Conecte-se Conosco

Saúde

Alimentação saudável e exercícios regulares podem ajudar fertilidade

Publicado

em

Por serem ricos em zinco, ostras, carnes, frutas secas, gemas de ovo, centeio e aveia fazem bem à saúde reprodutiva deles e delas

V ários fatores podem ser responsáveis por dificuldades na fertilidade — em cerca de 15% dos casais que não conseguem engravidar, os médicos inclusive nem conseguem determinar uma causa fechada. “Atualmente, um fator muito importante tem relação com a idade. As mulheres estão retardando cada vez mais a gestação, fazendo com que diminuam as chances de gravidez e aumentem os riscos de aborto. Com o avançar da idade da mulher, há uma diminuição natural na quantidade dos óvulos”, explica Matheus Roque, médico especialista em reprodução assistida.

Segundo ele, algumas mudanças no estilo de vida podem ajudar na produção de células reprodutivas, assim como regular hormônios sexuais e melhorar a contagem de esperma. Uma das transformações é na alimentação: algumas comidas são capazes de dar um “empurrãozinho” na fertilidade.

Prato feito

Os alimentos que aumentam a fertilidade ajudam a produzir os hormônios sexuais, assim como a formar os óvulos e os espermatozoides:

  • Ostras, carnes, frutas secas, gemas de ovo, centeio e aveia, por serem ricos em zinco, um mineral essencial na saúde reprodutiva do homem e da mulher;
  • Couve-flor, agriões, banana e brócolis, ricos em vitamina B6, que trabalha junto com o zinco, produzindo os níveis adequados de hormônios sexuais;
  • Peixes gordos e sementes que têm ácidos graxos ômega 3 e 6, necessários para um funcionamento saudável dos hormônios;
  • Sementes de girassol, especialmente cheias de vitamina E, importante para melhorar a saúde dos óvulos e dos espermatozoides.

Para elas 

Os alimentos para aumentar a fertilidade feminina, além dos descritos anteriormente, são os antioxidantes, ricos em:

  • Vitamina A ou betacaroteno – cenouras, batata-doce, damascos secos, abóbora e agriões;
  • Vitamina C – vegetais verdes, pimentão, kiwis, tomates e frutas cítricas;
  • ​Vitamina E – frutas secas, sementes, peixes gordos, abacates, feijões e batata-doce;
  • Selênio – castanha-do-pará, sementes de sésamo, atum, couves e cereais integrais;
  • Fitonutrientes presentes nas frutas e vegetais de todas as cores – beterraba vermelha, mirtilos azuis, damasco laranja, pimentão amarelo, toranja rosada e vegetais verdes folhosos.

Para eles

Alimentos ricos em cromo, importante para a fabricação de espermatozoides, são ideais para melhorar a fertilidade masculina: pão integral ou de centeio, batatas, pimentão verdes, ovos e frango são bons exemplos. Outras opções são as ricas em vitamina C, como as frutas cítricas.

O tabagismo, consumo de bebidas alcoólicas e cafeína em excesso diminuem a fertilidade: alteram a quantidade de óvulos e espermatozoides, modificam níveis hormonais e, no caso do álcool, causam ainda disfunção erétil. Manter o peso também é importante, para mais ou para menos. De acordo com alguns estudos, estar dentro do índice ideal para a altura e idade são importantes para facilitar a gestação e aumentar a qualidade e a quantidade de esperma em homens. Para fazer as pazes com a balança, a dica é apostar no exercício físico, que, além de ajudar na perda de peso, estimula o fluxo sanguíneo – inclusive na região pélvica.

(Por Metrópoles.com)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Saúde

Bom para saúde, aprenda como fazer tacos de beringela

Publicado

em

A beringela além de gostosa, esse vegetal faz muito bem para a saúde

Você sabia que a beringela pode lhe ajudar a emagrecer, reduzir o colesterol, melhorar dores nas articulações e funções intestinais e diminuir o risco cardíaco? Pois é exatamente isso que o site da GNT explica sobre este vegetal, que também pode ser muito saboroso.

Veja como fazer uma receita fácil e rápida para degustar esse alimento tão benéfico à saúde, segundo o site M de Mulher.

Taco com recheio de berinjela e tomate

Ingredientes:

1

berinjela

grande e cortada em cubinhos (deixe mergulhada numa vasilha com água e vinagre para não oxidar)

1

cebola

média e cortada em pedaços1 dente de

alho roxo

picado

1

tomate

maduro

6

azeitona preta

picadas

1/2 colher (sopa) de

orégano

3 colheres (sopa) de

vinagre

3 colheres (sopa) de

azeite de oliva extravirgem

sal

a gosto

Modo de preparo:

Leve uma panela com água e sal ao fogo. Assim que ferver, acrescente a berinjela (antes retire a água com vinagre) e deixe cozinhar por 10 minutos, escorra e reserve. No liquidificador, bata a cebola, o alho e o tomate com ½ copo (100 ml) de água. Transfira para uma panela e refogue até secar o excesso de líquido. Junte as azeitonas, o orégano e o vinagre. Ajuste o sal e deixe refogar por mais 2 minutos. Retire do fogo e adicione a berinjela e o azeite.

