Conecte-se Conosco

Brasil

Aposentadoria: Homem e mulher deverão ter a mesma idade para obter o benefício

Publicado

em

A proposta de reforma da Previdência que o governo elabora prevê a unificação, no longo prazo, de todos os regimes de Previdência. As regras serão as mesmas para homens e mulheres, trabalhadores urbanos e rurais, do setor público e do privado.

O objetivo é fazer uma transição “lenta e gradual” ao longo de 20 ou 30 anos.

Folha apurou que a ideia é não mudar a regra para quem está próximo da aposentadoria. Os demais trabalhadores já em atividade e os que entrarem no mercado depois das mudanças serão afetados, ainda que em parte.

Um dos efeitos da padronização de regras seria a fixação, para todos os trabalhadores do país, de uma mesma idade mínima de aposentadoria –ou de um mecanismo que atinja, na prática, o mesmo objetivo.

No caso dos servidores públicos, essa idade, em geral, é de 55 anos para mulheres e 60 para homens, mas não há essa exigência para trabalhadores sob o regime do INSS.

O governo pretende não só estabelecer esse critério para todos os regimes como também elevar o limite, que está abaixo dos padrões mundiais (veja quadro acima).

A forma de elevar a idade ainda está em discussão.

Há quem defenda um mecanismo que misture idade com tempo de contribuição, como a fórmula 85/95 móvel, em vigor atualmente. Por esse mecanismo, que hoje é opcional, a soma entre idade e anos de contribuição será elevada a cada dois anos até atingir 90/100 em 2026. Na prática, implica uma idade mínima que chegaria a 60/65 anos (mulheres/homens).

MULHERES = HOMENS

A proposta do governo, no entanto, é unificar a idade mínima para homens e mulheres, equiparação que se completaria em 20 ou 30 anos.

Entre os países da OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico) só a Suíça faz distinção entre os gêneros.

Folha apurou que o governo prefere evitar uma reforma paliativa, com o aumento de alguns impostos.

A reforma estrutural com unificação a longo prazo –que daria sustentabilidade ao sistema no futuro– é defendida pela equipe do ministro Nelson Barbosa (Fazenda) e por setores do Ministério da Previdência, hoje fundido com o do Trabalho.

A proposta será discutida no fórum formado por trabalhadores e empresários para discutir o tema, que deve se reunir neste mês.

Barbosa pretende enviar a proposta de reforma da Previdência ao Congresso Nacional ainda neste semestre.

RESISTÊNCIAS

A unificação das regras da Previdência rural com as da urbana deve provocar forte reação das entidades ligadas aos trabalhadores do campo.

Os trabalhadores rurais podem hoje se aposentar mesmo sem ter contribuído pelos prazos exigidos na área urbana. No ano passado, enquanto a Previdência urbana apresentou um superavit de R$ 5,1 bilhões, a rural registrou um deficit de R$ 91 bilhões.

Nesta linha, uma das propostas é acabar com a isenção do agronegócio no pagamento de contribuição previdenciária sobre sua receita obtida com exportação, o que poderia gerar uma receita extra de R$ 6,5 bilhões para o caixa da Previdência.

A proposta conta com a rejeição da ministra Kátia Abreu (Agricultura). Para ela, a medida prejudicaria um dos poucos setores que estão ajudando o país a tentar sair da crise econômica.

Setores do governo ligados a movimentos sindicais são contra a instituição da idade mínima e preferem elevar a receita da Previdência Social.

Da Folha de S.Paulo – Valdo Cruz e Julianna Sofia

Brasil

Lula afirma que Brasil voltará a vender 3,8 milhões de carros por ano

“Quando eu deixei a Presidência, em dezembro de 2010, esse país vendia 3,8 milhões de carros por ano. Quando eu voltei, agora, o País vendia 1,9 milhão por ano”.

Publicado

em

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, disse nesta sexta-feira, 12, que o País voltará a vender 3,8 milhões de carros por ano. Ele deu a declaração em Campo Grande (MS), onde participou de solenidade em uma planta da JBS.

