Conecte-se Conosco

Política

Bolsonaro atravessa Praça dos Três Poderes a pé e vai ao STF com ministros e empresários

Publicado

em

Ida do presidente ao tribunal não estava prevista na agenda. Em reunião com Toffoli, Bolsonaro disse que empresários estão aflitos e que combate ao coronavírus não pode ser ‘mais danoso que a própria doença’.

O presidente Jair Bolsonaro atravessou a Praça dos Três Poderes em Brasília a pé nesta quinta-feira (7) para se dirigir ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Procurada, a assessoria do STF informou que o encontro foi marcado de última hora e não estava previsto na agenda do presidente do tribunal, Dias Toffoli.

Bolsonaro ainda estava no STF até a última atualização desta reportagem (saiba mais abaixo o que o presidente disse no discurso).

O presidente estava acompanhado de empresários e ministros, entre os quais Walter Souza Braga Netto (Casa Civil), Fernando Azevedo e Silva (Defesa) e Paulo Guedes (Economia). Segundo Guedes, foi uma “visita de cortesia”.

Parlamentares também acompanharam o encontro, entre os quais o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho do presidente da República, e o deputado Hélio Lopes (PSL-RJ).

O presidente estava com máscara e a maioria das pessoas que o acompanhava também, mas algumas, não.

Discurso

Durante o encontro com Toffoli, Bolsonaro fez uma transmissão ao vivo em uma rede social.

Em um breve discurso de abertura da reunião, o presidente disse que a crise provocada pelo coronavírus levou “aflições” a empresários em razão do desemprego e da economia “não mais funcionar”.

Ainda no discurso, Bolsonaro disse que o efeito colateral do combate ao coronavírus “não pode ser mais danoso que a própria doença”.

“O objetivo da nossa vinda aqui, nós sabemos do problema do vírus, que devemos ter todo cuidado possível, preservar vidas, em especial daqueles mais em risco, mas temos um problema que vem cada vez mais nos preocupando: os empresários trouxeram essas aflições, a questão do desemprego, a questão da economia não mais funcionar. O efeito colateral do combate ao vírus não pode ser mais danoso que a própria doença”, declarou.

Segundo o presidente, os empresários querem que o STF ouça deles o que está acontecendo.

Bolsonaro disse também que o grupo de empresários levado por ele ao STF está preocupado com um eventual colapso da economia.

“Chegou a um ponto que a economia fica muito difícil de recuperar. Nós, chefe de poderes, temos que decidir. O Toffoli sabe que, ao tomar decisão, de um lado ou de outro, vai sofrer critica”, disse Bolsonaro. Por Guilherme Mazui e Márcio Falcão, G1 e TV Globo — Brasília

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Política

Pesquisa: Governo de Bolsonaro cai 4 pontos percentuais no quesito ótimo/bom, em apenas 30 dias, segundo Ibope

Publicado

em

 

Instituto também quis saber dos entrevistados se o Congresso Nacional deveria ou não abrir um processo de impeachment contra o presidente Bolsonaro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

O Datafolha divulgou nesta sexta-feira (22) uma nova pesquisa sobre a avaliação do presidente Jair Bolsonaro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Em julho de 2019, 33% dos brasileiros consideravam o desempenho de Bolsonaro ótimo ou bom. Em agosto, 29%. Em dezembro, 30%. Em abril de 2020, já em meio à pandemia, 33%. Em maio, 33% de novo. 32% em junho. Em agosto, eram 37%. E dezembro, manteve 37%. E agora a aprovação recuou para 31%.

Consideravam o desempenho do presidente como regular: em julho de 2019, 31%; 30%; 32%; 26%; 22%; 23%; 27%; 29%; e, agora, 26%.

Em julho de 2019, 33% achavam o governo Bolsonaro ruim ou péssimo; 38%; 36%; 38%; depois, 43%; 44%; 34%; e, em dezembro, 32%. Agora a reprovação subiu para 40%.

Não sabiam, eram 2% em julho de 2019; 2% novamente; 1%; 3%; 2%; 1%; 1%, 3% em dezembro de 2020; e, agora, 2%.

