Conecte-se Conosco

Saúde

7 dicas importantes sobre hérnias da parede abdominal

Publicado

em

 

O problema costuma apresentar na mulher mais dificuldade de diagnóstico.

Bastante recorrentes, mas pouco divulgadas, as hérnias da parede abdominal caracterizam-se pelo abaulamento na parede da região abdominal, devido ao extravasamento de gordura da cavidade abdominal para fora da parede muscular. Com mais incidência no público masculino – 9 para cada 1 mulher -, costuma apresentar na mulher mais dificuldade de diagnóstico, retardando o seu tratamento.

Visando esclarecer sobre a doença e facilitar o entendimento dos pacientes nas consultas médicas, o cirurgião do aparelho digestivo e membro da Clínica Gastroinclusive, Dr. Rodrigo Garcia, listou 07 informações importantes sobre o assunto. Confira:

1. O que é? A hérnia é a protrusão (saliência) de qualquer órgão do abdômen gerada pelo enfraquecimento do tecido protetor da parece abdominal, podendo ser de origem congênita ou por esforços em excesso nesta região (exercícios físicos, gestação ou obesidade, por exemplo). Em menor incidência, pode ocorrer como consequência de pós-operatórios.

2. Qual a prevalência? Na região da virilha as hérnias acometem cerca de 9 homens para cada 01 mulher, pois o homem apresenta um pequeno orifício natural responsável pela irrigação do testículo. No público feminino, a hérnia inguinal apresenta maior dificuldade de diagnóstico, devido a constituição anatômica do corpo da mulher, que dificulta a análise apenas pela palpação – método inicial mais prevalente para iniciar e avançar uma investigação sobre a doença.

3. Quais os sintomas? Não é sempre que uma hérnia dá sinal de existência, principalmente quando pequena. Porém, à medida que avança pelos orifícios do abdômen, os sintomas mais comuns são dor intensa e/ou abaulamento, ou seja, uma curvatura, saliência ou inchaço.

4. Quais os tipos de hérnia da parede abdominal.

* Epigástrica: ocorre na linha média do abdômen, como consequência do afastamento dos músculos retos abdominais (dois músculos localizados na parte anterior e central do abdômen, acima do umbigo);

* Umbilical: na região da cicatriz umbilical, geralmente, quando uma alça intestinal atravessa o tecido muscular;

* Inguinal: atinge a virilha, zona de junção entre a coxa e a parte inferior do abdome, sendo o tipo mais prevalente: 80% dos casos;

* Inguinoescrotal: ocorre na bolsa escrotal, normalmente, em consequência da hérnia inguinal que se expande e invade essa estrutura.

5. Como é feito o diagnóstico? Através de exame clínico (história e exame físico) e outros exames complementares, por exemplo, a ecografia abdominal, quando necessário. Lembrando que o mais importante neste caso é o exame físico e palpação do abdômen.

6. Como deve ser tratada? O tratamento das hérnias abdominais é feito essencialmente com cirurgia. Em geral, não se caracteriza como procedimento de urgência, excetuando em casos mais avançados. Os procedimentos dividem-se em convencionais (cirurgias abertas) ou laparoscópicas (minimamente invasivas), cobertas pelo rol da ANS.

7. Quais os riscos da hérnia da parede abdominal? Sem o tratamento adequado, a doença tende a progredir e corre o risco de exigir cirurgia de urgência. Nestes casos, a hérnia cresce em demasia e pode ficar encarcerada, presa do lado de fora do abdômen, ou gerar o estrangulamento do órgão, com comprometimento circulatório e outras complicações decorrentes, que podem levar à morte.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram. Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9200-1776.

Saúde

Saúde: Perder a virgindade dói mesmo?

Publicado

em

Perder a virgindade é uma transição marcante na vida de muitas mulheres, e é natural que haja apreensão e perguntas sobre o processo. É importante lembrar que a experiência pode variar de pessoa para pessoa, e não há uma regra definitiva sobre se será dolorosa ou não.

É fundamental priorizar o conforto, o respeito aos próprios limites e a comunicação aberta com o parceiro. O relaxamento, a lubrificação adequada e a escolha do momento certo são elementos que podem contribuir para uma experiência mais positiva.

