Conecte-se Conosco

Mundo

Sem querer, mulher leva cobra em avião da Austrália para a Escócia

Publicado

em

Animal chegou a trocar de pele durante a viagem

Uma mulher escocesa viajou de férias para Queensland, na Austrália e, sem querer, levou uma cobra na mala na viagem de volta a Glasgow, na Escócia. Maria Boxall só percebeu que tinha o réptil na bagagem quando desfez as malas em casa e se deparou com ele escondido dentro de um sapato.

Na viagem, a cobra chegou a trocar de pele, deixando a carcaça velha dentro do sapato, como mostra a foto acima.

Com a ajuda de um parente, Boxall levou a cobra para o quintal e manteve-a presa até a chegada de uma entidade de proteção aos animais, a SPCA, relata a “BBC News”.

O genro de Boxall, Paul Airlie, foi quem contou a história da cobra viajante para um estação de rádio na Austrália. Ele disse que a mulher mencionou ter visto uma cobra em seu quarto antes de voltar da viagem, mas achou que o animal tinha ido embora.

A cobra australiana era uma píton malhada, que não é venenosa e não é considerada perigosa. Como o animal não existe naturalmente na Escócia, não pode ser solto na natureza.

A SPCA informou que a píton foi posta em quarentena em seu centro de resgate de animais em Edimburgo. Após este período, provavelmente ela ficará sob os cuidados de um zoológico.

(Por Notícias ao minuto)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

 

 

Mundo

Vírus já matou 517 mil pessoas e infectou mais de 1,7 milhões no mundo

Publicado

em

Os países com mais óbitos nas últimas 24 horas são o Brasil, com 1.038 novas mortes, o México (741) e os Estados Unidos (740).

Apandemia do novo coronavírus já matou 517.416 pessoas e infectou 1,7 milhões em todo o mundo desde dezembro, segundo um balanço da agência AFP, das 15h (horário de Brasília) de hoje, baseado em dados oficiais. De acordo com os dados recolhidos pela agência noticiosa francesa, 10.769.890 casos de infecção foram oficialmente diagnosticados em 196 países e territórios desde o início da epidemia, em finais de dezembro passado, na cidade chinesa de Wuhan, dos quais pelo menos 5.454.100 são agora considerados curados.

Contudo, a AFP avisa que o número de casos diagnosticados reflete apenas uma fração do número real de infecções, pois alguns países testam apenas casos graves, outros usam o teste como uma prioridade para rastreamento e muitos países pobres têm apenas capacidade limitada de rastreamento.

Desde a contagem de quarta-feira, 4.735 novas mortes e 193.254 novos casos ocorreram em todo o mundo.

Os países com mais óbitos nas últimas 24 horas são o Brasil, com 1.038 novas mortes, o México (741) e os Estados Unidos (740).

Os Estados Unidos, que tiveram a sua primeira morte ligada ao coronavírus no início de fevereiro, são o país mais afetado em termos de número de mortes e de casos, com 128.421 mortes para 2.713.195 casos.

Pelo menos 729.994 pessoas foram declaradas curadas até hoje pelas autoridades americanas.

Depois dos Estados Unidos, os países mais afetados são o Brasil, com 60.632 óbitos e 1.448.753 casos, o Reino Unido, com 43.906 mortes (313.483 casos, sem atualização desde quarta-feira), a Itália, com 34.818 mortes (240.961 casos) e a França, com 29.875 mortes (202.785 casos).

Entre os países mais atingidos, a Bélgica continua a ser o que apresenta maior número de mortes face à sua população, com 84 mortes por cada 100.000 habitantes, seguido pelo Reino Unido (65), Espanha (61), Itália (58) e Suécia (54).

A China (excluindo os territórios de Hong Kong e Macau) contabilizou oficialmente um total de 83.537 casos (três novos entre quarta-feira), incluindo 4.634 mortes (0 novas) e 78.487 curas.

A Europa totalizava hoje 197.991 mortes e 2.709.250 casos, os Estados Unidos e Canadá 137.102 mortes (2.817.838 casos), a América Latina e Caribe 119.171 mortes (2.665.100 casos), a Ásia 35.804 mortes (1.363.670 casos), o  Oriente Médio 16.801 mortes (782.654 casos), a África 10.414 mortes (421.862 casos) e a Oceânia 133 mortes (9.519 casos).

Esta avaliação foi realizada usando dados reunidos pelas delegações da AFP junto das autoridades nacionais competentes e informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

A AFP alerta que devido a correções pelas autoridades ou a publicação tardia de dados, os valores de aumento de 24 horas podem não corresponder exatamente aos publicados no dia anterior.

Por Notícias ao Minuto

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Mundo

Mais de 512 mil mortos e mais de 10,5 milhões de casos no mundo

Publicado

em

Desde a contagem de terça-feira, 5.354 novas mortes e 183.264 novos casos ocorreram no mundo.