O Datafolha também quis saber dos entrevistados se o Congresso Nacional deveria ou não abrir um processo de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro.

No fim de abril de 2020, 48% responderam que o Congresso não deveria abrir um processo para afastar o presidente. Em maio, 50%; e agora, 53%.

Na primeira pesquisa, 45% disseram que o Congresso deveria abrir um processo de impeachment contra o presidente. Em maio, 46%; e agora, o número dos que querem a abertura do impeachment oscilou negativamente para 42%.

Na primeira pesquisa, 6% não sabiam. Depois, 4%; e agora, 4% de novo.

O Datafolha ouviu 2.030 pessoas, por telefone, quarta (20) e quinta-feira (21). (Do JN – Imagem mera ilustração)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Política

Preocupação do governo com prazos da vacinação contrasta com falas recentes de Bolsonaro

Publicado

em

 

Há 33 dias, em conversa com um dos filhos, o deputado Eduardo Bolsonaro, o presidente disse que a pandemia estava chegando ao fim e que a ‘pressa da vacina’ não se justificava.

Nos últimos dias, a preocupação do governo federal com prazos para a vacinação representou uma mudança radical de postura em relação a declarações bem recentes do presidente Jair Bolsonaro.

Por exemplo, as que ele deu há 33 dias em uma conversa com o deputado do PSL Eduardo Bolsonaro, filho dele. “A pandemia realmente, ela está chegando ao fim. Os números têm mostrado isso aí. Estamos com uma pequena ascensão agora, que chama-se de pequeno repique, que pode acontecer. Mas a pressa da vacina não se justifica. Porque você mexe com a vida das pessoas”, afirmou na época.

Até aquele dia, 19 de dezembro, o Brasil contava 186 mil mortos pela Covid. Nesta quarta (20), o luto cobria as famílias de 212 mil cidadãos brasileiros. Em pouco mais de um mês, foram perdidas 26,5 mil vidas. Isso equivale à população inteira de Veranópolis, a cidade gaúcha conhecida como a capital brasileira da longevidade, reconhecida pela Organização Mundial da Saúde como uma cidade amiga do idoso.

O total de vítimas dessa pandemia em todo o Brasil já é maior do que toda a população de municípios como Lauro de Freitas, na Bahia; Passo Fundo, no Rio Grande do Sul; e Angra dos Reis, no Rio de Janeiro. (Do JN)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo

Política

Recife terá carreata pró-impeachment de Bolsonaro no próximo sábado

Publicado

em

O PT Pernambuco usou as suas redes sociais nesta quinta-feira (21) para convidar seus seguidores para uma carreata no Recife pelo impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O ato é parte de uma mobilização nacional pela saída do militar do poder e está marcado para o próximo sábado (23), a partir das 9h.

A manifestação foi pensada pela Frente Brasil Popular, partidos de oposição, Povo sem Medo e entidades sindicais. De acordo com o grupo, há carreatas confirmadas no mesmo dia em pelo menos outras 11 capitais, como São Paulo, Curitiba, Rio Branco, Palmas, Belo Horizonte e Brasília. No Recife, a concentração será no limite entre as cidades de Olinda e Recife.

“A concentração acontece na Avenida Agamenon Magalhães (em frente à Fábrica Tacaruna e ao Classic Hall), a partir das 9 horas da manhã. Para a segurança de todos e todas, orientamos os/as manifestantes a não saírem dos veículos, manterem o distanciamento social (caso precisem sair), usarem máscaras e álcool em gel. Vamos à luta!”, diz trecho da publicação do PT Pernambuco no Instagram.

Por JC online

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe os nossos aplicativos gratuito.

Siga-nos em nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.Você também pode ajudar a fazer o nosso Blog, nos enviando sugestão de pauta, fotos e vídeos para nossa a redação do Blog do Silva Lima por e-mail blogdosilvalima@gmail.com ou WhatsApp (87) 9 9937-6606 ou 9 9101-6973.

Continue lendo
Propaganda  

Trending