Conecte-se Conosco

Mundo

Síria: Presidente turco insiste em controlar “zona segura” na fronteira

Publicado

em

Recep Erdogan está ignorando os apelos internacionais para travar a ofensiva contra as milícias curdas na Síria

Presidente da Turquia, Recep Erdogan, insistiu hoje na intenção de criar uma “zona segura”, sob seu controlo, no norte da Síria, desde o rio Eufrates até à fronteira turca, apesar das críticas internacionais.

Recep Erdogan está ignorando os apelos internacionais para travar a ofensiva contra as milícias curdas na Síria e disse mesmo que a decisão de alguns países europeus de embargar a venda de armas às Forças Armadas turcas não o demoverá da sua operação militar contra os curdos sírios.

“De oeste a leste, 30 quilómetros para o interior, esta é a área e vamos continuar a lutar até a conseguirmos”, disse hoje o Presidente turco sobre a “zona segura” que pretende controlar no nordeste da Síria, acrescentando que fez passar essa mesma mensagem ao primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, e à chanceler alemã, Angela Merkel.

Erdogan explicou que as sanções impostas por alguns países não o vão demover da sua intenção militar contra os curdos sírios.

“Desde que lançámos a nossa operação, enfrentámos ameaças de sanções económicas e embargos de venda de armas. Os que pensam que nos podem fazer recuar com essas ameaças estão bem enganados”, disse Erdogan, durante um discurso em Istambul.

No sábado, os Estados Unidos anunciaram sanções contra a Turquia, para impedir o avanço da ofensiva militar no nordeste da Síria, dias depois de o Presidente Donald Trump ter dito que retiravam o seu contingente militar da região, abrindo caminho à operação turca contra as milícias curdas.

Nesse mesmo dia, França, Holanda, Noruega e Alemanha anunciaram um embargo à venda de armas que pudessem ser utilizadas pelas Forças Armadas turcas na Síria, na operação militar que desencadearam na quarta-feira contra as milícias curdas, que consideram ser um grupo terrorista.

Erdogan clarificou que discutiu hoje a questão da venda de armas, durante uma conversa telefónica com a chanceler alemã, lembrando-a de que a Turquia pertence à NATO.

“Estão do nosso lado ou do lado do grupo terrorista?”, terá perguntado o Presidente turco a Angela Merkel, de acordo com o seu relato do telefonema, feito no discurso em Istambul.

O Presidente turco rejeitou ainda as ofertas de mediação, que têm surgido de vários países, nomeadamente na região do Médio Oriente.

“Como é que me poderia sentar à mesa com uma organização terrorista?”, interroga-se Erdogan, para justificar por que não pode aceitar as propostas de mediação de um fim das hostilidades.

O Presidente turco também quis sossegar os que consideram que a ofensiva militar contra as milícias curdas — que têm sob sua custódia cerca de 11 mil combatentes do Estado Islâmico — pode colocar em causa a luta contra este grupo jihadista.

“A Turquia é o único país que realmente lutou contra o [grupo ‘jihadista’] Estado Islâmico. Podemos tomar conta desses combatentes. Quem nos critica não tem boas intenções”, disse Erdogan, no discurso em Istambul.

Por Notícias ao Minuto

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Mundo

Alemanha: Ataque com carro deixa 30 feridos em desfile de Carnaval

Publicado

em

A polícia local afirmou se tratar de um ataque, mas não confirmou a motivação do ocorrido.

Um motorista deixou ao menos 30 feridos ao avançar intencionalmente com um carro contra um desfile de Carnaval na cidade de Volksmasen, no oeste da Alemanha, com público estimado em 1.500 pessoas, nesta segunda-feira (24).

A polícia local afirmou se tratar de um ataque, mas não confirmou a motivação do ocorrido. Ainda segundo as autoridades policiais, o suspeito foi detido após o episódio, que aconteceu por volta das 14h30 locais, e será interrogado.

A imprensa alemã afirma que, entre os feridos, há crianças e algumas pessoas em estado grave.

O Carnaval é bastante popular na região onde ocorreu o ataque, com milhares de pessoas participando de desfiles na rua com carros alegóricos. Volksmarsen, que também abriga as festividades, é uma cidade de cerca de 6 mil habitantes, a 423 km de Berlim.

O caso ocorreu uma semana após um ataque a tiros deixar nove mortos em dois bares de imigrantes também na Alemanha, na cidade de Hanau. Segundo investigações das autoridades alemãs, o ocorrido anterior teve motivações racistas e de extrema direita.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Mundo

Itália tem toque de recolher por coronavírus e cresce alerta global

Publicado

em

O Coronavírus já põe em risco a economia mundial”, disse Kristalina Georgieva, chefe do Fundo Monetário Internacional

Os alertas mundiais sobre coronavírus entraram em um novo patamar nas últimas 48 horas, com mais relatos fora da China, toques de recolher e fechamento de fronteira. “O Covid-19 (nome técnico do novo coronavírus) já põe em risco a economia mundial”, disse no domingo Kristalina Georgieva, chefe do Fundo Monetário Internacional, na reunião do G-20.

