idosos entre 65 a 69 anos.

70 doses do Butantan
para segunda aplicação, em idosos de 70 a 74 anos.

E 60 doses da Astrazeneca
para segunda aplicação em idosos 85 anos e mais.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

 

Continue lendo
Propaganda

Trending