Conecte-se Conosco

Educação

Últimos dias: mais de 170 escolas da Rede Estadual de Pernambuco já se inscreveram para o Prêmio Gestão Escolar 2020

Publicado

em

Sexta-feira será o último dia para garantir a inscrição no Prêmio Gestão Escolar 2020 (PGE). O processo será finalizado no próximo sábado (15) e, até o momento, já conta com 173 instituições de ensino da Rede Estadual inscritas. Além de gestores, professores também podem participar do PGE, que contempla experiências inovadoras de gestão durante o período de pandemia. Em função do atual momento, a coordenação do prêmio decidiu reconhecer práticas exitosas das escolas que, durante o afastamento social, conseguiram encontrar soluções para o enfrentamento das dificuldades impostas pela pandemia.

Para conhecer os detalhes descritos no edital acesse aqui.

Para participar, a equipe deve preencher o cadastro da escola no site www.premiogestaoescolar.com.br e escrever o relato da experiência.

Realizado pelo Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), Organização dos Estados Iberoamericanos (OEI) e União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), o PGE quer identificar e disseminar práticas inovadoras na gestão escolar; reconhecer e valorizar escolas públicas que se destacam pela gestão competente, participativa e colaborativa; além de valorizar a escola que trabalha como equipe,  com corresponsabilidades na gestão, no ensino, na aprendizagem e na solução de problemas.

Entre as escolas que já garantiram sua participação, está a Escola Técnica Estadual (ETE) Professor Francisco Jonas Feitosa Costa, de Arcoverde. Esta é a terceira vez que a instituição garante sua inscrição e entra na briga pelo prêmio, desta vez com o projeto de título: “Estratégias aplicadas nas atividades remotas no ensino técnico integrado ao médio em meio à pandemia de Covid-19.” Gestora da ETE, Lúvia Bezerra destacou o emprego da plataforma Moodle no ensino remoto durante o período de suspensão das aulas. “O nosso projeto teve como principal base lembrar aos alunos que a escola segue existindo, ainda que virtualmente, e conseguimos manter esse vínculo com eles. Todos os professores estão trabalhando juntos na iniciativa e, assim, as salas possuem todos os componentes curriculares, inclusive as eletivas, proporcionando conhecimento aos nossos estudantes enquanto passamos por essa situação difícil”.

A iniciativa vale para escolas públicas estaduais e municipais de qualquer etapa da Educação Básica: educação infantil, ensinos fundamental e médio. Nesta edição, também serão contemplados os esforços de toda equipe escolar, que estará representada na inscrição por seis integrantes: o gestor, um coordenador e quatro professores, de preferência, um por área do conhecimento.

“A nossa participação no Prêmio Gestão Escolar é com o intuito de promover reconhecimento do trabalho feito pelos nossos alunos. A expectativa é mostrar a importância de trabalhar com a criatividade dos estudantes em um momento tão crítico, quando muitos estão passando por momentos de depressão, falta de interesse e tantos outros problemas. Um trabalho que visou chamar a atenção do aluno para as aulas remotas (pela possibilidade de realizar a atividade mesmo em casa e com os objetos que tem em casa) e melhorar a autoestima dos mesmos. Fazê-los se divertirem criando as imagens deles e se sentirem mais confiantes mesmo diante de um cenário caótico”, destacou o gestor da Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Lagoa Encantada, Eduardo Generoso, do Recife, que concorre ao prêmio com o projeto #40rencantarte: arte em meio à Pandemia.

Entre os prêmios previstos para a equipe escolar estão vagas no curso de especialização a distância da Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp). Para as escolas selecionadas nas etapas estadual, regional e nacional, serão oferecidas premiações em dinheiro, que vão de R$ 5 mil a R$ 30 mil.

“O contexto de pandemia trouxe desafios antes impensáveis para toda a comunidade escolar.  Sabemos que as escolas não estão paradas, as equipes escolares precisaram criar caminhos e encontraram soluções para suas localidades, apesar do distanciamento social. Participar desta edição especial é uma excelente oportunidade para os gestores escolares apresentarem os novos cenários criados para dar continuidade ao processo de aprendizagem e fazer a transformação social”, destacou Janainna Laetítia, coordenadora Estadual do PGE.

Realizado desde 1998, a premiação já recebeu cerca de 40 mil inscrições ao longo de suas edições. Mais de oito milhões de estudantes foram beneficiados com os projetos implantados pelos diretores das escolas inscritas. Entre os premiados, cinco escolas da Rede Estadual de Pernambuco: Escola Professora Jandira de Andrade Lima (2004); Escola Severino Farias (2005); Escola Luiz Gonzaga Duarte (2006); Escola Tomé Francisco da Silva (2012) e Escola Dário Gomes de Lima (2017).

A edição 2020 tem o patrocínio da Fundação Itaú para Educação e Cultura, e da Unesco. Além disso, conta com a parceria da Bett Educar, British Council, Fundação Roberto Marinho, Fundação Santillana, Instituto Natura, Ministério da Educação, Unicef e Univesp.

