Conecte-se Conosco

Destaque

Voto on-line ou por celular em 2022 é avaliado pelo TSE

Publicado

em

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) estuda a adoção de um novo sistema de votação para as Eleições de 2022. De acordo com o presidente do Tribunal, Luís Roberto Barroso, as votações poderão ser feitas on-line ou por aplicativo. A implementação da medida, porém, depende do avanço dos estudos das propostas feitas pelas empresas privadas ao projeto Eleições do Futuro — lançado em setembro deste ano com o objetivo de iniciar avaliações para eventuais inovações no sistema eleitoral. As propostas deverão preencher três requisitos: segurança da votação, proteção ao sigilo do voto e eficiência.
Durante o evento de demonstração do projeto, em Valparaíso (GO), na manhã deste domingo (15), Barroso afirmou que a principal motivação para uma busca por sistemas alternativos às urnas eletrônicas é o custo do atual processo aos cofres públicos. “Nós temos cerca de 500 mil urnas e, a cada dois anos, a cada eleições, temos que substituir 20% delas: 100 mil. O custo é muito alto. Com a alta do dólar, esse custo deve estar em R$ 1 bilhão”, disse. Segundo o ministro, a intenção é realizar um pleito mais barato e menos burocrático.
O TSE ressaltou que, apesar da possível parceria com as empresas privadas para a implementação de um novo modelo de voto, não está em discussão a possibilidade de abrir mão do controle do sistema de votação, que está e continuará sob o comando do Tribunal. Além de Valparaíso (GO), Curitiba (PR) e São Paulo (SP) também receberam a iniciativa neste 1º turno das Eleições Municipais de 2020.
Sem fraudes
Apesar da vontade de inovar, Barroso defendeu as urnas eletrônicas e afirmou que, no Brasil, não há indícios de fraudes desde 1996, quando o sistema foi lançado. “Ninguém tem dúvidas de que o resultado das últimas eleições refletiu a vontade da população”, disse. Além disso, o presidente do TSE vetou a possibilidade de retornar ao voto impresso. “Não podemos ter medo da modernidade. Não podemos retroagir à cédula impressa. Já descartamos essa possibilidade. Todo candidato que perder vai pedir verificação dos votos eletrônicos com as cédulas de papel e o processo eleitoral vai deixar de ser simples e seguro“, declarou. A afirmação vai contra o discurso do presidente Jair Bolsonaro, que já defendeu a volta do antigo sistema.
Além disso, Barroso descartou a possibilidade de eventuais ataques cibernéticos às urnas eletrônicas, porém manifestou preocupação com os processos do TSE que estão na rede de computadores. “As urnas não são passíveis de ataques cibernéticos. Porém, os processos que tramitam em rede são. Após o ataque ao STJ (Superior Tribunal de Justiça), realizamos um backup e reforçamos a segurança, mas ninguém está imune”, disse.

 

Por Samara Schwingel

 Foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Destaque

Nota da Prefeitura de Ouricuri informa presença da variante P1 no município

Publicado

em

Mais um município do Sertão pernambucano confirmou a presença da variante do novo coronavírus denominada P1. Originada em Manaus, a cepa tem maior poder de transmissão e causou um colapso na saúde do capital do Amazonas no início deste ano.

“A variável P1 foi detectada em um paciente do Município. Vale ressaltar que o paciente já está curado e em casa, porém, o risco de transmissibilidade da variável P1 é bem maior”, informou o governo municipal na nota.

Na sequência, destacou que as vacinas conseguem neutralizar a variante, mas pediu que a população reforce os cuidados preventivos. “As pessoas precisam evitar aglomerações, usar máscara de proteção facial e fazer a higienização”, completou

Por:Blog Alvinho Patriota

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Destaque

Petrolina: Leite da merenda escolar do Governo de Pernambuco é jogado no lixo

Publicado

em

A denuncia e do Blog de Edenevaldo Alves.

Em Petrolina, populares encontraram dezenas de pacotes de  leite descartados num terreno baldio na entrada do Projeto de Irrigação Nilo Coelho (N-9).

De acordo com o blog, na embalagem  consta o  selo do Governo de Pernambuco e o slogan  de que o alimento faz parte do programa de alimentação escolar.

Quem filmou a denúncia lamenta o descarte do alimento que venceu em 14/05/2021 e poderia ter sido doado antes da data de validade.

“Olha o tanto de leite jogado fora. O pessoal viu que ia vencer e não teve coragem de doar  pra ninguém. Agora pense, em plena pandemia, o pessoal passando fome e o pessoal não tem coragem de doar o leite”, lamentou.

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Destaque

MPE-PE não vê motivos para cassação dos mandatos do prefeito, vice-prefeito e vereador de Verdejante

Publicado

em

O prefeito de Verdejante, Haroldo Tavares, o vice-prefeito, Dorival Gondim, e o vereador João Ubaldo, cujos mandatos foram cassados em 1ª instância pelo juiz da 75ª Zona Eleitoral, Neider Moreira, conseguiram uma primeira vitória em 2ª instância.

Através do Procurador Regional Eleitoral Wellington Cabral Saraiva, o Ministério Público Eleitoral de Pernambuco emitiu parecer nessa quinta-feira, 10, opinando que a Justiça acate recursos apresentados por eles.

Haroldo, Dorival e Ubaldo foram acusados pela coligação adversária da prática de diversas infrações eleitorais, como perfuração de poços em troca de votos, divulgação de propaganda eleitoral em perfil público e, principalmente, compra de apoio político.

No entendimento do procurador, a acusação de pagamento de vantagem ilícita a um empresário em troca de adesão “excedeu os limites da demanda”. Por isso, se posicionou pela reforma da sentença.

 

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail [email protected] ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda

Trending