Por Notícias ao Minuto

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Saúde

Em Custódia a Secretaria Estadual de Saúde investiga a segunda morte por suspeita de arboviroses

Publicado

em

Em Custódia, município do Sertão de Pernambuco, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) investiga a segunda morte por suspeita de arboviroses deste ano. A cidade, ao lado de Salgueiro e Verdejante, na mesma região, fez o território pernambucano passar para a zona de alerta para transmissão de dengue, zika e chikungunya, segundo revela o 6º boletim epidemiológico do Estado. O balanço considera os dados até o dia 9 deste mês, quando foi a óbito um homem de 39 anos, em Custódia, após apresentar sintomas sugestivos de arboviroses. 

No município, a SES realiza atualmente um trabalho de bloqueio de transmissão com a aplicação espacial de inseticidas (com nebulizadores costais) utilizada para o controle do Aedes aegypti. O objetivo da estratégia, usada em Custódia, Salgueiro e Verdejante, é deter a curva ascendente de adoecimento, caracterizando um surto.

Só na Regional de Salgueiro (congrega sete municípios e um total de 145 mil habitantes), os casos notificados de dengue aumentaram em quase 4.000%, em comparação com o mesmo período do ano passado: saiu de 7 para 275 registros, em números absolutos. Com o apoio da gestão municipal, a SES fez recentemente busca ativa de moradores de Custódia com sintomas de arboviroses.

“Sabemos que, quando se inicia um aumento nas notificações de dengue, chikungunya ou zika, certamente há outros casos que não conseguem chegar a unidades de saúde e, por isso, não são registrados. Então, para uma melhor vigilância da situação, optamos pela busca ativa”, informa a gerente do Programa de Vigilância das Arboviroses da SES, Claudenice Pontes. Ela acrescenta que, na próxima segunda-feira, será feita uma reunião para reavaliar a necessidade de permanência dos profissionais que fazem a a aplicação de inseticida. 

O boletim da SES também chama a atenção para o aumento das notificações de dengue na Regional de Afogados da Ingazeira, que reúne 12 municípios, com 29 casos suspeitos. No mesmo período do ano passo, foram 8 registros. Ou seja, houve um aumento de 262%. “O alerta é importante para que profissionais fiquem atentos a possíveis casos, a fim de notificá-los e tratá-los. Só por meio dos registros, podemos fazer a análise técnica para atuar quando necessário”, frisa Claudenice. 

A gestora ainda lembra a importância de as pessoas, diante de sintomas sugestivos de dengue, zika ou chikungunya, procurarem os serviços de saúde. Além disso, ela convoca a sociedade para auxiliar nas ações de prevenção e controle, essenciais para evitar a proliferação do mosquito. “Precisamos ficar vigilantes nas nossas casas para evitar recipientes com água sem tampa e os pratos dos vasos de plantas com água. Uma tampa de refrigerante já é o suficiente para que o mosquito deposite seus ovos”, destaca Claudenice.

(Por PE notícias)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Saúde

Surto de febre amarela avança para Sudeste e Sul do Brasil, alerta OMS

Publicado

em

Em comunicado emitido em Brasília, entidade amplia área de vacinação para estrangeiros e aponta para ‘terceira onda’ de contaminação

Organização Mundial da Saúde (OMS) elevou nesta quarta-feira, 13, o alerta sobre a febre amarela no Brasil e ampliou a área onde uma vacinação é recomendada a estrangeiros e turistas que visitem o País. Para a entidade, há indícios de que uma “terceira onda” de contaminação esteja sendo iniciada, com progressão do surto em direção ao Sul e ao Sudeste do Brasil.

A iniciativa foi tomada após casos em humanos serem notificados de julho de 2018 a janeiro deste ano em nove municípios paulistas bem como a confirmação de casos humanos e epizootias (mortes de macacos) por febre amarela no Paraná.

“Embora seja cedo para determinar se este ano terá os altos números de casos em humanos observados nos dois últimos grandes picos sazonais, há indicações de que a transmissão do vírus continua a se propagar em direção ao sul e em áreas com baixa cobertura vacinal”, declarou a OMS, em comunicado.

Em dezembro de 2018 e janeiro deste ano, a entidade apontou para 36 casos confirmados de febre amarela em humanos, incluindo 8 mortes, em 11 municípios brasileiros. Diante do cenário, a OMS sugere que a vacina seja adotada por quem vai viajar aos Estados do Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas, Pará, Paraná, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Tocantins, Santa Catarina e São Paulo.

A recomendação é de que o imunizante seja aplicado dez dias antes de o viajante embarcar para esses destinos. Uma dose da vacina é suficiente. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Por Estadão Conteúdo

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda

Trending