Apandemia de covid-19 já matou 512.383 pessoas e infectou mais de 10,5 milhões em todo o mundo desde dezembro, segundo um balanço da agência AFP de hoje, baseado em dados oficiais dos países. De acordo com os dados recolhidos pela agência noticiosa francesa, 10.564.050 casos de infecção foram oficialmente diagnosticados em 196 países e territórios desde o início da epidemia, em finais de dezembro passado, na cidade chinesa de Wuhan, dos quais pelo menos 5.341.000 são agora considerados curados.

Porém, a AFP avisa que o número de casos diagnosticados reflete apenas uma fração do total real de infecções, já que alguns países testam apenas casos graves, outros usam o teste como uma prioridade para rastreamento e estados países pobres têm apenas capacidade limitada de rastreamento.

Desde a contagem de terça-feira, 5.354 novas mortes e 183.264 novos casos ocorreram no mundo.

Os países com mais óbitos nas últimas 24 horas são o Brasil, com 1.280 novas mortes, os Estados Unidos (1.169) e o México (648).

Os Estados Unidos, que tiveram a sua primeira morte ligada ao coronavírus no início de fevereiro, são os países mais afetados em termos de número de mortes e de casos, com 127.681 mortes e 2.658.324 casos.

Pelo menos 720.631 pessoas foram declaradas curadas até hoje pelas autoridades americanas.

Depois dos Estados Unidos, os países mais afetados são o Brasil, com 59.594 mortes e 1.402.041 casos, o Reino Unido, com 43.906 mortes (313.483 casos), a Itália, com 34.788 mortes (240.760 casos) e a França, com 29.861 mortos (202.126 casos).

Entre os países mais atingidos, a Bélgica continua a ser o que apresenta maior número de óbitos face à sua população, com 84 mortes por cada 100.000 habitantes, seguida pelo Reino Unido (65), Espanha (61), Itália (58) e Suécia (53).

A China (sem os territórios de Hong Kong e Macau) contabilizou oficialmente um total de 83.534 casos (três novos entre terça-feira e hoje), incluindo 4.634 mortes e 78.479 recuperações.

A Europa totalizava hoje 197.605 mortes e 2.693.243 casos, os Estados Unidos e Canadá 136.344 mortes (2.762.595 casos), a América Latina e Caribe 116.534 mortes (2.591.485 casos), a Ásia 35.156 mortes (1.330.970 casos), o Oriente Médio 16.470 mortes (769.591 casos), a África 10.141 mortes (406.747 casos) e a Oceânia 133 mortes (9.423 casos).

Esta avaliação foi realizada usando dados recolhidos pelas delegações da AFP junto das autoridades nacionais competentes e informações da Organização Mundial da Saúde (OMS). A AFP alerta que devido a correções pelas autoridades ou a publicação tardia de dados, os valores de aumento de 24 horas podem não corresponder exatamente aos publicados no dia anterior.

Por Notícias ao Minuto

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Mundo

Covid matou mais de 506 mil pessoas e infectou 10,3 milhões no mundo

Publicado

em

Depois dos Estados Unidos, os países mais afetados são o Brasil, o Reino Unido a Itália e a França.

pandemia de covid-19 já matou 506.818 pessoas e infectou 10,3 milhões em todo o mundo desde dezembro, segundo um balanço da agência AFP de hoje, baseado em dados oficiais. De acordo com a agência noticiosa francesa, 10.372.230 casos de infecção foram oficialmente diagnosticados em 196 países e territórios desde o início da epidemia, em finais de dezembro passado, na cidade chinesa de Wuhan, dos quais pelo menos 5.207.900 agora são considerados curados.

Contudo, a AFP avisa que o número de casos diagnosticados reflete apenas uma fração do total real de infecções, já que alguns países estão testando apenas casos graves com internamento, outros usam o teste como uma prioridade para rastreamento e muitos estados pobres têm apenas capacidade limitada de rastreamento.

Os Estados Unidos, que tiveram a sua primeira morte ligada ao coronavírus no início de fevereiro, são o país mais afetado em termos de número de mortes e casos, com 126.512 mortes em 2.612.259 casos.

Pelo menos 705.203 pessoas foram declaradas curadas pelas autoridades americanas.

Depois dos Estados Unidos, os países mais afetados são o Brasil com 58.314 óbitos e 1.368.195 casos, o Reino Unido, com 43.730 mortes (312.654 casos), a Itália, com 34.767 mortes (240.578 casos) e a França, com 29.843 mortos (201.208 casos).

A China (sem os territórios de Hong Kong e Macau) contabilizou oficialmente um total de 83.531 casos (19 novos entre segunda-feira e hoje), incluindo 4.634 mortes (0 nova) e 78.469 curas.

A Europa totalizava hoje 196.987 mortes e 2.676.496 casos, os Estados Unidos e o Canadá 135.147 mortes (2.716.403 casos), a América Latina e Caribe 114.108 mortes (2.536.617 casos), a Ásia 34.418 mortes (1.280.698 casos), o  Oriente Médio 16.137 mortes (756.649 casos), a África 9.888 mortes (396.045 casos) e a Oceânia 133 mortes (9.328 casos).

Esta avaliação foi realizada usando dados coletados pelos escritórios da AFP junto das autoridades nacionais competentes e informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Por Notícias ao Minuto

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Trending