Mais do que isso, é essencial desmistificar a ideia de que a dor é inevitável ou necessária para a perda da virgindade. A etapa para a sexualidade é pessoal e única para cada mulher.

Por Noyla Denise-Ginecologista

           

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9155-5555.

Continue lendo

Saúde

3 Coisas que Toda Mulher na Menopausa Gostaria que o Companheiro Soubesse

Publicado

em

1️⃣ Mudanças Físicas e Emocionais são Normais: A menopausa traz uma série de mudanças hormonais que podem causar sintomas como ondas de calor, suores noturnos, alterações de humor e secura vaginal. Compreender e ser paciente com essas mudanças é fundamental para oferecer o apoio necessário.

2️⃣ Comunicação é Essencial: Falar abertamente sobre o que está acontecendo pode fazer uma grande diferença. Seja receptivo e disposto a ouvir, criando um ambiente seguro para que ela possa expressar seus sentimentos e preocupações sem medo de julgamento.

3️⃣ Apoio e Compreensão são Fundamentais: Mostrar empatia e oferecer ajuda nas tarefas diárias pode aliviar o estresse e a ansiedade que muitas mulheres enfrentam durante essa fase. Pequenos gestos de carinho e apoio emocional fazem uma grande diferença no bem-estar dela.

A menopausa é uma fase natural da vida e, com apoio e compreensão, pode ser enfrentada de maneira mais tranquila e positiva.

Por: Dra. Giannini Carvalho

Médico(a) GINECOLOGIA/PTGI/VIDEOCOLPOSCOPIA

 

 

           

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9155-5555.

Continue lendo

Saúde

Ministério da Saúde lança nova campanha de vacinação contra Covid-19

Publicado

em

Após receber a primeira remessa de doses atualizadas contra a covid-19, o Ministério da Saúde lançou uma nova campanha de vacinação contra a doença. A proposta é imunizar pelo menos 70 milhões de pessoas.

Na primeira quinzena de maio, o Brasil recebeu 9,5 milhões de doses atualizadas com a variante XBB.1.5. Em nota, o ministério informou que as vacinas estão em processo de distribuição aos estados, de acordo com o agendamento junto à operadora logística.

“Muitos estados já começaram a aplicar as vacinas monovalentes XBB. O primeiro lote começou a ser entregue no dia 9 de maio aos estados, que têm autonomia para começar a aplicação imediatamente.”

Aquisição emergencial

O quantitativo de doses, segundo a pasta, configura uma espécie de aquisição emergencial, suficiente para abastecer estados e municípios até que as próximas aquisições sejam concluídas.

“As primeiras doses possuem data de validade para os meses de junho e julho de 2024, inscrita nos frascos, mas estendida pela Anvisa [Agência Nacional de Vigilância Sanitária] para setembro e outubro de 2024, conforme recomendado por órgãos de avalição internacional.”

Nova vacina

De acordo com a pasta, o perfil de segurança da vacina covid-19 monovalente XBB é conhecido em razão do amplo uso em outros países e semelhante ao das versões bivalentes, “com a vantagem adicional de ser adaptada para a variante XBB.1.5”.

“As vacinas ofertadas pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI) são eficazes, efetivas, seguras e passam por um rigoroso processo de controle de qualidade antes de chegarem aos braços da população.”

Esquema vacinal:

Confira o esquema vacinal recomendado pelo Ministério a partir de 1º de janeiro de 2024:

  • para crianças de 6 meses a menores de 5 anos, a vacina foi incluída no calendário de vacinação;
  • uma dose anual ou semestral para grupos prioritários com 5 anos de idade ou mais,
  • independentemente do número de doses prévias recebidas;
  • pessoas com mais de 5 anos que não pertencem aos grupos prioritários poderão receber uma dose.

“O Ministério da Saúde enfatiza que as vacinas disponíveis nos postos de vacinação continuam efetivas contra as variantes em circulação no país. O esquema vacinal completo, incluindo as doses de reforço, quando recomendado, é essencial para evitar formas graves e óbitos pela doença”, destaca a pasta.

Fonte:JC

           

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9155-5555.

Continue lendo
Propaganda

Trending

Fale conosco!!