 

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Educação

Enem 2021 tem o menor número desde 2005. Este ano serão 3.100

Publicado

em

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou, na noite de sexta-feira (23), que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2021 teve 3.109.762 pessoas com a inscrição confirmada, menor número desde 2005.

Mesmo antes da confirmação das inscrições, o exame deste ano já tinha a menor quantidade de inscritos desde 2007.

O total de inscrições confirmadas equivale a 77,5% dos 4 milhões de alunos que haviam se inscrito no exame. Para confirmar a inscrição, era necessário pagar a taxa, de R$ 85, até segunda-feira (19). Sem essa validação, a inscrição não era concluída.

Mesmo antes da confirmação das inscrições, o exame deste ano já tinha a menor quantidade de inscritos desde 2007.

O total de inscrições confirmadas equivale a 77,5% dos 4 milhões de alunos que haviam se inscrito no exame. Para confirmar a inscrição, era necessário pagar a taxa, de R$ 85, até segunda-feira (19). Sem essa validação, a inscrição não era concluída.

 

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Educação

Em Carnaíba, alunos retornaram às aulas presenciais na quinta-feira

Publicado

em

Em Carnaíba,  a volta às aulas aconteceu na quarta-feira (21), com a live de acolhimento para a educação infantil, anos iniciais e anos finais.

Mas foi nesta quinta-feira (22) que as crianças viveram a emoção de voltar presencialmente para suas escolas.

Depois de mais de um ano, as aulas retornam ao modo presencial, embora ainda em sistema híbrido para as turmas com mais de 15 alunos, e para os alunos que as famílias preferirem continuar online.

Nos rostinhos, era fácil perceber a felicidade de voltar ao ambiente escolar, interagir com os colegas e ter os professores pertinho. Neste “novo normal”, mudaram as regras de convivência para o ambiente coletivo. Termômetro e álcool gel agora fazem parte da recepção, assim como o lavar as mãos e usar a máscara.

Todas as escolas municipais foram adequadas para receber as crianças observando os protocolos de segurança sanitária.

“Todos nós que fazemos a educação no município de Carnaíba estamos felizes e emocionados com o retorno de nossos estudantes à escola. Sonhávamos com esse momento de rever as escolas com a presença alegre de nossos pequenos”, destacou a secretária de Educação, Cecília Patriota.

“A carinha de felicidade das crianças, os olhinhos brilhando dos professores, nos fortalecem na certeza de estarmos defendendo o direito deles com o cuidado que sempre nos move”, concluiu a secretária, que fez questão de ir a várias escolas acompanhar esse retorno.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Educação

Aprendizado remoto foi insuficiente, dizem especialistas

Publicado

em

O modelo de ensino remoto adotado às pressas em 2020 em razão da pandemia ficou aquém em aprendizado, na comparação com o presencial, avaliam especialistas. “Todas as evidências levantadas até o momento, seja no Brasil, seja no exterior, demonstram que os estudantes deixaram de aprender durante a pandemia”, diz Alexandre Schneider, pesquisador do Centro de Estudos em Política e Economia do Setor Público da FGV.

Para o ex-secretário municipal de Educação de São Paulo, o modelo remoto não substitui perfeitamente o presencial, sobretudo no ensino básico. É preciso considerar o “elevado contingente de crianças e adolescentes em condições precárias, sem internet, sem dispositivos eletrônicos ou mesmo um lugar adequado para estudar”. Ele alerta para a necessidade de políticas educacionais e de apoio, como recuperação de conteúdos e acolhimento.

Anna Helena Altenfelder, presidente do Cenpec Educação, diz que a situação nas redes municipais é ainda mais preocupante. “Falta coordenação nacional, que deveria ser feita pelo MEC”, avalia. Ela analisa que a demora no retorno presencial às aulas se deve, principalmente, à falta de planejamento de Estados e municípios e ao atraso da vacinação em todo o País.

A rede cearense, que agenda o retorno presencial para agosto, vai colocar em curso uma estratégia de avaliação diagnóstica, apontada por especialistas como essencial para identificar as principais defasagens e grupos mais prejudicados.

Parceria entre a Secretaria da Educação e a Universidade Estadual (Uece) prevê uma avaliação amostral em todas as 184 cidades cearenses, com turmas do 5º ao 9º anos do ensino fundamental e o 3º do médio.

Conforme Jorge Lira, cientista-chefe da Educação do Estado, a amostra considera, por exemplo, o nível socioeconômico do aluno, tipo e modalidade da escola, localidade, gênero dos respondentes. Secretária executiva do Ensino Médio e Profissional da pasta cearense da Educação, Jucineide Fernandes afirma que as atividades letivas dos próximos meses serão orientadas conforme o que for observado nos testes.

Por:Notícia ao Minuto

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda

Trending