Conecte-se Conosco

Saúde

Saúde recebe estudo para ampliar validade de testes de covid-19 encalhados

Publicado

em

A diretora da Anvisa afirmou que a agência fará análise técnica sobre o pedido de ampliação da validade.

Ministério da Saúde informou nesta quarta-feira, 25, que recebeu estudos para ampliar a validade, para 12 meses, dos cerca de 7 milhões de testes RT-PCR encalhados em armazém da pasta que vencem nos próximos meses. A prorrogação depende de aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A Saúde não informou por quanto tempo ainda poderá ser usado o teste que vence em dezembro, por exemplo, caso a validade seja prorrogada.

A chegada do estudo ocorreu nesta quarta-feira, 25, segundo o secretário nacional de Vigilância Sanitária, Arnaldo Medeiros, em audiência pública na Câmara dos Deputados. A análise foi conduzida pela fabricante do produto, o laboratório coreano Seegene.

Medeiros disse que o prazo de validade do produto era apenas “cartorial”, dado pela Anvisa para a entrada emergencial do produto no País. Mas a diretora da agência, Cristiane Gomes, afirmou que o prazo de validade, na verdade, foi dado pela própria empresa.

Segundo apurou o Broadcast/Estadão, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, a validade dos testes é de 8 meses. O produto deve ser armazenado a -20 graus. No domingo, a reportagem revelou que 7,1 milhões de exames estão em um armazém do ministério, ou seja, não foram enviados ao SUS em plena pandemia. Do total estocado, 96% (cerca de 6,86 milhões de unidades) estão próximos de perder a validade.

A diretora da Anvisa afirmou que a agência fará análise técnica sobre o pedido de ampliação da validade. Ela informou que a solicitação da pasta ainda não foi feita.

O secretário de Vigilância Sanitária falou aos deputados sobre a estratégia de testagem nacional, por meio do programa Diagnosticar para Cuidar. Ele não explicou, porém, a razão de o SUS estar distante da meta de realizar mais de 24 milhões de exames até dezembro. Segundo Medeiros, foram feitos somente 7,2 milhões.

O secretário também não citou a baixa entrega de reagentes para extração do RNA, insumo necessário para realizar a amostra laboratorial. A pasta enviou aos Estados cerca de 9,3 milhões de testes RT-PCR, mas apenas 3 milhões de reagentes de extração de RNA.

Consultor Técnico do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), Leonardo Vilela reforçou que os exames têm sido entregues de forma incompleta pelo ministério. Além disso, estimou que há 600 mil exames armazenados nos Estados que vencem em breve.

Segundo levantamento do Estadão com dados de 17 Estados e o Distrito Federal, perdem a validade em dezembro e janeiro ao menos 605,5 mil testes que já foram entregues pelo ministério.

Considerado “padrão ouro”, o RT-PCR é um dos exames mais eficazes para diagnosticar a covid-19, além de ser arma poderosa para o controle da pandemia por ajudar a localizar e isolar infectados e seus contatos próximos. A coleta é feita por meio de um cotonete aplicado na região nasal e faríngea (a região da garganta, logo atrás do nariz e da boca) do paciente. Na rede privada, o exame custa de R$ 290 a R$ 400.

As evidências de falhas de planejamento e logística no setor ocorrem em um período de aumento dos casos no País. O ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, assumiu o cargo justamente por sua experiência em logística, sempre elogiada pelo presidente Jair Bolsonaro.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Saúde

ST registra 31 casos de Covid-19 em 24h; mulheres são as mais infectadas

Publicado

em

A Secretaria Municipal de Saúde de Serra Talhada divulgou, na noite dessa segunda-feira (30), o boletim epidemiológico da Covid-19 na capital do xaxado. Foram 31 casos registrados em apenas 24 horas. O número é maior que o total em todo o final de semana: 26 casos. O curioso é que a maioria dos infectados são mulheres. Foram 23 pacientes do sexo feminino e 8 do sexo masculino com idade entre 05 e 60 anos.

O município soma 10.638 casos confirmados, 10.314 pacientes recuperados, 50 exames aguardando resultados, 57.233 casos descartados, 130 pacientes em isolamento domiciliar e 04 pacientes em tratamento hospitalar, somando 134 casos ativos, além de 190 óbitos.

Em relação à ocupação hospitalar, o Hospital Eduardo Campos está com 05% de ocupação dos leitos de UTI, com 04 pacientes internados, sendo 01 serra-talhadense. Não há pacientes nos leitos clínicos da unidade.

O HOSPAM está com 30% de ocupação dos leitos de UTI, com 03 pacientes internados, sendo todos serra-talhadenses. Não há pacientes na enfermaria da unidade.

Não há pacientes internados nos Leitos de Retaguarda do Hospital São José. Portanto, temos 04 serra-talhadenses internados na rede pública de Serra Talhada, sendo todos em leitos de UTI. (Do Farol de Notícia)

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Saúde

Atuais vacinas podem ser ineficazes contra variante ômicron, adverte Moderna

Publicado

em

As vacinas contra a Covid-19 desenvolvidas até agora podem ter dificuldades para combater a variante ômicron e levará meses para desenvolver um novo imunizante eficaz contra esta cepa, afirmou o CEO do laboratório americano Moderna ao jornal Financial Times.
Stephane Bancel declarou ao jornal, em uma entrevista publicada nesta terça-feira, que os dados sobre a eficácia das vacinais contra a nova cepa estarão disponíveis nas próximas duas semanas, mas que os cientistas não são otimistas.
“Todos os cientistas com quem conversei… sentem que ‘isto não vai ser bom'”, disse ao jornal.
A advertência de Bancel coincidiu com uma reunião de emergência dos ministros da Saúde do G7 sobre a nova variante, que está se propagando pelo mundo e que levou diversos países a fechar suas fronteiras e a retomar as limitações às viagens.
A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou que a ômicron representa um risco “muito elevado”.
Bancel explicou que os cientistas estão preocupados porque 32 das 50 mutações detectadas na variante ômicron se encontram na proteína ‘spike’ (ou espícula), uma parte do vírus que as vacinas usam para reforçar o sistema imunológico contra o coronavírus.
O CEO da Moderna afirmou ao Financial Times que pode acontecer uma “queda considerável” na eficácia das vacinas atuais contra a ômicron.
A Moderna já está trabalhando em uma vacina específica contra a ômicron, assim como o laboratório americano Pfizer.
Bancel afirmou que a Moderna espera entregar entre dois e três bilhões de doses deste imunizante em 2022, mas advertiu que concentrar toda a produção nas vacinas contra a variante ômicron seria perigoso, porque outras cepas continuam em circulação.
Um tono alarmista que contrasta com os esforços dos políticos para tentar tranquilizar a população a respeito da ômicron.
O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, declarou na sexta-feira que a nova variante “não é motivo para pânico”.
Por:Diario de Pernambuco

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Saúde

Pernambuco já aplicou 13.522.795 doses de vacinas contra a Covid-19

Publicado

em

Até esta segunda-feira (29/11), Pernambuco já aplicou 13.522.795 doses de vacinas contra a Covid-19, das quais 7.161.320 foram primeiras doses, 5.517.232 segundas doses e 173.073 doses únicas.

Além disso, 671.170 pernambucanos tomaram a dose de reforço.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda

Trending