Conecte-se Conosco

Mundo

Ataque aéreo dos EUA mata porta-voz da Al-Qaeda

Publicado

em

bandeira_eua

Abu Firas al-Suri, cujo nome verdadeiro era Radwan Nammous, lutou contra as forças soviéticas no Afeganistão no fim dos anos 1980 e nos anos 1990.

Um ataque aéreo dos EUA ao ramo sírio da Al-Qaeda (Al-Nusra), Abu Firas al-Suri, no domingo (03), acabou na morte do líder da Frente Al-Nusra e de 20 outros jihadistas, na Síria. O secretário de imprensa do Pentágono, Peter Cook, disse hoje que os militares dos EUA realizaram um ataque aéreo a uma reunião de altos funcionários da Al-Qaeda no domingo no nordeste da Síria, tendo como alvo Abu Firas al-Suri, que também é porta-voz da Al-Qaeda na Síria, bem como outros líderes.

Peter Cook confirmou “que o líder da Al-Qaeda na Síria, Abu Firas al-Suri, estava naquela reunião” e que agora o Pentágono está “trabalhando para confirmar a sua morte”, declarou. Suri foi um “legado” da Al-Qaeda, “trabalhou com Osama bin Laden e outros membros fundadores da Al-Qaeda para treinar terroristas e conduzir ataques em todo o mundo”, acrescentou o porta-voz do Pentágono.

De acordo com o Observatório Sírio de Direitos Humanos, Suri, o seu filho e pelo menos 20 jihadistas da Al-Nusra e Jund al-Aqsa e outros rebeldes do Uzbequistão foram mortos em ataques a posições na província de Idlib.

Abu Firas al-Suri, cujo nome verdadeiro era Radwan Nammous, lutou contra as forças soviéticas no Afeganistão no fim dos anos 1980 e nos anos 1990, conhecendo Bin Laden e o fundador da jihad global, Abdullah Azzam, antes de voltar para a Síria, em 2011.

Mundo

Guterres diz que Oriente Médio enfrenta perigo de conflito devastador

Publicado

em

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, afirmou nesse domingo (14) que a população do Oriente Médio enfrenta o perigo real de um conflito devastador em grande escala. Ele pediu a máxima contenção e disse que “é hora de recuar do abismo”.

Em reunião de emergência do Conselho de Segurança da ONU, convocada por Israel para abordar o ataque iraniano de sábado, Guterres alertou que os civis já estão suportando o peso e pagando o preço mais elevado.

“É hora de recuar do abismo. É vital evitar qualquer ação que possa conduzir a grandes confrontos militares em múltiplas frentes no Oriente Médio”, afirmou.

O líder das Nações Unidas reforçou que a paz e a segurança regionais – mas também “globais”- estão sendo minadas e que nem a região, nem o mundo, podem permitir mais guerras.

A mensagem do ex-primeiro-ministro português foi reforçada com o lembrete de que o direito internacional proíbe “ações de retaliação que incluem o uso da força”.

O apelo de Guterres é dirigido tanto ao Irã – que justificou o ataque de sábado como ato de retaliação pelo bombardeio do seu consulado em Damasco – quanto a Israel, que disse ter o direito de resposta aos ataques iranianos.

Em seu pronunciamento perante o corpo diplomático, por três vezes Guterres insistiu na “responsabilidade comum” que a comunidade internacional tem para evitar uma escalada entre o Irã e Israel, alcançar um cessar-fogo em Gaza, garantir a libertação dos reféns detidos pelo grupo islâmico Hamas e prevenir uma deterioração da situação na Cisjordânia.

Para a sessão de emergência foram convidados os representantes do Irã, Israel e Síria.

Ao convocar a reunião, o embaixador israelense na ONU, Gilad Erdan, disse que o Irã representa grave perigo para a segurança de todo o mundo e que este é o momento para deter as “perigosas ambições” iranianas.

O diplomata pediu ainda que o Conselho condene veementemente o ataque e avance com medidas contra o Irã, incluindo a designação do Corpo da Guarda Revolucionária Islâmica como organização terrorista, e imponha sanções.

O Irã lançou, na noite de sábado e madrugada de domingo, um ataque contra Israel, utilizando mais de 200 drones, mísseis de cruzeiro e balísticos, a grande maioria interceptados, segundo o Exército israelense.

O ataque ocorreu depois de um bombardeio ao consulado iraniano em Damasco, em 1º de abril, que matou sete membros da Guarda Revolucionária e seis cidadãos sírios, aumentando as tensões entre Teerã e Tel Aviv, já marcadas nos últimos tempos pela ofensiva de Israel na Faixa de Gaza.

Fonte:Agência Brasil

 

           

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9155-5555.

Continue lendo

Mundo

Embaixador de Israel no Brasil se diz “desapontado” com Itamaraty e espera que país condene ataque do Irã

Publicado

em

Em entrevista realizada neste domingo (14), o embaixador de Israel no Brasil, Daniel Zonshine, afirmou estar “desapontado” com a posição do Palácio do Itamaraty sobre o ataque realizado pelo Irã contra o país e acrescentou que espera uma condenação do governo brasileiro à ofensiva. No sábado (13), o Itamaraty emitiu uma nota e disse que acompanha com “grave preocupação” o ataque. O órgão pediu “máxima contenção” ao Irã e Israel e conclamou a comunidade internacional a evitar uma escalada no conflito. Segundo o embaixador, em entrevista à Globonews, esta não é a primeira vez que Irã está envolvido em ações contra Israel, portanto “a expectativa é pelo menos ouvir qualquer condenação para esta coisa”. “Infelizmente, não ouvimos nenhuma condenação nesta mensagem do Itamaraty. Isso é uma coisa [que nos deixa] um pouco desapontados”, completou.

Na noite de sábado (13), o Irã lançou mais de 300 mísseis e drones contra o território de Israel. Após a noite de forte tensão, o chefe das Forças Armadas iranianas Mohammad Bagheri, indicou que o ataque “atingiu todos os seus objetivos” e que Teerã não tem “nenhuma intenção” de dar sequência à operação.

Foto Pedro França/Agência Senado

Por Terra

           

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9155-5555.

Continue lendo

Mundo

Ataque com faca deixa mortos em shopping na Austrália

Seis mortes foram confirmadas.

Publicado

em

Seis pessoas morreram e várias ficaram feridas em um ataque com faca perpetrado neste sábado (13) em um shopping de Sydney por um homem que foi morto pela polícia australiana. 

A tragédia ocorreu no shopping Westfield Bondi Junction, que estava lotado de pessoas no momento do ataque.

A delegada de Nova Gales do Sul, Karen Webb, detalhou que cinco mulheres e um homem morreram no ataque. 

Entre os feridos está um bebê de nove meses. Oito pessoas tiveram que ser hospitalizadas, segundo os serviços de emergência. 

A polícia afirma que o agressor seria um homem de 40 anos, conhecido pelos serviços de segurança, embora ainda não tenha sido formalmente identificado. O homem foi morto pela polícia.

Webb minimizou uma motivação terrorista e disse que o agressor parece ter agido sozinho, como havia dito anteriormente o primeiro-ministro australiano, Anthony Albanese. 

Foto redes sociais

Por AFP

           

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e InstagramVocê também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9155-5555.

Continue lendo
Propaganda

Trending

Fale conosco!!