Conecte-se Conosco

Esporte

UFC: “Luta do ano”

Publicado

em

Dos Anjos quer nocautear McGregor para conquistar mais fãs: “Luta do ano”

Campeão dos pesos-leves do UFC corneta rival irlandês e projeta vitória no UFC 197, em março, para aumentar sua moral e popularidade: “Essa luta pode me consagrar”.

Rafael Dos Anjos não para de pensar em como derrotar o falastrão irlandês Conor McGregor, de preferência com um nocaute, para manter o cinturão dos pesos-leves do UFC e se consagrar definitivamente com os fãs do MMA. A aguardada luta principal do UFC 197, no dia 5 de março, em Las Vegas (EUA), não sai da cabeça dele desde que o CEO da companhia, Lorenzo Fertitta, lhe enviou no dia 22 de dezembro uma mensagem eletrônica comunicando que ele enfrentaria o gringo. Fazia apenas dois dias que o niteroiense de 31 anos tinha nocauteado o americano Donald Cerrone, de forma implacável em apenas 66 segundos – uma semana depois de McGregor obter um triunfo relâmpago sobre José Aldo para conquistar o cinturão dos pesos-penas (até 66kg). Apesar de ser campeão do UFC desde 14 de março do ano passado, quando bateu Anthony Pettis, Dos Anjos sabe que despachar McGregor, que subirá de categoria para tentar unificar os cinturões, será fundamental para ele conquistar de vez o seu espaço no coração do público.

Rafael dos Anjos mostra cinturão durante entrevista em São Paulo (Foto: David Abramvezt)

– O meu descanso mental acabou no momento em que recebi a mensagem do Lorenzo e eu já comecei a pensar mais na luta. Eu descansei o corpo, mas a mente já ligou e estou em um ritmo forte. Eu já imaginava que teria essa luta, porque o McGregor é um cara inteligente. Se ele perder para mim, ou melhor, quando ele perder para mim, ele ainda vai ser campeão dos pesos-penas. Se ele lutar pelo peso-pena e perder, ele não tem mais nada. Então, ele inteligentemente resolveu subir de categoria e manter o cinturão dele dos penas. Se ele ganhar, ele é o cara, mas se perder ainda será campeão – disse Rafael, em entrevista ao Combate.com, nesta quinta-feira, em São Paulo, apenas um dia depois dele participar de uma tensa coletiva de imprensa, em Las Vegas, ao lado do seu oponente.

Empolgado e confiante, Dos Anjos faz questão de ressaltar a importância da luta com McGregor. Além de ser a segunda defesa de cinturão do brasileiro, o duelo com o irlandês será o mais promovido evento do qual ele será protagonista. Por conta da vitória contundente de Conor sobre Aldo, o fato de dois campeões do UFC se enfrentarem e a forma com qual o europeu provoca seus rivais, Rafael considera que disputará a “luta do ano”.

– Acredito que essa luta pode me consagrar com os fãs do UFC, com uma boa vitória, ainda mais por nocaute. Eu já lutei com atletas melhores do que o McGregor, e ganhei do ex-campeão Benson Henderson nocauteando, ganhei do Cerrone duas vezes, ganhei do Anthony Pettis e do Nate Diaz. São atletas melhores e mais fortes do que o McGregor, mas devido à popularidade dele e a vitória que ele teve sobre o Aldo, que estava havia dez anos invicto, acho que essa vai ser a luta do ano. Será campeão contra campeão pela primeira vez no UFC, vai ser um “lutão” e vou vencer no momento que eu quiser, no primeiro round ou depois.

(Do Glogoesporte.com)

Esporte

‘Chegarei com toda a força’, diz Cuca sobre desafio no São Paulo

Publicado

em

Treinador passa por tratamento cardiológico e depende da liberação médica para voltar ao dia a dia do futebol

Em seu primeiro pronunciamento como técnico do São Paulo, Cuca, oficializado pela diretoria na última quinta-feira, em seguida ao anúncio de que André Jardine não seguiria no cargo, comentou ao site oficial do clube sobre a expectativa de iniciar o quanto antes sua segunda passagem pelo Morumbi – na anterior, em 2004, ele chegou à semifinal da Copa Libertadores.

O treinador passa por tratamento cardiológico e depende da liberação médica para voltar ao dia a dia do futebol. Na quinta-feira, o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, revelou uma hipotética data, segundo o próprio, informada a ele por Cuca: 15 de abril. Mas o prazo pode se estender, dependendo da evolução da recuperação. Em dezembro, o técnico foi submetido a uma cirurgia porque apresentava quadro de entupimento arterial.

“Minha vontade era de me apresentar agora, mas ainda não fui liberado pelo meu médico e terei de continuar com o tratamento aqui em Curitiba. Enquanto esses dois meses não chegam, estarei me preparando ainda mais para desenvolver meu trabalho”, afirmou Cuca, que terá mais uma vez a parceria se seu irmão, Cuquinha, como auxiliar. Ele vai começar a trabalhar antes, até para ajudar na transição futura.