O presidente chinês, Xi Jinping, admitiu que o país vive sua maior crise sanitária desde 1949, quando se iniciou o regime comunista, e considerou que houve “deficiências” no combate inicial. O vírus, relatado no fim de dezembro em Wuhan, já causou 2.445 mortes e contaminou 78 mil.

No entanto, o ritmo de avanço nos relatos diminuiu na China – e passou a preocupar mais em outros países. A Coreia do Sul, com 602 casos de contágio, é quem mais preocupa. E o presidente, Moon Jae-in, considera que os “próximos dias serão essenciais para o controle”.

Além disso, frente à multiplicação de casos no Irã, que já teve 8 mortes, Turquia, Jordânia, Paquistão e Afeganistão fecharam fronteiras e restringiram suas viagens.

A Itália decretou toque de recolher em 11 municípios em que casos de coronavírus foram confirmados – afetando cerca de 60 mil pessoas.

O famoso carnaval de Veneza foi cancelado na tentativa de impedir a propagação do vírus. O número de diagnosticados com coronavírus no país é de 152 – foram reladas três mortes.

Autoridades da região norte, onde se concentram os casos, decidiram fechar escolas, museus, teatros, cinemas. Até mesmo a catedral de Milão – o célebre Duomo – foi fechada.

França, Suíça e Áustria informaram estar em alerta com a situação no país vizinho. O ministro da Saúde francês, Olivier Veran, considera “muito provável” que surjam mais casos no país.

Futuro

Um estudo do Imperial College de Londres, recém-divulgado, estima que “dois terços dos infectados com o coronavírus na China não foram detectados antes de deixar o país”.

A Organização Mundial da Saúde (OMS), por sua vez, passou a ver “com cuidado” relatos envolvendo pessoas que não estiveram na China. (POR ESTADAO CONTEUDO)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

 

Continue lendo

Mundo

Violinista toca durante a própria cirurgia no cérebro

Publicado

em

Dagmar Turner, de 53 anos, foi diagnosticada em 2013 com um câncer e teve que fazer uma cirurgia para remoção de um tumor no cérebro

Uma paciente do Hospital King’s College, em Londres, tocou violino enquanto foi submetida a uma cirurgia para remoção de um tumor no cérebro, informou a instituição nesta semana. A abordagem ocorreu para evitar danos em partes sensíveis do cérebro, como as envolvidas em movimentos delicados da mão e coordenação, essenciais para tocar o instrumento.

Dagmar Turner, de 53 anos, foi diagnosticada em 2013 com um câncer, após ter uma convulsão durante uma apresentação, segundo o hospital. Dagmar é integrante da orquestra sinfônica da Ilha de Wight, no sul da Inglaterra. Ela teve de ser submetida à cirurgia quando o tumor no cérebro se tornou mais agressivo.

O tumor de Dagmar estava localizado no lobo frontal direito próximo da área que controla movimentos precisos da mão esquerda. Essa é a mão que ela usa para pressionar as cordas contra o braço do instrumento, regulando diferentes tons.

A paixão de Dagmar pela música é compartilhada pelo neurocirurgião que a atendeu, Keyoumars Ashkan. Além de ser um especialista em tumores de cérebro, o médico tem graduação em música e é pianista.

Antes do procedimento, a equipe médica passou duas horas mapeando as áreas do cérebro dela ligadas à prática do violino, além do controle de linguagem e movimento. Também foi discutida a ideia de ela ser acordada no meio do processo para tocar. Isso asseguraria aos cirurgiões que nenhuma área crucial seria afetada.

Com o consentimento dela, a equipe executou meticulosamente o procedimento, declarou o hospital. “Sabemos quão importante é o violino para Dagmar, então era vital preservar as funções dessas áreas delicadas do cérebro. Conseguimos remover 90% do tumor, incluindo as áreas que concentravam a agressividade e mantivemos a função completa da sua mão esquerda”, disse Ashkan.

Primeira vez

“Fazemos cerca de 400 ressecções (remoções de tumores) por ano, o que com frequência implica despertar os pacientes para fazer testes de linguagem”, disse Ashkan. “Mas foi a primeira vez que fiz um paciente tocar um instrumento.” A equipe médica fez a cirurgia em uma posição específica para que Dagmar pudesse tocar o instrumento.

A paciente comemorou o procedimento. “O violino é minha paixão. Toco desde os 10 anos. A ideia de perder a habilidade era de partir o coração, mas o doutor Ashkan entendeu minhas preocupações. Graças a ele, espero voltar à orquestra o quanto antes”, disse. Ela foi liberada três dias depois da operação. (POR ESTADAO CONTEUDO)

 

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

 

Continue lendo
Propaganda  

Trending