“Quando eu deixei a Presidência, em dezembro de 2010, esse país vendia 3,8 milhões de carros por ano. Quando eu voltei, agora, o País vendia 1,9 milhão por ano. A metade do que vendia em 2010. Agora já recuperamos para 2,3 milhões. E vamos chegar outra vezes aos 3,8 milhões”, declarou o presidente brasileiro.

E afirmou: “Hoje à tarde eu saio daqui e vou na Anfavea em São Paulo, que é a associação nacional dos produtores de veículo no Brasil, e eles vão anunciar até 2028 investimento de mais de R$ 111 bilhões nesse País.”

Lula mencionou o investimento chinês para fabricar carros elétricos na Bahia, por meio da BYD.

Também citou que o presidente do país asiático, Xi Jinping, visitará o Brasil em novembro deste ano.

Foto Getty

Por Estadão

           

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9155-5555.

Continue lendo

Brasil

Homem é preso na Bahia por tentar matar filho de 2 meses pondo chumbinho em chupeta

Publicado

em

Um homem foi preso preventivamente, na quinta-feira, 11, suspeito de tentar matar seu filho de dois meses. O crime ocorreu em outubro de 2010, e o suspeito estava foragido desde então. Ele foi localizado pela Polícia Civil da Bahia, em Barra de Pojuca, na região metropolitana de Salvador.

De acordo com a diretora do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), delegada Andréa Ribeiro, as investigações apontaram que o homem envenenou com chumbinho a chupeta do bebê por não aceitar a paternidade da criança. O bebê foi socorrido e medicado a tempo, sobrevivendo ao atentado.

“Interrogado sobre os fatos, o investigado disse, à época, que a intenção era apenas dar um susto na mãe da criança”, ressaltou a delegada.

O suspeito tinha uma ordem judicial de prisão em aberto, expedida pelo 2º Juízo da 1ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Salvador.

Depois de detido, ele passou pelos exames de lesões corporais de praxe no Departamento de Polícia Técnica (DPT) e foi encaminhado à Coordenação de Polícia Interestadual (Polinter), onde está à disposição da Justiça.

Fonte: Terra

           

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9155-5555.

Continue lendo

Brasil

Notas antigas de R$100 podem valer até R$ 5 mil; saiba como identificar

Muitas pessoas utilizam esse dinheiro pelo seu valor nominal, porém, por serem extremamente raras, essas notas podem valer muito além do número impresso no papel.

Publicado

em

Exceto pela nota de R$ 200, que é cada vez mais rara de se ver em circulação, a nota de R$ 100 possui um atrativo por representar um valor considerável na moeda brasileira. Entretanto, muitos desconhecem que seu poder de compra pode ser significativamente maior devido a alguns detalhes que podem passar despercebidos por olhares menos atentos.

Estamos nos referindo aqui às notas de R$ 100 da primeira família do real, impressas no ano de 1994, quando as cédulas que circulam atualmente no país foram introduzidas.

Muitas pessoas utilizam esse dinheiro pelo seu valor nominal, porém, por serem extremamente raras, essas notas podem valer muito além do número impresso no papel.

De acordo com entrevista concedida ao portal Terra, André Rigue, especialista numismático, existem cinco variantes dessa nota, que diferem conforme as assinaturas do ministro da Fazenda, do presidente da República e do presidente do Banco Central à época.

“Essa nota pode alcançar até R$ 5 mil se estiver no modelo ‘flor de estampa’, que é como são chamadas as cédulas em perfeitas condições, ou seja, sem qualquer dano”, explica Rigue ao Terra.

Para descobrir se você possui uma nota valiosa em sua carteira, é necessário prestar atenção aos detalhes, já que ela pode parecer comum à primeira vista. O especialista indica que é crucial verificar a numeração da nota, especialmente os quatro primeiros dígitos localizados na parte inferior direita da cédula. “As notas da série 1199 até 1201 são muito valiosas, pois tiveram uma tiragem extremamente baixa, por isso, seu valor de mercado entre os colecionadores é tão elevado”, esclarece Rigue.

“Mesmo assim, qualquer cédula dessa primeira família pode ter um valor considerável”, acrescenta.

Foto Shutterstock

Por Notícias ao minuto

           

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9155-5555.

Continue lendo
Propaganda

Trending

Fale conosco!!