Enquanto Cuca não puder trabalhar, a equipe será dirigida por Vagner Mancini, que é coordenador de futebol do São Paulo desde o início deste ano. “Quero agradecer ao Mancini, porque todos sabemos que ele chegou ao São Paulo para exercer outra função, de coordenador, e ele só está assumindo o time de forma interina pelo nosso bem, especialmente pelo bem do São Paulo”, comentou o treinador. “Eu já tinha uma admiração grande por ele, e agora essa atitude só reforça o meu apreço. Estou muito feliz por esse desfecho e desejo ao Mancini e aos atletas toda a sorte do mundo no clássico contra o Corinthians no domingo. Estarei na torcida.”

Em sua primeira passagem pelo São Paulo, em 2004, Cuca comandou o time em 51 jogos: 30 vitórias, oito empates e 13 derrotas (64,05% de aproveitamento). Semifinalista da Libertadores daquele ano, foi um dos responsáveis pela montagem do elenco que fez história na temporada seguinte com os títulos continental, do Mundial de Clubes e do Campeonato Paulista.

“Tenho um carinho muito grande pelo São Paulo, desde 2004. Agradeço a todos, especialmente à diretoria são-paulina, pela compreensão e também pela decisão de esperar pela minha plena recuperação. Chegarei com toda a força para ajudar o clube a cumprir com todos os objetivos”, finalizou.

(Por Esporte ao minuto)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Esporte

Corinthians se salva com gol no fim e empata com o Racing na ‘Sula’

Publicado

em

O Corinthians voltará a enfrentar o Racing no dia 27, na Argentina, e precisará fazer gols. Um empate por 0 a 0 dá a classificação aos “hermanos”

Em sua estreia na Copa Sul-Americana de 2019, o Corinthians passou a maior parte do tempo atrás do Racing (ARG) no placar, mas conseguiu balançar as redes no fim e ficou no empate em 1 a 1, na quinta-feira (14), no Itaquerão.

Andrés Rios abriu o placar para os argentinos aos 22 minutos do primeiro tempo, após passar facilmente pelo zagueiro Manoel e chutar sem chances para o goleiro Cássio.

Ao longo do jogo, as duas equipes tiveram a chance de marcar, mas o gol só saiu no fim, e foi do time da casa. Gustavo cabeceou para empatar em 1 a 1, após cruzamento de Sornoza. Foi o sexto gol dele no ano.

O Corinthians voltará a enfrentar o Racing no dia 27, na Argentina, e precisará fazer gols. Um empate por 0 a 0 dá a classificação aos “hermanos”. Até lá, terá dois compromissos, entre eles um clássico, no domingo (17), contra o São Paulo, no mesmo Itaquerão.

CORINTHIANS

Cássio; Fagner, Manoel, Henrique, Carlos Augusto; Ralf, Ramiro (Clayson), Sornoza, Jadson (Pedrinho), Vagner Love (Sérgio Díaz); Gustavo. T.: Fábio Carille.

RACING

Arias; Saravia, Sigali, Domínguez, Pillud; Díaz, Solari, Cardozo, Ojeda, Andrés Ríos (Guillermo Fernández); Cvitanich (Cristaldo). T.: Eduardo Coudet.

Estádio: Arena Corinthians, em São Paulo

Público pagante: 23.941 (total de 24.237)

Renda: 935.243,00

Juiz: Victor Carrillo (PER)

Cartões Amarelos: Vagner Love, Ramiro (Corinthians); Saravia, Cardozo, Solari (Racing)

Gols: Andrés Ríos, aos 22min do primeiro tempo (Racing); Gustavo, aos 42 minutos do segundo tempo (Corinthians).

(Por Notícias ao minuto)

 

Continue lendo

Esporte

Prefeitura manda Flamengo fechar CT, mas clube não informa se cumpre

Publicado

em

Objetivo seria cumprir a ordem de 2017 de interdição

Durante reunião com autoridades públicas, a Prefeitura do Rio mandou que o Flamengo feche CT do Ninho do Urubu, que sofreu incêndio e vitimou dez jovens. O objetivo seria cumprir a ordem de 2017 de interdição. Presente, o vice-presidente do Flamengo Rodrigo Dunshee de Abranches não respondeu se fechará o local.

O Ministério Público Estadual do Rio enviou à promotoria de urbanismo a decisão para entrar com uma ação judicial para fechar o centro de treinamento. O local não tem alvará de bombeiros e por isso está irregular.

A promotora da infância Denise Vidal confirmou que na reunião houve o pedido de fechar completamente o CT. Se isso não ocorrer, o MP vai atuar pela área de urbanismo.

Questionado, o vice do Flamengo afirmou que “a licença é colateral”. Disse que uma reunião de segunda-feira vai decidir se fecha o local. Segundo ele, a questão está sub júdice.

Como o CT está aberto desde 2017 mesmo com interdição, é possível que o clube mantenha o complexo aberto. Durante a semana, a justiça fechou o local para menores, mas não atendeu o pedido do MP para fechar completamente.

Alguns setores já haviam sido interditados por por ordem de auditores fiscais do trabalho que encontraram problemas nas instalações elétricas. A perícia ocorreu na última quarta-feira reunindo Ministério Público Estadual, corpo de bombeiros, auditores fiscais do trabalho, entre outros órgãos. Foi permitido que o centro de treinamento continuasse a funcionar até esta sexta-feira.

(Por Folhapress)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda

Trending